A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Capitulo 8 Argumentos para restringir comércio. Ganhos do Comércio Ganhos de eficiência; Ganhos de economias de escala; Oportunidades de inovação e aprendizagem;

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Capitulo 8 Argumentos para restringir comércio. Ganhos do Comércio Ganhos de eficiência; Ganhos de economias de escala; Oportunidades de inovação e aprendizagem;"— Transcrição da apresentação:

1 Capitulo 8 Argumentos para restringir comércio

2 Ganhos do Comércio Ganhos de eficiência; Ganhos de economias de escala; Oportunidades de inovação e aprendizagem;

3 1992- Mercado Único Uma união aduaneira pode liberalizar o comércio? Barreiras não aduaneiras: – Diferenças de regulamentação; – Diferenças de standards técnicos;

4 Argumentos a favor das restrições ao comércio Não verificação dos pressupostos do mercado de concorrência perfeita: – Indústria monopolista – Exterioridades ou Externalidades Efeitos sobre a distribuição do rendimento Efeitos sobre os termos de troca no caso de grandes países; – O caso da taxa aduaneira óptima Argumentos não económicos.

5 Política Comercial nos países em desenvolvimento Após a II Grande Guerra as políticas comerciais foram condicionadas pela crença de a chave do desenvolvimento económico era a criação dum forte sector industrial; A melhor forma de criar uma industria nacional era protegê-la da competição internacional;

6 A defesa das indústrias nascentes Os países em desenvolvimento têm uma vantagem comparativa potencial no sector industrial; Defende a criação de protecção no curto prazo para uma nova industria incapaz de competir com rivais mais experientes noutros países; As restrições ao comércio são temporárias e provocam perdas de bem estar no curto prazo que serão compensados quando a industria for capaz de competir sem protecção no mercado mundial.

7 Contra-Argumentos Dificuldade em seleccionar bons candidatos a proteger; Não é evidente que o estado é mais eficaz a identificar vencedores do que os investidores privados; A remoção da protecção temporária tem-se revelado difícil; Existem políticas alternativas mais eficientes, como por ex. o subsídio à produção. Se o objectivo é suportar a produção então a política directa mais eficiente é subsidiar a produção e não restringir o comércio livre.

8 Fomento Industrial Industria que substituem importações; Fomento de industrias exportadoras;

9 O Caso Das Distorções Domésticas O efeito duma indústria monopolística O efeito das exterioridades

10 O argumento da tarifa óptima A taxa aduaneira óptima é a que maximiza o bem estar do país que a impõe assumindo que o parceiro comercial não responde.

11 O argumento da tarifa óptima A criação duma taxa aduaneira por um país grande tem dois efeitos: O efeito sobre o volume de comércio que é reduzido por via da taxa aduaneira; O efeito sobre os termos de troca.

12 O efeito sobre os termos de troca Um grande país tem uma quota do mercado mundial suficientemente grande para afectar os termos de troca. A criação duma taxa aduaneira por um grande país reduz a procura no mercado internacional baixando o preço praticado pelos produtores estrangeiros.

13 O efeito de monopólio O poder de monopólio num mercado tem como efeito que os preços relativos não reflectem o verdadeiro custo de oportunidade da produção isto é: P x /P y < Mc x /Mc y

14 Exterioridades ou Externalidades Um caso importante de falha do mercado ocorre com a presença de efeitos externos ou exterioridades. Um agente económico exerce um efeito externo quando a sua actividade causa benefícios ou custos a outro ou outros agentes económicos.

15 Exterioridades Exterioridade positiva se a actividade causa benefícios. Exterioridade negativa se a actividade causa prejuízos.

16 Custos privados e custos sociais Os custos ou benefícios privados não têm em conta os efeitos das exterioridades. Os custos ou benefícios sociais somam aos custos privados os efeitos das exterioridades.

17 Exterioridade positiva: formação profissional

18 Os argumentos da falha de mercado doméstico Argumentos defendendo o comércio livre: – Falhas no mercado doméstico devem ser corrigidas por políticas internas e não por políticas comerciais; – A capacidade de diagnosticar falhas de mercado é insuficiente para definir políticas correctivas …

19 P Q Pw Pw+t MSBc a b Q S D O caso duma taxa aduaneira com falha de mercado

20 Indústrias com elevada protecção Agricultura; Vestuário; Têxtil; Calçado;

21 Negociações Multilaterais de Comércio Vantagens da negociação Multilateral A história do GATT – Kennedy Round(1967) Redução das taxas aduaneiras em 50% nos países industrializados; Redução média de taxas aduaneiras em 35% – Tokyo Round(1979) Acordo para controlar expansão de barreiras não aduaneiras; – Uruguay Round(1994) Redução das taxas aduaneiras em 40% Redução dos subsídios à exportação em 36% Eliminação das restrições quantitativas ao comércio em têxteis e vestuário no prazo de 10 anos A Organização Mundial de Comércio (OMC) – Doha Round

22 Acordos Preferenciais de Comércio Acordos Bilaterais; Áreas de Comércio Livre; Uniões Aduaneiras; – Criação de comércio; – Desvio de Comércio


Carregar ppt "Capitulo 8 Argumentos para restringir comércio. Ganhos do Comércio Ganhos de eficiência; Ganhos de economias de escala; Oportunidades de inovação e aprendizagem;"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google