A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Recursos, Resíduos e Reciclagem IST 25 de Outubro 2004 Panorama Nacional e a política dos 3 R (Logística Inversa) João de Quinhones Levy.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Recursos, Resíduos e Reciclagem IST 25 de Outubro 2004 Panorama Nacional e a política dos 3 R (Logística Inversa) João de Quinhones Levy."— Transcrição da apresentação:

1 Recursos, Resíduos e Reciclagem IST 25 de Outubro 2004 Panorama Nacional e a política dos 3 R (Logística Inversa) João de Quinhones Levy

2 Classificação dos Resíduos Resíduos Sólidos Urbanos Resíduos Hospitalares Resíduos Industriais

3 Resíduos Sólidos Urbanos

4

5

6

7 Resíduos Sólidos Urbanos EMBALAGENS

8 Resíduos Sólidos Urbanos

9

10

11

12 Resíduos Sólidos Urbanos Remoção Os custos de remoção variam consideravelmente, uma vez que esta operação pode ser efectuada, ou directamente pelas autarquias, ou ser delegada por estas a empresas de capitais públicos ou privados. A partir do valor médio 37,50 /ton, obtém-se o montante global para a recolha indiferenciada: 118,72 milhões de euros por ano.

13 Resíduos Sólidos Urbanos Quantidade PotencialQuantidade Retomada

14 Resíduos Sólidos Urbanos

15

16 Resíduos Sólidos Urbanos Tratamento Os montantes envolvidos no tratamento no ano 2000, incluindo os valores da produção de energia e de composto, acrescidos da quantidade de resíduos encaminhados para as estações de tratamento, são de: Tarifa: 86,04 milhões de euros por ano; Composto: 1,66 milhões de euros por ano; Energia Eléctrica: 29,46 milhões de euros por ano.

17 Resíduos Sólidos Urbanos

18 TARIFAS SÃO A CONTRAPARTIDA A PAGAR PELOS UTILIZADORES PELA PRESTAÇÃO DE UM SERVIÇO. TAXAS QUANDO SE APROXIMAM DA NOÇÃO DE IMPOSTO.

19 OS SISTEMAS DEVEM SER AUTO- SUSTENTÁVEIS. PRINCÍPIO DO UTILIZADOR-PAGADOR.

20 AS TARIFAS DEVEM COBRIR: CUSTOS DE AMORTIZAÇÃO JUROS FISCALIDADE CUSTOS DE EXPLORAÇÃO

21 TIPOS DE TARIFAÇÃO (Fonte: Ed. Lavoisier; Lyonnaise des Eaux) M n M n M M n MM MMM Tarifa sem parcela fixa Tarifa com parcela fixa acompanhada de um mínimo de consumo Tarifa com parcela fixa Preço por m³ Único Preço por m³ Regressivo Preço por m³ Progressivo

22 TARIFAÇÃO RESÍDUOS SÓLIDOS URBANOS FIXA - INDEPENDENTE DA PRODUÇÃO VARIÁVEL - FUNÇÃO DA PRODUÇÃO - PRECISA DE PESAGENS

23 METODOLOGIA: AVALIAÇÃO DOS INVESTIMENTOS - I CÁLCULO DOS CUSTOS DE EXPLORAÇÃO - Cexp AMORTIZAÇÃO ANUAL DOS INVESTIMENTOS - I a CUSTOS ANUAIS DE EXPLORAÇÃO - Cexp a

24 I a + Cexp a = 12 c (T + tQ) T - parcela fixa tQ - parcela variável c - contador, ramal,.....

25 Sistema Tarifário de Resíduos Sólidos Urbanos

26 Sistema em baixa (remoção e transporte)

27 Sistema em baixa + Sistema em alta Custo por Habitante

28 Sistema em baixa + Sistema em alta Custo por Km 2

29 Limpeza e varredura do concelho Custo por habitante

30 Limpeza e varredura do concelho Custo por Km 2

31 Sistemas de remoção

32 Capitação média por habitante

33 Estações de transferência

34

35

36 Recolha Selectiva Material Custo da recolha selectiva (/ton) Valores de contrapartida da SPV (/ton) Percentagem Papel + Cartão173,4953,7431% Vidro127,9229,8723% Plástico504,40685,22100% Metal Aço458,44134,7729% Alumínio1773,33794,7245%

37 Municípios servidos por CT

38 Centrais de triagem

39 Custo de triagem Material Custo da Recolha Selectiva Custo de Triagem Percentagem Papel e Cartão173,49 /ton 96,34 /ton 56% Plástico504,40 /ton19% Metais ferrosos458,44 /ton21% Metais não ferrosos1773,33 /ton5%

40 Infra-estruturas de tratamento e destino final – Continente Regiões Aterro Sanitário Valorização Orgânica Incineraçã o Norte142 [1][1]1 Centro Lisboa e Vale do Tejo 821 Alentejo6---- Algarve2---- Total375 [1][1]2 [1] Estação de compostagem da Lipor não está em funcionamento.

41 Infra-estruturas de tratamento e destino final – RA Açores IlhaInfra-estruturasLocalEntidade Gestora São Miguel Aterro Sanitário Cavada das Murtas - Ponta Delgada AM da Ilha de S. Miguel (consórcio NORMA, Açores e HIDURBE) Aterro Sanitário São Pedro - Vila do Nordeste CM da Vila do Nordeste Santa MariaAterro SanitárioZamba - Vila do PortoCM da Vila do Porto São Jorge Aterro SanitárioVelasCM de Velas Lixeira controladaCalhetaCM da Calheta TerceiraAterro Sanitário Biscoito da Achada - Angra do Heroísmo Serviços Municipalizados de Angra do Heroísmo GraciosaLixeira Barro Vermelho – Santa Cruz CM de Santa Cruz da Graciosa PicoAterro SanitárioLajes do PicoAM da Ilha do Pico FaialAterro SanitárioFajã – Praia NorteCM da Horta CorvoLixeiraTopo de CimaCM Corvo FloresLixeiraPonta RuivaCM Santa Cruz das Flores

42 Infra-estruturas de tratamento e destino final – RA Madeira IlhaInfra-estruturasLocalEntidade Gestora Madeira Aterro Sanitário Meia Serra – Santa Cruz Direcção Regional de Saneamento Básico Incineradora Meia Serra – Santa Cruz Direcção Regional de Saneamento Básico Compostagem Meia Serra – Santa Cruz Direcção Regional de Saneamento Básico Porto SantoLixeira controlada Fonte da Areia - Mornos Câmara Municipal de Porto Santo

43 Custo de cada tipo e tratamento (Sistema em alta) Sistema Aterro Sanitário (/ton) Estação de tratamento e valorização orgânica (/ton) Incineração (/ton) Compostagem Digestão anaeróbia Multimunicipal (SM)19,4623,3223,04 Intermunicipal (SI)17,0225, ,68 Diferença (SM-SI)2,44 (-) 2,5523,04 (-) 29,64

44 Tipos de tarifários em f(Q) Tarifários cobrados juntamente com a factura da água: Tarifário Fixo; Tarifário Variável; Tarifário Fixo + Variável.

45 Outras formas de tarifário Existem outros tarifários, mas estes não dependem apenas do consumo de água: Frequência da remoção; Características do município (dentro de cada área, pode variar em f(Q)); Sistema de remoção.

46 Tipos de Tarifários aplicados no Continente

47 Tipos de Tarifários aplicados nas Regiões Autónomas

48 Comparação entre os três tipos de tarifários (f(Q))

49 Características do Município

50 Sistemas de Remoção

51 Valor anual médio pago pelos munícipes às Autarquias PortugalMédia (/hab) Continente1,52 Açores1,50 Madeira1,24

52 Valor anual médio gasto pelas Autarquias OperaçãoContinenteRA AçoresRA Madeira Remoção e tratamento de RSU30,41 /hab16,54 /hab30,86 /hab Limpeza e varredura do concelho20,87 /hab8,13 /hab45,49 /hab TOTAL51,28 /hab24,67 /hab76,35 /hab

53 Défice anual médio das Autarquias por habitante ParcelasContinenteRA AçoresRA Madeira Valor gasto pelas Autarquias 51,28 /hab24,67 /hab76,35 /hab Valor recebido pelas Autarquias 1,52 /hab1,50 /hab1,24 /hab Défice49,43 /hab23,17 /hab75,11 /hab

54 Conclusão Custos suportados pelos munícipes: (Sistema em baixa + Sistema em alta + limpeza e varredura do município) Continente - 3%; RA dos Açores - 6%; RA da Madeira - 1,6%. Não está incluído o custo da recolha selectiva.

55 55 (Kokkinaki et al, 1999) Logística Inversa - Ciclo sobre Desenvolvimento Sustentável - ISTRui Carvalho Oliveira Aprovisionamentos Produção Distribuição Recolha Selecção Destino Final Reutilização Refabrico Reciclagem Redistribuição Mercado UTILIZAÇÃO ORIGINAL OUTRAUTILIZAÇÃO Resíduos industriais / Subprodutos Devoluções comerciais Devoluções de fim de utilização Devoluções de fim de utilização

56 56 Recuperação / re-utilização de produtos em fim de vida / utilização Recolha Selecção/Classificaç ão ReprocessamentoRedistribuição Reutilização directa directa Recuperação Destino final (deposição, etc.) reparaçãorenovaçãorefabricocanibalizaçãoreciclagem Logística Inversa - Ciclo sobre Desenvolvimento Sustentável - ISTRui Carvalho Oliveira

57 57 Diferentes opções de Recuperação Logística Inversa - Ciclo sobre Desenvolvimento Sustentável - ISTRui Carvalho Oliveira R E Q U I S I T O S D E Q U A L I D A D E Q u a l i d a d e a l t a p a r a p r o d u ç ã o d e a r t i g o s o r i g i n a i s; m e n o r p a r a o u t r o s a r t i g o s M a t e r i a i s r e u t i l i z a d o s p a r a p r o d u z i r n o v o s a r t i g o s

58 58 Fabricação de componentes Montagem de módulos Montagem do produto Distribuição Assistência pós-venda Matérias primas Utilizadores , 8 Reutilização Directa 1. Reutilização directa/Revenda Gestão da Recuperação de Produtos 5. Canibalização 6. Reciclagem Gestão de Resíduos (destino final) 7. Incineração 8. Aterro etc. 2. Reparação 3. Renovação 4. Refabrico Fluxos directos Fluxos inversos Visão integrada da cadeia de abastecimento (Thierry et al, 1995) Logística Inversa - Ciclo sobre Desenvolvimento Sustentável - ISTRui Carvalho Oliveira

59 59 Logística Inversa Factores impulsionadores O aumento da consciência ecológica dos consumidores e de preocupações com o desenvolvimento sustentável; A legislação ambiental que obriga as empresas a recolher os seus produtos e a dar-lhes tratamento adequado; As vantagens económicas decorrentes da recuperação de valor re-utilização dos produtos. Logística Inversa - Ciclo sobre Desenvolvimento Sustentável - ISTRui Carvalho Oliveira

60 60 Logística Inversa Factores ecológicos: Factores ecológicos: Legislação ambiental:Legislação ambiental: Logística Inversa - Ciclo sobre Desenvolvimento Sustentável - ISTRui Carvalho Oliveira - Pressão sobre os fabricantes, forçando-os a assumir responsabiliades por todo o ciclo de vida dos produtos (incluindo recuperação em fim de vida) - Pressão sobre a Administração Pública, impondo metas relativamente à recuperação / reciclagem de resíduos. Consciência ecológica de consumidores:Consciência ecológica de consumidores: - Pressão sobre fabricantes e reguladores / Administração Pública, levando a que estes se preocupem com os aspectos ambientais. Serão determinantes para o desenvolvimento da LI na Europa

61 61 Logística Inversa Factores económicos: Factores económicos: Vantagens económicas directas, resultantes da recuperação / re-utilização de produtos / componentes / materiais. Vantagens económicas indirectas: uma imagem verde é hoje um elemento importante de marketing junto de consumidores com maior consciência ecológica. Serão hoje determinantes nos EUA. Logística Inversa - Ciclo sobre Desenvolvimento Sustentável - ISTRui Carvalho Oliveira


Carregar ppt "Recursos, Resíduos e Reciclagem IST 25 de Outubro 2004 Panorama Nacional e a política dos 3 R (Logística Inversa) João de Quinhones Levy."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google