A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Por isso nutro o sonho de ser professor-poeta, aquele que os alunos se lembram passados muitos anos, com ternura ou respeito, porque aquele professor.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Por isso nutro o sonho de ser professor-poeta, aquele que os alunos se lembram passados muitos anos, com ternura ou respeito, porque aquele professor."— Transcrição da apresentação:

1

2

3 Por isso nutro o sonho de ser professor-poeta, aquele que os alunos se lembram passados muitos anos, com ternura ou respeito, porque aquele professor levantou o veú, abriu a caixa de Pandóra, ou, mais modestamente, incutiu naquele ser humano, sem se aperceber, sem luta nem dor, o gosto de aprender, de ir mais longe, de percorrer os trilhos da aprendizagem.

4 Um olhar de Lynne Cameron e Penny McKay sobre o ensino criativo em sala de aula como forma de motivar e aprender Inglês L.E. Lynne Cameron, The Open University, UK. Lynne Cameron is Professor of Applied Linguistics at the Open University. Her main research area is metaphor in spoken discourse, explored in a range of contexts including classrooms and post- conflict reconciliation meetings. She is Founder Chair of the international association Researching and Applying Metaphor. She has also carried out research for Ofsted and DfES into writing by pupils using English as an additional language in UK schools. Her books include: Metaphor in Educational Discourse (Continuum); Researching and Applying Metaphor (with Graham Low, Cambridge University Press); Complex Systems and Applied Linguistics (with Diane Larsen-freeman, Oxford University Press). A recent NCRM / ESRC funded project produced the Metaphor Analysis website:

5 Penny McKay: Dr. McKay is an adjunct associate professor in the School of Cultural & Language Studies in Education at the Queensland University of Technology, Brisbane, Australia. She has had experience as a classroom teacher, teacher trainer, and lecturer, and has undertaken a range of research in TESOL and applied linguistics. She has presented and published widely in the area of second language teaching and learning, and her most recent books include Five-Minute Activities for Young Learners, coauthored with Jenni Guse, and two edited books, Assessing, Monitoring and Understanding English as a Second Language in Schools: The NLLIA ESL Bandscales Version 2 and Planning and Teaching Creatively in a Required Curriculum. She has been an active member of a number of professional associations and served as president of the Australian Council of TESOL Associations and of the Queensland and South Australian TESOL Associations. Dr. McKay served on the TESOL Board of Directors from

6

7  1. Getting to know your learners Para provar a importância de conhecer os aprendentes em L.E. para potenciar as suas aprendizagens, as autoras recorrem à perspectiva humanista que defende que o professor deve construir uma relação pedagógica de proximidade e afectividade. Actividades: Registos de observação de alunos ou grupo de alunos. Skills and outcomes checklists. Teacher’s notes e sticky notes.  2. Expect a lot from your learners: Criar expectativas altas em relação a cada aprendente: Actividades: Classificação de imagens e formas. Utilização de problemas matemáticos (interdisciplinaridade). Mapas cognitivos ou conceptuais.

8  3. Giving your learners access to new language Proporcionar novas aprendizagens e novos conhecimentos, nunca subestimando as capacidades e potencialidades de cada criança. Actividades: “Simon Says” with counters. Uso de “Total Physical Response”.

9  4. Celebrate achievement A importância do reforço positivo das conquistas e novas aprendizagens adquiridas pelos alunos Actividades: Afixação de palavras adquiridas nas paredes. Listas de novas aquisições de vocabulário. Registos vídeo ou áudio das intervenções das crianças. Preparação de um encontro/acontecimento comunicativo. Intervenção das crianças como apoio a outras menos experientes.

10  5. Let your learners experiment Proporcionar momentos de intervenção espontânea, sem forçar as situações de comunicação, reforçando positivamente cada tentativa de comunicação em L.E. Actividades: Open-ended questions. Permitir às crianças iniciar um debate ou discussão. Jogos comunicativos como “catch the ball”, “team games”. Jogos criativos para estimular a sua imaginação como “funny animals”.

11  6. Recycling language Reutilizar os conhecimentos e as aprendizagens adquiridas adaptadas a novas situações e contextos de comunicação, sem receio de lhe acrescentar novos conhecimentos ou conteúdos. Actividades: Reciclagem de palavras ou expressões de unidades de aprendizagem em diferentes contextos. Jogos como “Spot the recycled word”. Reutilização de actividades ou unidades do período (ou ano) transacto. Reciclagem de canções ou jogos favoritos e imagens ou suportes visuais.

12  7. Healthy competition Criar um espírito de emulação e competição saudável entre as crianças. Actividades: Jogos de equipa como “Board run” com perguntas que ajudam as crianças a rever conteúdos gramaticais ou de vocabulário. Encorajamento do bom comportamento através do trabalho de equipa, utilizando a atribuição de pontos e prémios. Todas as crianças devem ter a oportunidade de pertencer a uma equipa vencedora.

13  8. Motivating young learners to speak English Criar necessidades de comunicação em língua inglesa. Actividades: Uso do “Social English”. Utilização exclusiva do inglês em sala de aula, complementando a comunicação com gestos, objectos ou imagens. Playing parrots: repetição de expressões ou frases, pelas crianças, de acordo com a entoação e ritmo naturais da L.E. Language robots. Marcação de tempo para inglês (only English/some English please). Find the butterfly.

14  9. Listening activities: something different  10. Meeting written English  11. Parental involvement  12. Making the most of the coursebook  13. Surprising your learners  14. Using your hands

15  15. Let the children choose  16. Your learners as language detectives

16  17. Supportive assessment activities Actividades: Apoio pedagógico em sala de aula. Elaborar testes ou fichas de actividades com aumento gradativo da dificuldade. Uso de actividades de avaliação diferenciadas. Apoio de actividades escritas com ajuda e orientação.  18. Self-assessment works Actividades: Checklists efectuadas pelas crianças. Preparação desses instrumentos em conjunto e em sala de aula. Can-do statements. Uso de portfolios.

17  19. Internal English and English for play  20. Teach long words  21. English through other subjects


Carregar ppt "Por isso nutro o sonho de ser professor-poeta, aquele que os alunos se lembram passados muitos anos, com ternura ou respeito, porque aquele professor."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google