A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

ESTRESSE NO TRABALHO É um conjunto de reações físicas, químicas e mentais de uma pessoa a estímulos ou estressores no ambiente; é uma condição dinâmica,

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "ESTRESSE NO TRABALHO É um conjunto de reações físicas, químicas e mentais de uma pessoa a estímulos ou estressores no ambiente; é uma condição dinâmica,"— Transcrição da apresentação:

1 ESTRESSE NO TRABALHO É um conjunto de reações físicas, químicas e mentais de uma pessoa a estímulos ou estressores no ambiente; é uma condição dinâmica, na qual uma pessoa é confrontada com uma oportunidade, restrição ou demanda relacionada com o que ela deseja. O aumento de pressão significa aumento de estresse. Pode se manifestar de maneira positiva ou negativa.

2 O estresse está associado a: Oportunidade: possibilidade de ganhar algo. Restrições: barreiras que nos impedem de fazer o que desejamos. Demandas: podem fazer com que você renuncie a algo que deseje

3 SINTOMAS DO ESTRESSE Fisiológicos: níveis elevados de estresse resultam em mudanças no metabolismo, aumento dos batimentos cardíacos e do ritmo respiratório, aumento da pressão arterial, dores de cabeça e risco maior de ataques cardíacos.

4 Psicológicos: aumento da tensão e da ansiedade, tédio e procrastinação, levando a uma diminuição da produtividade. Comportamentais: mudanças nos hábitos alimentares, fumo em excesso e consumo de substâncias químicas, fala acelerada ou distúrbios do sono

5 FATORES QUE PROVOCAM O ESTRESSE 1 Fatores organizacionais Exigências das tarefas:relacionadas com o cargo (autonomia, variedade da tarefa, grau de automação), com as condições de trabalho e a disposição física do local de trabalho. As metas de trabalho, a interdependência entre as tarefas de um empregado e as tarefas de outros; o ambiente físico inadequado – muito barulhento ou abafado ou sujeito a muitas interrupções. Já a autonomia tende a diminuir o estresse.

6 Exigências do papel: pressões sobre o empregado relacionadas ao papel específico que ele desempenha; a sobrecarga de papel ocorre quando se espera que o empregado faça mais do que o tempo permite; ambigüidade de papel quando as expectativas do papel não são compreendidas com clareza e o empregado fica sem saber como agir. Exigências interpessoais: pressões criadas por outros empregados; falta de apoio dos colegas e relacionamentos interpessoais precários podem causar estresse.

7 Estrutura da organização: normas em excesso ou falta de oportunidade de participar das decisões que o afetam podem ser fonte de estresse. Liderança organizacional: depende do estilo gerencial adotado, que pode ser pautado pela tensão, medo e ansiedade pelo estabelecimento de pressões irrealistas para um desempenho de curto prazo, imposição de controles rigorosos demais, punições excessivas.

8 2 Fatores individuais: relacionado à vida pessoal do empregado e são: Problemas de família: dificuldades conjugais, rompimento de um relacionamento, preocupações de disciplina com filhos e parentes com doenças graves; Dificuldades econômicas:gastar em excesso ou acima de suas possibilidades; Personalidade:capacidade que algumas pessoas têm em acentuar os aspectos negativos de determinadas situações, revelando que o estresse pode ter origem na personalidade da pessoa.

9 Os seres humanos são únicos, portanto, o que pode causar estresse em um funcionário não causa em outro, ou O que pode estressar um indivíduo em um determinado dia, pode não estressá-lo em outro dia ou situação. Isso depende de sua percepção, da experiência no cargo, no apoio social recebido, na atribuição de que a situação depende de controle interno ou externo.

10 ADMINISTRAÇÃO DO ESTRESSE Abordagens individuais: um funcionário pode assumir responsabilidade individual para reduzir seu nível de estresse mediante: Técnicas de administração de tempo: fazer listas diárias de atividades a serem realizadas; priorizar atividades por ordem de importância e urgência; programas atividades de acordo com as prioridades determinadas; conhecer seu ciclo diário e lidar com as partes mais exigentes de seu trabalho durante a parte alta de seu ciclo, quando se está mais alerta e produtivo.

11 Exercícios físicos não-competitivos: caminhada, natação, andar de bicicleta que aumentam a capacidade do coração, diminuem o ritmo cardíaco em repouso, fornecem distração mental das pressões do trabalho e oferecem meios de queimar a tensão. Técnicas de relaxamento: meditação, hipnose que proporcionam à pessoa um sentimento pronunciado de paz, produzindo mudanças no ritmo cardíaco, pressão sanguínea e outros fatores fisiológicos.

12 Abordagens organizacionais: vários fatores que provocam o estresse, dentre eles: exigências de tarefas e de papel e a estrutura organizacional. Seleção de pessoal e colocação no cargo melhoradas; Determinação de metas realistas; Envolvimento aumentado do empregado;

13 Comunicação organizacional melhorada Estabelecimento de programas de bem-estar corporativos (suporte para parar de fumar, controlar o uso de álcool, perder peso, alimentar-se de forma saudável, incentivo a um programa regular de exercícios).


Carregar ppt "ESTRESSE NO TRABALHO É um conjunto de reações físicas, químicas e mentais de uma pessoa a estímulos ou estressores no ambiente; é uma condição dinâmica,"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google