A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Visão Geral do RUP Unibratec Análise e Gerencia de Projetos Profº Henrique Vila Nova.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Visão Geral do RUP Unibratec Análise e Gerencia de Projetos Profº Henrique Vila Nova."— Transcrição da apresentação:

1 Visão Geral do RUP Unibratec Análise e Gerencia de Projetos Profº Henrique Vila Nova

2 Visão Geral do RUP Introdução Casos de Uso Arquitetura de Software Fluxo de Atividades da Metodologia Fases do RUP CONCEPÇÃO ->ELABORAÇÃO ->CONSTRUÇÃO -> TRANSIÇÃO Boas Práticas

3 Introdução ao RUP Conjunto das Melhores Práticas em Engenharia de Software Não Define uma Metodologia È uma Plataforma de Processos Metodologia é o resultado de uma Configuração ou instanciação dos processos Ferramentas sugeridas pelo RUP Ferramentas Rational A Linguagem UML

4 Rational Unified Process (RUP) Características Iterativo e Incremental O Sistema é construído incrementalmente através de vários mini-projetos que se repetem (iterativos) Orientado a Objetos Guiado por Casos de Uso A Arquitetura tem papel central Planejado por Riscos Reduz riscos e aumenta a previsibilidade

5 Casos de Uso É uma forma específica de uso do sistema através da execução de alguma de suas funcionalidades É uma funcionalidade, mostrada por uma seqüencia de mensagens trocadas entre o sistema e um ou mais usuários externos(atores), junto com as ações executadas pelo sistema

6 Casos de Uso (por que usar?) Descrevem o que acontece dentro do sistema Ajuda a comunicação entre clientes e desenvolvedores Mostram apenas o que o sistema faz, e não como. Capturam o comportamento do sistema, sem a necessidade de especificar como esse comportamento será implementado

7 Casos de Uso Representação Gráfica Solicitar EstratoSolicitar Saldo Usuário da InternetPrograma Navegador Solicitar Saldo

8 Casos de Uso Representação Gráfica 2 Cliente Solicitar SaldoSacar DinheiroTransferir Entre Contas Uma Associação entre m ator e um caso de uso indica que há uma comunicação.

9 Casos de Uso Representação Gráfica 3 Cliente Realiza um pedidoTransferir Entre Contas Empresa de Entrega

10 Casos de Uso na UML Significa um caminho através de um Caso de uso Uma instância de um caso de Exemplos Sacar Dinheiro Tentativa de Saque MAS senha Incorreta Tentativa de Saque MAS Saldo Insuficiente Realizar Login Login com Sucesso Longin Incorreto Esqueci minha Senha

11 Casos de Uso - Pacotes Servem para Agrupar Casos de Uso Relacionados Critérios para Agrupamento: Ator Funcionalidade correlatas Processos Camadas

12 Casos de Uso Modelo que Descreve os casos de Uso do Sistema e Atores relacionados Especificação de Casos de Uso Modelos de Casos de uso

13 Arquitetura de Software Nos Requisitos, a arquitetura aparece assim; Nossa aplicação deve operar via WEB nas plataformas UNIX, Macintoch. OS/2 e Win. O produto deve ser Compativel com Corba. O Sistema deve garantir excelente tempo de resposta.

14 Arquitetura de Software O que é Arquitetura? Componentes de Software Suas Propriedades Visíveis externamente O Relacionamento entre os Componentes

15 Arquitetura de Software Como Descrever a Arquitetura? Elemenos que tratam vários aspectos Organização do Sistema em Termos de Componentes Estruturas Globais de Controle Protocolos de Comunicação Interações entre Componentes Distribuição Física Escalabilidade e desempenho Evolução do Sistema

16 Arquitetura de Software Elemenos a serem Representados em um documento de Arquitetura de Software Objetos Servidor Módulos Hardware Cliente Protocolos BD´s ATRAVÉS DE DIFERENTES VISÕES

17 Arquitetura de Software Visões: Casos de Uso Lógica Implementação Processos Distribuição

18 Arquitetura de Software Visões de Caso de Uso Ilustra os casos de Uso e cenários arquiteturalmente importantes extrato TransferenciaLogin

19 Arquitetura de Software Visão Lógica Ilustra os Subsistemas, Pacoes ou Classes Envolve Diagramas Classes, Estados e Objetos Financeiro Estoque Contabilidade

20 Arquitetura de Software Visão de Implementação Captura decisões de implementação Organização dos Componentes Arquivo FonteExecutavel

21 Arquitetura de Software Visão de Processos Mapeamento de Classes e Subsistemas

22 Arquitetura de Software Visão de Distribuição Distribuição Física do Sistema Objetos Responsáveis pelo controle de Processamentos :Browser :Controle Transação :Controle Declarações

23 Arquitetura de Software Importancia Abstrair informações detalhadas do Sistema Provem Informações como: Análise do Sistema como um todo Tomada de Decisões (técnicas ou Gerenciais) Redução de Riscos

24 Arquitetura de Software Diagrama Exemplo 0..N Repositorio ContasInternet Repositorio ContasCorrente Repositorio PagamentoCartão Repositorio OperadoraCartão

25 Fluxo de Atividades Planejamento e Gerenciamento Iniciar Projeto Estudar Viabilidade Aprovar Projeto Identificar Riscos Atestar Conclusão do Projeto Executar Plano de Iteração Avaliar Iteração Finalizar Projeto Reavaliar Riscos Desenvolver Plano de Iteração Desenvolver Plano de Projeto Priorizar Casos de Uso Contratante Gerente de Projeto Arquiteto

26 Fluxo de Atividades Modelagem de Negócio Analista De Processos De Negócio Localizar Processo No Ambiente Organizacional Descrever Processo de Negócio Identificação Oportunidade de Melhoria Re-projetar processos de baixa perfomance

27 Fluxo de Atividades Requisitos Projetista da Interface Analista de Sistemas Revisor de Requisitos UsuárioPrototipar Interface Levantar Requisitos do Sistema Detalhar Especificação de Caso de Uso Estruturar Modelo de Casos de Uso Revisar Requisitos Homologar Requisitos

28 Fluxo de Atividades Análise e Projeto Revisor de Projeto Projetar Casos de Uso Analisar Casos de Uso Projetar Banco de Dados Projetar Arquitetura Homologar Requisitos Projetar Subsistemas DBA Analista de Sistemas Arquiteto de Software

29 Fluxo de Atividades Implementação Estruturar Modelo de Implementação Planejar Integração Corrigir Defeitos Integrar Sistemas Implementar Componentes Arquiteto Programador Revisor de Código Integrador Realizar Testes Unitários Revisar Código

30 Fluxo de Atividades Testes Implementar Testes Executar Testes Elaborar Plano de Testes Avaliar Testes Testador Programador Projetista De Testes Projetar Testes

31 Fases do RUP Concepção Elaboração Construção Transição

32 Fases do RUP Gráfico do Fluxo de Processos do RUP

33 Fases do RUP Concepção Características 1. Justifica a Necessidade d Projeto 2. Prove a Viabilidade do Sistema 3. Sua Necessidade 4. Definição de Limites (estimativas) para Orçamento, Cronograma e Retorno de Investimento

34 Fases do RUP Objetivos Definir o Escopo do Software Visão do Projeto Definir os Critérios de Aceitação do Produto final O que faz parte e o que não faz parte do Sistemas Descobrir Casos de Uso Críticos Estimar por Alto o Custo e o Cronograma de todo o Projeto Concepção

35 Fases do RUP Objetivos (continuação) Levantar os Potenciais Riscos Preparar o Ambiente de suporte do Projeto Definir e preparar os processos e ferramentas a serem utilizados Definir e, eventualmente demonstrar com protótipos Concepção

36 Fases do RUP Grafico Concepção

37 Fases do RUP Elaboração Objetivos Capturar a maioria dos Requisitos Construir a Arquitetura do Sistema Na Forma de um Executavel Produzir protótipos Descartaveis Requisitos ou Projeto Reusabilidade de Componentes Viabilidade Técnica Implantar o ambiente de surpote Detalhar Planejamento

38 Fases do RUP Elaboração Grafico

39 Fases do RUP Construção/Implementação Características Produzir Versões para Beta-Testes Ênfase na produção de um Software operacional Envolve Análise, Projeto e Implementação dos Requisitos Levantados na Elaboração 80% dos Casos de Uso já foram levantados A Implementação Finaliza o sistema, atingindo 100% das funcionalidades implementas

40 Fases do RUP Objetivos Finalizar 100% dos casos de uso implementados Testes Unitários Versão Beta para Intetrgação Construção

41 Fases do RUP Construção Grafico

42 Fases do RUP Transição Garante que o Software estará Disponivel aos usuários Finais Garante a Confiança de que o Software pode entrar em Produção Beta-Testes Pequenos Ajustes Configuração do ambiente ou software Questões de Usabilidade ou Instalação

43 Fases do RUP Verifica se realmente atende às necessidades dos usuários e do negócio do cliente. Descobri riscos não identificados anteriormente Corrigir problemas de Documentação Focalizar áreas nas quais os usuários necessitam de melhor treinamento e informação

44 Fases do RUP Transição Grafico


Carregar ppt "Visão Geral do RUP Unibratec Análise e Gerencia de Projetos Profº Henrique Vila Nova."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google