A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Unidade V Assunto 2 Grécia Localizar geograficamente a Grécia. Identificar os grupos formadores do povo grego. Explicar o processo da expansão grega. Identificar.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Unidade V Assunto 2 Grécia Localizar geograficamente a Grécia. Identificar os grupos formadores do povo grego. Explicar o processo da expansão grega. Identificar."— Transcrição da apresentação:

1 Unidade V Assunto 2 Grécia Localizar geograficamente a Grécia. Identificar os grupos formadores do povo grego. Explicar o processo da expansão grega. Identificar as características dos períodos homérico e arcaico. Justificar a formação das cidades-estados.

2 Explicar a organização política, social e cultural espartana. Explicar a organização política, social e cultural de Atenas. Comparar a educação espartana com a de Atenas. Explicar importância das Guerras Médicas e da Guerra do Peloponeso.

3 A Grécia está localizada ao sul da Península Balcânica e é banhada pelos mares Jônico, Egeu e Mediterrâneo. Na Cadeia do Pindo Fica o monte Olimpo, com m, o ponto mais alto da região. O grande número de montanhas dificultava a comunicação interna entre os habitantes e por causa desse isolamento surgiram as cidades-Estado: pequenos territórios independentes mais ligados pela religião, idioma e costumes.

4

5 Povoamento: Resultante da miscigenação de vários povos. Pelasgos- primeiros a habitar (neolítico) Aqueus idade do bronze (2000 a.C) Eólios : fixaram-se na Etólia e Tessália -Jônios: fixaram-se na Península Ática Ver mapa pág 114

6 Para fugir à dominação dórica os gregos dispersaram-se (DIÁSPORA) formando várias colônias gregas na Ásia Menor e ao longo do Mar Mediterrâneo.

7 Em meados do século XIII a.C., os aqueus dominaram os habitantes de Creta formando a civilização Creto- Micênica. Em 1200 a.C., os dórios invadiram a região dos Balcãs e destruíram as cidades gregas do Peloponeso. Eram belicosos e nômades, dedicavam-se á caça e ao Pastoreio e conheciam armas de ferro. Na época da invasão Dórica o desenvolvimento grego entrou em colapso. A arte e escrita desapareceram. Chamou-se PERIODO OBSCURO do povo grego.

8 A história política da Grécia divide-se em 4 períodos: Homérico Arcaico Clássico Helenístico

9 PERÍODO HOMÉRICO (XII A.C. – V II A.C.) Recebeu o nome em homenagem ao poeta Homero. Escreveu as poesias ILÍADA ( conta a Guerra de Tróia) e ODISSEIA (Narra as aventuras Ulisses) A população vivia nas comunidades gentílicas (um tipo de clã : OS GENOS)

10 A propriedade era coletiva bem como o trabalho e toda a produção. A sociedade homérica era comandada por um patriarca que detinha o poder político e religioso. Era formada por : Uma aristocracia rural e seus familiares Homens livres : ARTESÃOS E COMERCIANTES Escravos Uma parcela de homens sem proteção

11 FASE DE DESAGREGAÇÃO DOS GENOS (Início do século VIII a.C.: Houve aumento da população e, por conseguinte, do consumo de alimento, mas as técnicas de cultivo mostravam-se rudimentares. Tal fato gerou descontentamento e descrença social levando à divisão dos genos em pequenas famílias. Importante: A propriedade passou a ser privada, as terras distribuídas aos parentes do pater (Patriarca) dependia da proximidade familiar do chefe. Ocorreu a escassez de terras para cultivo, pois grande parte da terra estava em poder de um pequeno grupo, que a conquistaram através das guerras.

12 Os indivíduos que se sentiam ameaçados deslocavam-se para outras regiões e deram origem à diáspora grega.

13 PERÍODO ARCAICO ( SEC. VII a. C. – VI a.C) Ao longo desse período ocorreram assentamentos agrícolas independentes, mas culturalmente ligados à Grécia. Essas colônias podiam ser fundadas por particulares, e se mantinham como cidades independentes ligadas à cidade de origem apenas pela religião. Em tais cidades os imigrantes conservam o direito de cidadania. A dispersão grega culminou com o encontro de várias sociedades : Gregos, sírios, indianos, chineses.

14 Várias Fratrias formavam as tribos e vários tribos formavam os demos (POVO). (Lembrar de DEMOCRACIA poder do POVO) Por segurança as tribos habitaram o alto dos montes : nas ACRÓPOLES lá construíam uma fortaleza e instalavam a administração política e os templos religiosos. Obedeciam a um rei supremo : Filo- basileu que exercia função militar, política e religiosa.

15 DIVISÃO ESPACIAL DE UMA CIDADE GREGA

16 Na Grécia arcaica iniciou-se uma economia monetária (A moeda foi inventada na Lídia) Integravam a vida urbana e rural em torno das praças : ÁGORA ( era na nela que os gregos votavam, ostracizavam). Ostracizar: Era o ato de banir por 10 anos um cidadão que fosse julgado contrário à democracia grega. Democracia direta A população se reunia em praça pública para fazer comércio e discutir problemas gerais. Os locais de moradias eram definidos de acordo com classe social: Ricos nos pontos mais altos da cidade e os pobres nos pontos mais baixos.

17

18 ÁGORA

19

20 A urbanização teve início com o surgimento da Pólis Pólis: Nome dado pelos gregos a uma cidade-Estado urbanizado. Principais cidade-Estados: Atenas, Esparta, Corinto, Tebas, Olímpia, Mileto e Argos.

21 ESPARTA ( A CIDADE GUERREIRA)

22 Esparta formou-se pela união de cinco vilas às margens do Rio Eurotas, na Planície da Lacônia, que fica na península do Peloponeso. Esparta foi tomada pelos dórios dos aqueus no século IX a.C. O poder político era restrito aos descendentes dos dórios OS ESPARCIATAS e era hereditário. A partir do séc. VII a.C., passou a ser regido por uma diarquia, isto é, dois reis = um era resp pela religião e o outro pelo exército.

23 os reis contavam com a ajuda: APELA: assembleia formada por espartanos com mais de trinta anos. GERÚSIA: Formada por 28 espartanos com mais de 60 anos. EFORATO: composto por cinco membros da aristocracia anualmente eleitos pela assembleia ou Apela. Supervisionava a vida pública. Obs.: Não eram cargos hereditários e eternos e sim conquistado através do voto (sinais de democracia)

24

25 CIDADÃOS: ± dez mil indivíduos que detinham igualdade política, eram guerreiros conhecidos como OS IGUAIS. PERIECOS: Eram COMERCIANTES LIVRES OU ARTESÃOS que embora participassem do exército, NÃO TINHAM DIREITOS políticos nem prestígio social. HILOTAS: eram formados por ESCRAVOS, submetidos por pelo uso da força.

26 Os Hilotas trabalhavam em terras pertencentes aos espartanos e tinham pagar parte do que produziam a estes. A EDUCAÇÃO ESPARTANA A população era submetida a uma educação rígida. As crianças eram propriedade do Estado. Ao nascerem eram examinadas e se fossem aleijadas ou portadoras de doenças crônicas, eram sacrificadas. Aos sete anos eram entregues ao Estado (ver página 120 Livro didático).

27 ATENAS: INTELECTO UNIDO À FORÇA FÍSICA Ao se fundarem com outros povos, os jônios formaram, por volta do séc. VII a.C., a Cidade de Atenas, berço de tantas contribuições para a humanidade. Sua evolução política possibilitou chegar à democracia- que era a forma de governo na qual o cidadão participava diretamente das decisões. As mulheres, os escravos e os estrangeiros não participavam.

28 FORMAS DE GOVERNO Monarquia : O rei detinha poderes absolutos. Arcontado: Aristocracia reinava e delegava, aos arcontes eleitos, poderes para mantê-los no governo. Os arcontes passaram a redigir leis. Em 621 a.C., Drácon foi eleito magistrado e passou a redigir leis muito severas: Por o nome LEIS DRACONIANAS.

29 Em 594 a.C., SÓLON foi, por sua vez, eleito arconte e incrementou a democracia. Principais Feitos: 1. aboliu a escravidão por dívida. 2. dividiu a população pela renda. 3. Anistiou os exilados 4. Acabou com a grande propriedade 5. Melhorou a agricultura e o comércio Reformou a moeda

30 Tirania: em 560 a.C., Psístrado assumiu o governo e não agradou a muitos. DEMOCRACIA: Em 508 a.C., foi eleito CLÍSTENES- considerado o Pai da Democracia. Principais feitos 1. Ele dividiu a cidade em distritos (demos). 2. Permitiu aos atenienses livres escolherem os magistrados da cidade. 3. Criou o ostracismo, que bania da cidade, por dez anos, aqueles que fossem considerados prejudiciais à democracia. Er am em cacos de cerâmica (ÓSTRACOS Tirania: Poder absoluto em que o governante não consulta povo, designa governo usurpado (assume o governo ilegitimamente).

31 Eram em cacos de cerâmica (ÓSTRACOS). Eram necessários no mínimo 6 mil votos para OSTRACIZAR alguém. PÉRICLES (499 A 429 a.C.) Foi um dos maiores governantes de Atenas. Sua administração possibilitou o desenvolvimento artístico, o literário e o da própria democracia. Principais feitos: 1. Os cidadãos tiveram acesso à magistratura. 2. A atividade política passou a ser remunerada 3. A Assembleia Popular tornou-se soberana 4. Criou-se um tribunal popular encarregado da justiça.

32 A palavra DEMOKRATIA ( governo dos demos) originou a atual democracia, que significa poder popular, governo do povo. A sociedade em Atenas era dividida em grupos: EUPÁTRIDAS : Os bem-nascidos, filhos de pais atenienses. Possuíam terras, eram considerados aristocratas e cidadãos atenienses. OS GEORGHOIS: Pequenos proprietários de áreas pouco férteis. OS THETAS: Trabalhadores assalariados; não possuíam terras. OS DEMIURGOS: artesãos e comerciantes.

33 OS METECOS: Eram estrangeiros, podiam exercer qualquer atividade social, intelectual e profissional, mas não possuíam direitos políticos e nem terras. OS ESCRAVOS - a maioria da população. Eram pessoas escravizadas por dívida, por guerra ou compradas. No entanto, podiam adquirir sua liberdade. Portanto, somente os CIDADÃOS EXERCIAM DEMOCRACIA, por que só a eles era legado o direito de participar das decisões.

34 Modo de Produção escravista: Porque uma parte considerável dos bens produzidos na sociedade é realizada de maneira permanente pelos escravos. O escravo é base da produção. ATENAS era uma DEMOCRACIA ESCRAVISTA. A EDUCAÇÃO ATENIENSE A menina não frequentava a escola.; mas, podia aprender ler e escrever em casa. Aos 15 casava-se com um pretendente escolhido pelo pai.

35 Desse modo, tornava-se mulher ateniense e permanecia em casa (GINECEU) cuidando dos seus afazeres e da educação dos filhos até a idade dos 7 anos. O menino, após os 7 anos, ficava sob os cuidados de um pedagogo ou Paidéia (cuidador de criança) e aprendia a ler, escrever e contar. Já maior poderia cursar escola de música ou de ginástica, além de estudar ORATÓRIA, LITERATURA E POESIA. Servia no exército entre 18 e 20 anos. Após isso, se tornava cidadão.

36 Em ATENAS (ao contrário de Esparta) o CIDADÃO NÃO ESTAVA A SERVIÇO DO EXÉRCITO EM TEMPO INTEGRAL; podia ter outros afazeres e só participava da guerra quando convocado.


Carregar ppt "Unidade V Assunto 2 Grécia Localizar geograficamente a Grécia. Identificar os grupos formadores do povo grego. Explicar o processo da expansão grega. Identificar."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google