A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Ciclo de Debates Abralatas: A Lata de Alumínio e o Desenvolvimento Sustentável Etapa de São Paulo – SP 07 de outubro de 2010 Renault de Freitas Castro.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Ciclo de Debates Abralatas: A Lata de Alumínio e o Desenvolvimento Sustentável Etapa de São Paulo – SP 07 de outubro de 2010 Renault de Freitas Castro."— Transcrição da apresentação:

1 Ciclo de Debates Abralatas: A Lata de Alumínio e o Desenvolvimento Sustentável Etapa de São Paulo – SP 07 de outubro de 2010 Renault de Freitas Castro Diretor Executivo

2 Associados fabricantes Associados apoiadores

3 Estratégia de sobrevivência de qualquer indústria minimamente competitiva: Aperfeiçoamento de produtos; Redução de custos de produção; Redução da quantidade de insumos e matérias-primas. 1

4 Preservação da fonte de matérias-primas com vistas a conter aumento de custos e maximizar lucros. 2 Racionalidade do empresário maximizador de lucros:

5 A atividade produtiva exercida racionalmente leva a um desenvolvimento sustentável pela ação da mão invisível do mercado. 3 Conclusão aparente:

6 A exploração predatória de recursos naturais e a irresponsabilidade do empresário levam à degradação do meio ambiente 4 Conclusão real:

7 A sociedade demorou a perceber a gravidade dos danos ambientais causados pela atividade econômica. 5 Assimetria de informações (falha de mercado):

8 A mão invisível não funciona na presença de falhas de mercado! 6

9 Efeito positivo: aumento da eficiência como forma de sobrevivência e viabilização da indústria; O resultado é insuficiente para deter a degradação ambiental. 7 A exploração irresponsável acelera o esgotamento das fontes de matérias- primas:

10 A sociedade percebe a gravidade da situação ambiental e exerce pressão por medidas mitigadoras urgentes (e.g. mudanças climáticas). 8

11 Setor produtivo pautado pela –Ação de ativistas; –Pressão do consumidor e da sociedade; –Ação dos governos via regulação. 9 Situação atual:

12 Qual é a empresa mais sustentável? Qual é o produto mais sustentável? Inovação dirigida à sustentabilidade passa a ser vantagem competitiva importante. 10 Concorrência entre produtos e entre empresas como estímulo à inovação:

13 Mais concorrência => mais inovação => maior bem-estar 11

14 PET verde; Redução do bocal e da tampa de garrafas de PET; Redução da espessura das garrafas de vidro; Redução da quantidade de alumínio necessária para fazer uma lata; Esforço de reciclagem. 12 Exemplos de inovações para a sustentabilidade:

15 Valorização cada vez maior das inovações por parte do mercado e do consumidor; Regulação crescente: - precificação dos impactos ambientais e - penalização dos causadores de danos (e.g. via aumento de impostos). 13 Tendência:

16 Vendas em 2004: 9,4 bilhões de unidades Vendas em 2009: 14,8 bilhões de unidades - Aumento de 57% em cinco anos! Investimento (jan10 a mar11): R$ 738 milhões; Aumento de capacidade (jan10 a mar11): de 16 para 24 bilhões de unidades - Aumento de 50% em 15 meses! 14 Mercado brasileiro de latas de alumínio

17 Principais benefícios: –Popularização da reciclagem de embalagens; –Modelo de eficiência industrial; –Estímulo à coleta de outros materiais e à organização da atividade. 15 Chegada da lata de alumínio no Brasil: 1989

18 CEMPRE (Compromisso Empresarial pela Reciclagem): referência internacional e exportador do modelo brasileiro de reciclagem; OIT (Organização internacional do Trabalho): reconhecimento dos méritos do modelo brasileiro de reciclagem, gerador de empregos verdes. 16

19 Abralatas: atuação pautada pela ética concorrencial. 17

20 Muito obrigado!


Carregar ppt "Ciclo de Debates Abralatas: A Lata de Alumínio e o Desenvolvimento Sustentável Etapa de São Paulo – SP 07 de outubro de 2010 Renault de Freitas Castro."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google