A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

CRISLAINE CASSIANO DRAGO FORMAÇÃO DE PEDAGOGOS: UMA EXPERIÊNCIA EM TUTORIA NA PEDAGOGIA A DISTÂNCIA MACAPÁ - AP.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "CRISLAINE CASSIANO DRAGO FORMAÇÃO DE PEDAGOGOS: UMA EXPERIÊNCIA EM TUTORIA NA PEDAGOGIA A DISTÂNCIA MACAPÁ - AP."— Transcrição da apresentação:

1 CRISLAINE CASSIANO DRAGO FORMAÇÃO DE PEDAGOGOS: UMA EXPERIÊNCIA EM TUTORIA NA PEDAGOGIA A DISTÂNCIA MACAPÁ - AP

2 INTRODUÇÃO

3 EDUCAÇÃO À DISTÂNCIA: Busca a inclusão de pessoas que não têm acesso ao sistema regular de ensino, seja por residirem em locais distantes dos centros urbanos e/ou por não se adequarem aos horários regulares das Universidades, tendo poucas oportunidades de iniciar, se manter ou concluir o ensino superior;

4 EDUCAÇÃO À DISTÂNCIA: Baseia-se no princípio da construção da autonomia do estudante, estimulando-o a ser sujeito de sua aprendizagem, construindo o próprio conhecimento através da sua interação no meio em que vive;

5 A EDUCAÇÃO À DISTÂNCIA: Com o aparecimento das novas tecnologias de informação e comunicação, principalmente o computador e seus acessórios, a internet e as tecnologias de acesso sem fio, telefone, TV, rádio etc. permitiram uma maior comunicação, contribuindo para o desenvolvimento da EAD;

6 CARACTERIZA-SE PRINCIPALMENTE: Pela utilização de tecnologias como suporte ao processo educativo; Adaptação dos materiais didáticos à não- presencialidade entre professores e alunos; Novas relações entre professores e alunos, mediadas pela presença do serviço de Tutoria;

7 FUNDAMENTAÇÃO TEÓRICA A EDUCAÇÃO À DISTÂNCIA NO BRASIL: BREVE RELATO HISTÓRICO

8 A EAD NO BRASIL Registros documentais mais remotos encontrados nos classificados do Jornal do Brasil (1891): curso profissionalizante de Datilógrafo por correspondência; Ensino via rádio a partir de 1923, com a fundação da Rádio Sociedade do Rio de Janeiro; Primeiras Instituições: Instituto Rádio Monitor (1939); Instituto Universal Brasileiro (1941);

9 A EAD NO BRASIL Criação da Universidade do Ar, em 1947: parceria entre Sesc, Senac e emissoras de rádio para oferecer cursos comerciais; Sistema Nacional de Teleducação, criado em 1976, matriculou mais de um milhão de alunos e contribuiu para o desenvolvimento da EAD;

10 A EAD NO BRASIL Décadas de 60 e 70: mais de trinta Instituições no Rio de Janeiro e São Paulo utilizam-se da EAD; Décadas de 70 e 80: Projeto Logos II habilitou mais de 60 mil professores; UnB: primeira a oferecer cursos à distância na área de Ciências Políticas;

11 A EAD NO BRASIL Década de 90: a EAD é fortalecida com o desenvolvimento das novas tecnologias; criação do Centro Nacional de Educação à Distância (CEAD), em 1995; É consolidada pela LDB nº9394/96 (Art.80); Criação pelo MEC, da Secretaria de Educação à Distância (SEED) que desenvolve vários Projetos utilizando a metodologia à distância;

12 A FORMAÇÃO DO PEDAGOGO À DISTÂNCIA

13 FORMAÇÃO DO PEDAGOGO NA EAD As constantes discussões acerca da especificidade da pedagogia e a exigência de formação em nível superior resultaram na tendência de se considerar o curso como um lócus para a formação de professores das séries iniciais;

14 FORMAÇÃO DO PEDAGOGO NA EAD A Resolução CNE/CP n°1/2006, institui as Diretrizes Curriculares Nacionais para o Curso de Pedagogia, licenciatura; Tais Diretrizes estabelecem um novo perfil profissional para o pedagogo, exigindo novos processos de formação inicial e continuada;

15 FORMAÇÃO DO PEDAGOGO NA EAD A Facinter procurou se adequar às determinações legais transformando o então curso Normal Superior em Licenciatura Plena em Pedagogia, através da Portaria nº 590, de 6 de setembro de 2006, publicada no Diário Oficial da União n°175, de 9 de setembro de 2006;

16 FORMAÇÃO DO PEDAGOGO NA EAD De acordo com seu Projeto Pedagógico, a Instituição tem por objetivo oferecer um ensino à distância de qualidade, pautado em concepções de aprendizagem interativas, destacando as teorias construtivistas e sócio- interacionistas, em que são valorizadas a experiência prévia dos alunos e a construção autônoma do conhecimento;

17 FORMAÇÃO DO PEDAGOGO NA EAD Seguindo as orientações das Diretrizes, a proposta do curso é preparar os pedagogos para atuar: como docentes nas séries iniciais; No Ensino Médio, modalidade Normal; Na área de serviços e apoio escolar; Na educação profissional; Na gestão de sistemas escolares; E em todas as instituições e atividades em que sejam necessários conhecimentos pedagógicos;

18 ESTRUTURA DO CURSO: Teleaulas: uma vez por semana; Estrutura Curricular: 46 disciplinas organizadas em 14 Unidades Temáticas de Aprendizagem (UTA); 8 módulos de Estágio Supervisionado (320 horas); Avaliação: processual, baseada nos seguintes instrumentos: Portfólio; Produção de Aprendizagem; Prova individual; Relatório de Estágio;

19 A EXPERIÊNCIA EM TUTORIA

20 CARACTERIZAÇÃO DO CA MACAPÁ: Primeira turma: março de 2005; Início das atividades de tutoria no CA: maio de 2006, com 12 alunos ativos; Final de 2007: aproximadamente 50 alunos; Atualmente: 33 alunos ativos;

21 PRINCIPAIS FATORES DA EVASÃO: Falta de condições financeiras para custear o curso; Falta de maturidade intelectual e disciplina para manter uma rotina de estudos autônoma; Desconhecimento da metodologia utilizada na EAD; Crença na idéia de que a EAD é mais fácil e que não exige muito esforço para passar;

22 ASPECTOS POSITIVOS: Material didático incluso, adaptado à realidade da EAD; Realização de atividades diversificadas, individuais e em grupo; Convívio dos acadêmicos com o cotidiano escolar, ocasionado pelas visitas freqüentes à escola; Articulação entre a teoria e a prática pedagógica, através da formação pela pesquisa;

23 CONSIDERAÇÕES FINAIS

24 A busca pela profissionalização do pedagogo e pela valorização de seu trabalho está relacionada a processos de formação consistentes e de qualidade, que consigam resolver as indefinições a que o curso tem sido alvo; Neste contexto, a EAD pode representar um instrumento inovador, capaz de promover a autonomia do aluno e o gosto pelo estudo e pela pesquisa, capacitando-o para atuar nas mais diversas funções;

25 CONSIDERAÇÕES FINAIS A pesquisa na escola, a realização dos estágios e das atividades supervisionadas, o estudo do material didático e a Produção de Aprendizagem, se constituem nos instrumentos principais de formação do estudante na EAD; A partir destes elementos, o acadêmico compreende a necessidade de aprofundar os temas estudados, pois compreende que o trabalho a ser realizado por ele exige uma formação consistente;

26 CONSIDERAÇÕES FINAIS A partir destes elementos, o acadêmico compreende a necessidade de aprofundar os temas estudados, pois compreende que o trabalho a ser realizado por ele exige uma formação consistente, fundamentada no conhecimento teórico-prático e na reflexão sobre a educação, sobre o cotidiano escolar e sobre o papel que deve desempenhar na escola.


Carregar ppt "CRISLAINE CASSIANO DRAGO FORMAÇÃO DE PEDAGOGOS: UMA EXPERIÊNCIA EM TUTORIA NA PEDAGOGIA A DISTÂNCIA MACAPÁ - AP."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google