A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Preservação de Documentos Digitais Sérgio Falcão.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Preservação de Documentos Digitais Sérgio Falcão."— Transcrição da apresentação:

1 Preservação de Documentos Digitais Sérgio Falcão

2 Gestão Estratégica Objetivos Conformidade? Agilidade? Publicidade? Redução de custos? Modernidade? Indicadores Governança Definição de políticas e de responsabilidades Revisão normativa Integração: gestão, negócio, informação, TI Alinhamento programas e projetos Patrocínio RH recrutamento treinamento Estrutura organizacional Infraestrutura tecnológica Instalações, sistemas, redes, armazenamento

3 Peopleware Equipes de governança de informação e gestores de informação são papéis que deverão ser preenchidos e compartilhados pelas áreas de negócio e de TI. Atue junto às unidades de negócio e explique que elas precisarão de quadros que lidem diretamente com informação: criação, uso e ciclo de vida. Recrute gerentes de informação, gerentes de registros, arquivistas digitais e profissionais de direito de informática e cross train them. Organizing for Information Governance 6 November 2009 Gartner

4 mike2.openmethodology.org MIKE2.0 - Method for an Integrated Knowledge Environment

5 Por que Documentos Digitais?

6 Propriedades dos Documentos Digitais Vantagens na produção, transmissão, armazenamento e acesso Permite cópias sem perda Publicável na Internet Acesso independente de dia, horário, localização do usuárioAcesso independente de dia, horário, localização do usuário Integração com BPMIntegração com BPM Melhoria de processosMelhoria de processos Não residente em gavetas ou prateleiras Editável: reuso da informação

7 Propriedades dos Documentos Digitais Não é legível a olho nu Pode se apresentar de formas diferentes, dependendo do dispositivo de leitura Degradação das mídias digitais (perecível) Obsolescência de formatos Editável, se não controlado Pode ser composto por múltiplos componentes Dependência do contexto tecnológico

8 Preservação

9 Um byte numa cadeia de bits pode representar qualquer coisa... cadeia de bits: caracter U som inteiro 21 número real imagem Um mapa de bit Um mapa de bitnão, não, não,sim não, sim, não, sim copiado de Jeff Rothenberg Scientific American – Jan e deve ter o seu significado interpretado! Luis Fernando Sayão

10 Paradoxo da Preservação Digital Tradicionalmente: Preservar: manter imutável e intacto No ambiente digital: Preservar: mudar, recriar, renovar: mudar formatos, renovar mídias, hardware e software Luis Fernando Sayão por um lado, queremos manter a informação intacta, como ela foi criada por outro, queremos acessá-la dinamicamente e com as mais avançadas ferramentas

11 No mundo digital a noção de conteúdo é complexa e estratificada Armazenar a cadeias de bits presença física, formada por séries de 0s e 1s Preservar o conteúdo capacidade de acessar o conteúdo no seu nível mais baixo tal como um texto ASCII Preservar a apresentação forma, layout, fontes, tamanho, margens, colunas, cores, paginação... em muitos casos está especificado separadamente – folha de estilo Preservar as funcionalidades componentes multimídia, conteúdo dinâmico, interoperabilidade,busca Preservar a autenticidade verificar se o documento é o que diz ser, se as transformações preservaram a sua forma original; se sofreu mudanças não autorizadas Preservar a proveniência origem e cadeia de custódia confirmam a autenticidade e a integridade Preservar o contexto objetos digitais são também definidos por suas dependências a hardware, software, modo de distribuição e links com outros objetos Fixar os limites do objeto um livro é um livro, mas qual é o limite de um objeto digital? Localizar e referenciar ao longo do tempo nomear e referenciar um objeto digital de forma a distingui-lo de outras versões, cópias e e edições Luis Fernando Sayão

12 OAIS (archive) ProdutorConsumidor Gestão OAIS Reference Model for an OAIS Open Archival Information System (ISO :2003, ABNT NBR :2007)14.721:2003 Sistema Aberto de Arquivamento de informações (SAAI) ABNT 15472:2007

13 O Modelo OAIS SIP – pacote de submissão de informação AIP – pacote de arquivamento de informação DIP – pacote de disseminação de informação

14 Referências

15 CTDE

16 Formatos

17 Web Archiving

18 Cópias de Acervos LoCKSS Lots of Copies Keep Stuff Safe

19

20 Hype Cycle for Content Management 24 July 2009 Gartner

21 TCU – Nível de Maturidade ECM Ricardo de Farias Junia Beatriz O de Souza Flávia L Oliveira de Macedo Maria Aparecida Vieira Ismael Soares Miguel Marcia Martins de Araújo Altounian Claudio Holanda Fabiana Ruas

22 TCU – Nível de Maturidade ECM Ricardo de Farias Junia Beatriz O de Souza Flávia L Oliveira de Macedo Maria Aparecida Vieira Ismael Soares Miguel Marcia Martins de Araújo Altounian Claudio Holanda Fabiana Ruas

23 TIControle – SG Docs Digitais Algumas conclusões Há decisão estratégica de implementar o processo eletrônico: – pressão de prazo – resultados esperados são incertos (eliminar papel?, modernização? agilidade? custos?) – abordagem inicial: transpor a realidade atual para o meio digital Revisão dos processos e normas de gestão documental – Pouca atenção à guarda e preservação a longo prazo – Mapear processos (Negócio e/ou TI?) Integração do ECM com BPM, serviço de diretórios (LDAP) De repositórios departamentais para centralizados Uso de ferramentas especializadas ou filesystem, ao invés de BD relacional; Certificação digital nem sempre é usada Predominância de formato PDF para textos Necessidade de aproximar as áreas de negócio, informação e TI

24 Muito Obrigado Sérgio Falcão Câmara dos Deputados Centro de Informática Coordenação de Planejamento e Gestão de TIC


Carregar ppt "Preservação de Documentos Digitais Sérgio Falcão."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google