A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

1 APARELHO URINÁRIO I (Funções, anátomo-fisiologia, FG e DR) Mário Gomes Marques Instituto de Fisiologia da FML (Director: Prof. Luis Silva-Carvalho)

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "1 APARELHO URINÁRIO I (Funções, anátomo-fisiologia, FG e DR) Mário Gomes Marques Instituto de Fisiologia da FML (Director: Prof. Luis Silva-Carvalho)"— Transcrição da apresentação:

1 1 APARELHO URINÁRIO I (Funções, anátomo-fisiologia, FG e DR) Mário Gomes Marques Instituto de Fisiologia da FML (Director: Prof. Luis Silva-Carvalho)

2 2 RINS Órgãos retroperitoniais, correspondendo em conjunto a cerca de 0,5% do peso corporal, mas que recebem cerca de 20% do débito cardíaco

3 3 RIM

4 4 NEFRÓNIO (Néfron) - Unidade Funcional do Rim Cada rim consiste em a nefrónios

5 5 RIM 3 FUNÇÕES FUNDAMENTAIS: -Filtro, removendo produtos do metabolismo e toxinas -Equilíbrio electrolítico e ácido-base - Produção de hormonas Renina 1,25-dihidroxivitamina D 3 Eritropoietina (EPO) Prostaglandinas e Bradicininas

6 6 ERITRÓCITOS – Produção

7 7 FORMAÇÃO DA URINA Excreção = Filtração (20%) – Reabsorção + Secreção

8 8 TFG Qual a importância da TFG ser de cerca de 180 L /dia? - Permite a excreção rápida de produtos que dependem apenas da filtração para a sua excreção - Dado que o volume de plasma é cerca de 3 L, este é processado cerca de 60 vezes por dia, o que permite controlo rápido de volume e composição dos fluidos corporais

9 9 DETERNINANTES DA FILTRAÇÃO GLOMERULAR TFG = K f x Pressão filtração Pressão Filtração (10 mm Hg) = Pressão hidrostática glomerular (60 mm Hg) – Pressão cápsula de Bowman (18 mm Hg) – Pressão oncótica glomerular (32 mm Hg) K f – Coeficiente de filtração - condutividade hidráulica e área dos capilares glomerulares

10 10 FILTRAÇÃO GLOMERULAR Apenas 20% da quantidade total de plasma que passa nas arteríolas aferentes é filtrado

11 11 DETERNINANTES DO DÉBITO RENAL Débito Renal = Pressão arterial renal – Pressão venosa renal Resistência renal vascular total A autoregulação dos vasos renais faz com que se mantenha um débito quase constante para PA entre 80 e 170 mmHg

12 12 CONTROLO DA FG E DO DR - A activação do SNS baixa a FG e o DR No entanto, se ligeira a moderada, pouco influencia - Endotelina baixa a FG e a TFG - Angiotensina II contrai a arteríola eferente, diminuindo o DR, mas aumentando a TFG - NO Derivado do endotélio – Diminui a resistência vascular renal (aumentando o DR) e aumenta a TFG -Bradicinina e Prostaglandinas (E 2 e I 2 ) – Vasodilatação aumentando o DR e a TFG

13 13 AUTOREGULAÇÃO DA TFG -Feedback Tubuloglomerular -Mácula densa: -Baixa sódio diminui a resistência das arteríolas aferentes e aumenta a produção de renina pelas células justaglomerulares - Autoregulação Miogénica -Semelhante a outros territórios mas muito importante no rim

14 14 Outros Factores que Aumentam o DR e TFG -Dieta rica em proteínas (reabsorção conjunta de aminoácidos e NA + ) -Aumentos significativos da glicémia (reabsorção conjunta de glucose e Na + )


Carregar ppt "1 APARELHO URINÁRIO I (Funções, anátomo-fisiologia, FG e DR) Mário Gomes Marques Instituto de Fisiologia da FML (Director: Prof. Luis Silva-Carvalho)"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google