A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

1 Cap 2 – Processo de Software Ricardo L Schneider FES – 2002/1.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "1 Cap 2 – Processo de Software Ricardo L Schneider FES – 2002/1."— Transcrição da apresentação:

1 1 Cap 2 – Processo de Software Ricardo L Schneider FES – 2002/1

2 2 Engenharia de Software Aplicação das ciências: Computação; Matemática; Economia; Administração; Sociologia; Psicologia, ….

3 3 … Na construção produtos profissionais de Software: Programas; Documentos; Documentação; e Dados.

4 4 Processo da Eng de Software Foco na Qualidade Processo Métodos Ferramentas

5 5 Visão genérica da Eng de Soft Qual é o problema a resolver? Que da entidade resolve o problema? Como a entidade pode ser realizada? Como poderá ser construida? Como descobrir erros no design e construção? Como fazer a manutenção?

6 6 Fases genéricas: Definição (O Quê) Desenvolvimento (Como) Manutenção: Correção Adaptação Melhoria Prevenção

7 7 Maturidade do Processo CMM – Capability Maturity Model SEI – Software Engineering Institute (Carnegie Mellon University – Pittsburgh – USA)

8 8 Níveis do CMM: 1 – Inicial: ad hoc, esforço individual 2 – Repetitível: gerência de projeto, repetir sucesso de projetos anteriores 3 – Definido: documentado, padronizado e integrado com os padrões da organização 4 – Gerenciado: medidas detalhadas do processo e do produto 5 – Otimizado: melhorias contínuas pelo feedback do processo. Idéias inovadoras

9 9 KPA – Key process area Objetivos Compromissos Habilidades Atividades Métodos de monitoramento da implementação Métodos de verificação da implementação

10 10 Modelo de Processo Status quo Definição do Problema Integração da Solução Desenvolvimento Técnico

11 11 Modelo Linear Sequencial (cascata ou clássico) Modelagem Análise Design Codificação Testes Instalação

12 12 Problemas do ciclo clássico Os projetos reais raramente seguem o fluxo sequencial que o modelo propõe Muitas vezes é difícil para o cliente declarar todas as exigências explicitamente Uma versão do sistema só estará disponível em um ponto muito tardio do cronograma do projeto

13 13 Coleta e Refinamento dos Requisitos Fim Início Engenharia do Produto Refinamento do Protótipo Avaliação do Protótipo pelo Cliente Construção do Protótipo Projeto Rápido Desenvolvimento por Protótipos

14 14 Protótipo Desenvolver pelo menos 2 vezes Protótipos técnicos Protótipos funcionais

15 15 RAD (Rapid Application Development) Modelagem do negócio Modelagem dos dados Modelagem dos processos Geração da aplicação Testes & modificações dias Equipe #1 Equipe #2

16 16 Problemas do RAD Equipes suficientes Comprometimento dos usuários e técnicos Nem todos os sistemas são adequados: Baixa modularidade Requisitos de alta performance Riscos técnicos elevados

17 17 Modelo Incremental AnáliseDesignCodificaçãoTestes AnáliseDesignCodificaçãoTestes AnáliseDesignCodificaçãoTestes 1 o increm. 2 o inc

18 18 Modelo Espiral Planejamento Análise dos Riscos Avaliação do Cliente Engenharia Análise dos riscos baseada nos requisitos iniciais Análise dos riscos baseada na reação do cliente Decisão de Prosseguir ou não Na direção de um sistema concluido Coleta inicial dos Requisitos e Planejamento do Projeto Planejamento baseado nos comentários do cliente Avaliação do cliente Protótipo de Software inicial Protótipo de nível seguinte Sistema construido pela engenharia

19 19 Regiões de tarefas: Comunicação com o cliente Planejamento Análise de riscos Engenharia do produto Construção e liberação do produto Avaliação do cliente

20 20 Modelo WINWIN (espiral) Negociação com o cliente: 1. Identificação dos acionistas 2. Determinação das condições de ganho dos acionistas 3. Negociação com os acionistas para reconciliar as suas condições de ganho com os ganhos do projeto

21 21 Desenvolvimento baseado em componentes Identificar Componentes candidatos Colocar novos Componentes Na biblioteca Construir N a Interação do sistema Extrair Componentes se disponíveis Procurar componentes na Biblioteca Construir Componentes se indisponíveis

22 22 Métodos Formais Cleanroom software engineering Modelos matemáticos Dificuldades: Tempo e custo maior Conhecimento e treinamento Modelos difíceis de os usuários entenderem

23 23 Linguagens de 4 a geração (4GL) Linguagens não procedurais para consultas a bancos de dados Geradores de relatórios Gerenciadores de dados Interfaces gráficas Geradores de código Planilhas eletrônicas Geradores de HTML


Carregar ppt "1 Cap 2 – Processo de Software Ricardo L Schneider FES – 2002/1."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google