A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Gestão para resultados em ambiente de alta discricionariedade: desafios Regina Pacheco, FGV-EAESP.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Gestão para resultados em ambiente de alta discricionariedade: desafios Regina Pacheco, FGV-EAESP."— Transcrição da apresentação:

1 Gestão para resultados em ambiente de alta discricionariedade: desafios Regina Pacheco, FGV-EAESP

2 Serviços públicos e democracia Serviços de qualidade: – reforçam legitimidade do Estado – promovem cidadania Expectativas da sociedade sobre Estado: – não só probidade; desempenho

3 Setor público Expansão último século / complexidade da máquina Últimas 3 décadas: novas expectativas dos cidadãos (desempenho) e dos políticos (responsividade) Pressões orçamentárias Insatisfação dos cidadãos com os serviços

4 Respostas – gestão púbica Finanças públicas Recursos humanos Estrutura (diversificação; agencies + ARs) Contratualização de resultados Parcerias para prestação dos serviços Uso de mecanismos de mercado (vouchers) Relação com cidadãos (open government)

5 Respostas... Padrões de serviços Novas formas de controle Flexibilidade para gerentes e responsabilização por resultados Mensuração de resultados / indicadores

6 Países da OCDE Concessão de flexibilidades de gestão como caminho para melhoria de desempenho: – diferenciação das regras – RH, orçamento, compras… – confiança no gestor público + compromisso com resultados + incentivos

7 Tendências para os próximos anos (Kelman, 2007) Mensuração e gestão do desempenho Contratualização de resultados Colaboração interorganizacional Poder de escolha ao usuário e competição Reformas orçamentárias em direção à eficiência

8 Salvador Vega, ex-Ministro de Administração, México Futuro dos serviços públicos: Biometria Arquivo pessoal em cloud Banda larga para todos Dados abertos e focalizados Simplificação de regras e eliminação das desnecessárias

9 Cultura burocrática x gerencial Cultura do controle Cultura do processo Cultura da conformidade Cultura da responsabilidade Cultura do resultado Cultura da avaliação permanente

10 Poster – Paris, maio de 1968

11 A mensuração de desempenho não é um fim em si mesmo; só tem sentido se utilizada para melhorar o desempenho da organização. (R.Behn)

12 7 erros frequentes PerformanceStat (Behn) Falta clareza sobre resultado visado Responsabilidades não definidas Monitoramento irregular, inconstante Dirigente não assume condução do processo Falta equipe dedicada à análise das infos Não há follow-up do que foi combinado Entre o clima brutal e ameno demais

13 problemas Dificuldade para calibrar as metas Visão dos órgãos de controle Processo orçamentário Meta como um fim em si mesma Gaming

14 gaming a plethora of unintended, negative consequences are documented. Teachers are teaching the test; ambulances are waiting outside of the hospital to improve response times; waiting lists are reduced by creating waiting lists for waiting lists; follow up visits are cancelled; delayed trains are wrongly registered as broken and creative accounting is abound... (Van Dooren, 2008)

15 Enfrentando os problemas Fatores minimizam os problemas: sentido de missão; qualidade da liderança; comunicação Nem tudo é gaming. Também há gaming burocrático. Vantagens são maiores do que os problemas Aprendizado e melhoria contínua

16 Dirigentes: duplo papel Para obter real aumento de desempenho das unidades, os líderes devem tanto pressionar seus responsáveis como ajudá-los a ter sucesso

17 Burocracia clássica e street-level bureaucracy Burocracia weberiana: – Hierarquia – Separação entre decisão e execução – Atividades previamente descritas Street-level bureaucracy (Michael Lipsky, 1980): – Discricionariedade e autonomia. – Ethos profissional; tensão. – Conexão entre formulação e implementação da política

18 GpR: natureza da atividade e tipos de organização (J.Wilson) Organização orientada por resultados (Correios = outputs e outcomes observáveis) Organização orientada por procedimentos (militares = outputs observáveis) Organização artesanal (auditores da receita = outcomes observáveis) Organização não baseada em rotinas (diplomacia; educação = outputs e outcomes não observáveis)

19


Carregar ppt "Gestão para resultados em ambiente de alta discricionariedade: desafios Regina Pacheco, FGV-EAESP."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google