A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Apresentação de Resultados de Pesquisa Prof. Raul Sidnei Wazlawick UFSC-CTC-INE 2012.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Apresentação de Resultados de Pesquisa Prof. Raul Sidnei Wazlawick UFSC-CTC-INE 2012."— Transcrição da apresentação:

1 Apresentação de Resultados de Pesquisa Prof. Raul Sidnei Wazlawick UFSC-CTC-INE 2012

2 Apresentação de Resultados de Pesquisa Dados versus Conceitos Justificação de Afirmações Tabelas Figuras Gráficos

3 Apresentação de Resultados de Pesquisa Dados versus Conceitos Justificação de Afirmações Tabelas Figuras Gráficos

4 Dados versus Conceitos O método de pesquisa não consiste apenas em coletar dados para suportar a hipótese de trabalho. É necessário elaborar um discurso ponderado e esclarecedor a partir desses dados. O aspecto mais importante de uma monografia é o pensamento crítico e não apenas a coleta de informações.

5 Apresentação de Resultados de Pesquisa Dados versus Conceitos Justificação de Afirmações Tabelas Figuras Gráficos

6 Justificação de afirmações científicas Como podemos ter certeza de que leis gerais continuarão valendo da próxima ver que as observarmos? Indução Refutação Coerentismo Lâmina de Occan

7 Discussão dos Resultados É na discussão de resultados que são mostrados os progressos obtidos pelo trabalho na elucidação dos fatos em estudo. A discussão deverá relacionar os objetivos propostos com os resultados obtidos e com dados e literatura, relacionando os problemas encontrados e justificando as soluções adotadas.

8 Na discussão dos resultados o autor deve cumprir as seguintes etapas: Estabelecer relações entre causas e efeitos. Apontar as generalizações e os princípios básicos, que tenham comprovação nas observações experimentais. Esclarecer as exceções, modificações e contradições das hipóteses, teorias e princípios diretamente relacionados com o trabalho realizado. Indicar as aplicações teóricas ou práticas dos resultados obtidos, bem como, suas limitações. Elaborar, quando possível, uma teoria para explicar certas observações ou resultados obtidos. Sugerir, quando for o caso, novas pesquisas, tendo em vista a experiência adquirida no desenvolvimento do trabalho e visando a sua complementação.

9 Apresentação de Resultados de Pesquisa Dados versus Conceitos Justificação de Afirmações Tabelas Figuras Gráficos

10 Recomendações Gerais para Tabelas Preferencialmente devem ser apresentadas em uma única página. Devem ter uniformidade gráfica referentes a: tipos de letras e números, uso de maiúsculas e minúsculas e sinais gráficos utilizados. Quando a tabela for mais larga do que a página, poderá ser impressa no sentido vertical. Outra opção seria desmembrar a tabela (muito larga) em seções, dispondo-as uma abaixo da outra, separadas por um traço horizontal duplo, repetindo-se a cada seção o cabeçalho. Se for tão longa que não possibilite o sentido vertical, poderá ser dividida e colocada em páginas confrontantes, na mesma posição e dimensões, incluindo após o titulo a designação continua, continuação e conclusão. Usar linhas apenas para separar colunas internas, cabeçalho e no final da tabela.

11 Exemplo

12 Apresentação de Resultados de Pesquisa Dados versus Conceitos Justificação de Afirmações Tabelas Figuras Gráficos

13 Figuras A identificação de quadros, lâminas, plantas, fotografias, mapas, gráficos, fluxogramas, organogramas, esquemas, desenhos e outros, aparece na parte inferior, com cada item designado por seu nome específico, seguida de seu número de ordem de ocorrência no texto em algarismos arábicos, do respectivo título e ou legenda explicativa e da fonte. Recomenda-se a elaboração de listas próprias para cada tipo de ilustração. (desenho, mapa, quadros etc). A ilustração deve ser inserida o mais próximo possível do texto a que se refere.

14 Apresentação de Resultados de Pesquisa Dados versus Conceitos Justificação de Afirmações Tabelas Figuras Gráficos

15 Gráficos O objetivo do gráfico é passar para o leitor uma visão clara do comportamento do fenômeno em estudo, já que os gráficos transmitem informação mais imediata do que uma tabela comum, em que a supremacia de determinadas grandezas não aparece com tanta nitidez como num gráfico.

16 Requisitos Fundamentais de Gráficos Simplicidade Clareza Veracidade

17 Simplicidade O gráfico deve ser destituído de detalhes de importância secundária, evitando-se, também, traços desnecessários que possam levar o observador a uma interpretação equivocada do fenômeno. Um dos problemas mais freqüentes na execução de gráficos é a falta de simplicidade. Com a facilidade do uso da informática para a construção de gráficos deve- se ter o cuidado de não ser tentado apenas pelo impulso artístico, exagerando no número de linhas inúteis ou fantasiosas, dificultando a leitura e prejudicando assim, o seu objetivo primordial que é o de passar ao leitor uma informação objetiva e imediata. RUIM

18 Clareza O gráfico deve possibilitar uma correta interpretação dos valores representativos do fenômeno em estudo. PODE SER RUIM

19 Veracidade O gráfico deve ser a verdadeira expressão do fenômeno em estudo.

20 Os gráficos podem exibir no rodapé a fonte que forneceu os dados. Deve-se manter uma proporcionalidade entre o comprimento do eixo das ordenadas (altura do gráfico) de mínimo de 60% do comprimento da abscissa.


Carregar ppt "Apresentação de Resultados de Pesquisa Prof. Raul Sidnei Wazlawick UFSC-CTC-INE 2012."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google