A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Dr. Sebastião Cabral Filho Chefe do Serviço de Oncologia Clínica da Santa Casa de Belo Horizonte e Hospital Belo Horizonte - MG.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Dr. Sebastião Cabral Filho Chefe do Serviço de Oncologia Clínica da Santa Casa de Belo Horizonte e Hospital Belo Horizonte - MG."— Transcrição da apresentação:

1 Dr. Sebastião Cabral Filho Chefe do Serviço de Oncologia Clínica da Santa Casa de Belo Horizonte e Hospital Belo Horizonte - MG

2 CONSIDERAÇÃO SOBRE EPIDEMIOLOGIA DO CÂNCER NOÇÕES GERAIS 1 – É o estudo da distribuição e das determinantes do câncer na população humana. 2 – Incidência: Freqüência de novos casos de cânceres em uma certa população, quando se faz o diagnostico; 3 – Prevalência número estimado de casos de câncer em pessoas vivas; 4 – Mortalidade número de óbitos por câncer; 5 – Taxas expressas pelo numero de casos por 100.000 habitantes; 6 – Exemplos: Etnia, religião, Geografia, Etc.

3 CONSIDERAÇÃO SOBRE EPIDEMIOLOGIA DO CÂNCER EPIDEMIOLOGIA DESCRITIVA 1 – Distribuição de pacientes com diferentes tipos de cânceres e suas características; 2 – Migração: Individuo – País de origem – País de destino; 3 – Hipóteses de etiologia; 4 – Comprovação das hipóteses – experimento.

4 CONSIDERAÇÃO SOBRE EPIDEMIOLOGIA DO CÂNCER LOCAL DE OCORRÊNCIA 1 – Câncer de Pulmão: Relação com o cigarro I) Quantidade de cigarros fumados; II) Tipo de cigarro; III) Cachimbo; IV) Radiação Ionizantes.

5 CONSIDERAÇÃO SOBRE EPIDEMIOLOGIA DO CÂNCER LOCAL DE OCORRÊNCIA 2 – Tumor do Estomago: I) H. Pylori; II) Geladeira; III) Meio de Detecção; IV) Meios de Tratamento.

6 CONSIDERAÇÃO SOBRE EPIDEMIOLOGIA DO CÂNCER LOCAL DE OCORRÊNCIA 3 – Carcinoma de Mama: I) Relação com a exposição hormonal; II) Gravidez - Amamentação; III) Dieta (Gordura); IV) Classe Social; V) BRCA 1 BRCA 2.

7 CAUSAS DO CÂNCER AMBIENTÁRIA I - Fumo; II - Álcool; III - Sol; IV - Alimentação; V - Trabalho.

8 SÍNDROMES GENÉTICAS EM ONCOLOGIA CLASSIFICAÇÃO TIPO EXEMPLOS Síndromes HerdadasPolipose Familiar Neoplasias endócrinas múltiplas Câncer FamiliarCa de mama Ca de ovário Ca de colon (sem polipose) Predisposição genéticaPolimorfismo metabólico não familiar( Carcinogenese Endógena )

9 SÍNDROMES GENÉTICAS EM ONCOLOGIA MECANISMOS 1 - Alteração Genética. 2 - Segunda Mutação. 3 - Gens Supressores.

10 ORIENTAÇÕES PARA PACIENTES DE ALTO RISCO CÂNCER DA MAMA 1 - Avaliações a partir de 35 anos ou 5 anos antes do caso familiar mais novo. 2 - Mamografia e ultrassom da mama. 3 - Biópsias de lesões suspeitas. 4 - Mastectomia bilateral. 5 - Quimio prevenção.

11 PACIENTES DE ALTO RISCO CÂNCER DE COLON 1 - Para os casos familiares deve ser realizado colectomia total. 2 - Adenomas devem ser retirados cirurgicamente.

12 DIAGNÓSTICO DO CÂNCER PREVENÇÃO I - Hábitos - Primária; II - Diagnóstico - Secundária; III - Tratamento - Terciária;

13 TRATAMENTO DO CÂNCER CHANCES DE CURA 1 - Ressecção completa de tumor. 2 - Ausência de metástases. 2 - Micrometástases em número suficientemente pequeno para serem destruídas pelo sistema imunológico. 3 - Tratamento antineoplásico ( Quimioterapia - Hormonioterapia - Anticorpos monoclonais ).

14 METÁSTASES DE CARCINOMA BIOPSIA DE MEDULA ÓSSEA

15 TOXICIDADE EM ONCOLOGIA 1 - 1 de cada 250 adultos entre 15 e 35 anos são sobreviventes do câncer; 2 - Pacientes idosos com doenças pré existentes;

16 RISCO DE 2º CÂNCER DE ACORDO COM O TRATAMENTO DE DOENÇA DE HODGKIN - L E S G 2º Câncer Tipo de câncer e tratamento Probabilidade Cumulativa em 15 anos Tumores Sólidos RT 3,3 % QT 2,9 % RT + QT 4,6 % N Engl J Med 1996; 334: 745 - 751.

17 OS EFEITOS TARDIOS DO TRATAMENTO DO CÂNCER INFANTIL EFEITOS TARDIOS DA CIRURGIA Retirada do Baço: Comprometimento da função imune com risco maior de sepse por organismos encapsulados. Amputação: Numerosos problemas funcionais, deformidade cosmética, efeitos psicológicos e sociais. Cirurgia Abdominal: Risco de obstrução intestinal. Cirurgia Pélvica: Problemas relacionados à impotência, incontinência. CEOMG - 2000

18 EFEITOS TARDIOS DA RADIOTERAPIA ÓRGÃO OU SISTEMA, EFEITOS E SEQUELAS : Ossos: Diminuição do crescimento, escoliose, baixa estatura, dor lombar; deformidade dos membros com tamanhos diferentes entre si; deformidades cosméticas. Músculos, Partes Moles: Atrofia, fibrose, deformidades cosméticas. Dentes, Glândulas Salivares: Maior risco de cáries e períodontites, má- formação de raízes, agenesias dentárias, xerostomia. Visão: Catarata, retinopatias, queratoconjuntivites. Cardiopulmonar: Efusão pericárdica, pericardite constrictiva, doença coronariana precoce, fibrose pulmonar. Sistema Nervoso Central: Déficits neuropsicológicos, mudanças estruturais ( atrofias, calcificações, dilatações ventriculares ). CEOMG - 2000

19 CÂNCER NA INFÂNCIA TAXAS DE MORTALIDADE - USA 100.000 / POPULAÇÃO IDADE ( anos )195019751992 0-411,0 5,1 2,9 5-14 6,6 4,7 3,0 SEER ( NIH Pub. No 96 1195; 57 )

20 TAXAS DE SOBREVIDA A 5A CRIANÇAS < 15 ANOS, 1960 - 1992 (USA) Ano ao diagnóstico Local 19601970 1974 1977 1980 19831986 19631973 1976 1979 1982 19851992 Neuroblastoma 25 40 52 53 54 54 63 L. não Hodgkin 18 26 45 51 62 70 71 Sarcoma P.M. 38 60 60 69 65 78 72 Tumor de Wilms 33 70 74 77 86 86 93 CA Cancer J. Clin 1995; 45: 8 CA Cancer J. Clin 1997; 5-27

21 TAXAS DE SOBREVIDA A 5A CRIANÇAS < 15 ANOS, 1960 - 1992 (USA) Ano do diagnóstico Local 19601970 1974 1977 1980 19831986 19631973 1976 1979 1982 19851992 Todos os locais 28%45% 56% 61% 65% 68% 71% LLA 4 34 53 67 70 70 79 LMA 3 5 14 26 21 32 33 Ossos20 30 54 52 54 58 65 SNC35 45 54 57 51 62 61 D. Hodgkin52 90 79 83 91 91 92

22 CONSIDERAÇÃO SOBRE EPIDEMIOLOGIA DO CÂNCER MANEIRA DE FAZER O CALCULO 1 – Registro hospitalar de câncer; 2 – Registro de base populacional em câncer.

23

24 AVALIAÇÃO DO ATENDIMENTO EM ONCOLOGIA ALTA COMPLEXIDADE - DIAGNÓSTICO I - 250 casos novos para cada 100.000 habitantes / ano; II - 20% de tumores de pele não melanoma; III - 20% de casos resolvidos somente com cirurgia; IV - 10 - 20% de casos sem indicação de tratamento oncológico; V - 10 - 20% atendimentos fora do sistema SUS; VI - Casos atendidos fora do estado.

25 AVALIAÇÃO DO ATENDIMENTO EM ONCOLOGIA ALTA COMPLEXIDADE - TRATAMENTO I - Cirurgia; II - Radioterapia; III - Oncologia Clínica; - Quimioterapia - Horminioterapia - Anticorpos manoclonais - Suporte clínico.

26 AVALIAÇÃO DO ATENDIMENTO EM ONCOLOGIA PARÂMETROS UTILIZADO I - 1 Centro de oncologia para cada 500.000 habitantes ( OMS ); II - 1 Centro de oncologia para cada 550.000 habitantes ( INCA ); III - Centro de oncologia - Diagnóstico e tratamento; IV - Centro de oncologia - Prevenção e ensino; V - Centro de oncologia - Pesquisa.

27 AVALIAÇÃO DO ATENDIMENTO EM ONCOLOGIA PARÂMETROS UTILIZADOS População18.000.000 Casos novos 45.000 ( - ) Tumor de pele 36.000 ( - ) Só cirurgia 32.400 ( - ) Sem indicação 30.780 ( - ) Fora do Sistema ± 27.700


Carregar ppt "Dr. Sebastião Cabral Filho Chefe do Serviço de Oncologia Clínica da Santa Casa de Belo Horizonte e Hospital Belo Horizonte - MG."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google