A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Eu sou o caminho,a verdade e a vida(Jo 14,6). Renovar a sociedade à luz do Evangelho tendo as ciências deste mundo como meio e instrumento. Renovar a sociedade.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Eu sou o caminho,a verdade e a vida(Jo 14,6). Renovar a sociedade à luz do Evangelho tendo as ciências deste mundo como meio e instrumento. Renovar a sociedade."— Transcrição da apresentação:

1 Eu sou o caminho,a verdade e a vida(Jo 14,6). Renovar a sociedade à luz do Evangelho tendo as ciências deste mundo como meio e instrumento. Renovar a sociedade à luz do Evangelho tendo as ciências deste mundo como meio e instrumento. Santa Marcelina - Rio 1º e 2ºano - Ensino Médio Trabalho de Ensino Religioso e Informática Lygia Maria e Mônika Cascão

2 Vignate Ano de Nasce Luís Biraghi, no dia 2 de novembro, na pequena cidade de Vignate, localizada na região de Lombardia, próxima a Milão. Ainda pequeno, mudou-se para Cernusco Sul Naviglio onde cresceu aprendendo a admirar a vida, o mundo e as pessoas.

3 Biraghi foi criado no campo junto à sua numerosa família: seus pais, e seus sete irmãos. Trabalhava na terra, e, nesse ambiente, ele cresceu com um jeito muito bonito de ver a vida e os homens....Aprendei dos lírios dos campos, como crescem ; Não se afadigam nem fiam; (Mt 6, 28)

4 Desde sua infância, Biraghi já possuía humildade de coração e já dava indícios de que seguiria uma vocação religiosa com o objetivo de viver Deus e com uma proposta educativa em mente. Ele aprendeu a mexer com a terra e com as sementes, que lhe serviram de lição para a vida. Conseqüentemente dedicou-se à educação dos jovens. Capela do Colégio Santa Marcelina - Rio

5 Luigi Biraghi, aos nove anos, deixou sua casa paterna para estudar no colégio interno Cavallieri di Parabiago, em Milão, que lhe deu uma ótima instrução e educação cristã. Fez Gramática e, ao iniciar o curso de Humanidades, Luigi desejou ser sacerdote.

6 Em 1813, com sua ida ao seminário de Castello, Biraghi, através do estudo, da paz e do silêncio existentes na natureza, pôde desenvolver com a força da oração, suas características, como sua força de vontade, sua riqueza espiritual e sua bondade.

7 Outubro de 1816: Biraghi vai para o Seminário de Monza. Com vinte anos de idade, ele já possuía uma considerável formação acadêmica, sólida experiência espiritual e buscava liberdade. Buscava dentro de si:um mundo de libertação verdadeira, vida plena um mundo pacifico com sabor da verdade que liberta, onde habitará por tempos infinitos.

8 A formação acadêmica de Biragui era tão rica que ele não era só um religioso, mas um sábio, formado em diversas ciências humanas, ou seja, sabia conciliar religião e razão. Acreditava que um dos caminhos para chegar a Deus é através da razão. m Grupo 0

9 Biraghi sabia exatamente o que queria fazer em relação a sua vida. E o mais importante: sabia qual era o caminho onde ele saciaria a sua sede de amor e de verdade. Em 1821, iniciou o curso de teologia no Seminário de Milão, com bastante estudo, e claro, oração. Era bom em várias áreas do curso, mas sem esquecer de destacar a língua grega.

10 Em 28 de maio de 1825, no Duomo de Milão, o Cardeal Goysruck ordenava Biraghi ao sacerdócio.Ele viveria com fidelidade, alegria, gratidão e zelo a sua consagração.

11 Biraghi, por ter nascido no campo, desenvolveu bem a qualidade de agricultor e pastor de 1825 a Ele dedicou-se à instrução de futuros sacerdotes. Também foi professor, educador e compartilhou sua privilegiada inteligência, sua profunda fé e seu amor. Com isso, Biraghi teve a possibilidade de aperfeiçoar seus dons intelectuais.

12 Ao escolher o magistério, Biraghi teve reconhecido e aumentado o seu vasto patrimônio cultural. Além da educação de cunho pedagógico empregava disciplina com vivacidade e paixão, dons que atingem os jovens. MéxicoInglaterraBrasil CanadáItália Suíça

13 Biraghi sabia que a vida era mais do que saber muito; ela exigia a integridade do ser e o comprometimento por inteiro da pessoa.

14 Em seus diálogos persuasivos, os estudos foram importantes. Os estudos acrescentavam em Biraghi uma intensa paixão pela verdade que o destacou sacerdote.

15 Ainda muito novo, com apenas 32 anos, Biraghi foi nomeado diretor espiritual do seminário maior de Milão pela sua sabedoria e experiência. Ele, era um perfeito educador; por isso seria o guia espiritual dos seminaristas.

16 Mons. Biraghi foi um homem de espírito profundamente cristocêntrico que buscou a glória de Deus e o bem das almas. Ele visava não só ao seu crescimento, mas também ao de todos alimentando-se do amor de Deus!

17 Entre os anos de 1833 e 1848, a Itália estava sob domínio austríaco. Todas as questões políticas, sociais, e religiosas tinham como eixo e autoridade principal a Áustria

18 Com o movimento, em 1846, triunfado, Pio IX suscitou seu desejo de renovar o pontifício, com ideais pacíficos. Essa decisão foi entusiasmada pela nomeação do Arcebispo de Milão: S. Exa. Dom Romilli. Houve os Cinco Dias de Milão, Congresso que reuniu todas as autoridades e fiéis da Igreja, que teve como líder Monsenhor Biraghi.

19 Foi estabelecido um governo provisório em Milão, e Biraghi ofereceu ao presidente sua contribuição de ciência e fé. Depois disso tropas austríacas tomaram Milão. Biraghi, heroicamente, afastou-se da direção espiritual do seminário, porque o governo austríaco temia sua força.

20 Biraghi durante muitos anos lecionou dogmática no seminário. Tinha a profissão como sua casa de oração. Biraghi, porém, renuncia ao seminário, com a paz e serenidade daqueles que em Deus confiam suas escolhas. Biraghi seguiu perseverante e firme o caminho divino desapegado às questões cotidianas.

21 B i r a g h i, a p a i x o n a d o p e l a c u l t u r a e c i ê n c i a, s e m p r e e s t e v e e m b u s c a d o c o n h e c i m e n t o e a c r e d i t a v a q u e e s t e s e r v i r i a e m s u a m i s s ã o e v a n g é l i c a. I n t e g r o u u m g r u p o q u e t i n h a o m e s m o o b j e t i v o e i n i c i o u, a s s i m, u m a n o v a f a s e e m s u a v i d a.

22 Biraghi era um homem profundamente culto, que se aprofundava em seus estudos, para melhor entender determinadas coisas, baseadas em sua fé, e assim poder passá-las a diante com maior clareza. Eternizou seus pensamentos, publicando livros.

23 Biraghi sempre demonstrava a sua fidelidade com a religião; era humilde, estando sempre disposto a ajudar o próximo...

24

25 O amor que Biraghi tinha por sua religião e por Deus era muito intenso. Nos últimos anos de sua vida ele não se rendeu ao repouso e se uniu mais a Deus.

26 No dia 29 de junho de 1879, próximo da perda do grande seguidor da Doutrina Católica, Monsenhor Luís Biraghi, foi deixada por ele uma mensagem visando ao futuro da continuidade de seu trabalho com a Congregação Marcelina.

27 Biraghi rezava para ter ajuda em suas escolhas e na indicação de seu caminho. De repente a resposta lhe chegava e ele passava a ter a sensação de que estava indo pelo caminho certo e que sua obra agradava a Deus.

28 Monsenhor Luis Biraghi fundou, em 1838,o primeiro Colégio em Cernusco. Deus colocou no caminho de Biraghi a jovem Marina Videmari para ser co-fundadora e diretora da Congregação das Irmãs Marcelinas. Na noite de 6 de janeiro de 1924, em Cernusco, a Virgem aparece a Ir. Elisabetta Redaelli, religiosa marcelina, há anos paralítica, muda, cega, prestes a morrer. Cernusco, em Milão, Itália. Lugar da construção do primeiro colégio marcelino. Ir. Marina Videmari

29 Biraghi era um homem que olhava para o futuro e com ele se preocupava,ao contrário dos pensamentos de sua época. Queria mudanças no sistema de educação dos jovens,das mulheres, principalmente,pois estas não tinham a mesma valorização que os homens.

30 Ele defendia que o estudo e a formação escolar eram importantes na formação do ser. Biraghi conciliador e mestre Sabia conciliar o científico e o religioso, no ensino dos jovens. Sabia aceitar as idéias do seu tempo evitando que afetasse o ensino dos jovens Biraghi era um homem à frente de seu tempo:

31

32 Era um homem preocupado com a formação de base espiritual e intelectual do ser humano. Recomendo a todos o estudo. Unindo firmeza e suavidade. Buscando em tudo e sempre crescer em santidade e sabedoria. Levar ao conhecimento e ao amor de Jesus Cristo Salvador, mediante a instrução clara da mente e o cultivo do coração.

33 Biraghi como fundador: a certeza do amor de Deus. Desta certeza que é fé, brotava sua alegria, sua esperança, seu otimismo, sua paz, seu profundo respeito pela pessoa, seu zelo ardente e incansável: CRISTO NOS SALVOU POR AMOR!

34 era feliz e se realizava em sua religião, que lhe oferecia o dom que o tornava grato e encantado pela glória de Deus: a santidade. Ele dizia que a santidade é viver fielmente as criações e as vontades de Deus.

35 Biraghi morreu sem medo da morte. Ele disse que a morte não deve ser vista como um grande mistério por quem acredita em Deus.

36 Monsenhor Luís Biraghi Nós, alunos, vivemos a concretização de seus sonhos. Nós, alunos, vivemos a concretização de seus sonhos. Biraghi ensinou muitos a viver bem e seus ensinamentos permanecem até hoje. Biraghi ensinou muitos a viver bem e seus ensinamentos permanecem até hoje.

37 Com esperança, Monsenhor Luís Biraghi realizou seu sonho e criou a comunidade das Irmãs Marcelinas que continua até hoje, com a mesma força e vivacidade presentes em vários países como Itália, França, Canadá, Suíça, México, EUA... A Congregação das Irmãs Marcelinas vive sua missão com "firmeza e suavidade", buscando sempre e em tudo "sabedoria e santidade para a glória de Deus e o bem do próximo". As suas atividades são desenvolvidas através de colégios, hospitais, obras assistenciais, asilos, creches, educação popular, leprosário, catequese paroquial e faculdades.

38 Monsenhor Luigi Biraghi O MILAGRE Com a intercessão forte de Monsenhor Luigi Biraghi a irmã Lina Calvi foi curada de sua paralisia e isso foi comprovado, pois foi uma cura inexplicável para os médicos.

39 As pílulas diárias de Sabedoria, em nossa agenda 26 de Fevereiro: Não se perturbe com o passado, nem com o futuro. Deus conhece toda sua vida. 3 de Maio: O silêncio renova a alma. 6 de Agosto: A santidade não é conquistada num só dia. É trabalho para a vida toda Monsenhor Luís Biraghi, um homem sábio, paciente, calmo, que se importava com o presente, e muito mais...

40 Beatificação : passo a passo do processo 1966 : é acolhido o pedido de beatificação e de canonização a 1977 : desenvolve-se a fama de santidade : os consultores históricos aprovam, por unanimidade, a Positio : desenvolve-se o processo sobre a cura de irmã Lina : o papa João Paulo II proclama Luigi Biraghi venerável : o papa João Paulo II aprova um milagre atribuído a intercessão de Luigi Biraghi 2006 : Bento XVI proclama beato Luigi Biraghi

41 Louvado seja Nosso Senhor Jesus Cristo! Fontes de consulta: A ATUALIDADE DE UM CARISMA Publicação Comemorativa do Bicentenário de Monsenhor Luigi Biraghi ( ) Ir. Marinez Rossato. Instituto das Irmãs de Santa Marcelina. São Paulo: 2001 Agenda Santa Marcelina de 2006 Sites da Internet

42 POR ESTE CARISMA... TODOS SOMOS CHAMADOS À SOLIDARIEDADE! AÇÃO SOLIDÁRIA 2006 Campanha de doação dos livros Tarde de ALEGRIA na Creche da Paróquia Nossa Senhora da Luz Lanche solidário

43 Brincadeiras Surpresas

44 Aconchego e ternura Presentes Ex-aluno, sempre solidário!

45 Cinderela Teatro

46


Carregar ppt "Eu sou o caminho,a verdade e a vida(Jo 14,6). Renovar a sociedade à luz do Evangelho tendo as ciências deste mundo como meio e instrumento. Renovar a sociedade."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google