A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

ECONOMIA E MERCADO – SISTEMA ECONÔMICO. TRÊS PROBLEMAS FUNDAMENTAIS O problema econômico fundamental consiste, em primeiro lugar, em decidir o que produzir.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "ECONOMIA E MERCADO – SISTEMA ECONÔMICO. TRÊS PROBLEMAS FUNDAMENTAIS O problema econômico fundamental consiste, em primeiro lugar, em decidir o que produzir."— Transcrição da apresentação:

1 ECONOMIA E MERCADO – SISTEMA ECONÔMICO

2 TRÊS PROBLEMAS FUNDAMENTAIS O problema econômico fundamental consiste, em primeiro lugar, em decidir o que produzir e em quais quantidades. Sendo os recursos produtivos limitados, como mão-de-obra especializada (engenheiros, técnicos de nível médio, ferramenteiros, torneiros, etc.), matérias-primas, capital-fixo (máquinas, equipamentos, prédios, estradas, portos), capital financeiro para pagar os trabalhadores e adquirir matérias-primas, terras férteis para a agricultura e empresários dispostos a arriscar seus recursos no setor produtivo, e as necessidades humanas ilimitadas, a sociedade precisa decidir qual será a composição dos bens e serviços que naquele período será produzido e em quais quantidades.

3 ECONOMIA E MERCADO – SISTEMA ECONÔMICO TRÊS PROBLEMAS FUNDAMENTAIS Além da expectativa de obter lucro, a escolha de um empreendedor em produzir prédios ou produzir alimentos, armas ou medicamentos depende do conhecimento que ele tem do mercado, de seu acesso à tecnologia e da tradição familiar. Do ponto de vista da sociedade, a escolha do que produzir está relacionado com as opções de política econômica dos dirigentes. A sociedade pode desejar mais usinas hidrelétricas e mais estradas, ou maior produção de grãos e habitações populares.

4 ECONOMIA E MERCADO – SISTEMA ECONÔMICO TRÊS PROBLEMAS FUNDAMENTAIS Em segundo lugar, vem a questão de como produzir, que diz respeito à tecnologia. O conhecimento tecnológico pode ser comprado de outros países, mediante o pagamento de direitos (royalties). Para descobrir novos produtos e processos de produção novos ou aperfeiçoados, as empresas investem em pesquisa e desenvolvimento (P&D). Geralmente, os países menos desenvolvidos investem menos em P&D, por insuficiência de recursos técnicos e financeiros, preferindo importar técnicas conhecidas em outros países.

5 ECONOMIA E MERCADO – SISTEMA ECONÔMICO TRÊS PROBLEMAS FUNDAMENTAIS A decisão de como produzir implica a escolha das técnicas, o que, mais uma vez, envolve a questão dos preços dos recursos. Se a mão-de-obra for barata e o custo de capital elevado, as empresas tenderão a utilizar mais trabalho (L) e menos capital (K), isto é, o processo de produção será mais manual e menos mecanizado. Nesse caso, diz-se que as técnicas são de trabalho intensivo. Inversamente, nos países desenvolvidos, em que os salários são elevados e os diretos sociais dos trabalhadores mais amplos, as empresas tendem a mecanizar em massa o setor produtivo.

6 ECONOMIA E MERCADO – SISTEMA ECONÔMICO TRÊS PROBLEMAS FUNDAMENTAIS Outra tendência dessas empresas é produzir alguns tipos de bens nos países em desenvolvimento, com mão-de-obra barata. Elas continuam produzindo, em seus países, os produtos que exigem alta dose de capital; diz-se que elas empregam alta relação K/L (capital intensivo), implicando o emprego de máquinas sofisticadas e robôs. A robotização está sendo empregada também em países em desenvolvimento, como o Brasil, principalmente na indústria automobilística. A explicação é a de que, com a globalização da produção em nível mundial, as empresas precisam reduzir custos, para poder competir. Entretanto, a robotização também é empregada em operações perigosas, como é o caso da Petrobrás, na prospecção de petróleo em águas profundas.

7 ECONOMIA E MERCADO – SISTEMA ECONÔMICO TRÊS PROBLEMAS FUNDAMENTAIS Em terceiro lugar, a decisão para quem produzir é tomada pelas empresas, em função da expectativa de realizar lucro. Com esse objetivo, elas escolhem os consumidores que desejam abastecer com bens e serviços, conforme as diferentes classes de renda a que pertencem. Por exemplo, uma empresa do ramo da construção civil pode escolher entre construir prédios de luxo para classe A, ou prédios mais modestos para a classe média, ou, ainda, uma combinação desses dois tipos de obra. Do ponto de vista privado, a escolha envolve sempre a expectativa de maximizar lucros e a disponibilidade de recursos e de tecnologia.

8 ECONOMIA E MERCADO – SISTEMA ECONÔMICO TRÊS PROBLEMAS FUNDAMENTAIS Os problemas sociais se encontram espalhados na engrenagem da economia e na ligação das engrenagens de economias de outras nações. A Globalização gera troca de problemas sociais, além de mercadorias.

9 ECONOMIA E MERCADO – SISTEMA ECONÔMICO OFERTA E DEMANDA DEMANDA Necessidades individuais Consumo racional OFERTA Produção de bens e serviços Otimização dos insumos RESTRIÇÕES: Renda e Insumo MOTIVAÇÕES: Satisfação, lucro e utilidade.

10 ECONOMIA E MERCADO – SISTEMA ECONÔMICO OS BENS ECONÔMICOS E OS SERVIÇOS Bem é tudo aquilo que satisfaz direta ou indiretamente os desejos e necessidades dos seres humanos. Os bens econômicos caracterizam-se pela utilidade, pela escassez e por serem transferíveis. Os bens livres – como, por exemplo, o ar – são aqueles cuja quantidade é suficiente para satisfazer a todo o mundo. Os serviços são aquelas atividades que, sem criar objetos materiais, se destinam direta ou indiretamente a satisfazer necessidades humanas.

11 ECONOMIA E MERCADO – SISTEMA ECONÔMICO OS BENS ECONÔMICOS – TIPOS DE BENS TIPOS DE BENS Segundo seu caráter Livres Econômicos Segundo sua natureza De capital De consumo: Duráveis e Não Duráveis Segundo sua função Intermediários Finais

12 ECONOMIA E MERCADO – SISTEMA ECONÔMICO FATORES DE PRODUÇÃO São denominados fatores de produção os recursos ou elementos básicos utilizados na produção de bens e serviços. Tradicionalmente, esses fatores se dividem em três grandes categorias: terra, trabalho e capital. a)Na economia, o termo terra é usado em sentido amplo, indicando não só a terra cultivável e urbana, mas também os recursos naturais que contém, como, por exemplo, os minerais. b)O fator trabalho refere-se às faculdades físicas e intelectuais dos seres humanos que intervêm no processo produtivo. No organograma a seguir, destacam-se alguns pontos sobre o fator de produção trabalho e população. O fator produtivo trabalho é a parte da população que desenvolve as tarefas produtivas.

13 ECONOMIA E MERCADO – SISTEMA ECONÔMICO FATORES DE PRODUÇÃO - TRABALHO População População ativa: a que intervém no processo produtivo. Empregados: têm um trabalho remunerado ainda que estejam afastados por doença Empregados ativos marginais: Fazem trabalhos periódicos. Desempregados: reúnem as condições de idade e capacidade física e mental para trabalhar, mas não trabalham. População inativa: a que somente consome. Aposentados, estudantes, donas de casa, incapacitados para trabalhar e pessoas que não trabalham e não procuram emprego.

14 c) O capital compreende as edificações, as fábricas, a maquinaria e os equipamentos, a existência de meios elaborados e demais meios utilizados no processo produtivo. Recebem essa denominação porque, nas economias capitalistas, o capital geralmente é de propriedade privada e especialmente dos capitalistas. ECONOMIA E MERCADO – SISTEMA ECONÔMICO FATORES DE PRODUÇÃO - CAPITAL Tipos de capital Capital fixo: consiste em todo o tipo de instrumentos empregados na produção, como edifícios e maquinaria. Dura vários ciclos de produção. Capital circulante: consiste nos bens em processo de preparação para o consumo, basicamente matérias-primas e estoques. Capital humano: educação, formação profissional e experiência, em geral, tudo o que eleva a capacidade produtiva dos seres humanos. Capital financeiro: fundos disponíveis para a compra de capital físico ou ativos financeiros.

15 ECONOMIA E MERCADO – SISTEMA ECONÔMICO AS EMPRESAS A empresa é a unidade de produção básica. Contrata trabalho e compra fatores com o fim de fazer e vender bens e serviços. Tipos de empresas segundo a natureza jurídica: Individual: Trata-se de empresas que pertencem a um só indivíduo e são dirigidas por ele. Limitadas: O capital está dividido em partes iguais, chamadas cotas. Nestas empresas os sócios não respondem pessoalmente a dados sociais, somente com o capital aplicado. Sociedades Anônimas ou S.As: Somente pode ser sócio investindo dinheiro. O capital está dividido entre os acionistas. A responsabilidade dos sócios se limita ao capital aplicado. As ações são eventualmente negociadas na bolsa. Cooperativas: As sociedades cooperativas são associações criadas para satisfazer as necessidades comuns dos associados que compartilham de iguais riscos e benefícios.

16 ECONOMIA E MERCADO – SISTEMA ECONÔMICO O FINANCIAMENTO DA EMPRESA Autofinanciamento: recursos financeiros gerados pela própria empresa. Financiamento externo: Empréstimos; Créditos; Obrigações

17 ECONOMIA E MERCADO – SISTEMA ECONÔMICO O SETOR PÚBLICO Setor Público Setor público produtivo Empresas estatais Financeiras Não Financeiras Administração pública Unid. territoriais Estados Municípios Territórios Previdência social Outras administrações Adm. central Estado União Ministérios

18 ECONOMIA E MERCADO – SISTEMA ECONÔMICO RESUMO A organização da economia: os sistema econômicos A forma da organização econômica de cada país depende de como as sociedades enxergam os problemas econômicos fundamentais e buscam resolvê-los através dos chamados sistemas econômicos. Sistema econômico: é a forma política, social e econômica pela qual está organizada uma sociedade levando em consideração a organização da produção, distribuição e consumo de todos os bens e serviços que as pessoas utilizam buscando uma melhor qualidade de vida. Os sistemas econômicos são constituídos pelos: Estoques de recursos produtivos ou fatores de produção: é a quantidade total de trabalhadores, máquinas, equipamentos, terras, recursos naturais, tecnologia; Unidades de produção: representadas pelas empresas; Conjunto de instituições políticas, jurídicas, econômicas e sociais: que são a base da organização da sociedade.

19 ECONOMIA E MERCADO – SISTEMA ECONÔMICO CLASSIFICAÇÃO DOS SISTEMAS ECONÔMICOS Podemos, então, classificar os sistemas econômicos em dois tipos: A)Sistema capitalista ou economia de mercado; B) Sistema socialista ou economia planificada/centralizada.

20 ECONOMIA E MERCADO – SISTEMA ECONÔMICO SISTEMA CAPITALISTA OU ECONOMIA DE MERCADO A)O funcionamento de um sistema capitalista (ou economia de mercado) As características fundamentais de um sistema capitalista são: - O sistema econômico é regido pelas forças de mercado; - Existe o predomínio da livre iniciativa e - A propriedade dos fatores de produção é privada. Todavia, podemos subdividir os sistemas capitalistas em dois outros sistemas econômicos: a.1) O sistema de concorrência pura: o Estado não intervém no funcionamento da economia. a.2) O sistema de economia mista: o Estado interfere no funcionamento da economia.

21 ECONOMIA E MERCADO – SISTEMA ECONÔMICO SISTEMA CAPITALISTA – CONCORRÊNCIA PURA a.1) O sistema de concorrência pura - O sistema de concorrência pura prevalecia nas economias ocidentais até o início do século XX, sob as idéias liberais do Laissez-faire, Laissez-Passe (Deixe-se passar, deixe-se fazer - Adam Smith). - Sob o sistema de concorrência pura, não havia a necessidade da intervenção do Estado na atividade econômica uma vez que a economia seria guiada por uma mão- invisível. - Os problemas econômicos fundamentais seriam, então, resolvidos automaticamente pelo mercado. - Como? Através do chamado Mecanismo de Preços, ou seja, por meio da interação entre a oferta e a demanda em cada mercado. O mecanismo de preços O mecanismo de preços nos mostra como a interação entre a demanda e a oferta em qualquer mercado garante que as necessidades dos consumidores em adquirir bens e serviços seja igual aos desejos de produção e venda dos empresários.

22 ECONOMIA E MERCADO – SISTEMA ECONÔMICO SISTEMA CAPITALISTA – CONCORRÊNCIA PURA Situação 01 - Existe um excesso de oferta (ou escassez de demanda!): Nesse caso, existirá concorrência entre as empresas para vender os seus bens aos escassos consumidores. Serão formados estoques nas empresas, que serão obrigadas a reduzir os seus preços para escoar a produção, até que se atinja um preço no qual os estoquem estejam satisfatórios. Situação 02 - existe um excesso de demanda (ou escassez de oferta!): Nesse caso, haverá concorrência entre os consumidores para comprar e adquirir os escassos bens disponíveis. Serão formadas filas para comprar os produtos. O preço tende a aumentar até que se atinja um nível de equilíbrio em que as filas não mais existirão.

23 ECONOMIA E MERCADO – SISTEMA ECONÔMICO SISTEMA CAPITALISTA – CONCORRÊNCIA PURA O sistema de concorrência pura pode ser definido como sendo a base da filosofia do chamado liberalismo econômico. Nesse caso, a característica fundamental desse sistema econômico é a soberania do mercado, sem a intervenção do governo no funcionamento da economia. Dessa maneira, o Estado deve responsabilizar-se mais com questões como justiça, paz, segurança, saúde, educação e o mercado com as questões econômicas fundamentais.

24 ECONOMIA E MERCADO – SISTEMA ECONÔMICO SISTEMA CAPITALISTA – CONCORRÊNCIA PURA As críticas ao sistema de concorrência pura Devido ao mercado não conseguir resolver todos os problemas econômicos fundamentais, surgiram algumas críticas em relação ao sistema de concorrência pura, sendo as mais freqüentes: - Trata-se de uma grande simplificação da realidade; - Os preços nem sempre flutuam livremente, ao saber do mercado (força dos sindicatos sobre a formação de salários, poder dos monopólios e oligopólios e intervenção do governo). - O mercado sozinho não promove a perfeita alocação de recursos; - O mercado sozinho não promove a perfeita distribuição de renda (uma vez que as empresas estão mais preocupadas em maximizar seus lucros do que com questões distributivas).

25 ECONOMIA E MERCADO – SISTEMA ECONÔMICO SISTEMA CAPITALISTA – ECONOMIA MISTA a.2) O sistema de economia mista - O sistema de economia mista é atualmente o sistema econômico predominante na maioria dos países. A característica principal desse sistema econômico é o papel econômico do governo. - A partir dos anos 1930, passaram a predominar os sistemas de economia mista, no qual ainda prevalecem as forças de mercado, mas agora o Estado assume um papel econômico fundamental tanto na alocação e distribuição de recursos como na própria produção de bens e serviços (nas áreas de infra-estrutura, energia, saneamento e telecomunicações).

26 ECONOMIA E MERCADO – SISTEMA ECONÔMICO SISTEMA CAPITALISTA – ECONOMIA MISTA A atuação do Estado na atividade econômica justifica-se, sobretudo, para: - Eliminar as distorções alocativas e distributivas existentes na sociedade; - Promover a melhoria do padrão-de-vida e bem-estar da população. - A interferência do Estado no funcionamento da economia pode acontecer de várias maneiras: Atuação sobre a formação de preços (por exemplo, agências reguladoras como a ANATEL e a ANEEL, o CADE, etc.); Complemento da iniciativa privada (infra-estrutura); Fornecimento de serviços públicos (saneamento, energia); Fornecimento de bens públicos (segurança nacional); Compra de bens e serviços do setor privado (compras governamentais).

27 ECONOMIA E MERCADO – SISTEMA ECONÔMICO SISTEMA SOCIALISTA – ECONOMIA PLANIFICADA/ CENTRALIZADA Sob o sistema socialista ou de economia centralizada (ou planificada) os problemas econômicos fundamentais são resolvidos a partir das decisões de uma agência ou órgão central de planejamento, e não mais pelo mercado (ex.: Cuba). Mas como o Estado resolve os problemas da sociedade? A partir de um levantamento dos recursos de produção disponíveis e das necessidades do país. Nesse sistema, predomina-se a propriedade pública dos fatores de produção, chamados nessas economias de meios de produção.

28 ECONOMIA E MERCADO – SISTEMA ECONÔMICO SISTEMA SOCIALISTA – ECONOMIA PLANIFICADA/ CENTRALIZADA As principais características de um sistema econômico socialista ou de uma economia centralizada são: -A propriedade dos recursos/meios de produção é do Estado (terras, prédios, bancos, máquinas, equipamentos, matérias-primas). -Porém, os meios de sobrevivência pertencem aos indivíduos (roupas, automóveis, móveis, residências) assim como pequenas atividades comerciais e artesanais. - Há mobilidade de mão-de-obra (os indivíduos possuem a liberdade de escolha da sua profissão).

29 ECONOMIA E MERCADO – SISTEMA ECONÔMICO SÍNTESE Os sistemas econômicos: Síntese As principais diferenças entre o sistema econômico capitalista e o socialista consistem basicamente em 2 pontos: Propriedade dos fatores de produção: Em uma economia capitalista ou de mercado a propriedade dos fatores de produção é privada. No caso de uma economia centralizada ou socialista, a propriedade dos fatores de produção é do Estado. Os problemas econômicos fundamentais São resolvidos ou por um órgão central de planejamento (no caso das economias centralizadas) ou pelo mercado (nas economias de mercado).


Carregar ppt "ECONOMIA E MERCADO – SISTEMA ECONÔMICO. TRÊS PROBLEMAS FUNDAMENTAIS O problema econômico fundamental consiste, em primeiro lugar, em decidir o que produzir."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google