A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Historiaula.wordpress.com Professor Ulisses Mauro Lima historiaula.wordpress.com Professor Ulisses Mauro Lima A República das Espadas (1889 – 1894) 1ª.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Historiaula.wordpress.com Professor Ulisses Mauro Lima historiaula.wordpress.com Professor Ulisses Mauro Lima A República das Espadas (1889 – 1894) 1ª."— Transcrição da apresentação:

1 historiaula.wordpress.com Professor Ulisses Mauro Lima historiaula.wordpress.com Professor Ulisses Mauro Lima A República das Espadas (1889 – 1894) 1ª. Parte A República das Espadas (1889 – 1894) 1ª. Parte

2 Viva a República Brasileira! Viva o Povo Brasileiro!

3 Escravidão......significa a soma do poderio, influência capital e clientela dos senhores todos; (...) a dependência em que o comércio, a religião, a pobreza, (...) o Estado enfim se acham perante o poder agregado da minoria aristocrática, em cujas senzalas centenas de milhares de entes humanos vivem embrutecidos e moralmente mutilados pelo próprio regime em que estão submetidos. Professor Ulisses Mauro Lima

4 Deputados representantes do setor cafeeiro do Vale do Paraíba do Sul, declaravam-se contrários a política abolicionista. Professor Ulisses Mauro Lima

5 Influenciados pelas as rebeliões negras contra a escravidão setores da elite brasileira decidiram apressar o processo abolicionista. A campanha abolicionista Em 1888, foi sugerido ao poder Executivo a criação de uma lei que abolisse a escravidão no Brasil. Com a assinatura da Lei Áurea no dia 13 de maio de 1888, a princesa Isabel concedia a liberdade a negros. Sociedade Cearense Libertadora, fundada após a greve de O Dragão do Mar é o segundo, de pé, da direita para esquerda

6 os setores escravistas mas, contribuiu no desgastes político de D. Pedro II. Antigos aliados engrossam a oposição fortalecendo o movimento republicano e a ascensão da elite cafeeira da região do Oeste Paulista. O fim da escravidão não acarretou a falência do Brasil como previa Lei Eusébio de Queirós (1850). 2. Lei do Ventre Livre (1871). 3. Lei Saraiva Cotegipe ou Lei dos Sexagenários (1885). 4. Lei Áurea (1888).

7

8 Foram-se os anéis e os dedos O último baile da monarquia de Aurélio de Figueredo, ocorrido em 09 de novembro de 1889, 6 dias antes da Proclamação da República, organizado pelo Visconde de Ouro Preto representantes da nação chilena.

9 E assim se fez a República... Aristides Lobo, o propagandista da República, manifestou seu desapontamento com a maneira pela qual foi proclamado o novo regime. Segundo ele, o povo, que pelo ideário republicano deveria ter sido protagonista dos acontecimentos, assistira a tudo bestializado, sem compreender o que se passava, julgando ver talvez uma parada militar. CARVALHO, José Murilo. Os Bestializados: O Rio de Janeiro e a República que não foi. Ao defender o Federalismo, republicanos pretendiam inaugurar uma linha política contrária a qualquer conotação revolucionária condenando a subversão da ordem, enfatizando os meios pacíficos para chegar ao poder. Conservadores e anti- revolucionários, os republicanos declaravam que não tinham a intenção de convulsionar a sociedade brasileira. historiaula.wordpress.com

10 . A República de uns poucos... Proclamada a República em 15 de novembro de 1889, organizou-se um governo provisório tendo a frente O Marechal Manuel Deodoro da Fonseca ex-combatente na Guerra do Paraguai e amigo de Pedro II. 1. Foram destituídos os presidentes de províncias agora denominados Estados. 2. O Partido Liberal e o Conservador foram extintos e vários monarquistas presos. 3. O Exército se destaca como a maior e mais organizada força política na República. historiaula.wordpress.com

11 ...o Imperador recebeu um documento do comandante da Cavalaria aconselhando seu exílio. No mesmo dia redigiu a resposta. Eis o trecho final: Ausentando-me, pois, eu com todas as pessoas da minha família, conservarei do Brasil a mais saudosa lembrança, fazendo ardentes votos por sua riqueza e prosperidade. [Nosso Século Brasil, vol. 1, p. 24]. No dia 16 de novembro de O Imperador e seus parentes tiveram que deixar o país em 24 horas em exílio à Europa. O regente recém-deposto recusou rico auxílio oferecido pelo Tesouro (pediu apenas um saco cheio da terra que tanto amava, a fim de cobri-lo ao baixar da campa.

12 1. Os partidários do Marechal Deodoro aderiram ao movimento republicano mais por ressentimentos contra o governo de Pedro II que por convicções doutrinárias. 2. Os partidários do Marechal-de-Campo Floriano Peixoto defendiam o progresso e a evolução da sociedade brasileira através da industrialização do país. 3. Entre os civis o debate ocorria na esfera do ideológico: O Liberalismo divergia do Positivismo que por sua vez divergia do Jacobinismo que reagia contra o Liberalismo. Eram assim as alas republicanas:

13 Bandeira encomendada por Rui Barbosa, líder dos civis republicanos. Perdurou apenas de 15 a 19 de novembro de Nítida inspiração do pendão nacional estadunidense. A 1ª bandeira da República serviu de base aos pendões estaduais de Goiás, Piauí e Sergipe.

14 A República herdou do período monárquico um grande desequilíbrio econômico: Os gastos com as importações superavam as arrecadações. A Herança monarquista... Rui Barbosa, ministro da fazenda no governo provisório, lançou o Encilhamento: 1. Dividiu o país em três áreas bancarias: a norte, sediada em salvador, a central, sediada na capital federal, e a sul, em Porto Alegre. São Paulo ficou de fora e a burguesia paulista não gostou. 2. Autorizou bancos privados a emitir cédulas do tesouro o que contribuiu para aumentar o meio circulante. 3. A facilidade de créditos levou a uma especulação desenfreada e barulhenta na Bolsa de Valores.. 4. Era a crise: falência, especulação, prejuízos e inflação provocaram a renúncia do ministro em janeiro de Professor Ulisses Mauro Lima

15 Elaborada por um Congresso Constituinte de 21 membros eleitos por voto aberto. 1. O Brasil passou a condição de República Federativa dos Estados Unidos do Brasil. 2. O mandato do presidente teria uma duração de 4 anos. 3. Analfabetos, mendigos, mulheres, soldados e menores de 21 anos não votam. 4. O presidente da República, os presidentes estaduais, os membros do Congresso Nacional - senadores e deputados - seriam eleitos pelo voto aberto. 1891: A Primeira Constituição Republicana Promulgada em 24 de fevereiro de 1891, pela nova carta constitucional: Professor Ulisses Mauro Lima Juramento constitucional, óleo de Aurélio de Figueredo (Museu da República, Rio de Janeiro). O Congresso Nacional Constituinte instalou-se, com toda a solenidade, no dia 15 de novembro de 1890, no Paço da Boa Vista, Rio de Janeiro.

16 Após a promulgação da constituição, os congressistas elegeram presidente o Marechal Deodoro e para vice o opositor Marechal-de-Campo Floriano Peixoto.

17 O difícil exercício da democracia... Pressionado pela oposição e para evitar uma guerra civil, o primeiro presidente do Brasil, renunciou ao cargo em 23 de novembro de O estilo autoritário de Deodoro produziu uma forte oposição no seio da elite política. Em 3 de novembro de 1891, descontente com a oposição, Deodoro assinou um decreto dissolvendo o Parlamento. Unidades da Armada fundeadas na Baía de Guanabara, sob a liderança do almirante Custódio de Melo, sublevaram-se exigindo a volta da normalidade política e ameaçaram bombardear a cidade do Rio de Janeiro, então capital da República.

18

19 Fim da 1ª Parte Professor Ulisses Mauro Lima Fim da 1ª Parte Professor Ulisses Mauro Lima Até a próxima aula...


Carregar ppt "Historiaula.wordpress.com Professor Ulisses Mauro Lima historiaula.wordpress.com Professor Ulisses Mauro Lima A República das Espadas (1889 – 1894) 1ª."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google