A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Música Ivo Morzart...3:39.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Música Ivo Morzart...3:39."— Transcrição da apresentação:

1 Música Ivo Morzart...3:39

2 Ivo Mozart é um cantor que tem chamado atenção, não só pelas músicas, mas por uma série de vídeos sobres ações e correntes...1:40

3 Ivo Mozart... Ação: Gratidão...3:23

4 No vídeo gratidão, Ivo Mozart fala sobre a dor da perda de seu pai que foi acompanhado pelo início de sua popularidade... Tal fato chama a atenção sobre uma frase famosa de Hannah Arendt => Toda dor pode ser suportada se sobre ela puder ser contada uma história. Fantástico, mães sem nome...6:34

5 (Ufmg) Leia este trecho: Eu quero dizer que o mal [...] não tem profundidade, e que por esta mesma razão é tão terrivelmente difícil pensarmos sobre ele [...] O mal é um fenômeno superficial [...] Nós resistimos ao mal em não nos deixando ser levados pela superfície das coisas, em parando e começando a pensar, ou seja, em alcançando uma outra dimensão que não o horizonte de cada dia. Em outras palavras, quanto mais superficial alguém for, mais provável será que ele ceda ao mal. ARENDT, H. Carta a Grafton, apud ASSY, B. Eichmann, Banalidade do Mal e Pensamento em Hannah Arendt. in: Jardim, e.; Bignotto, N. (org.). Hannah Arendt, diálogos, reflexões, memórias. Belo Horizonte: Editora UFMG, p A partir da leitura desse trecho, REDIJA um texto, argumentando a favor de ou contra esta afirmativa: Para se prevenir o mal, é preciso reflexão. R: Argumento a favor: O mal é uma ação própria da impulsividade dos animais que agem de reagem sem a interferência da inteligência. O eu torna o ser humano o que ele é, é a sua capacidade de refletir antes de agir e a partir disto, agir de acordo com sua capacidade de pensar, calculando, inclusive, as consequências de seu ato. Argumento contra: O mal é uma ação que se dá entre os homens nas convenções do cotidiano, por isso, pensar sobre fazer ou não um mal, não depende agir com virtudes morais, mas sim, em detrimento dos fins a serem conquistados.

6 Em 1963, Arendt publica um livro - Eichmann em Jerusalém. Nele, ela descreve não somente o desenrolar das sessões, mas faz uma análise do "indivíduo Eichmann". Segundo ela, Adolf Eichmann não possuía um histórico ou traços antissemitas e não apresentava características de um caráter distorcido ou doentio. Ele agiu segundo o que acreditava ser o seu dever, cumprindo ordens superiores e movido pelo desejo de ascender em sua carreira profissional, na mais perfeita lógica burocrática. Cumpria ordens sem questioná-las, com o maior zelo e eficiência, sem refletir sobre o Bem ou o Mal que pudessem causar. Tal fato foi retratado no filme...2:08

7 Em Eichmann em Jerusalém, Arendt retoma a questão do mal radical kantiano, politizando-o. Analisa o mal quando este atinge grupos sociais ou o próprio Estado. Segundo a filósofa, o mal não é uma categoria ontológica, não é natureza, nem metafísica. É político e histórico: é produzido por homens e se manifesta apenas onde encontra espaço institucional para isso - em razão de uma escolha política. A trivialização da violência corresponde, para Arendt, ao vazio de pensamento, onde a banalidade do mal se instala.

8 Banalidade do mal é uma expressão criada por Hannah Arendt ( )... E atualmente bastante presente no Brasil...

9 Casos que chamaram a atenção na semana, anjos justiceiros??? 7:42

10 df/v/moradores-montam-estrutura-para- chamar-atencao-sobre-violencia-no- df/ / Outros casos... Moradores montam estrutura para chamar atenção sobre violência no DF...0:33

11 Skatista atropela criança 0:35 e=noticias&v= &prhttp://videos.band.uol.com.br/programa.asp? e=noticias&v= &pr=

12 domingo Cinegrafista Band...5:06 protestou-contra-ato-de-violencia-ao-cinegrafista/ / Globo: Violência x jornalista...4:01

13 Outra música de...Ivo Morzart...2:46 Entre as reflexões que podem ajudar a superar a banalização do mal, esta o aprofundamento sobre o amor... [...] Ao desejar o que não tem, o amor estabelece uma relação com o que não está presente. Para trazer à luz e fazer aparecer essa relação, os homens procuram falar dela – assim como o amante procura falar do amado. É porque a busca empreendida pelo pensamento é um tipo de amor desejante que os objetos do pensamento só podem ser coisas merecedoras de amo – beleza, sabedoria e justiça. (ARENDT, 1991, p. 134)


Carregar ppt "Música Ivo Morzart...3:39."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google