A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

1 Utilização do Scanner Trabalho realizado por Trabalho realizado por : Fábio Santos nº 1 Ricardo Santos nº 3.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "1 Utilização do Scanner Trabalho realizado por Trabalho realizado por : Fábio Santos nº 1 Ricardo Santos nº 3."— Transcrição da apresentação:

1 1 Utilização do Scanner Trabalho realizado por Trabalho realizado por : Fábio Santos nº 1 Ricardo Santos nº 3

2 Índice Introdução O que é um scanner O que é um scanner Para que serve Como digitalizar uma imagem Em que se baseia Tipos de scanners Tipos de scanners Aspectos importantes a ter na compra de um scanner Aspectos importantes a ter na compra de um scanner Constituição do scanner Constituição do scanner Tipos de sensores Resolução Profundidade de cor Tipos de conexão Conclusão Bibliografia

3 Introdução Neste trabalho vamos falar sobre o periférico de entrada mais conhecido por scanner. Ao longo desta apresentação vamos fazer uma descrição sobre o scanner. De seguida falaremos sobre o seu funcionamento, dos diferentes tipos de scanners e as suas principais características.

4 O que é um scanner O scanner é um equipamento electrónico (periférico de entrada) responsável por digitalizar imagens e fotos, textos e objectos a 3D para o computador. O scanner pode ser instalado na porta paralela ou USB do PC ou numa placa SCSI dentro do PC. Alguns fabricantes de scanners: HP, Agfa, Canon, Avision, Epson, Nikon, entre outros.

5 Para que serve O scanner serve para converter um documento (que pode incluir texto ou imagens) numa outra imagem digital e, por sua vez, esta imagem pode ser convertida num ficheiro de texto ou de imagem.

6 Como digitalizar uma imagem Abre-se o software necessário para executar a digitalização Coloca-se na área de digitalização do scanner a imagem que se deseja digitalizar Clica-se em Digitalizar imagem O scanner vai varrer a imagem e esta vai ser mostrada no monitor Fazemos a formatação desejada (cortar a imagem ao tamanho desejado) Clica-se de novo em Digitalizar imagem para o scanner fazer a digitalização final e guardar a imagem no computador

7

8 Em que se baseia O scanner baseia-se no principio da reflectância da luz, que consiste em posicionar a imagem de forma que uma luz a ilumine. Um sensor capta a luz reflectida pela figura, formando assim uma imagem digital. Os scanners mais simples usam lâmpada fluorescente para iluminar a imagem, enquanto que os mais sofisticados usam uma lâmpada do tipo catodo-frio.

9 Tipos de scanners Existem quatro tipos de scanners, onde vamos apresentar de seguida cada um deles, com as características gerais. Scanner de cilindro Scanner mesa Scanner de mão Scanner de folhas

10 Tipos de scanners (Cont.) Scanner de mão - Scanner de mão - parecido com um rato bem grande, no qual se deve passar por cima do desenho ou texto a ser transferido para o computador. Este tipo não é mais apropriado para trabalhos semi-profissionais devido à facilidade para o aparecimento de ruídos na transferência.

11 Tipos de scanners (Cont.) Scanner de mesa - Scanner de mesa - parecido com uma fotocopiadora, no qual deve-se colocar o papel e baixar a tampa para que o desenho ou texto seja transferido para o computador. Este faz a leitura a partir de dispositivos de carga dupla.

12 Tipos de scanners (Cont.) Scanner com alimentador de papel – Scanner com alimentador de papel – scanner alimentado a folhas, parecido com o scanner de mesa, excepto que neste o documento move-se enquanto a cabeça de digitalização permanece imóvel. Este tipo de scanner assemelha-se a uma pequena impressora portátil.

13 Tipos de scanners (Cont.) Scanner de cilindro - Scanner de cilindro - É usado à muito tempo, antes do scanner de mesa, para digitalização em altas resoluções. É amplamente usado pelo mercado de artes gráficas.

14 Aspectos importantes a ter na compra de um scanner Resolução óptica Resolução por hardware e software Resolução da cor Velocidade de transferência de informação 1 Quantidade de software 1 que acompanha o scanner 1 Tipo de software - 1 Tipo de software - software de OCR (reconhecimento de caracteres)

15 Constituição do scanner O scanner é constituído por: Espelhos Cabeça de digitalização Placa de vidro Lâmpada Lentes Capa Filtros

16 Constituição do scanner (Cont.) Motor deslizante Barra do estabilizador Correia Fonte de alimentação Portas de interface Circuito de controlo Dispositivo de carga emparelhada (CCD)

17 Tipos de sensores Photo Multiplier Tube (PMT): Usado nos scanners de cilindro Divide a luz reflectida em três feixes que passam por filtros e geram a imagem digitalizada

18 Tipos de sensores (Cont.) Charge Coupled Device (CCD): Usado nos scanners domésticos; Boa qualidade e baixo preço; Usado em câmaras digitais;

19 Tipos de sensores (Cont.) Contact Image Sensor (CIS): Usa LEDs vermelhos, azuis e verdes para produzir luz branca. Gasta menos energia A qualidade da imagem é baixa;

20 Resolução 2 A resolução do scanner define a riqueza de detalhes que o aparelho é capaz de captar. A medição é feita em dpi 2. Quanto maior for o valor do dpi do scanner, mais detalhada é a imagem digitalizada. Os scanners mais simples possuem resolução de 300 x 300 dpi, que quer dizer, 300 dpi na horizontal por 300 dpi na vertical. 2 (Dots Per Inch) - 2 (Dots Per Inch) - Medida utilizada em resolução gráfica de scanners ou dispositivos gráficos de impressão.

21 Profundidade de cor 3 Os primeiros scanners que surgiram só distinguiam cores em tons de cinza. Quando uma imagem é digitalizada, o aparelho o faz pixel 3 a pixel. Para cada um desses pixels, o scanner atribui uma determinada quantidade de bits. Quanto maior for o valor de cada pixel, maior será a qualidade da imagem digitalizada. Os primeiros scanners atribuíam um bit por pixel, o que somente permitia trabalhar com preto e branco. 3 Pixel - 3 Pixel - é a mais pequena unidade lógica de informação visual utilizada para a construção de uma imagem. Pequenos quadrados que quando uma imagem é aumentada conseguem ser visualizados.

22 Tipos de conexão Conexão por porta paralela: Conexão por porta paralela: Este tipo de conexão é muito usada, pois praticamente todos os PCs possuem porta paralela. Isto é permite-nos fazer a ligação de dispositivos externos ao computador.

23 Tipos de conexão (Cont.) Conexão por porta USB (Universal Serial Bus): Conexão por porta USB (Universal Serial Bus): muitos periféricos fazem uso do padrão USB. Um deles é o scanner. Se o computador possui entrada USB, a instalação do scanner resume-se ao acto de conectá-lo à entrada. É o tipo de instalação mais fácil e a escolha ideal para utilizadores domésticos.

24 Conclusão Com a realização deste trabalho tivemos a oportunidade de aprender com se utiliza um scanner e os diferentes tipos do mesmo que existem, a sua constituição, as suas características e os tipos de conexão. O scanner é uma ferramenta muito útil, que pode ser usada para um melhor manuseamento da informação (porque é este que converte a informação do papel em formato digital) digital e até fazer melhoramentos à mesma. Esta é a sua principal utilidade.

25 Bibliografia


Carregar ppt "1 Utilização do Scanner Trabalho realizado por Trabalho realizado por : Fábio Santos nº 1 Ricardo Santos nº 3."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google