A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

O meu animal preferido Koala O nome koala deriva do dialeto aborígene e significa não bebe. O nome científico deriva das palavras gregas phaskolon (bolsa)

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "O meu animal preferido Koala O nome koala deriva do dialeto aborígene e significa não bebe. O nome científico deriva das palavras gregas phaskolon (bolsa)"— Transcrição da apresentação:

1

2 O meu animal preferido Koala

3 O nome koala deriva do dialeto aborígene e significa não bebe. O nome científico deriva das palavras gregas phaskolon (bolsa) e arktos (urso) e da palavra latina cinereus (cor cinza). Origem do nome

4 O koala é um mamífero marsupial da família Phascolarctidae, que vive na Austrália tal como os cangurus. São marsupiais porque as fêmeas destes animais têm uma bolsa na barriga chamada bolsa marsupial ou marsúpio. Classificação científica

5 Os koalas são marsupiais que se encontram no Leste e no Sudeste da Austrália, nas florestas de eucaliptos, que são a sua fonte de alimentação. A sua abundância na Austrália deve-se à separação entre aquele continente e as outras superfícies terrestres. O koala acabou por ser vítima da caça e da destruição do seu habitat florestal. Distribuição geográfica e habitat

6 Austrália- Distribuição original a vermelho; região onde foi introduzido a rosa

7 Antes da chegada do homem branco, em finais do século XVII, este marsupial ocupava uma superfície três vezes mais vasta do que a atual. Este animal foi recente reintroduzido nalgumas ilhas perto da costa, bem como no interior do país. Estas novas populações foram o fruto de estudos científicos que deram uma valiosa contribuição para o conhecimento dos comportamentos da espécie.

8 Os koalas vivem em média 14 anos. Têm a cabeça pequena arredondada, as orelhas são grandes e peludas, o focinho curto e os olhos bem separados. O nariz é grande, grosso e achatado, geralmente de cor negra sem pelos, com grandes narinas em forma de V e fossas nasais muito desenvolvidas que interferem no seu equilíbrio térmico. Características

9

10 A pelagem é densa e sedosa, de cor cinzenta, mesclada na região dorsal e branca na região ventral do corpo, desempenhando um papel importante na regulação térmica e na proteção contra os agentes atmosféricos. Como o koala não constrói um abrigo, dorme exposto ao sol e à chuva. A pelagem do dorso é muito densa e de cor escura que absorve o calor. Torna-se mais escassa durante o verão e mais comprida durante o inverno.

11

12 Tanto os membros anteriores como os posteriores possuem cinco dedos. O polegar das patas posteriores é bastante pequeno, não sendo dotado de garras. Os outros dedos são fortes e terminam em garras alongadas. Nas patas posteriores, apenas o polegar é oposto aos outros dedos. Os koalas possuem um bom equilíbrio e têm músculos possantes nas coxas, e quando escalam uma árvore, a falta de cauda é compensada pelos dedos bastante largos e pelas garras muito desenvolvidas.

13 Os koalas são arbóreos (vivem em eucaliptos) e cada um tem a sua árvore, onde passam a maior parte do tempo a dormir ( entre 16 e 18 horas por dia). É por essa razão que, sempre que as florestas são destruídas, muitos deles ficam sem casa. Usam a energia poupada durante o sono para saltar de árvore em árvore enquanto se alimentam de folhas de eucalipto (são herbívoros) e da casca mais macia destas árvores.

14

15 Em média, um koala de 10 kg consome 500g de folhas e dedica de 6 a 8 horas a esta atividade, começando as suas refeições à tarde e terminando-as ao amanhecer. São animais de hábitos noturnos. Na língua dos indígenas koala significa animal que não bebe. De facto, este marsupial mata a sua sede apenas com o suco oleoso das folhas de eucalipto.

16

17 Os koalas são excelentes trepadores, apesar do seu peso (os machos pesam cerca de 10 kg e as fêmeas cerca de 8 kg). Selecionam as folhas de apenas 20 entre 350 espécies de eucaliptos existentes na Austrália. São animais solitários ou vivem em pequenos grupos e em cada comunidade existe um macho dominante.

18

19 Reprodução A época de reprodução dos koalas dura cerca de quatro meses, entre setembro e janeiro. Neste período, os machos marcam os ramos com os odores provenientes das glândulas que possuem no peito. Estes odores e os sons que emitem atraem as fêmeas. Os machos lutam entre si e cada um procura manter um grupo de fêmeas reprodutoras, durante a época de acasalamento.

20 O macho não se ocupa do sustento da cria; tal função compete à fêmea, que só tem uma gestação por ano e geralmente só dá à luz uma cria(muito raramente duas). O período de gestação é de trinta e cinco dias, após os quais o recém-nascido migra para a bolsa marsupial, onde permanece a mamar durante cerca de sete meses.

21 O koala é pouco desenvolvido ao nascer. Pesa apenas 0,5g e tem menos de 2cm de comprimento ( é do tamanho de uma azeitona grande). O corpo é nu, cor-de-rosa e raiado de vasos sanguíneos; os olhos e os ouvidos estão fechados; a boca, as narinas e as patas posteriores são apenas um esboço. Somente as patas anteriores são robustas para lhe permitir executar sozinho o trajeto até à bolsa ventral da mãe e ali permanecer a mamar.

22

23 Por volta dos cinco meses e meio, a cria começa a sair do seu abrigo mas não se afasta muito da mãe e, ao primeiro sinal de perigo, volta a entrar para a bolsa. Aos seis ou sete meses, o koala está coberto de pelos, mede cerca de 20cm e pesa entre 400 e 500g.

24

25 Durante os primeiros meses de vida, o regime alimentar do koala é muito especial: ele consome uma papa constituída por folhas de eucalipto pré digeridas provenientes do ânus da mãe. É provavelmente por este motivo que a bolsa marsupial dos koalas, que se encontra no ventre da fêmea, tem a abertura exterior vertical ( e não horizontal, como acontece nos cangurus), que permite à cria direcionar-se, facilmente para baixo para a zona do ânus da mãe.

26 A permanência fora da bolsa vai aumentando e, aos oito meses, torna-se definitiva. A partir daí, a cria só enfia a cabeça no marsupial quando tem de mamar. Começa a ser transportado no dorso da mãe, ao qual se agarra até ao primeiro ano de idade.

27

28

29 Com cerca de um ano de idade, a cria torna-se autónoma. As fêmeas atingem a maturidade sexual aos dois anos de idade e só se afastam da mãe quando vão à procura de um território próprio. Os machos atingem a maturidade entre os três e os quatro anos e são expulsos na época reprodutiva, pelo macho dominante.

30 Predadores O Koala tem poucos predadores, o mais importante é o Canis dingo (um cão selvagem) que mata os koalas velhos ou doentes, pois um adulto de boa saúde pode feri-lo gravemente. Os aborígenes caçam o koala por tradição, que é uma presa fácil por causa dos seus hábitos sedentários e devido aos seus movimentos lentos.

31 Quando pressente um perigo vindo do solo, o animal tem o costume de se esconder em vez de fugir. O koala é indispensável no regime alimentar dos aborígenes.

32 Cadeia alimentar eucalipto koala aborígene Cão selvagem

33 Perigo de extinção No final do século XIX existiam populações numerosas de koalas. No entanto, estes marsupiais estiveram em vias de extinção quando surgiu o hábito de matá-los para usar a sua pele. Atualmente, a caça não é o maior risco mas sim as queimadas e os incêndios nas florestas, que matam muitos animais, e a eliminação das árvores onde vivem, tanto por queimadas como por lenhadores.

34 Ao perder a sua casa e alimento, o koala muda-se e pode chegar a povoamentos ou cidades, onde morre por atropelamento ou é caçado por cães. Apesar de já terem estado em vias de extinção, por causa dos incêndios, das queimadas, do abate dos eucaliptos de que se alimentam e da caça, hoje em dia os koalas são uma espécie protegida.

35 Curiosidades -Os biólogos pensam que os koalas já existem há mais de 15 milhões de anos mas só há pouco mais de 200 anos é que um europeu viu um koala pela primeira vez! Pensa-se que, há milhares de anos atrás, já existiam koalas gigantes com mais do dobro do tamanho dos que hoje conhecemos.

36 Atualmente, não existem koalas gigantes mas há três subespécies diferentes de koala. Consoante a região que habitam, estas subespécies diferem de peso, comprimento e espessura do pelo. Os maiores são os das regiões do sul da Austrália e chegam a medir 78cm e a pesar 12Kg. Só em 1798, um senhor chamado John Price viu um koala pela primeira vez!

37 -O koala dorme sempre abraçado a uma árvore. Como tem as garras compridas e está adaptado a isso, nunca cai da árvore! -É muito raro nascerem crias gémeas porque não cabem dois koalas bebé ao mesmo tempo numa bolsa marsupial! - Os koalas conseguem trepar às árvores até uma altura de mais de 45 metros! Tão alto como um prédio de cerca de 18 andares!

38 -As impressões digitais dos koalas são muito parecidas com as nossas. E, tal como acontece com as pessoas, também não há dois koalas com as mesmas impressões digitais! - É proibido ter koalas como animais domésticos. Mesmo assim, em 1937, uma senhora australiana conseguiu ter um koala em casa. Dormia num berço e, à hora das refeições, sentava-se à mesa a mordiscar folhas de eucalipto!

39 Fim


Carregar ppt "O meu animal preferido Koala O nome koala deriva do dialeto aborígene e significa não bebe. O nome científico deriva das palavras gregas phaskolon (bolsa)"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google