A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Tema: Fugas Psicológicas Data: 12/07/2010 – p. 15-26.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Tema: Fugas Psicológicas Data: 12/07/2010 – p. 15-26."— Transcrição da apresentação:

1 Tema: Fugas Psicológicas Data: 12/07/2010 – p

2 1. CAUSAS PSICOLÓGICAS DAS FUGAS

3 1. F UGAS P SICOLÓGICAS Ao invés dos enfrentamentos dos problemas com naturalidade, determinadas predisposições emocionais impedem a aceitação das ocorrências mais exaustivas, produzindo um mecanismo automático escapista, mediante o qual parece livrar-se da dificuldade, quando, apenas, a posterga. Departamentos seletivos da mente bloqueiam automaticamente muitas das ações desagradáveis, que são arquivadas em setores especiais [...]. Em face dessa conduta escamoteadora surgem os mecanismos de transferência de responsabilidade, de ausência de discernimento, de fugas variadas na área psicológica.

4 Não poucas vezes, diante dos grandes desafios para os quais o indivíduo não se sente equipado, por lhe faltarem recursos hábeis para os arrostar, foge para atitudes levianas e irresponsáveis como se estivesse agindo de forma correta. Toda vez quando se tenta evitar esforço e luta, opera-se em sentido contrário às leis da vida, que impõem movimento e ação como recursos de crescimento psicológico, moral, intelectual, espiritual. 1. F UGAS P SICOLÓGICAS

5 A indiferença que, muitas vezes, aflige aqueles que lhe padecem a postura, é um recurso de fuga psicológica de quem se sente incapaz de competir ou de aceitar o insucesso da pretensão anelada. Não se considerando em condições de compensar a perda, diminui a intensidade do sentimento afetivo e revida ao que considera como ofensa, em forma da morte da emoção. 1. F UGAS P SICOLÓGICAS

6 2. DANOS IMEDIATOS E REMOTOS DECORRENTES

7 [...] os mecanismos de fuga psicológica quase sempre candidatam o paciente a um estado de inconsequências morais, fruto da constante evasão da realidade para um universo de fantasia, onde tudo se realiza magicamente, utopicamente. Essa imaturidade emocional faz que se perca o interesse pelos nobre ideais, aqueles que exigem postura adequada e luta contínua, não dando abrigo a comportamentos alienantes ou desculpistas. 2. F UGAS P SICOLÓGICAS

8 Ignorar a responsabilidade, de forma alguma anula-a. Pelo contrário, apenas transfere-a em tempo e lugar, para futuros enfrentamentos inevitáveis, em situações aflitivas pelo impositivo da reencarnação. Do ponto de vista psicológico, o próprio indivíduo perde a autoestima e considera-se incapacitado para quaisquer realizações que lhe exijam esforço, acostumado conforme se encontra a desistir diante de qualquer mobilização de forças físicas, morais ou intelectuais. Com o tempo, torna-se desagradável, acreditando-se não amado, sempre traído pelos amigos, deixado à margem nos empreendimentos que se realizam à sua volta, acumulando mágoas e dissabores perfeitamente injustificáveis.

9 3. SOLUÇÕES

10 3. F UGAS P SICOLÓGICAS Pequenos exercício de afirmação da personalidade e de autodescobrimento dos valores adormecidos funcionam como terapia valiosa, por estimular o paciente a novos e contínuos tentames que se vão coroando de resultados favoráveis, eliminando o sutil complexo de inferioridade e mesmo diluindo, a pouco e pouco, a culpa perturbadora. [...] a prática de boas ações oferece encorajamento para realizações mais amplas nos relacionamentos interpessoais, na convivência social e no amadurecimento da realidade pessoal. Sempre quando alguém predispõem-se a auxiliar, experimenta forte empatia que resulta de contínuas descargas de adrenalina estimuladora que encoraja para novas realizações e bloqueia os temores infundados.

11 Como todos os indivíduos são seres humanos em processo de crescimento, em conserto, na trajetória carnal, porque ainda portadores de imperfeições de vários tipos, a aceitação por si mesmo conforme se encontra é recurso valioso para a compreensão dos limites que caracterizam os demais, tornando-se tolerantes em relação as faltas alheias, em face das próprias condições agora conhecidas. 3. F UGAS P SICOLÓGICAS

12 A SSUMIR - SE, PORTANTO, AS PRÓPRIAS DIFICULDADES, CONSTITUI UM DOS PASSOS NECESSÁRIOS PARA SUPERÁ - LAS. Emoções


Carregar ppt "Tema: Fugas Psicológicas Data: 12/07/2010 – p. 15-26."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google