A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

3 º DOMINGO DA QUARESMA Aprofundando os textos bíblicos: Êxodo 20,1-17; Salmo 19(18); 1Coríntios 1,22-25; João 2,13-25.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "3 º DOMINGO DA QUARESMA Aprofundando os textos bíblicos: Êxodo 20,1-17; Salmo 19(18); 1Coríntios 1,22-25; João 2,13-25."— Transcrição da apresentação:

1

2 3 º DOMINGO DA QUARESMA

3 Aprofundando os textos bíblicos: Êxodo 20,1-17; Salmo 19(18); 1Coríntios 1,22-25; João 2,13-25

4

5 João apresenta João apresenta o episódio da purificação do templo com sentido simbólico, relacionado à vida, morte e ressurreição de Jesus. Como todo judeu fiel, Jesus costumava ir a Jerusalém para participar da grande festa anual da Páscoa no templo. Tal ocasião servia também para reunir vendedores de animais para os sacrifícios e cambistas de dinheiro, destinado, sobretudo, ao pagamento do imposto do templo.

6 Mas a palavra de Jesus adverte para não transformar a casa do encontro com o Pai em mercado. Jesus purifica o templo e expulsa até os animais para os sacrifícios instaurando um novo culto. Ressuscitado, ele se manifesta como o lugar do verdadeiro culto, encontro e adoração com o Pai em espírito e verdade (4,23-24).

7 A ressurreição e o dom do Espírito levam os discípulos a recordar tudo (14,26), a compreender os fatos, as ações e palavras de Jesus. Ele não veio abolir a Lei, mas aperfeiçoá-la, ensinando a viver o amor de forma incondicional.

8 Os mandamentos (1ª leitura), são dom de Deus, caminho para entrar e permanecer na aliança. O povo se compromete a seguir as palavras de Deus reveladas a Moisés (24,3.7) Os mandamentos que dizem respeito à nossa relação com os irmãos convidam-nos a despir esses comportamentos que geram violência, egoísmo, agressividade, cobiça, intolerância, escravidão, indiferença face às necessidades dos outros. Tudo aquilo que atenta contra a vida, a dignidade, os direitos dos nossos irmãos, é algo que gera morte,

9 sofrimento, escravidão, para nós e para todos os que nos rodeiam e é algo que contribui para subverter os projetos de vida e de felicidade que Deus tem para nós e para o mundo. O que é que, nos meus gestos, nas minhas atitudes, nos meus valores, é gerador de injustiça, de sofrimento, de exploração, de escravidão, de morte, para mim e para todos aqueles que me rodeiam?

10 salmo) ( salmo) A fidelidade assegura a relação amorosa com o Deus libertador da escravidão do Egito. Os ensinamentos do Senhor contêm a força para iluminar, confortar, proporcionar alegria, porque são mais valiosos que o ouro e mais doces que o mel.

11 Na 2ª leitura Na 2ª leitura, a paixão e a cruz de Cristo confundem os fortes e sábios deste mundo e manifestam a força de salvação de Deus para os que acreditam. Nós pregamos Cristo crucificado, escândalo para os judeus e loucura para os gentios. Aqueles que têm responsabilidade no anúncio do Evangelho devem anunciar a mensagem com verdade e radicalidade, renunciando à tentação de a suavizar, de a tornar mais politicamente correta, de a tornar menos radical e interpelativa. Às vezes, o invólucro brilhante com que envolvemos a Palavra torna- a mais atrativas, mas menos questionante e, portanto, menos transformadora.

12 ATUALIZAÇÃO ATUALIZAÇÃO Como é que podemos encontrar Deus e chegar até Ele? Como podemos perceber as propostas de Deus e descobrir os seus caminhos? O Evangelho deste domingo responde: é olhando para Jesus. Nas palavras e nos gestos de Jesus, Deus revela- Se aos homens e manifesta-lhes o seu amor, oferece aos homens a vida plena, faz-Se companheiro de caminhada dos homens e aponta- lhes caminhos de salvação. Neste tempo de Quaresma – tempo de caminhada para a vida nova do Homem Novo – somos convidados a olhar para Jesus e a descobrir nas suas indicações, no seu anúncio, no seu Evangelho essa proposta de vida nova que Deus nos quer apresentar.

13 PARA ESTA SEMANA... A PASTORAL DA SAÚDE Procure em sua comunidade A PASTORAL DA SAÚDE para estar a par de suas atividades, escolhendo no mínimo um doente em que você possa dar amor carinho e colocar-se a escuta de seus sentimentos. VOCÊ PODE ESTAR PARTICIPANDO DA CAMPANHA DA FRATERNIDADE, DESTA FORMA MARINEVES

14 Ir. Veronice Fernandes é discípula do Divino Mestre. Possui mestrado em liturgia, é membro do Centro de Liturgia e assessora cursos de formação litúrgica. Ir. Helena Ghiggi é discípula do Divino Mestre, mestra em Bíblia e assessora cursos de formação bíblica.

15


Carregar ppt "3 º DOMINGO DA QUARESMA Aprofundando os textos bíblicos: Êxodo 20,1-17; Salmo 19(18); 1Coríntios 1,22-25; João 2,13-25."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google