A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Kanban Alunos: Diego Ravagnani Ventureli023557 Danilo Dario023499 Thiago Bernardes025265 Pedro Guerra024840 Thiago Fileto025278.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Kanban Alunos: Diego Ravagnani Ventureli023557 Danilo Dario023499 Thiago Bernardes025265 Pedro Guerra024840 Thiago Fileto025278."— Transcrição da apresentação:

1 Kanban Alunos: Diego Ravagnani Ventureli Danilo Dario Thiago Bernardes Pedro Guerra Thiago Fileto025278

2 Introdução Kanban é um método de operacionalizar o sistema de planejamento e controle puxado.O Kanban como JIT e o Sistema Toyota de Produção foram desenvolvidos por Taiichi Ohno após a Segunda Guerra Mundial no Japão. Kanban é a palavra japonesa para cartão ou sinal. Ele controla a transferência de material de um estágio a outro da operação. Em uma forma mais simples, é um cartão utilizado por um estágio cliente, para avisar seu estágio fornecedor que mais material deve ser enviado.

3 Controle Kanban Qualquer que seja o tipo de Kanban a idéia é a mesma, ou seja o recebimento de um Kanban dispara o transporte, a produção ou o fornecimento de uma unidade ou de um conjunto de unidades. Algumas empresas utilizam quadros Kanbans que seriam espaços demarcados no chão da fábrica ou mesmo em grandes quadros.Quando um cartão é passado do posto de consumo para o posto fornecedor quer dizer que há necessidade de reabastecimento. Quando o posto fornecedor envia o produto ao posto consumidor junto com ele vai o cartão para ser reutilizado posteriormente.

4 Tipos de Kanban Existe basicamente três tipos de Kanban: Kanban de transporte: é usado para avisar o estágio anterior que o material pode ser retirado do estoque e transferido para uma destinação específica. Kanban de produção: é um sinal para um processo produtivo de que ele pode começar a produzir um item para que seja colocado em estoque Kanban do fornecedor: ele é similar ao Kanban de transporte mas é mais usado para fornecedores externos.

5 Sistemas de Empurrar e Puxar O sistema de empurrar é o tradicional de programação da produção, ou seja conforme as peças são processadas pelo estágios elas são sendo empurradas para o próximo processo não questionando se são necessária ou não. Um método para prevenir esta cegueira na produção e evitar alto inventário é o Sistema de Puxar. Neste sistema as peças são requisitadas e puxadas para o posto de trabalho (próximo estágio). Puxar parte do princípio de só produzir quando houver vendas. Os Supermercados são locais abertos que armazenam as peças em processo. Esses locais podem ficar no departamento, na seção ou na célula. Quando você precisa de alguma peça ou componente você vai e leva seu Kanban em troca da peça.

6 Objetivos do Kanban Minimizar o inventário em processo e os estoques de produtos acabados Reduzir o "lead time" de produção Descentralizar o controle da fábrica, fornecendo aos operadores e supervisares de área tarefas no controle de produção e de estoque Reduzir os defeitos através da diminuição dos lotes de fabricação Permitir o controle visual ao longo das etapas de fabricação Fornecer os materiais sincronizadamente, em tempo e quantidade, conforme sua necessidade, no local certo

7 Verdades sobre Kanban Aqui existe algumas verdades sobre este método: Kanban não é inventário zero Kanban e JIT não são sinônimos Kanban necessita de uma demanda relativamente estável Kanban possui lead-time informacional alto Kanban é simplicidade,visibilidade e controle visual Kanban pode mostrar onde você tem problemas como no set-up, gargalos, qualidade, manutenção, layout, etc...


Carregar ppt "Kanban Alunos: Diego Ravagnani Ventureli023557 Danilo Dario023499 Thiago Bernardes025265 Pedro Guerra024840 Thiago Fileto025278."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google