A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

PARASITISMO ECTOPARASITISMO Índice Introdução Hospedeiro e parasita Explicação da relação interespecífica Relação entre os pulgões e as plantas Relação.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "PARASITISMO ECTOPARASITISMO Índice Introdução Hospedeiro e parasita Explicação da relação interespecífica Relação entre os pulgões e as plantas Relação."— Transcrição da apresentação:

1

2 PARASITISMO ECTOPARASITISMO

3 Índice Introdução Hospedeiro e parasita Explicação da relação interespecífica Relação entre os pulgões e as plantas Relação entre carraça e o cão Relação entre o piolho e o Homem Relação entre a sanguessuga e o Homem Relação entre o carrapato e o animal Parasitismo social Relação entre cuco e outras aves Febre carraça Bibliografia Sitografia Conclusão

4 Introdução O parasitismo (do grego para, perto e sitos, alimento) é a relação biótica interespecífica com benefício para uma espécie, o parasita, e com prejuízo para a outra, o hospedeiro. Os parasitas podem viver dentro ou fora do corpo do hospedeiro. O tema que vamos abordar é o ectoparasitismo.

5 Hospedeiro e parasita Um hospedeiro é um organismo que abriga um parasita no seu interior (endoparasitismo) ou carrega-o sobre si (ectoparasitismo). Os parasitas são organismos que vivem em associação com outros, dos quais retiram os meios para a sua sobrevivência, prejudicando o organismo hospedeiro.

6 Explicação da relação interespecífica São ectoparasitas, os animais que vivem à superfície do corpo hospedeiro. O parasita alimenta-se à custa do hospedeiro, na maioria das vezes, sugando-lhes o sangue, água ou proteínas, prejudicando-o. O ectoparasítismo não causa morte imediata ao hospedeiro, mas enfraquece-o progressivamente.

7 Parasita: Pulgões Hospedeiro: Plantas Espécie beneficiada: Pulgões Relação entre os pulgões e as plantas

8 Os pulgões alojam-se nas plantas onde se reproduzem. São insetos que se alimentam da seiva de plantas. Constituem sérias pragas para a agricultura e para a jardinagem.

9 Relação entre os pulgões e as plantas

10 Parasita: Carraça Hospedeiro: Cão Espécie beneficiada: Carraça Relação entre a carraça e o cão

11 A carraça (Ixodes Hexagonus) suga o sangue do cão. Causa irritações na pele do hospedeiro (cão) e pode transmitir doenças. Têm apêndices bucais muito desenvolvidos, pelo que se torna muito difícil a sua extração do hospedeiro.

12 Febre Carraça É provocada pela bactéria rickétsia. A doença manifesta-se com febre, dores musculares e de cabeça, náuseas, vómitos e perda de apetite. Aparecem manchas que se disseminam por todo o corpo. Após a picada da carraça, os primeiros sintomas surgem, em geral, às crianças com menos de 15 anos Para esta poder chegar ao ser humano, é preciso primeiro de passar por outro mamífero (normalmente cães, gatos e roedores). Como prevenção deve-se colocar nos animais de estimação coleiras de proteção. As áreas de maior risco são zonas de vegetação de baixa ou média altura, com algum grau de humidade.

13 Relação entre a carraça e o cão

14 Parasita: Piolho Hospedeiro: Homem Espécie beneficiada: Piolho Relação entre piolho e o Homem

15 Relação entre o piolho e o Homem O piolho é transmitido pelos animais domésticos ao Homem, alojando-se no seu cabelo. O piolho suga o sangue, causando comichão na cabeça.

16 Relação entre o piolho e o Homem

17 Parasita: Sanguessuga Hospedeiro: Homem Espécie beneficiada: Sanguessuga Relação entre sanguessuga e o Homem

18 Relação entre o sanguessuga e o Homem As sanguessugas agarram-se ao seu hospedeiro, sugando-lhes o sangue. Fazendo bolhas acabando e infetar os vasos sanguíneos. O animal utiliza as suas ventosas para se agarrar na perna do hospedeiro. Antigamente, acreditava-se que a sanguessuga era um remédio para as dores de cabeça.

19 Relação entre o piolho e o Homem

20 Parasita: Carrapato Hospedeiro: Animais Espécie beneficiada: Carrapato Relação entre os carrapatos e animais

21 Relação entre o carrapato e o animal Os carrapatos são responsáveis pela transmição de inúmeras doenças. Vivem no chão entre as madeiras em clima húmidos uo secos. Os carrapatos aderem ao seu hospedeiro quando estão, ainda em fase de larva.

22 Relação entre o carrapato e o animal

23 PARASITISMO SOCIAL

24 Parasitismo social: cucos Cucos – estas aves não fazem ninhos, mas utilizam o de outras espécies. A fêmea do cuco come o ovo de um ninho de outra espécie, substituindo-o por um seu. Os proprietários do ninho, sem se aperceberem, incubam o ovo de cuco. Após a cria de cuco nascer, empurra os ovos da espécie hospedeira para fora do ninho, ficando com todo o alimento e proteção para si.

25 O rouxinol não reconhece que o cuco não é a sua cria. Qual achas qual é a razão? Relação entre cuco e outras aves

26 Os cucos não fazem ninhos, mas utilizam o de outras espécies. A fêmea do cuco come o ovo de um ninho de outra espécie, substituindo-o por um seu. Os proprietários do ninho, sem se aperceberem, incubam o ovo de cuco. Após o cuco nascer, a cria empurra os ovos da espécie hospedeira para fora do ninho, ficando com todo o alimento e proteção para si.

27 Conclusão Neste trabalho aprendemos a diferença entre o ectoparasitismo e o endoparasitismo. Também aprendemos que O parasita retira vantagens do hospedeiro, enquanto este sai prejudicado, levando muitas vezes a graves doenças e até mesmo à morte do hospedeiro. É chamada uma interação interespecífica.

28 Bibligrafia Sistema Terra- Carlos Campos/Zélia Delgado, Texto Editores, Lisboa 2007 Descobrir Terra – Cristina Antunes/ Manuela Bispo/ Paula Guindeira, Areal Editores 2007 Descobrir Terra – Cristina Antunes/ Manuela Bispo/ Paula Guindeira, Areal Editores 2003 Geovida – Fernanda Albuquerque/ Helena Moita de Deus, Lisboa Editora Ciências Naturais, José Carlos Gomes, Constância, Lisboa,2003

29 Sitografia ecologicas/parasitismo/ ecologicas/parasitismo/ x?contentid=1E0C73E7E4893D99E BA2C8 E70&opsel=2&channelid=0 x?contentid=1E0C73E7E4893D99E BA2C8 E70&opsel=2&channelid=0

30 Trabalho realizado por: Ana Catarina nº1 Cristina Parracho nº10 Francisca Guedes nº11 Mariana Rodrigues nº22 8ºA

31 OBRIGADA PELA VOSSA ATENÇÃO!


Carregar ppt "PARASITISMO ECTOPARASITISMO Índice Introdução Hospedeiro e parasita Explicação da relação interespecífica Relação entre os pulgões e as plantas Relação."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google