A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Papel do Laboratório de Microbiologia no Diagnóstico Laboratorial: Orientações para a Prática e Conduta. QUESTÕES DE PROVAS; QUESTÕES DE PROVAS; CONTEÚDO.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Papel do Laboratório de Microbiologia no Diagnóstico Laboratorial: Orientações para a Prática e Conduta. QUESTÕES DE PROVAS; QUESTÕES DE PROVAS; CONTEÚDO."— Transcrição da apresentação:

1 Papel do Laboratório de Microbiologia no Diagnóstico Laboratorial: Orientações para a Prática e Conduta. QUESTÕES DE PROVAS; QUESTÕES DE PROVAS; CONTEÚDO DAS PRÓXIMAS AULAS; CONTEÚDO DAS PRÓXIMAS AULAS; HORÁRIO DE ATENDIMENTO ON-LINE; HORÁRIO DE ATENDIMENTO ON-LINE; blog do professor:

2 Principais funções do laboratório de Microbiologia Clínica: Laboratório de Microbiologia Clínica: Uma função em expansão Introdução Examinar e cultivar amostras para detecção de microrganismos; Identificar com certeza as espécies envolvidas em isolamentos importantes e realizar as provas de suscetibilidade a antibióticos;

3 Importância do Controle de qualidade Um novo vocabulário está sendo desenvolvido e outros termos estão se tornando familiares: Certificação de qualidade; Ensaios de controle; Padrões de atenção; Certeza, precisão, sensibilidade e valores preditivos;

4 Ciclo de diagnóstico Modelo útil para compreender a função do laboratório de microbiologia na Certificação de qualidade; Processo contínuo; Conduz a informações que podem ser úteis no diagnóstico das doenças infecciosas;

5 Equilíbrio hospedeiro Microbiota Normal e ambiente Conceitos básicos sobre doenças infecciosas Idade Microbiota Normal Proliferação de patógenos Estado Nutricional Enfermidades Crônicas Medicamentos e drogas Estado Emocional Aumento na incidência de Doenças infecciosas Comensalismo Simbiose Parasitismo

6 Conceitos básicos sobre doenças infecciosas Microrganismos patogênicos Microrganismo capaz de causar infecção O grau ou extensão (patogenicidade) na qual um microrganismo pode causar dano ao hospedeiro é conhecido como virulência

7 Conceitos básicos sobre doenças infecciosas Essa resposta pode ser generalizada ou sistêmica. A reação adquire a forma de inflamação; Inflamação é um termo geral referente à alteração anormal de tecidos ou órgãos. A resposta de inflamação local causada por agentes infecciosos pode ser dividida em:

8 Infecções Agudas Supurativas (ou Purulentas) Desperta uma resposta na qual se forma pus. Trata-se de um material líquido que contém um grande número de neutrófilos. Os principais marcadores de um processo inflamatório agudo; CELULITE ABSCESSO NECROSE

9 Infecções Crônicas É uma infecção de longa duração, na qual a resposta celular inclui células, tais como, linfócitos, células plasmáticas e monócitos – predominantemente inflamatórias;

10 Infecções Granulomatosas É um tipo de infecção crônica na qual se forma um granuloma. Um granuloma pode ser simplesmente definido como acúmulo local de grandes macrófagos ativados e outras células inflamatórias, com maior capacidade de fagocitose; Em certos granulomas, ocorre a necrose caseosa, cujo tecido tem uma consistência similar à do queijo – tuberculose podendo ser encontrada em outras infecções;

11 Virulência dos Microrganismos As bactérias precisam encontrar uma porta de entrada no hospedeiro; Danos mecânicos na pele; Alterações metabólicas; Outras infecções; Neoplasias invasivas e efeitos da quimioterapia;

12 FÍMBRIAS TSST-1 Após alcançarem a corrente sangüínea, os microrganismos podem resistir às defesas secundárias do hospedeiro; Virulência dos Microrganismos Existem diversos mecanismos pelos quais os microrganismos burlam o sistema de defesa do hospedeiro; CÁPSULA PRODUÇÃO DE ENZIMAS

13 Mecanismos de resistência do hospedeiro Resposta inata: barreiras anatômicas, pH, inibidores químicos. Daí a importância dos cateteres, do fumo e da obstrução no fluxo de secreções no intestino e no trato urinário, por exemplo; Resposta adaptativa: produção de antics. humorais e resposta imune mediada por células;

14 Manifestações clínicas de infecção: sinais e sintomas Podem ser sistêmicos ou localizados em um órgão ou sistema de órgãos;

15 Normas de biossegurança Você trabalhará com uma variedade de bactérias, algumas patogênicas para o homem. É essencial que você siga as regras de segurança estabelecidas no laboratório, a fim de evitar contaminações do grupo, de funcionários ou do ambiente;

16 Normas de biossegurança Antes do início de cada tarefa certifique-se de que todo o material que vai precisar esteja ao seu alcance; Lave as mãos antes e após cada tarefa; Desinfete as bancadas com álcool-iodado ou álcool a 70% no início e ao término das tarefas; Use sempre as roupas de proteção necessárias (jaleco, luvas, máscaras, etc) ao manipular cultivos vivos. Não usá-las como roupa de rua;

17 Normas de biossegurança Flambe as alças corretamente. Não produzir aerossóis; Despreze os materiais usados nos recipientes e/ou locais indicados. Não derrame cultivos vivos na pia; Qualquer fluído orgânico (urina, sangue, etc) deve ser considerado como material contaminado, evite sujar-se com qualquer destes materiais;

18 Cubra cortes e lesões de pele, principalmente das mãos, antes de manusear qualquer material biológico; Não coma e nem fume no laboratório; Avise o professor em caso de contaminação acidental; Normas de biossegurança

19 Questões e exercícios Baseado em fatos atuais veiculados pela mídia, discuta a importância do laboratório de Microbiologia Clínica? Cite as principais funções do laboratório de Microbiologia Clínica. Quanto ao ciclo de diagnóstico: Quais as suas utilidades? Porque deve ser um processo contínuo?

20 OBRIGADO


Carregar ppt "Papel do Laboratório de Microbiologia no Diagnóstico Laboratorial: Orientações para a Prática e Conduta. QUESTÕES DE PROVAS; QUESTÕES DE PROVAS; CONTEÚDO."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google