A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Departamento do Ensino Secundário. Revisão Curricular O que nos traz de novo a Revisão Curricular? 1. Organização curricular dos planos de estudo dos.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Departamento do Ensino Secundário. Revisão Curricular O que nos traz de novo a Revisão Curricular? 1. Organização curricular dos planos de estudo dos."— Transcrição da apresentação:

1 Departamento do Ensino Secundário

2 Revisão Curricular O que nos traz de novo a Revisão Curricular? 1. Organização curricular dos planos de estudo dos cursos Gerais e Tecnológicos 2. Permeabilidade entre os cursos Geral e Tecnológico 3. Carga horária e tempos lectivos 4. Área Projecto / Projecto Tecnológico 5. Valorização e reforço da dimensão experimental

3 Departamento do Ensino Secundário Cursos Gerais Formação Geral Formação Específica vertente técnica e experimental 1. Organização curricular dos planos de estudo dos cursos Gerais e Tecnológicos pretende -se que o ensino experimental seja uma realidade para todos ] Área- Projecto

4 Departamento do Ensino Secundário Cursos Tecnológicos ] Formação Geral Formação Científico-Tecnológica No 12º ano passa a existir a disciplina de especificação As escolas podem propor outras especificações Projecto Tecnológico 10 e 11º anos - o projecto tecnológico está integrado na disciplina bienal de natureza prática ou teórico - prática (6h semanais) 12º ano (3h semanais) 1. Organização curricular dos planos de estudo dos cursos Gerais e Tecnológicos

5 Departamento do Ensino Secundário Curso Geral Curso Tecnológico Final do 11º ano 12º ano- reforço de 3h semanais na disciplina trienal da formação específica + 1,5h na opção sujeita a exame Final do 10º ano 11º ano- reforço de 3h semanais nas disciplinas de natureza Tecnológica ( distribuídas de acordo com as exigências de formação de cada curso) 12º ano- o plano de estudos não sofre alterações 1 ano após o 12º ano Diploma do Ensino Secundário Certificação Profissional de Nível III 2. Permeabilidade entre os cursos Geral e Tecnológico

6 Departamento do Ensino Secundário Tempos lectivos de 90 min. ] Objectivos no ensino-aprendizagem 4 Motivar para que o aluno aprenda fazendo 4 Aulas não expositivas de acordo com uma orientação construtivista 4 Permitir diferentes tipos de trabalho prático 4 Maior envolvimento dos alunos no desenho e no planeamento das actividades 3. Carga horária e tempos lectivos Curso Geral (10º e 11º anos) 28h 30min (12º ano) 22h 30min. Curso Tecnológico 30h

7 Departamento do Ensino Secundário Este período de 90min permite: 4 Uma gestão de programas de acordo com metodologias diversificadas 4 experimentação de novas metodologias Porquê a realização de aulas experimentais? Antes da teoria ] motivar, identificar problemas e planear novas aprendizagens De forma integrada com a teoria ] construir conhecimentos e perspectivar a mudança conceptual do aluno, tendo em atenção as suas concepções alternativas. Depois da teoria comprovar, ilustrar e aplicar os conhecimentos previamente adquiridos 3. Carga horária e tempos lectivos

8 Departamento do Ensino Secundário Pretende-se que a nova organização curricular conjugada com a unidade lectiva de 90 min 3. Carga horária e tempos lectivos facilite o ensino experimental e a integração da dimensão prática e teórica nas diferentes disciplinas Exige-se maior investimento em: recursos humanos recursos materiais nas escolas

9 Departamento do Ensino Secundário Área inscrita no horário lectivo natureza inter- e transdisciplinar visa a realização de projectos concretos pelos alunos Algumas Finalidades ] Criar mais relações com o meio, aproximando a escola à comunidade e à sociedade em que se insere. ] Facilitar a aproximação dos alunos ao mundo do trabalho ] Mobilizar e integrar competências desenvolvidas no âmbito das diferentes disciplinas, na reflexão e resolução de problemas, e na interligação teoria/prática através da metodologia do trabalho de projecto. Elaborar produtos concretos- relatórios, ensaios, programas informáticos, filmes em suporte vídeo, páginas internet, expressando-se de forma adequada. 4. Área Projecto / Projecto Tecnológico

10 Departamento do Ensino Secundário ] Elaboração de materiais de apoio para professores ] Colocação de um técnico de laboratório nas escolas secundárias ] Levantamento do apetrechamento das escolas- equipamento laboratorial e espaços (tipologias de laboratório) ] Formação de professores e acompanhantes locais da Matemática, do Português, das Ciências e do Ensino Tecnológico. Produção de brochuras no âmbito da formação no ensino experimental das ciências desenvolvida pelo DES O que está a ser feito?

11 Departamento do Ensino Secundário ] Formação de professores (inicial e contínua) fundamental que os professores dinamizem os centros de formação de associação de escolas no sentido de existirem mais acções, directamente relacionadas com os novos planos curriculares. (sob a forma de oficinas de formação, círculo de estudos, …) ] Actualização científica contínua dos professores necessidade de recorrer aos inúmeros estudos sobre o Ensino das Ciências e sobre Ciências da Educação Que desafios nos coloca a Revisão Curricular?

12 Departamento do Ensino Secundário Que desafios nos coloca a Revisão Curricular? ] Maior cooperação entre professores e uma contínua auto-reflexão sobre o seu desempenho ] Explicitação do núcleo de aprendizagens fundamentais de cada disciplina ] Auto-formação e formação contínua ao longo da vida ] Ensino-aprendizagem diferenciado na sala de aula ] Valorização das componentes não disciplinares do currículo e das competências transversais comuns. ] Educação para a cidadania, competências no domínio das novas tecnologias, metodologia de projecto.

13 Departamento do Ensino Secundário Modalidades de avaliação 1. Implica as modalidades diagnóstica, formativa e sumativa, sobre as disciplinas e áreas curriculares não disciplinares. \Avaliação Diagnóstica - sempre que seja oportuno em todos os anos de escolaridade. \Avaliação Formativa - contínua e sistemática, recorre a vários instrumentos de recolha de informação, adequa-se à diversidade de aprendizagem, regulação do ensino e da aprendizagem; planeamento e organização do currículo, auxiliar de decisões, continuidade e progressão na aprendizagem, identifica dificuldades, informa acerca do progresso dos alunos. \Avaliação Sumativa - tem como principais funções classificação e certificação das aprendizagens dos alunos. Processa-se de duas formas: sumativa interna (professores e escola) e externa (serviços centrais do M.E.). Avaliação dos Alunos

14 Departamento do Ensino Secundário Modalidades de avaliação 2. A Avaliação Sumativa Interna formaliza-se em quatro momentos, a definir no calendário escolar: \Dois momentos conducentes a uma classificação de frequência. \Dois momentos para apreciação global das aprendizagens e progressos. 3. A Avaliação Sumativa Interna inclui a realização de Provas Globais : \Cursos Gerais: \11º ano - disciplinas terminais das componentes de formação geral e especifica. \12º ano - disciplina de opção que não tenha Exame Nacional. \Cursos Tecnológicos - 11º ano nas disciplinas terminais da componentes de formação geral e científico-tecnológica. Avaliação dos Alunos

15 Departamento do Ensino Secundário Modalidades de avaliação 4. A Avaliação Sumativa Externa compreende a realização de Exames Nacionais no 12º ano: \Cursos Gerais: \Língua Portuguesa. \Disciplina trienal da componente de formação especifica. \Disciplina de opção \Cursos Tecnológicos: \Língua Portuguesa. \Disciplina trienal da componente de formação científico-tecnológica (a definir em cada curso). Avaliação dos Alunos

16 Departamento do Ensino Secundário Efeitos da avaliação O processo de Avaliação Sumativa permite tomar decisões nos domínios: \da classificação em cada uma das disciplinas e áreas curriculares não disciplinares; \da aprovação em cada uma das disciplinas e áreas curriculares não disciplinares; \da progressão ao ano de escolaridade seguinte; \da conclusão do Ensino Secundário. Avaliação dos Alunos

17 Departamento do Ensino Secundário Muito grata pela vossa atenção!


Carregar ppt "Departamento do Ensino Secundário. Revisão Curricular O que nos traz de novo a Revisão Curricular? 1. Organização curricular dos planos de estudo dos."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google