A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Limites e possibilidades para o BEM-ESTAR DOCENTE na escola contemporânea Profa. Dra. Flavinês Rebolo Lapo

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Limites e possibilidades para o BEM-ESTAR DOCENTE na escola contemporânea Profa. Dra. Flavinês Rebolo Lapo"— Transcrição da apresentação:

1 Limites e possibilidades para o BEM-ESTAR DOCENTE na escola contemporânea Profa. Dra. Flavinês Rebolo Lapo

2 OS PROFESSORES NA ESCOLA CONTEMPORÂNEA Alguns: Expressam os dissabores e o desencanto com o trabalho nas conversas cotidianas, no absenteísmo, nas licenças, na acomodação, na vontade de largar tudo... Outros: Afirmam se sentirem felizes e apontam fontes de satisfação que permitem o estabelecimento de vínculos prazerosos com o trabalho e com a escola.

3 O QUE É O BEM-ESTAR? É um processo dinâmico construído na intersecção de duas dimensões: uma objetiva e outra subjetiva.

4

5 A DIMENSÃO OBJETIVA: ATIVIDADE LABORAL / O TRABALHO EM SI AMBIENTE RELACIONAL CONTEXTO SÓCIO-ECONÔMICO ASPECTOS CONCRETOS

6 1- A ATIVIDADE LABORAL: conjunto de tarefas e as especificidades dessas tarefas quanto à: diversidade; grau de autonomia; desafios que impõem; exigências de habilidades e concentração; retorno que oferecem; possibilidade de controle das situações.

7 2- O AMBIENTE RELACIONAL: liberdade de expressão, repercussão das idéias dadas, grupos de trabalho e troca de experiências, ausência de preconceitos e igualdade de tratamento, relações hierárquicas harmoniosas, apoio técnico e sócio-emocional, participação nas decisões, fluxo de informações e feedback.

8 3- O CONTEXTO SÓCIO- ECONÔMICO: salário e benefícios (materiais e não materiais), direitos garantidos, estabilidade e plano de carreira, tempo para lazer e para a família, imagem interna e imagem externa da escola, desenvolvimento profissional, treinamentos e aprimoramento contínuo

9 4- OS ASPECTOS CONCRETOS: condições materiais e ambientais para a realização do trabalho; adequação das instalações e condições gerais de infra-estrutura, limpeza e conforto do ambiente de trabalho, instrumentos, equipamentos e materiais disponíveis.

10 A DIMENSÃO SUBJETIVA: está relacionada às características pessoais do professor: competências e habilidades; expectativas, necessidades, desejos, valores, crenças e projeto de vida.

11 A INTERSECÇÃO DESSAS DUAS DIMENSÕES: refere-se às ligações virtuais, realizadas por meio das avaliações que o professor faz de si próprio, da atividade que realiza e das condições existentes para o desempenho do trabalho.

12 Quando o resultado dessa avaliação for: POSITIVO - haverá a satisfação, o bem-estar e a possibilidade de felicidade. NEGATIVO - ocorrerá o mal-estar, um estado de desconforto, resultante de insatisfações e conflitos, que desencadeará estratégias de enfrentamento

13 O BEM-ESTAR... Denota estados cognitivos e emocionais positivos Incita sentimentos agradáveis de satisfação e contentamento, de júbilo Desencadeia boa disposição de ânimo Predispõe a alcançar objetivos e ideais

14 E SUAS CONSEQÜÊNCIAS... Melhor qualidade de vida global Melhor saúde física e psíquica Maior envolvimento com o trabalho Melhor relacionamento interpessoal

15 O BEM-ESTAR... É a vivência com maior freqüência e intensidade estados cognitivos e emocionais positivos MAS... Não exclui a vivência de afetos negativos e sentimentos de insatisfação, insuficiência e indiferença

16 ASSIM.... O BEM-ESTAR DOCENTE não é um estado permanente e constante de harmonia, satisfação e realização, pois a vida não permite isso! VIVE-SE TAMBÉM COM frustrações, tristezas, dissabores, etc...

17 O MAL-ESTAR... Vivência freqüente e intensa de estados cognitivos e emocionais negativos O mal-estar é um estado incômodo, de desconforto psicológico

18 E SUAS CONSEQÜÊNCIAS... Sentimentos de raiva, medo e frustração Danos à saúde física e psíquica (sintomas de estresse negativo e burnout) Conflitos intra e interpessoais Distanciamento físico e psíquico do trabalho

19 O MAL-ESTAR... desencadeará estratégias de enfrentamento que visam eliminá-lo ou diminuí-lo.

20 AS ESTRATÉGIAS DE ENFRENTAMENTO: 1- alteração das condições externas: negociações interpessoais, com alunos, colegas e diretores, visando ajustes nos comportamentos e atitudes a partir do estabelecimento de normas e regras e da explicitação de expectativas.

21 2- modificação da própria conduta e do modo de perceber as situações por meio de reestruturações cognitivas: acréscimo de novos dados e conhecimentos que redefinem os valores e as crenças a respeito da situação problemática

22 A CONSTRUÇÃO DO BEM- ESTAR: exige esforço e determinação de quem o pretende; exige a posse de certas habilidades e competências;

23 MAS EXIGE, PRINCIPALMENTE... a existência de certas condições objetivas:

24 Exige um trabalho que tenha sentido, que seja reconhecido como útil e importante.

25 Exige um trabalho que favoreça relações interpessoais positivas.

26 Exige um trabalho que ofereça as condições mínimas para ser realizado satisfatoriamente.


Carregar ppt "Limites e possibilidades para o BEM-ESTAR DOCENTE na escola contemporânea Profa. Dra. Flavinês Rebolo Lapo"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google