A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

PSICOLOGIA DO DESENVOLVIMENTO GESTAÇÃO, PARTO, PUERPÉRIO E RECÉM NASCIDO Psiquiatria Infantil - CAISM.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "PSICOLOGIA DO DESENVOLVIMENTO GESTAÇÃO, PARTO, PUERPÉRIO E RECÉM NASCIDO Psiquiatria Infantil - CAISM."— Transcrição da apresentação:

1 PSICOLOGIA DO DESENVOLVIMENTO GESTAÇÃO, PARTO, PUERPÉRIO E RECÉM NASCIDO Psiquiatria Infantil - CAISM

2 CICLO VITAL DA MULHER Três períodos críticos: AdolescênciaAdolescência GravidezGravidez ClimatérioClimatério Gravidez como crise ou transição CONCEPÇÃO – organização de fantasias ou expectativas Decisão de ter filhos: resultante da interação de vários fatores. Implica em mudanças interpessoais e intrapsíquicas que envolvem ganhos e perdas Gestação Programada X Não Programada (fantasias aceitação não aceitação / opção pelo aborto) não aceitação / opção pelo aborto)

3 GESTAÇÃO Expectativas: Preocupação com a gravidez Preocupação com o bebê – saudável? Escolha dos nomes Preferência de sexo – cultural - competição com a mãe ou pai Características físicas Expectativas com o futuro Perspectivas de profissão Evolução social

4 GESTAÇÃO: Período de transição Necessidade de reestruturação e reajustamento pessoal, profissional, social A mulher passa a ser vista de forma diferente. É tratada de forma diferente.A mulher passa a ser vista de forma diferente. É tratada de forma diferente. Às vezes, isolamento do maridoÀs vezes, isolamento do marido Ciúmes dos irmãosCiúmes dos irmãos Situação financeiraSituação financeira

5 GESTAÇÃO – O Primeiro Trimestre A percepção da gravidez / constatação A partir da confirmação: início da formação da relação mãe – filho Feto ainda não é concretamente percebido Alterações do esquema corporal são discretas Sentimentos de ambivalência: estar ou não grávida / querer ou não a gravidez Medo do aborto (fantasia que o feto não está suficientemente preso ao útero)

6 GESTAÇÃO – O Primeiro Trimestre SINTOMAS COMUNS: Hipersonia Náuseas e vômitos / Hiperemese gravídica Desejos alimentares Aumento do apetite Oscilações de humor

7 GESTAÇÃO – O Segundo Trimestre Considerado o mais estável do ponto de vista emocional Fenômeno central – impacto da percepção dos primeiros movimentos fetais (às vezes, tendem a favorecer maior aceitação da gravidez). Os movimentos fetais têm um papel importante na formação da relação mãe-filho, uma vez que são interpretados pela mãe como uma forma de comunicação A mãe passa a personificar o feto, muitas vezes atribuindo certas características pessoais a esse novo ser Muitas vezes: diminuição da libido ou até total desinteresse (fatores individuais e culturais)

8 A ansiedade tende a se elevar com a proximidade do partoA ansiedade tende a se elevar com a proximidade do parto Preocupação com a mudança da rotina com a chegada do bebePreocupação com a mudança da rotina com a chegada do bebe Ansiedade é elevada nos dias que antecedem a data provável do parto e tende a aumentar à medida que ultrapassa a data previstaAnsiedade é elevada nos dias que antecedem a data provável do parto e tende a aumentar à medida que ultrapassa a data prevista Temores mais freqüentes:Temores mais freqüentes: medo de morrer no parto medo de morrer no parto medo da episiotomia medo da episiotomia de não conseguir amamentar de não conseguir amamentar de ter um filho mal formado de ter um filho mal formado São muitos comuns sonhos envolvendo o bebe, o parto e alterações corporais GESTAÇÃO – O Terceiro Trimestre

9 PARTO Momento crítico; é sentido como uma situação de passagem de um estado para outro Processo irreversível: precisa ser enfrentado de qualquer forma Muitas vezes existe uma preocupação materna muito grande de não se reconhecer os sintomas iniciais do parto e com isso, uma preocupação que não haja tempo hábil para chegar ao hospital É importante que a mãe vivencie intensamente as emoções do parto da melhor forma possível, sem dor, sem traumas. O risco de depressão pós-parto é menor quando as condições do parto são mais apropriadas

10 PUERPÉRIO Puerpério imediato: período após o parto até 6 semanas A mulher torna-se extremamente sensível, muitas vezes confusa. Sintomas de ansiedade e depressão são comuns As primeiras 24 hs constituem um período de recuperação da fadiga do parto Os primeiros dias são carregados de emoções intensas e variadas

11 RELEVÂNCIA DO CONTATO PRECOCE PARA O DESENVOLVIMENTO DO BEBÊ O contato epidérmico entre mãe e filho é especialmente importante, é através dele que a criança se relaciona com o mundo, abrindo novas experiênciasO contato epidérmico entre mãe e filho é especialmente importante, é através dele que a criança se relaciona com o mundo, abrindo novas experiências Amamentação – o primeiro evento social da criança (interação mãe e filho). Ato muito prazeroso para a criançaAmamentação – o primeiro evento social da criança (interação mãe e filho). Ato muito prazeroso para a criança A privação de contato epidérmico pode resultar em distúrbios físicos e emocionais gravesA privação de contato epidérmico pode resultar em distúrbios físicos e emocionais graves


Carregar ppt "PSICOLOGIA DO DESENVOLVIMENTO GESTAÇÃO, PARTO, PUERPÉRIO E RECÉM NASCIDO Psiquiatria Infantil - CAISM."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google