A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

NOVAS TECNOLOGIAS NO ENSINO A DISTÂNCIA DE PROCESSAMENTO DE IMAGENS UTILIZANDO O SPRING E IMAGENS CBERS

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "NOVAS TECNOLOGIAS NO ENSINO A DISTÂNCIA DE PROCESSAMENTO DE IMAGENS UTILIZANDO O SPRING E IMAGENS CBERS"— Transcrição da apresentação:

1

2 NOVAS TECNOLOGIAS NO ENSINO A DISTÂNCIA DE PROCESSAMENTO DE IMAGENS UTILIZANDO O SPRING E IMAGENS CBERS

3 TelEduc Utilizam-se softwares e imagens disponíveis na rede, com acesso totalmente gratuito, e o Ambiente de Suporte para Ensino-aprendizagem a distância TelEduc (http://hera.nied.unicamp.br/teleduc)

4

5

6

7 SWISH Programa que usa a tecnologia Adobe Flash para criar apresentações multimídia (http://www.swishzone.com) Ferramenta que permite criar com extrema habilidade animações em flash, acrescenta efeitos a imagens importadas, nos formatos GIF, JPEG e PNG, e executa efeitos sonoros em resposta ao clique do mouse

8 CamStudio Ferramenta para gravar a atividade da tela do computador como arquivo de vídeo AVI (http://www.camstudio.org) Os vídeos foram gerados demonstrando passo a passo a aplicação das técnicas em Geoprocessamento e Processamento de Imagens CBERS dentro do SPRING

9 Os alunos são orientados nas atividades de capturar e georreferenciar imagens CBERS, aplicar técnicas de processamento de imagens e gerar mapas temáticos SPRING (Sistema para Processamento de Informações Georeferenciadas) (http://www.dpi.inpe.br/spring)

10 O módulo PROCESSAMENTO DE IMAGENS dos nossos cursos é composto pelas seguintes Rotinas:

11 Rotina 1. Como criar um banco de dados; Rotina 2. Como criar as categorias: imagem, carta temática e classes temáticas; Rotina 3. Como criar um projeto; Rotina 4. Como importar o mosaico da NASA; Rotina 5. Como capturar as imagens CBERS. Rotina 6. Como realizar o registro das Imagens CBERS no SPRING; Rotina 7. Contraste linear. Rotina 8. Como aplicar as técnicas de segmentação e classificação Rotina 9. Edição matricial

12

13

14 CBERS-SATÉLITE SINO-BRASILEIRO DE RECURSOS TERRESTRES PRODUTOS

15 Três câmeras para observação da superfície terrestre em diferentes regiões de espectro eletromagnético compõem a carga útil dos satélites CBERS

16 CÂMERA IMAGEADORA DE AMPLO CAMPO DE VISADA WFI Imagens de extensas faixas da superfície do Globo Visão integrada de formações geográficas de grande extensão CBERS-1, CBERS-2 e CBERS-2B – imagens de uma faixa com 890 km de largura e resolução de 260 m CBERS 3 e 4 – imagens de uma faixa com 866 km e resolução de 73 m

17 PRODUTOS UTILIZADOS NO CURSO CÂMERA DE ALTA RESOLUÇÃO CCD Acompanhamento de fenômenos com maior detalhamento: desmatamentos e mapeamentos agrícolas e visada lateral para imagens estereoscópicas (leste-oeste até 32 graus) CBERS-1,CBERS-2 e CBERS-2B – imagens de uma faixa com 113 km de largura e resolução de 20 m CBERS-3 e CBERS-4 – CCD (PANMUX) imagens com 5m de resolução

18 IMAGEADOR POR VARREDURA DE MÉDIA RESOLUÇÃO IRMSS CBERS-1 e CBERS-2 – imagens de uma faixa de 120 Km de largura com resolução de 80 m CBERS-2B X CBERS-3 e CBERS-4 – imagens com até 40 m de resolução

19 CÂMERA PANCROMÁTICA DE ALTA RESOLUÇÃO HRC CBERS-2B Imagens de uma faixa de 27 km de largura e resolução espacial de 2,7 m (região espectral pancromática)

20 QUALIDADE GEOMÉTRICA DE IMAGENS CBERS-2 Nível 2 de processamento_imagem com correção radiométrica e correção geométrica de sistema

21 IMAGENS DISPONÍVEIS PARA DOWNLOAD ATRAVÉS DO CATÁLOGO É importante que elas passem por um processo de registro para que o erro de posicionamento seja eliminado e o erro interno seja refinado

22 EXATIDÃO DE POSICIONAMENTO DAS IMAGENS CBERS-2 As imagens CBERS-2 podem apresentar um erro de posicionamento de até 10km, o registro das imagens elimina o erro de posicionamento

23 EXATIDÃO INTERNA DAS IMAGENS CBERS-2 90m para as imagens CCD 250m para as imagens IRMSS e 700m para as imagens WFI O registro das imagens por uma transformação de afinidade (polinômio do primeiro grau) permite o refinamento do erro interno 24 m para as imagens CCD 112 m para as imagens IRMSS 416 m para as imagens WFI CCD na escala 1: , IRMSS na escala 1: e WFI na escala 1:

24 QUALIDADE GEOMÉTRICA DE IMAGENS CBERS-2 Nível 3 de processamento Imagem com correções radiométrica e geométrica refinada pelo uso de pontos de controle, obtidos automaticamente de uma base de dados ou selecionados manualmente https://zulu.ssc.nasa.gov/mrsid CCD_Nível 3_produto em fase de teste

25 QUALIDADE GEOMÉTRICA DE IMAGENS CBERS-2 Nível 4 de processamento Imagem com correções radiométrica e geométrica refinada pelo uso de pontos de controle e de um Modelo Numérico de Elevação (MNET), obtidos automaticamente de uma base de dados ou selecionados manualmente. DEM-> SRTM: Nível 4_produto em fase de planejamento

26 MARLIN. Programa com distribuição gratuita pelo INPE, destinado à visualização e à avaliação de imagens digitais, como por exemplo, imagens CCD_ CBERS

27 MEDIDAS DE QUALIDADE GEOMÉTRICA DA IMAGEM CCD_Nível 3_produto em fase de teste

28 CBERS_CCD_Nível 3 podem ser importadas para o SPRING sem registro prévio usando a ferramenta WIZARD CBERS O projeto é criado, automaticamente, com os parâmetros de projeção e datum definidos no arquivo GeoTiff, e retângulo envolvente contendo toda a imagem

29 RESULTADOS Com o advento de novas tecnologias, que tornou possível aos formadores acrescentarem mais recursos tecnológicos, para exemplificar ou demonstrar a operação das atividades propostas em Processamento de Imagens, com o uso de Imagens CBERS e do SPRING, o índice de aprovação subiu de 79, 41 %, correspondente ao curso ministrado no final de 2006, para 90% no curso ministrado no início de * O curso ministrado no segundo semestre de 2007, com término em novembro (com dados ainda não publicados) aprovou 100% dos alunos.

30 Você já tinha realizado um curso totalmente a distância?

31 Qual a sua opinião sobre o ambiente TelEduc utilizado neste curso?

32 Qual é a sua opinião sobre o software SPRING utilizado neste curso?

33 Como você avalia o material didático do curso: material didático on-line –Aulas em Flash?

34 Como você avalia o material didático do curso: Vídeos com demonstração dos passos seguidos dentro do SPRING?

35 CONCLUSÃO Os resultados obtidos neste trabalho mostram que é viável ensinar PROCESSAMENTO DE IMAGENS em CURSOS A DISTANCIA, desde que sejam exploradas as ferramentas interativas do ambiente utilizado, como por exemplo, o DIÁRIO DE BORDO

36 INFORMAÇÕES E SOLICITAÇÃO O site CBERS (www.cbers.inpe.br) foi reformulado, sua nova versão contém um novo sistema de menu: Biblioteca Digital (com Teses, Artigos, Documentos Oficiais), Galeria de Imagens do CBERS-2B, Vídeos, Mapa do Site, além da área de Links Úteis com os tópicos mais procurados pelos usuários como: Softwares Livres, ProjetosRelacionados, Cursos/Eventos e a Lista das Empresas e Instituições que utilizam imagens CBERS

37 Solicitamos o favor de nos enviar cópias de apresentações, relatórios, trabalhos, links, descrições, relatos, etc., que mostrem o uso e a importância do CBERS nas suas atividades Atualmente o CBERS-2B está num modo de operação chamado de Comissionamento, que é uma fase de testes de todos os subsistemas, e durará cerca de 45 dias Particularmente no caso da HRC, haverá um retardo no início do processamento e distribuição das imagens, que poderá ser superior a 90 dias

38 Agradecemos o seu apoio ao Programa CBERS e desejamos que você avalie as imagens e sugira melhorias; desenvolva pesquisa e aplicações com o CBERS Perfil dos Usuários CBERS: Obrigada pela sua participação na Pesquisa sobre o Perfil dos Usuários CBERS: participantes (27% dos usuários cadastrados)

39 Obrigada! {kalil, {hilcea,


Carregar ppt "NOVAS TECNOLOGIAS NO ENSINO A DISTÂNCIA DE PROCESSAMENTO DE IMAGENS UTILIZANDO O SPRING E IMAGENS CBERS"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google