A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

© Pedro Ferreira 2006LEEC 2006/20071 Licenciatura em Engenharia Electrotécnica e de Computadores Pedro M. Ferreira Políticas.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "© Pedro Ferreira 2006LEEC 2006/20071 Licenciatura em Engenharia Electrotécnica e de Computadores Pedro M. Ferreira Políticas."— Transcrição da apresentação:

1 © Pedro Ferreira 2006LEEC 2006/20071 Licenciatura em Engenharia Electrotécnica e de Computadores Pedro M. Ferreira Políticas de telecomunicações e estrutura da indústria: perspectiva histórica

2 © Pedro Ferreira 2006LEEC 2006/20072 Alguns conceitos fundamentais de economia aplicados a redes de computadores Curvas de procura e de oferta Cálculo de receitas e custos Mercados em equilíbrio Ineficiência dos mercados Tecnologias com economias de escala Tecnologias com externalidades de rede Monopólios naturais

3 © Pedro Ferreira 2006LEEC 2006/20073 Curva de procura

4 © Pedro Ferreira 2006LEEC 2006/20074 Curva de oferta

5 © Pedro Ferreira 2006LEEC 2006/20075 Mercado em equilíbrio

6 © Pedro Ferreira 2006LEEC 2006/20076 Receitas, custos e valor

7 © Pedro Ferreira 2006LEEC 2006/20077 Ineficiência do mercado

8 © Pedro Ferreira 2006LEEC 2006/20078 Preço de um monopolista

9 © Pedro Ferreira 2006LEEC 2006/20079 Custos marginais

10 © Pedro Ferreira 2006LEEC 2006/ Custos médios

11 © Pedro Ferreira 2006LEEC 2006/ Economias de escala

12 © Pedro Ferreira 2006LEEC 2006/ Economias de escala

13 © Pedro Ferreira 2006LEEC 2006/ Monopólio natural

14 © Pedro Ferreira 2006LEEC 2006/ Regular um monopólio natural

15 © Pedro Ferreira 2006LEEC 2006/ Curva de procura com externalidades de rede $ 0 1 P=1-s s

16 © Pedro Ferreira 2006LEEC 2006/ Curva de procura com externalidades de rede $ 0 1 P=1-s P s P=(1-s)×s

17 © Pedro Ferreira 2006LEEC 2006/ Curva de procura com externalidades de rede $ 0 1 P=1-s P s P=(1-s)×s MC Equilíbrio Instável Equilíbrio Estável

18 © Pedro Ferreira 2006LEEC 2006/ Milestones do desenvolvimento da indústria das telecomunicações nos EUA Monopólio Natural da AT&T Aparecimento de competição a nível global Separação da AT&T Terminação de chamadas locais Aparecimento de competição a nível regional Modelos de competição local Problemas encontrados e o fracasso dos CLECs Tendências dos mercados globais

19 © Pedro Ferreira 2006LEEC 2006/ Indústria das telecomunicações Anos 60 e 70 $$

20 © Pedro Ferreira 2006LEEC 2006/ Aparecimento de competição ao nível global

21 © Pedro Ferreira 2006LEEC 2006/ Algumas formas de regulação Regulação tradicional: –Taxa de retorno –Preço de venda –Barreira à entrada Regulação estrutural: –Separação das actividades em mercados com características de monopólio natural das actividades em mercados naturalmente competitivos

22 © Pedro Ferreira 2006LEEC 2006/ Regulação de taxa de retorno e/ou preços Taxa de retorno: –Aprovisionamento do serviço: C $ –Preço de venda do serviço: P $ –Número de períodos de análise: N –Taxa de retorno média por período: r P=C(1+r) N

23 © Pedro Ferreira 2006LEEC 2006/ Regulação de taxa de retorno e/ou preços Taxa de retorno com vários produtos: –Despesa Operacional: DO –Quantidade vendida do produto i: Qi –Preço de venda do produto i: Pi –Capital investido: K –Taxa de retorno: r Receita = produtos Q i.P i = DO + r.K Regulação: r < r aceitável

24 © Pedro Ferreira 2006LEEC 2006/ Regulação de taxa de retorno e/ou preços Dificuldades: –Qual a verdadeira estrutura de custos (DO)? –Regular taxa de retorno agregada de vários produtos e serviços permite Subsidiação cruzada (cross-subsidy) Preços a baixo do custo (predatory pricing) Alternativas: –Price caps: um limite superior no preço de cada produto individualmente (difícil de implementar) –Regulação estrutural

25 © Pedro Ferreira 2006LEEC 2006/ Regulação estrutural Acção (política, legislativa, …): –Segregar as actividades de monopólio natural daquelas que por natureza não o são Objectivos: –Permitir que a competição controle os preços e a qualidade de serviço nos mercados competitivos –Aplicar regulação no sector do monopolista natural –Impedir que um monopolista natural entre em mercados competitivos (cross-subsidy, predatoru pricing)

26 © Pedro Ferreira 2006LEEC 2006/ Separação da AT&T (74-84): As Baby Bells

27 © Pedro Ferreira 2006LEEC 2006/ Preço de terminação de chamadas $ $

28 © Pedro Ferreira 2006LEEC 2006/ Aparecimento de competição ao nível regional (início anos 90) Bypass Vendor Special Access

29 © Pedro Ferreira 2006LEEC 2006/ ilec´s e clec´s Bypass Vendor Special Access Incumbent local exchange carrier ILEC Competitive local exchange carrier CLEC

30 © Pedro Ferreira 2006LEEC 2006/ Competição ao nível regional: instalação paralela

31 © Pedro Ferreira 2006LEEC 2006/ Competição ao nível regional: instalação patilhada Unbundled Network Elements (UNEs) COPPEROPTICAL FIBER

32 © Pedro Ferreira 2006LEEC 2006/ Telecom Act de 1996 Objectivos: –abrir à competição o mercado de acesso local à infra- estruturas de telecomunicações –deixar que, em troca, as Baby bells entrem no mercado long-distance

33 © Pedro Ferreira 2006LEEC 2006/ Competitive Local Exchange Carriers

34 © Pedro Ferreira 2006LEEC 2006/ O Fracasso dos clec´s %Linhas Construídas 69.1%Linhas Re-utilizadas (UNE) ~12%Total de linhas Consideradas Fonte: FCC, 2001, Relatório de 94 CLECs

35 © Pedro Ferreira 2006LEEC 2006/ Competitive Local Exchange Carriers 10.2%20.8%6.6%CLEC 89.8%79.2%93.4%ILEC TOTALGEs, instituições e governo Residencial e PMEs Quotas mercado Fonte: FCC, 2001

36 © Pedro Ferreira 2006LEEC 2006/ O Mercado Long-distance Market Share

37 © Pedro Ferreira 2006LEEC 2006/ Inovação tecnológica ao nível da capacidade de transporte QWEST

38 © Pedro Ferreira 2006LEEC 2006/ Inovação tecnológica ao nível da capacidade de transporte LEVEL 3

39 © Pedro Ferreira 2006LEEC 2006/ Inovação tecnológica ao nível da capacidade de transporte WILLIAMS CORP.

40 © Pedro Ferreira 2006LEEC 2006/ Inovação tecnológica ao nível da capacidade de transporte ENRON BB

41 © Pedro Ferreira 2006LEEC 2006/ Aplicação da Lei de Moore à largura de banda

42 © Pedro Ferreira 2006LEEC 2006/ Aplicação da Lei de Moore à largura de banda

43 © Pedro Ferreira 2006LEEC 2006/ Aplicação da Lei de Moore à largura de banda

44 © Pedro Ferreira 2006LEEC 2006/ Aplicação da Lei de Moore à largura de banda

45 © Pedro Ferreira 2006LEEC 2006/ Drástica redução do preço das chamadas

46 © Pedro Ferreira 2006LEEC 2006/ Redução do preço ainda mais drástica: Voz sobre IP

47 © Pedro Ferreira 2006LEEC 2006/ Redução do preço ainda mais drástica: Voz sobre IP

48 © Pedro Ferreira 2006LEEC 2006/ Desenvolvimento paralelo das redes de comunicações de dados Desenvolvimento da Internet NSFNET e NAPs Passagem para o domínio comercial O advento da World Wide Web Acordos de interligação entre ISPs A estrutura da Internet

49 © Pedro Ferreira 2006LEEC 2006/ ARPANET, DOD, 1969

50 © Pedro Ferreira 2006LEEC 2006/ NSFNET, 1971

51 © Pedro Ferreira 2006LEEC 2006/ NSFNET backbone, 1985

52 © Pedro Ferreira 2006LEEC 2006/ Pontos de interligação (financiamento NSF )

53 © Pedro Ferreira 2006LEEC 2006/ Network Access Points (NAPs)

54 © Pedro Ferreira 2006LEEC 2006/ Tráfego na NSFNET aquando da passagem para o domínio comercial

55 © Pedro Ferreira 2006LEEC 2006/ A explosão do número de utilizadores

56 © Pedro Ferreira 2006LEEC 2006/ O advento da World Wide Web HTTP

57 © Pedro Ferreira 2006LEEC 2006/ O advento da World Wide Web Wassily Kandinsky Composition VIII 1923

58 © Pedro Ferreira 2006LEEC 2006/ O advento da World Wide Web

59 © Pedro Ferreira 2006LEEC 2006/ Taxas de penetração do uso da Internet Novembro 2005 (fonte: cypherbit)

60 © Pedro Ferreira 2006LEEC 2006/ Cada país, uma realidade: O caso de Portugal

61 © Pedro Ferreira 2006LEEC 2006/ Acordos de Interligação: Peering

62 © Pedro Ferreira 2006LEEC 2006/ Acordos de Interligação: Transit

63 © Pedro Ferreira 2006LEEC 2006/ Acordos de Interligação: Transit ISP

64 © Pedro Ferreira 2006LEEC 2006/ Acordos de Interligação entre Internet Service Providers

65 © Pedro Ferreira 2006LEEC 2006/ Estrutura da Internet

66 © Pedro Ferreira 2006LEEC 2006/ As tecnologias de informação e comunicação em Portugal ANACOM, 2005 Posse de Computador:Posse de Internet:Posse de Banda Larga:Tipo de Ligação Banda Larga: ( base: total dos inquiridos) ( base: tem internet)( base: tem banda larga) ( base: total dos inquiridos)

67 © Pedro Ferreira 2006LEEC 2006/ As tecnologias de informação e comunicação em Portugal ANACOM, 2005

68 © Pedro Ferreira 2006LEEC 2006/ As tecnologias de informação e comunicação em Portugal ANACOM, 2005

69 © Pedro Ferreira 2006LEEC 2006/ As tecnologias de informação e comunicação em Portugal ANACOM, 2005

70 © Pedro Ferreira 2006LEEC 2006/ Alternativas ao nível do lacete local WiMax (5.8 GHz) –mobile wireless com acesso até (?)20 km –1.5 Mbps

71 © Pedro Ferreira 2006LEEC 2006/ Alternativas ao nível do lacete local Fixed Wireless Access (FWA): –Utilização de tecnologia via rádio (3500 Hz) –Transmissão até alguns Mbps (Triple play)

72 © Pedro Ferreira 2006LEEC 2006/ Inovação ao nível dos sistemas de informação

73 © Pedro Ferreira 2006LEEC 2006/ Inovação ao nível dos sistemas de informação EGEE project:

74 © Pedro Ferreira 2006LEEC 2006/ Bibliografia: Protocolos e Tecnologias

75 © Pedro Ferreira 2006LEEC 2006/ Bibliografia: Desenvolvimento e estrutura da Internet


Carregar ppt "© Pedro Ferreira 2006LEEC 2006/20071 Licenciatura em Engenharia Electrotécnica e de Computadores Pedro M. Ferreira Políticas."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google