A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

LITERATURA CINZENTA BRASILEIRA: ACESSO E RECUPERAÇÃO 2005.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "LITERATURA CINZENTA BRASILEIRA: ACESSO E RECUPERAÇÃO 2005."— Transcrição da apresentação:

1 LITERATURA CINZENTA BRASILEIRA: ACESSO E RECUPERAÇÃO 2005

2 UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA CENTRO DE CIÊNCIAS DA EDUCAÇÃO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO DISCIPLINA: PCI 3211 – FONTES DE INFORMAÇÃO PROFESSORA: URSULA BLATTMANN ACADÊMICA: MARILIA B. DE C. SCHENKEL

3 O estudo foi estruturado da seguinte forma: Introdução Introdução Canais formais e informais de Comunicação Científica Canais formais e informais de Comunicação Científica Estudos de produção científica Estudos de produção científica Acesso e recuperação (IBICT E ECA) Acesso e recuperação (IBICT E ECA) Considerações Finais Considerações Finais

4 Características da LITERATURA CINZENTA Publicação que não foi publicada em mídia que submeta o conteúdo a avaliação por pares; Publicação que não foi publicada em mídia que submeta o conteúdo a avaliação por pares; Circulação normalmente muito restrita; Circulação normalmente muito restrita; Limitação geográfica de distribuição; Limitação geográfica de distribuição; Pode ser impressa ou apresentada em mídia eletrônica; Pode ser impressa ou apresentada em mídia eletrônica; Seu acesso é geralmente local. Seu acesso é geralmente local. Apresenta-se sob a forma de: relatórios de pesquisa relatórios de pesquisa anais de eventos anais de eventos teses teses dissertações dissertações Algumas questões levantadas...

5 O que torna a Literatura Cinzenta importante? Rápida obsolescência da informação, principalmente em algumas áreas do conhecimento. Rápida obsolescência da informação, principalmente em algumas áreas do conhecimento. Relata pesquisas recentes. Relata pesquisas recentes. Estudos apresentados são passíveis de discussão e apreciação junto a comunidade científica. Estudos apresentados são passíveis de discussão e apreciação junto a comunidade científica. Assuntos/tópicos de ponta. Assuntos/tópicos de ponta.

6 Quais são os usuários, em potencial, da Literatura Cinzenta como fonte de informação? Pesquisadores Pesquisadores Docentes Docentes Discentes Discentes Gestores de diferentes áreas Gestores de diferentes áreas Todos os atores envolvidos com inovação tecnológica. Todos os atores envolvidos com inovação tecnológica.

7 CENÁRIO Na década de 1970, com a criação dos cursos de Pós-Graduação em Ciência da Informação e com a consolidação de três novos Programas ainda na década de 1990, o conhecimento produzido parecia estar se consolidando numa área emergente. (Población, 2005) Na década de 1970, com a criação dos cursos de Pós-Graduação em Ciência da Informação e com a consolidação de três novos Programas ainda na década de 1990, o conhecimento produzido parecia estar se consolidando numa área emergente. (Población, 2005) Assim, na chamada Sociedade da Informação ou Sociedade do Conhecimento, os paradigmas para divulgação da produção científica da área vem sofrendo mudanças com as chamadas Tecnologias de Informação e Comunicação.

8 CANAIS DE COMUNICAÇÃO CIENTÍFICA FORMAISINFORMAIS Revistas Científicas Periódicos Especializados Livros Bases de Dados Anais de Eventos Fóruns de Discussão Maior demora na publicação dos resultados Maior velocidade de difusão

9 Os Anais, segundo Mello (1996), são considerados publicações não convencionais, ou seja, constituem-se num tipo de literatura que não se encontra disponível através dos canais comerciais, conhecidas como literatura cinzenta.

10 Noronha et al (2000) afirma que, os estudos quantitativos da produção científica têm permitido entender melhor a amplitude e a natureza das atividades de pesquisa desenvolvidas nas diferentes áreas do conhecimento, de diversos países, instituições e pesquisadores.

11 Llagostera (1990, p. 120) ressalta a importância da análise da produção apresentada em eventos científicos, pois fornece elementos relevantes para a avaliação da mesma, para detectar as instituições e pesquisadores de maior produtividade, a marcha histórica de desenvolvimento das várias áreas e a influência de saber oriundo de outros países. Llagostera (1990, p. 120) ressalta a importância da análise da produção apresentada em eventos científicos, pois fornece elementos relevantes para a avaliação da mesma, para detectar as instituições e pesquisadores de maior produtividade, a marcha histórica de desenvolvimento das várias áreas e a influência de saber oriundo de outros países.

12 Por outro lado, algumas análises quanto ao fato de tais publicações apresentarem reduzido índice de citação, onde apenas 9,84% são oriundas de eventos da área, levam a inferir segundo (SCHMIDT e OHIRA, 2002) que estudos dessa natureza permitem conhecer o comportamento da área em determinado período e espaço, revelando ainda as tendências do tema visando futuros estudos e pesquisas.

13 Assim, algumas iniciativas de sistematização e disponibilização do acervo de Literatura Cinzenta passaram a ser uma realidade junto às instituições que buscam a informação como insumo para gerar conhecimento aliado à inovação tecnológica.

14 Destaca-se como autora no estudo da produção de Literatura Cinzenta no Brasil Dinah Aguiar Poblácion (CBD/ECA/USP). Pós-Doutorado. Universidad Autonoma de Madrid, U.A.M., Espanha. Doutorado e Mestrado em Ciência da Comunicação Especialização em Ciência da Informação Bibliotecária Exerce o Cargo de Professora na USP Coordena o Núcleo de Pesquisa de Produção Científica Vinculado ao Departamento de Biblioteconomia e Documentação da ECA/USP Vinculado ao Departamento de Biblioteconomia e Documentação da ECA/USPECAUSPECAUSP

15 PROJETO Eventos da área da Ciência da Informação realizados no Brasil ( ) BASES DE DADOS BLC-E: Base de Dados de Literatura Cinzenta - Eventos - Ciência da Informação. Criada em Atualizada até BLC-T: Base de Dados de Literatura Cinzenta - Teses - Ciência da Informação. Criada em Atualizada até 2002

16 PROJETO Produção científica: características da comunidade científica brasileira da área de Ciência da Informação segundo parâmetros cienciométricos. BASE DE DADOS PROBI: Base de Dados - Produção dos Docentes Doutores dos Cursos de Pós- Graduação em Ciência da Informação - Criada em 1999 PRODIR: Base de Dados - Diretório de Docentes Doutores dos Cursos de Pós-Graduação em Ciência da Informação - Criada em 1999

17

18

19 Segundo Marcondes e Sayão (2001) o projeto da Biblioteca Digital Brasileira, o IBICT quer a possibilidade, fomentar e fornecer meios para a comunidade brasileira de C & T possa publicar seus trabalhos de forma rotineira, diretamente em rede, aumentando com isso a sua visibilidade nacional e internacional, otimizando o fluxo da comunicação científica e reduzindo o ciclo de geração de novos conhecimentos.

20

21

22 Outra iniciativa a ser destacada

23

24 Considerações Finais Considerando que no período de 1990 a 1999 dos documentos produzidos, 40,2% referem-se a literatura cinzenta, sendo que destes 29,8% dizem respeito a comunicações em eventos (Poblacion, 2002), percebe-se o número relevante de autores que se utilizam deste canal de comunicação científica para disseminar seus conhecimentos e suscitar a discussão e a reflexão junto a seus pares e a comunidade envolvida.


Carregar ppt "LITERATURA CINZENTA BRASILEIRA: ACESSO E RECUPERAÇÃO 2005."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google