A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Matem á tica Aplicada: Uma á rea de Oportunidades José Alberto Cuminato ICMC-USP – São Carlos I Semana de Matemática Computacional da UFMG 26 a 29 de Fevereiro.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Matem á tica Aplicada: Uma á rea de Oportunidades José Alberto Cuminato ICMC-USP – São Carlos I Semana de Matemática Computacional da UFMG 26 a 29 de Fevereiro."— Transcrição da apresentação:

1 Matem á tica Aplicada: Uma á rea de Oportunidades José Alberto Cuminato ICMC-USP – São Carlos I Semana de Matemática Computacional da UFMG 26 a 29 de Fevereiro de 2008

2 Matemática Aplicada cálculo numérico matemática aplicada à engenharia otimização e modelagem contínua teoria dos grafos teoria da informação teoria dos jogos probabilidade e estatística matemática financeira criptografia combinatória grande parte da ciência da computação. bio-matemática e bio-informática Definição: Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre. Ramo da Matemática - trata da aplicação do conhecimento matemático a outros domínios. Tais aplicações incluem: A matemática aplicada à engenharia modela processos físicos e, portanto, é muito similar à física teórica. Subdivisões importantes incluem: Otimização, Métodos Numéricos para Equações Diferenciais, Modelagem Geométrica, Processamento de Imagens e Sinais, Geração e Manipulação de Malhas, entre outras.

3 Cursos de Graduação Cursos de Pós-Graduação SBMAC

4 Instituição de Ensino Cursos de Graduação ICMC – USP – São Carlos Bacharelado em Matemática Aplicada e Computação Científica IBILCE – UNESP – São José do Rio Preto Bacharelado em Matemática Aplicada e Computacional IME – USP – São Paulo Bacharelado em Matemática Aplicada e Matemática Aplicada e Computacional FFLCHRP - USP – Ribeirão Preto Bacharelado em Matemática Aplicada a Negócios IMECC – UNICAMP - Campinas Bacharelado em Matemática Aplicada e Computacional

5 DMAT - UFPR – Curitiba Matemática Industrial DMA - IM – UFRJ – Rio de Janeiro Bacharelado em Matemática Aplicada e Computação Científica PUC – Rio de Janeiro Bacharelado em Matemática Aplicada IM – UFRGS - RS Bacharelado em Matemática Aplicada UFMG - MG Matemática Computacional Instituição de Ensino Cursos de Graduação

6 IBILCE – UNESP Bacharelado em Matemática Aplicada e ComputacionalIBILCE – UNESP Objetivos Iniciar o estudante em atividades de pesquisa na área, quer esta se desenvolva concomitantemente ao ensino superior, quer em empresas públicas ou privadas. O profissional formado pelo curso deverá ter capacidade de aprendizagem continuada, de aquisição de novas idéias e tecnologias, de comunicar-se matematicamente e de compreender matemática, de estabelecer relações entre a mesma e outras áreas do conhecimento sempre com clareza, precisão e objetividade, além de uma visão histórica e crítica da matemática tanto no seu estado atual como nas várias fases de sua evolução. Para alcançar estes objetivos o trabalho junto ao bacharelado deve ser desenvolvido de modo que o profissional formado no curso venha a atuar de forma autônoma quer trabalhe em grupo ou individualmente.

7 ICMC – USP – São Carlos Bacharelado em Matemática Aplicada e Computação Científica ICMC – USP – São Carlos Objetivos do Curso Formar profissionais com sólidos conhecimentos matemáticos e computacionais, principalmente na área da ênfase escolhida. Incentivar o estudo, a pesquisa e a formação profissional, permitindo combinar uma formação científica a uma formação voltada para o mercado, preparando o aluno para trabalhar tanto em industrias como na área acadêmica.

8 Ênfases: o Mecânica dos Fluidos Computacional: formação de profissional capaz de atuar nas áreas de desenvolvimento, manutenção e utilização de software científico para simulação de sistemas de interesse na área das ciências aplicadas. o Estatística: formação de profissional capaz de atuar em áreas que demandem proficiência no uso e desenvolvimento de técnicas de computação, aliados a uma sólida base em Estatística, tal como o controle de qualidade em linhas de produção industriais. o Matemática Aplicada e Computacional: formação de profissional capaz de atuar em áreas de computação onde há notória necessidade de boa base matemática, tal qual o processamento de imagens e a elaboraçãode códigos para o processamento e interpretação de sinais, por exemplo, em tecnologia para exames sofisticados da medicina atual.

9 Estrutura do Curso: Programado para 8 semestres. Os 4 primeiros - ciclo básico: o aluno cursará disciplinas obrigatórias de matemática, computação, física e probabilidade. Os 4 últimos - o aluno já terá optado por qual ênfase seguir e estará cursando disciplinas optativas relacionas com a ênfase escolhida, além de outras matérias obrigatórias para complementar a sua formação em estatística, computação e matemática. O aluno deverá cursar um número mínimo de créditos de matérias optativas para conseguir a sua ênfase e, ainda, as optativas livre, que poderá escolher dentre a gama de matérias oferecidas pelo instituto, desde que aprovadas pela Seção de Graduação. Além disso, no último semestre, deverá escolher entre um estágio supervisionado, um projeto orientado por um professor ou por fazer uma matéria optativa a mais. Essa escolha depende bastante do que quer o aluno após concluir a graduação.

10 IBILCE – UNESP Bacharelado em Matemática Aplicada e ComputacionalIBILCE – UNESP Objetivos Iniciar o estudante em atividades de pesquisa na área, quer esta se desenvolva concomitantemente ao ensino superior, quer em empresas públicas ou privadas. O profissional formado pelo curso deverá ter capacidade de aprendizagem continuada, de aquisição de novas idéias e tecnologias, de comunicar-se matematicamente e de compreender matemática, de estabelecer relações entre a mesma e outras áreas do conhecimento sempre com clareza, precisão e objetividade, além de uma visão histórica e crítica da matemática tanto no seu estado atual como nas várias fases de sua evolução. Para alcançar estes objetivos o trabalho junto ao bacharelado deve ser desenvolvido de modo que o profissional formado no curso venha a atuar de forma autônoma quer trabalhe em grupo ou individualmente.

11 IME – USP – São Paulo Bacharelado em Matemática Aplicada e Matemática Aplicada e Computacional Bacharelado em Matemática Aplicada e Computacional – com 50 vagas oferecido no período noturno. Bacharelado em Matemática Aplicada – com 20 vagas no período diurno sendo amplamente reformulado e tem estrutura muito similar à do novo Bacharelado em Matemática Aplicada e Computacional. Acesso - concurso vestibular da FUVEST. Os dois cursos fazem parte da mesma carreira de vestibular, conjuntamente com os cursos de Engenharia e Ciência da Computação.

12 Objetivos: Os cursos estão estruturados de forma a oferecer uma boa formação básica em matemática, com disciplinas de Cálculo, Estatística, Computação, Modelagem Matemática e fundamentos de Métodos Numéricos a serem cursadas ao longo dos dois primeiros anos. Ao final do terceiro semestre o aluno deverá optar por uma área de habilitação, dentre as seguintes: Bacharelado em Matemática Aplicada (Diurno) e Bacharelado em Matemática Aplicada e Computacional (Noturno).

13 Bacharelado em Matemática Aplicada – Diurno Bacharelado em Matemática Aplicada – Diurno Habilitação Ciências Biológicas (IB) Habilitação Sistemas e Controle (Poli) Habilitação Controle e Automação (Poli) Habilitação Métodos Matemáticos (IME) Bacharelado em Matemática Aplicada e Computacional - NoturnoBacharelado em Matemática Aplicada e Computacional - Noturno Habilitação Ciências Biológicas (IB) Habilitação Fisiologia e Biofísica (ICB) Habilitação Saúde Animal (FMVZ) Habilitação Estatística Econômica (FEA) Habilitação Sistemas e Controle (Poli) Habilitação Mecatrônica e Sistemas Mecânicos (Poli) Habilitação Comunicação Científica (ECA) Habilitação Saúde Pública (FSP) Novas habilitações podem vir a ser oferecidas para ambos os cursos. Os dois anos finais de curso serão dedicados à complementação da formação matemática do aluno e à área específica de sua habilitação.

14 FFCLRP - USP – Ribeirão Preto Bacharelado em Matemática Aplicada a NegóciosUSP – Ribeirão Preto É um curso de graduação oferecido pela Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto, através do seu Departamento de Física e Matemática, com a colaboração da Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade de Ribeirão Preto. O egresso deste curso será um profissional que dominará todas as técnicas matemáticas, desde a parte formal abstrata até a parte prática estatística e computacional, e que terá uma boa base conceitual e uma ampla familiaridade com os procedimentos das áreas de Economia, Administração e Contabilidade, podendo assim comunicar-se facilmente com os profissionais das referidas áreas e com eles interagir, formulando em conjunto as questões levantadas e propondo soluções técnicas com o devido grau de sofisticação que for necessário empregar. Também adquirirá suficiente experiência prática para atuar nas áreas específicas de especialização do curso, no nível requerido pelas necessidades das empresas e instituições regionais ou nacionais.

15 Objetivos O curso está orientado na direção de três grandes linhas de atuação, particularmente significativas para o País na época atual: Mercados financeiros: bancos comerciais e de investimento, bolsas de valores, de mercadorias e de futuros, fundos de crédito e de poupança, seguradoras. Planejamento regional e políticas fiscais: órgãos públicos municipais, estaduais e federais-Secretarias de Planejamento, Comércio, Fazenda, Energia, Transporte, Saneamento, Educação, Turismo, Cultura, etc. Comércio Internacional: exportação, importação e transporte internacional. Auditoria e Consultoria.

16 IMECC – UNICAMP -Campinas Bacharelado em Matemática Aplicada e Computacional Criado em 1987 e reconhecido pela portaria MEC nº , de 24/6/1992, o curso de Matemática Aplicada e Computacional pretende formar indivíduos capazes de formular e resolver problemas matemáticos contemporâneos de maneira eficaz e adequada. Para tanto, torna-se necessário que ele tenha uma formação sólida em três linhas básicas: análise matemática, métodos numéricos e computacionais, e pesquisa operacional. O curso procura ministrar essa formação de modo equilibrado, de maneira a englobar aspectos teóricos e práticos através de experiências com modelagem matemática na áreas de interface com as engenharias, a física, a biologia, etc, tendo os computadores como ferramenta científica. Incentiva-se a participação em atividades de iniciação científica a partir do segundo ano do curso.

17 Objetivos O curso está dividido em três etapas: A primeira, denominada ciclo básico, compreende os três primeiros semestres e contém 62 créditos. As disciplinas deste ciclo formam o curso 51, ou básico integrado em matemática, física e matemática aplicada e computacional, sendo compartilhadas com os cursos de física e de matemática. A segunda etapa do curso contém 50 créditos em disciplinas obrigatórias indispensáveis para a formação do matemático aplicado. A terceira etapa do curso compreende 48 créditos eletivos, dos quais 36 devem ser selecionados de uma vasta lista de disciplinas de matemática, matemática aplicada, segunda etapa do curso contém 50 créditos em disciplinas obrigatórias indispensáveis para a formação do matemático aplicado. A terceira etapa do curso compreende 48 créditos eletivos, dos quais 36 devem ser selecionados de uma vasta lista de disciplinas de matemática, matemática aplicada, estatística, computação e física, dentre outras áreas. Os créditos restantes podem ser gastos com quaisquer disciplinas da UNICAMP.

18 O novo curso de Matemática Aplicada e Computacional possui ênfases em cinco áreas: pesquisa operacional, análise numérica, biomatemática, física-matemática e matemática computacional. O aluno que usar seus créditos eletivos para cursar as disciplinas de uma ênfase receberá um certificado de estudos, além do diploma do curso. A escolha de uma ênfase não é necessária para a obtenção do diploma, permitindo-se ao aluno cursar disciplinas de áreas diferentes. Há três formas de ingresso no curso de Matemática Aplicada e Computacional: A primeira delas é por meio do vestibular; A segunda é por remanejamento interno; A última por concurso para preenchimento de vagas remanescentes.

19 DMAT – UFPR Matemática Industrial O curso de Matemática Industrial é semestral, com duração de quatro anos. Nesse período, o aluno deve cursar créditos correspondentes a 2690 horas, divididas em 1290 horas para formação básica, 660 horas para formação específica, 240 horas de estágio, 300 horas para disciplinas optativas, e mais 200 horas de atividades complementares, denominadas formativas. As disciplinas do curso estão organizadas dentro de três grandes áreas de concentração: Análise Numérica, Física-Matemática e Otimização & Pesquisa Operacional.

20 Conteúdo – Ciclo Básico e Ciclo Profissionalizante Os conteúdos apresentados em todas as linhas fundamentam-se sobre uma sólida base matemática e computacional. Nos quatro semestres iniciais, denominado Ciclo Básico, o aluno cursará as disciplinas básicas que darão suporte ao Ciclo Profissionalizante. Nessa fase inicial serão apresentados conteúdos de Matemática, Física e Computação. No Ciclo Profissionalizante, o aluno terá a cada semestre, disciplinas em cada uma das áreas de concentração do curso. As 300 horas reservadas para disciplinas optativas, à escolha do aluno, complementam a formação, possibilitando que o aluno escolha a ênfase que queira dentro do curso. Durante todo o curso, os alunos são estimulados a participar dos projetos científico-tecnológicos e das consultorias prestadas pelos professores do Departamento de Matemática a empresas. Além disso, no quarto ano, o aluno deverá realizar um estágio obrigatório. Desta forma, mesmo antes de concluir a graduação, o aluno já entra em contato com a atividade profissional do Matemático Industrial.

21 O Profissional O campo de trabalho é o mais diversificado possível e está em franca expansão no Brasil, seguindo uma tendência mundial. Dentre algumas áreas de atuação, agregadas dentro das três grandes áreas de formação do curso, são: Transporte Localização ótima de indústrias Carteira de ações (investimentos) Designação de pessoas e tarefas Corte de barras e chapas Políticas de vacinação Processos difusivos e dispersivos Simulação numérica Escoamento de fluídos Modelagem matemática Formulação de misturas (alimentos, rações e adubos) Processamento de imagens de satélite, tomográficas, sísmicas Blindagem de ligas metálicas e petróleo Alocação de recursos em fábricas, fazendas, escritórios

22 DMA - IM – UFRJ Bacharelado em Matemática Aplicada e Computação Científica O novo curso de graduação da UFRJ, Matemática Aplicada e Computação Científica, é resultado de uma parceria entre o Instituto de Matemática e diversas outras Unidades, dentre as quais se destacam a COPPE, o COPPEAD, o Instituto de Biologia e o Instituto de Biofísica. A UFRJ oferece, com este curso, o que tem de melhor para os candidatos a futuros cientistas e altos executivos, proporcionando-lhes uma formação de elite.

23 O curso é resultado de uma parceria entre o Instituto de Matemática e diversas outras Unidades, dentre as quais se destacam a COPPE, o COPPEAD, o Instituto de Biologia e o Instituto de Biofísica. o A UFRJ oferece, com este curso, o que tem de melhor para os candidatos a futuros cientistas e altos executivos, proporcionando-lhes uma formação de elite. o Opções atraentes, incluindo Computação Científica, Matemática de Negócios e Matemática para Ciências Biológicas; o Integração com a pós-graduação, com a possibilidade de cursar o mestrado em conjunto com a graduação; o Preparação oferecendo boas alternativas no mercado de trabalho; o Possibilidade de combinar formação científica e empresarial; o Possibilidade de optar por uma especialidade ou por uma formação multidisciplinar; o Tratamento personalizado, em que cada aluno tem seus estudos acompanhados por um professor orientador, de forma que o curso possa estar de acordo com seus gostos, interesses e aptidões.

24 Opções do curso o COMPUTAÇÃO CIENTÍFICA: Em parceria com a COPPE, tem como objetivo formar profissionais com sólido conhecimento em Matemática e Informática, para atuar nas áreas de Modelagem Matemática e Análise Numérica, Otimização, Logística, Computação de Alto Desempenho. o MATEMÁTICA DE NEGÓCIOS: Desenvolvido em parceria com o COPPEAD, tem como objetivo formar especialistas na área de Negócios com profundos conhecimentos matemáticos, capacidade de raciocínio e de abstração, atendendo assim a uma forte demanda do mercado profissional. Especialidades: Finanças, Marketing, Controle de Qualidade. o MATEMÁTICA PARA CIÊNCIAS BIOLÓGICAS: Desenvolvido com a colaboração do Instituto de Biologia e o Instituto de Biofísica, destina-se a formar um especialista em Biomatemática, área em franco desenvolvimento e de grandes perspectivas futuras. Especialidades: Modelagem Matemática, Genética, Bioinformática.

25 PUC – Rio de Janeiro Bacharelado em Matemática Aplicada Bacharelado e Licenciatura em Matemática. Ambos foram recentemente modificados para melhor atender às necessidades de uma sociedade em transformação. O Bacharelado do Departamento de Matemática na PUC foi pioneiro no Brasil na adoção de um formato moderno, e serve de modelo a vários outros pelo país afora. O atual currículo de bacharelado permite que o aluno defina junto com o orientador a ênfase desejada, objetivando flexibilizar o curso.

26 Objetivos Profissional com uma boa formação tecnológica e um forte embasamento matemático, capaz de aplicar idéias matemáticas mais sofisticadas nos vários problemas de modelagem com os quais essas empresas se defrontam. Alunos interessados em complementar seu curso de engenharia com uma graduação em matemática - permite que o aluno determine sua ênfase em conjunto com um professor orientador escolhendo 6 disciplinas que definem a sua área de atuação. Esta nova opção tem caráter multidisciplinar, já que envolve disciplinas de outros departamentos, e facilita o aproveitamento de disciplinas já cursadas na engenharia que sejam adequadas à ênfase escolhida.

27 UFMG Matemática Computacional O Curso de Bacharelado em Matemática Computacional visa a dar conhecimentos sólidos em Matemática e Computação, bem como oferecer a possibilidade de aplicação desse conhecimento em áreas correlatas. O Bacharel em Matemática Computacional pode atuar em áreas como as de modelagem matemática, desenvolvimento de algoritmos, utilização de métodos computacionais em Matemática (simulação, programação simbólica, inteligência artificial), análise numérica, tratamento de dados, computação gráfica, teoria da computação, entre outras. Além da atuação acadêmica no Ensino Superior com a possibiliade de prosseguir seus estudos em cursos de pós-Graduação em diversas áreas, tal profissional pode integrar equipes de pesquisa e desenvolvimento tecnológico de institutos, indústrias ou empresas.

28 Mestrados/Doutorados Reconhecidos M - Mestrado Acadêmico, D - Doutorado, F - Mestrado Profissional Cursos de Pós-Graduação

29 IBILCE – UNESP – Pós-Graduação em Matemática Aplicada e Computacional Mestrado ICMC – USP – São Carlos – Pós-Graduação em Ciências de Computação e Matemática Computacional - Mestrado e Doutorado UFPR – Matemática Aplicada - Mestrado – UFRJUFRJ MMestrado em Matemática Aplicada

30 UFRGS – Mestrado e Doutorado em Matemática Aplicada IME-USP – Instituto de Matemática e EstatísticaUSP – Instituto de Matemática e Estatística Mestrado e Doutorado em Matemática Aplicada UFSC Pós-Graduação em Matemática e Computação Científica IMPA Pós Graduação em Matemática Aplicada

31 IPRJ – Mestrado e Doutorado em Matemática Computacional LNCC Mestrado e Doutorado em Matemática Computacional IINPE – Mestrado e Doutorado strito sensu e programas de Pós-Doutorado

32 IBILCE – UNESP Criado em 1998 e recomendado pela CAPES em Atualmente possui o conceito 4. Objetivo: formação científica de docentes, de pesquisadores e, em geral, de recursos humanos especializados para atuarem na área de Matemática Aplicada. Além disso, dar uma formação sólida em matemática para que o egresso possa fazer o curso de doutorado em Matemática ou áreas afins. Perfil: alunos que tenham cursado bacharelado em matemática ou eventualmente, cursos de áreas afins, mas que tenham conhecimento sólido de matemática em nível de graduação. Seleção: uma vez por ano. Período de inscrição: outubro e novembro de cada ano, de acordo com o calendário vigente.

33 Aos alunos de licenciatura e áreas afins é oferecido, na medida do possível, curso de nivelamento com duração de seis meses a um ano, para que estes adquiram os conhecimentos necessários para ingresso no mestrado. Além disso, o curso de verão é tradicionalmente oferecido todos os anos nos meses de janeiro e fevereiro e é usado de forma complementar no processo de seleção dos alunos para o mestrado. Linhas de Pesquisa Análise Numérica Problemas Não Lineares e Sistemas Complexos Otimização

34 ICMC – USP São Carlos Linhas de pesquisa Computação Matemática Computacional O programa de Ciências de Computação e Matemática Computacional é de alto nível científico, reconhecido como um dos melhores do país, tendo recebido nível 5 na última avaliação da CAPES, em níveis de Mestrado e Doutorado. O curso de mestrado conta atualmente com 101 alunos matriculados e o curso de doutorado com 80 alunos.

35 UFPR - Curitiba Objetivo central: ampliação e o aprofundamento de conhecimentos na área de concentração em Matemática Aplicada com a opção de Matemática Pura. Como curso "strictu-sensu" visa, naturalmente, qualificação de pessoal para: exercício de atividades profissionais no ensino superior e em pesquisa em instituições estatais e privadas, em consultorias especializadas - atender mercado das empresas com tecnologia de ponta, oferecendo profissionais mais capacitados em conhecimentos matemáticos para resolver problemas reais. atender a comunidade proporcionando informação atualizada sobre métodos e procedimentos numérico-computacionais para análises de projetos de problemas reais com uso intensivo de computadores.

36 Linhas de pesquisa Análise numérica Computação científica; Física-matemática; Otimização Pesquisa operacional Topologia Análise aplicada UFPR

37 UFRJ Objetivos: 1) formação de quadros de alto nível no tratamento de questões ligadas à modelagem de sistemas e à resolução de problemas científicos e tecnológicos através do instrumental matemático. 2)formação dos mestrandos visa, em particular, aliar aos aspectos clássicos e tradicionais da Matemática as componentes trazidas à tona pelo advento do computador. As facilidades oferecidas pela proximidade com outras áreas de pesquisa dentro da UFRJ asseguram ao curso situação excepcional. Curso - regime semestral. Os estudantes devem cursar duas disciplinas por semestre. É necessário ter coeficiente de rendimento acumulado de no mínimo dois, em uma escala de zero a três (grau B, entre A e D).

38 O tempo regular para o cumprimento de todos os requisitos é de 24 meses. Os conhecimentos, em nível de graduação, requeridos aos candidatos são equivalentes a quatro semestres de Cálculo, um semestre de Álgebra Linear e o primeiro curso de Análise na Reta. O IM-UFRJ oferece curso de nivelamento em Análise na Reta nos meses de janeiro e fevereiro, como parte do Programa de Verão. Um ótimo domínio de Análise na Reta é esperado e necessário para o Mestrado. Na dúvida, é recomendado que o aluno seja aprovado no exame de qualificação antes de ser aceito no programa. UFRJ

39 UFRGS Criado em 1995, como resultado da consolidação dos trabalhos realizados na área da Matemática Aplicada por professores do então Curso de Pós-Graduação em Matemática. O PPGMAp oferece cursos nos níveis de Mestrado e de Doutorado, recomendados pela CAPES. O PPGMAp tem, atualmente, conceito 4 na CAPES, de acordo com a avaliação O PPGMAp conta com bolsas de estudo da CAPES e do CNPq. A seleção de alunos às bolsas é realizada mediante a análise do desempenho acadêmico do aluno no ingresso e durante o curso, de acordo com a disponibilidade de bolsas.

40 Linhas de pesquisa Análise Aplicada Física Matemática Algoritmos Numéricos e Algébricos Métodos Analíticos e Numéricos em Dinâmica de Fluidos Sistemas Não Lineares e Ecologia Matemática Teoria de Transporte e Transformadas Integrais Vibrações, Controle e Sinais UFRGS

41 IME – USP Mestrado e Doutorado em Matemática Aplicada: Ambos constantemente bem avaliados pela CAPES, no qual se formaram várias dezenas de mestres e doutores Linhas de Pesquisa Equações Diferenciais Ordinárias Sistemas Dinâmicos Equações Diferenciais Parciais Análise Numérica Física Matemática Biomatemática Computação Científica Computação Gráfica

42 USP – IME Seleção - feita por uma comissão de admissão e bolsas com base na análise de currículo e cartas de recomendação Os prazos para inscrição no Mestrado são: 31 /05 - para início no segundo semestre letivo e 31/10 para início no primeiro semestre letivo. A comissão poderá também condicionar a aceitação ao desempenho do candidato num curso de verão do instituto. Durante o período em que cursa disciplinas, o mestrando terá um orientador de programa que o auxiliará na conclusão dos créditos. Este poderá ser diferente do orientador da Dissertação. As seguintes etapas deverão ser vencidas, para o Mestrado: fazer sete disciplinas de Pós-graduação (em média, pois depende do número de créditos) fazer o Exame Preliminar em até 18 meses escrever a Dissertação. No Doutorado um certo número de disciplinas também deve ser feito, um Exame de Qualificação e o desenvolvimento da Tese de Doutorado. Para o Doutorado não há prazos de inscrições.

43 IMECC - UNICAMP Mestrado: Tem por objetivo a formação de profissionais que atuem na interface entre a Matemática e as Ciências Aplicadas. Forte ênfase à pesquisa interdisciplinar, à modelagem e a solução de problemas. Para obtenção do título de Mestre o candidato precisa obter 72 créditos em 8 disciplinas, ser aprovado nos exames de qualificação e de língua estrangeira e, obter aprovação em uma dissertação da tese de mestrado. Doutorado: Para obtenção do título: 72 créditos em 8 disciplina; ser aprovado nos exames de qualificação, no exame de duas línguas estrangeiras entre, Inglês, Francês, Alemão e Russo e na dissertação da tese de doutorado. O estudante fará exame escrito sobre o conteúdo das disciplinas básicas e um exame específico da área de pesquisa do candidato.

44 UFSC Linhas de pesquisa Álgebra Análise Equações Diferenciais Geometria e Topologia Matemática Aplicada

45 IMPA Mestrado: Foi projetado de modo a permitir o rápido acesso ao Doutorado. No programa de Mestrado, o estudante também adquire cultura básica que lhe permitirá ensinar disciplinas matemáticas em nível de graduação ou exercer atividades profissionais que requerem aplicações da Matemática a problemas técnicos ou científicos. Opções do Mestrado em Matemática Matemática Computação Gráfica Economia Matemática Computacional e Modelagem Métodos Matemáticos em Finanças

46 IMPA Doutorado Finalidade - formação de pesquisadores. Exigência fundamental - elaboração de uma tese que constitua contribuição relevante para o progresso da Matemática em uma das seguintes áreas: Álgebra Análise/Equações Diferenciais Parciais Computação Gráfica Dinâmica dos Fluidos Dinâmica Holomorfa e Folheações Complexas Economia Matemática Geometria Diferencial Otimização Probabilidade Sistemas Dinâmicos e Teoria Ergódica

47 IPRJ - UERJ Rua Alberto Rangel, s/n. Vila Nova Nova Friburgo RJ Tel.: (22) Fax: Pós-Graduação Strictu Sensu Modelagem Computacional Mestrado e Doutorado reconhecido pela Capes. Programa de Pós-Graduação Ciência e Tecnologia de Materiais Recém aprovado pela Capes com início das atividades previsto para Programa de Pós-Graduação em Meio Ambiente O programa é multidisciplinar e integra várias unidades acadêmicas da Uerj. Pós-graduação Lato Sensu MBA Tecnologia da Informação em Gestão de Negócios Computação Gráfica e Multimídia

48 IPRJ - UERJ Linhas de Pesquisa: Meios Porosos, Termofluidodinâmica e Transporte de Partículas Envolve a modelagem matemática e computacional de fenômenos de transporte, de processos difusivos, de processos de dispersão e de escoamento monofásicos e multifásicos em meios porosos, incluindo processos termodinâmicos. Visa ao desenvolvimento de novos modelos matemáticos e técnicas numéricas para aplicação em problemas de recuperação de petróleo, de transporte de contaminantes em águas subterrâneas, de engenharia mecânica, de engenharia nuclear, de prospecção de hidrocarbonetos, de biomedicina etc.

49 IPRJ - UERJ Matemática Aplicada e Computação Científica dedicada à investigação da resolução de problemas lineares e não-lineares, provenientes da modelagem de problemas físicos e de engenharia: métodos numéricos para resolução de equações diferenciais; técnicas computacionais de alto desempenho; processamento paralelo e distribuído e visualização científica de simulações. Desenvolve também técnicas, produtos e processos para promover o aumento do grau de automação nas indústrias, de maneira a elevar a qualidade, a produtividade e a competitividade das empresas.

50 Laboratório Nacional de Computação Científica - LNCC - Endereço: Av. Getulio Vargas, 333 Bairro Quitandinha em Petrópolis Rio de Janeiro. Telefones: (24) e o fax (24) O LNCC tem por finalidade promover e realizar atividades de pesquisa e desenvolvimento nos diversos campos da Computação Científica, com ênfase na criação e aplicação de modelos e métodos matemáticos e computacionais para a solução de problemas científicos e tecnológicos. Promove ainda a formação avançada de recursos humanos em suas áreas de atuação e o desenvolvimento, instalação e administração de recursos computacionais de alto desempenho acessíveis à comunidade científica e tecnológica nacional

51 Pós-Graduação A Pós-Graduação do LNCC está orientada no sentido de promover um enfoque multidisciplinar da pesquisa científica e tecnológica seguindo a tendência atual de síntese do conhecimento. Procura ainda não duplicar cursos já em funcionamento que atendam bem as áreas tradicionais de engenharia. O curso oferecido pelo LNCC, tem caráter strictu senso, dirigindo-se à "Modelagem Computacional", estimulando projetos cooperativos nas áreas de engenharia, matemática, computação, biologia, ecossistemas entre outros. O curso destina-se a candidatos interessados em trabalhar em temas não rotineiros, que exijam criatividade e capacidade de enfrentar novos desafios com autonomia intelectual. Neste sentido, a Pós-Graduação capacitará os egressos a atuarem em pesquisa de ponta em universidades, centros de pesquisa, empresas, indústrias, e na área acadêmica bem como a assumirem cargos de liderança no serviço público onde é necessário uma formação básica e sólida e a capacidade de visão para a projeção de cenários e tomada de decisão.

52 Linhas de Pesquisa 1. Computação Científica Possui dois eixos principais: Desenvolvimento de algoritmos e visualização para a solução de sistemas não lineares e complexos e, desenvolvimento de técnicas modernas de computação de alto desempenho. 2. Controle e Filtragem de Sistemas Dinâmicos Esta linha de pesquisa tem como foco investigar importantes problemas de controle e filtragem de sinais em sistemas dinâmicos. Ênfase é dada à questões teóricas fundamentais como também aplicações em importantes problemas práticos. 3. Modelagem Matemática e Computacional de Biossistemas e Bioinformática Os objetivos básicos desta linha resumem-se em fazer avançar os conhecimentos nas áreas de bioinformática, genômica, modelos de sistemas biológicos (micro e macro-sistemas), modelagem molecular, bio-complexidade. 4. Modelagem Matemática e Computacional de Circulação e Transporte Vários fenômenos têm como característica comum a evolução e adaptação. As equações que os descrevem tem sido estudada intensivamente. Essa linha desenvolve aplicações que se fundamentam nessas equações, estimulando a investigação interdisciplinar com ênfase em problemas de circulação oceânica e atmosférica, dispersão de poluentes e previsão meteorológica 5. Modelagem Matemática e Computacional de Equilíbrio e Otimização Esta é uma linha de pesquisa bem consolidada no LNCC e que tem originado uma série de projetos de caráter multidisciplinar envolvendo forte conteúdo, de modelagem, análise e computação

53 Áreas de Pesquisa Modelagem Computacional na Análise de Sensibilidade no Projeto Ótimo e na Avaliação de Integridade de Componentes Mecânicos Submetidos a Condições Extremas Modelagem, Análise e Simulação Computacional de Fluxos em Meios Porosos Modelagem Computacional dA Circulação e Transporte de Massa e Calor Análise Matemática e Numérica de Modelos em Engenharia e Ciências Aplicadas:

54 INPE – S. J. dos Campos Pós-Graduação em: Meteorologia Sensoriamento Remoto Computação Aplicada Astrofísica Engenharia e Tecnologia Espaciais Geofísica Espacial Av. dos Astronautas, 1758 Jd. Granja - CEP: São José dos Campos - SP Tel: 55 (12)

55 Origem A Sociedade de Matemática Aplicada e Computacional - SBMAC, foi criada em 1° de novembro de 1978, durante o Primeiro Simpósio Nacional de Cálculo Numérico, realizado nas dependências do Instituto de Ciências Exatas da Universidade Federal de Minas Gerais, em Belo Horizonte - MG. Nessa oportunidade foi também designada a Comissão Organizadora incumbida de tratar dos trâmites administrativos para a instalação e funcionamento da Sociedade, assim como da elaboração de ante-projeto dos Estatutos. Comissão Organizadora ( ) Odelar Leite Linhares José Vitório Zago Maximilian Emil Hehl Célia Maria Finazzi de Andrade Sebastião Pereira Martins Av. Trabalhador Sãocarlense, – São Carlos – SP

56 Propósitos Desenvolver as aplicações da Matemática nas áreas científicas, tecnológicas e industriais; Incentivar o desenvolvimento e implementação de métodos e técnicas matemáticas eficazes a serem aplicadas para o benefício da Ciência e Tecnologia; Incentivar a formação de recursos humanos em Matemática com ênfase ao conteúdo e à utilização eficiente dos recursos computacionais disponíveis; Promover o intercâmbio de idéias e informações entre as áreas de aplicações matemáticas.

57 A Estrutura Organizacional Diretoria composta de sete diretores; Conselho composto de dez membros titulares e dez suplentes. Divisões Regionais distribuídas entre quinze regiões estrategicamente determinadas; Assembléia Geral, integrada por todos os sócios quites constituindo o órgão deliberativo soberano da Sociedade.

58 O Quadro de Sócios Profissionais do setor acadêmico e científico vinculados às áreas de Ciências Básicas e Engenharias Professores e interessados em ensino de todos os níveis Estudantes Instituições afins

59 As Reuniões CNMAC É a reunião científica anual da Sociedade. É o mais importante evento em Matemática Aplicada e Computacional do País. Reúne cerca de 800 participantes, com apresentação de 400 trabalhos, distribuídos entre Conferências especializadas, Minisimpósios, Minicursos, Oficinas, Mesas- Redondas e Comunicações Técnicas. Ênfase especial tem sido dada às atividades de ensino de Matemática cuja freqüência de atendimento tem aumentado consideravelmente nos últimos CNMAC.

60 ERMAC Desenhados para o atendimento de demandas específicas das Regionais, os Encontros Regionais de Matemática Aplicada e Computacional (ERMAC) constituem um mecanismo complementar especial que tem sido utilizado cada vez mais com maior freqüência e eficácia. São pequenos congressos ou seminários, abordando tópicos especiais de interesse de grupos, instituições ou regiões.

61 As Publicações Computational and Applied Mathematics ISSN Publicar trabalhos originais de contribuição científica, no campo da matemática aplicada, computação e áreas correlatas. Título anterior: Matematica Aplicada e Computacional Três números anuais

62 As Publicações Boletim da SBMAC TEMA - Tendências em Matemática Aplicada e Computacional Seletas dos CNMAC e Fluxo Contínuo Objetivos da Série: Publicar trabalhos completos originais, de no máximo 10 páginas, de todas as áreas de Matemática Aplicada e Computacional. Excepcionalmente, a critério do Comitê Editorial, poderão ser publicados trabalhos com mais de 10 páginas. Um volume, composto de três números, é publicado anualmente. Uma das finalidades da série é servir como veículo para publicação de números especiais contendo artigos sobre temas de interesse dos associados da SBMAC, vinculados ou não a eventuais reuniões científicas organizadas ou co-organizadas pela sociedade. A cada ano pelo menos um número é dedicado à publicação de trabalhos completos selecionados a partir daqueles apresentados nos Congressos Nacionais de Matemática Aplicada e Computacional.

63 As Publicações Notas em Matemática Aplicada Editores Eliana X.L. de Andrade Rubens Sampaio Geraldo N. Silva A SBMAC publica, desde as primeiras edições dos CNMAC, monografias dos cursos que são ali ministrados. A partir do XXVI CNMAC, para a comemoração dos 25 anos da SBMAC, foi criada a série Notas em Matemática Aplicada para publicar as monografias dos mini-cursos ministrados nos CNMAC. O livro correspondente a cada mini-curso deve ser preparado em látex, as figuras em eps. e deve ter entre 60 e 100 páginas. O texto deve ser redigido de forma clara, acompanhado de uma excelente revisão bibliográfica e de exercícios de verificação de aprendizagem ao final de cada capítulo. É objetivo da série publicar textos dos encontros regionais e de outros eventos patrocinados pela SBMAC.


Carregar ppt "Matem á tica Aplicada: Uma á rea de Oportunidades José Alberto Cuminato ICMC-USP – São Carlos I Semana de Matemática Computacional da UFMG 26 a 29 de Fevereiro."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google