A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Economia A Turma: ADM 2º semestre noturno PUC-Campinas 2011.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Economia A Turma: ADM 2º semestre noturno PUC-Campinas 2011."— Transcrição da apresentação:

1 Economia A Turma: ADM 2º semestre noturno PUC-Campinas 2011

2 O que é um Mercado? O conjunto de vendedores e compradores que interagem entre si, resultando na possibilidade de trocas, constitui um Mercado. Ex. unidades produtoras (empresas) e unidades consumidoras (famílias). A extensão de um mercado é determinada tanto geograficamente quanto em termos de faixas de produtos que nele estão inseridos. Os mercados assumem ainda algumas formas (estruturas) que serão estudadas mais adiante. Inicialmente analisaremos a estrutura de um mercado competitivo (em concorrência perfeita). Fonte: MANKIW (2002); NELLIS e PARKER (2003); e OSULLIVAN, SEFFRIN E NISHIJIMA (2004).

3 O que é um Mercado? Mercado competitivo (em concorrência perfeita): possui muitos vendedores e compradores, de modo que nenhum comprador ou vendedor individualmente consiga exercer um impacto significativo sobre os preços. Nesse mercado, pressupõe-se que os bens e serviços ofertados sejam todos iguais (qualidade, marca, rótulo, etc.). Não há barreiras de acesso para esse mercado aos novos empresários. A interação entre Demanda e Oferta que estudaremos a seguir ilustra perfeitamente o funcionamento de um mercado competitivo. Fonte: MANKIW (2002); NELLIS e PARKER (2003); e OSULLIVAN, SEFFRIN E NISHIJIMA (2004).

4 Interação entre Oferta e Demanda Fonte: MANKIW (2002). O lado da Demanda A demanda (procura) de uma pessoa ou grupo de pessoas por um determinado bem qualquer indica o quanto esta pessoa ou grupo de pessoas desejam consumir deste bem num determinado período de tempo. Mas o que determina a quantidade demandada de um bem qualquer? Há uma série de fatores determinantes da demanda de um bem: Preço do bem. Lei da demanda: tudo o mais mantido constante, quando o preço de um bem aumenta, a quantidade demandada cai. Renda. Se a demanda por um bem cai quando a renda cai, chamamos esse bem de bem normal. Por outro lado, se a demanda por um bem aumenta quando a renda cai chamamos esse bem de bem inferior. Preço de outros bens relacionados com o bem procurado. Quando a queda no preço de um bem reduz a demanda por outro bem, dizemos que se trata de bens substitutos. Quando a queda no preço de um bem aumenta a demanda por outro bem, os bens são chamados complementares. Gostos / Expectativas. O gosto é um dos fatores determinantes da formação da demanda. Já as expectativas em relação ao futuro também podem afetar a demanda por um bem ou serviço.

5 Interação entre Oferta e Demanda Fonte: MANKIW (2002). O lado da Demanda Como vimos, são muito os fatores determinantes (Preço, Renda, Preço de produtos relacionados, Gostos e Expectativas) da demanda. Imagine agora que para a formação da demanda todos esses determinantes permaneçam constantes, exceto o preço do bem. Para isso, usaremos a expressão latina ceteris paribus, que serve para lembrar que todas as variáveis, que não aquela que está sendo estudada, são mantidas constantes. Assim, temos: Esquema de demanda: tabela que mostra a relação entre preço de um bem e quantidade demandada. Curva de demanda: gráfico da relação entre preço de um bem e quantidade demandada. Esquema de demanda individual (Exemplo) Preço do sorveteQuantidade demandada de sorvete US$ 0,0012 US$ 1,506 US$ 3,000

6 Interação entre Oferta e Demanda Fonte: MANKIW (2002). O lado da Demanda Curva de demanda individual (exemplo) US$ 3,00 US$ 1,50 Preço do sorvete Quantidade demandada de sorvete Essa curva de demanda individual representa graficamente o esquema de demanda apresentado no slide anterior, e mostra como a quantidade demandada do bem (sorvete) varia à medida que seu preço se altera. Observa-se a lei da demanda em operação: tudo o mais mantido constante, quando o preço de um bem aumenta, a quantidade demandada cai.

7 Interação entre Oferta e Demanda Fonte: MANKIW (2002). O lado da Demanda Esquema de demanda de mercado: mostra a demanda de mercado, que é o somatório de todas as demandas individuais por um dado bem ou serviço. Esquema de demanda individual e de mercado (Exemplo) Preço do sorvete Quantidade demandada de sorvete Consumidor A Quantidade demandada de sorvete Consumidor B Quantidade demandada de sorvete Mercado US$ 0, US$ 1, US$ 3,00011 Preço do sorvete Quantidade demandada de sorvete 0 US$ 3,00 US$ 1,50 Curva de demanda de mercado (exemplo) 10191

8 Interação entre Oferta e Demanda Fonte: MANKIW (2002). O lado da Demanda Deslocamentos da curva de demanda Variáveis que afetam a quantidade demandada Uma alteração nesta variável... PreçoRepresenta um movimento ao longo da curva de demanda RendaDesloca a curva de demanda Preço dos bens relacionadosDesloca a curva de demanda Gostos / ExpectativasDesloca a curva de demanda Número de compradoresDesloca a curva de demanda Preço do sorvete Quantidade demandada de sorvete D3 D1 D2 Aumento da demanda Redução da demanda

9 Interação entre Oferta e Demanda Fonte: MANKIW (2002). O lado da Oferta A Oferta: a quantidade oferecida de qualquer bem ou serviço é a quantidade que os vendedores querem e podem vender. Há uma série de fatores determinantes da oferta de um bem ou serviço: Preço do bem. Lei da oferta: tudo o mais mantido constante, a quantidade oferecida do bem aumenta quando seu preço aumenta. Preço dos insumos. A quantidade de um bem oferecida por uma empresa se relaciona negativamente com os preços dos insumos usados em sua fabricação. Tecnologia. Ao reduzir os custos da empresa, os avanços tecnológicos aumentam a quantidade oferecida de um bem. Expectativas. Se a empresa espera que o preço de um bem aumente no futuro próximo, ela poderá estocar parte da produção desse bem para vende-lá no futuro.

10 Interação entre Oferta e Demanda Fonte: MANKIW (2002). O lado da Oferta Vejamos agora como a quantidade oferecida de um bem varia com o preço, mantendo constantes os preços dos insumos, a tecnologia e as expectativas. Esquema de oferta: tabela que mostra a quantidade fornecida pela empresa a cada preço. Curva de oferta: gráfico que representa a relação entre o preço de uma mercadoria e a quantidade oferecida Esquema de oferta de um bem (Exemplo) Preço do sorveteQuantidade ofertada de sorvete US$ 0,000 US$ 1,502 US$ 3,005

11 Interação entre Oferta e Demanda Fonte: MANKIW (2002). O lado da Oferta Curva de oferta de um bem (exemplo) US$ 3,00 US$ 1,50 Preço do sorvete Quantidade de sorvete Essa curva de oferta de um bem representa graficamente o esquema de oferta apresentado no slide anterior, e mostra como a quantidade ofertada do bem (sorvete) varia à medida que seu preço se altera. Observa-se a lei da oferta em operação: tudo o mais mantido constante, a quantidade oferecida do bem aumenta quando seu o preço aumenta.

12 Interação entre Oferta e Demanda Fonte: MANKIW (2002). O lado da Oferta Esquema de Oferta de mercado: a quantidade oferecida no mercado é a soma das quantidades fornecidas por todos os produtores. Esquema de oferta demanda individual e de mercado (Exemplo) Preço do sorvete Quantidade de sorvete Produtor A Quantidade de sorvete Produtor B Quantidade de sorvete Mercado US$ 0,00000 US$ 1,50224 US$ 3, Preço do sorvete Quantidade de sorvete 0 US$ 3,00 US$ 1,50 Curva de oferta de mercado (exemplo) 134

13 Interação entre Oferta e Demanda Fonte: MANKIW (2002). O lado da Oferta Deslocamentos da curva de oferta Variáveis que afetam a quantidade ofertada Uma alteração nesta variável... PreçoRepresenta um movimento ao longo da curva de oferta Preço dos insumosDesloca a curva de oferta TecnologiaDesloca a curva de oferta ExpectativasDesloca a curva de oferta Número de produtoresDesloca a curva de oferta Preço do sorvete Quantidade de sorvete S1 Aumento da oferta Redução da oferta S2 S3

14 Interação entre Oferta e Demanda Fonte: MANKIW (2002). Equilíbrio entre demanda e oferta Equilíbrio: situação em que demanda e oferta coincidem. O preço no qual as curvas se cruzam é o preço de equilíbrio e a quantidade, a quantidade de equilíbrio. Excesso de oferta: situação em que a quantidade ofertada é maior do que a quantidade demandada. Escassez: situação em que a quantidade demandada é maior do que a quantidade ofertada. US$ 2,00 US$ 1,50 US$ 2, Excesso Escassez Ponto de Equilíbrio (entre preço e quantidade) Preço do sorvete Quantidade de sorvete Oferta Demanda

15 Interação entre Oferta e Demanda Fonte: MANKIW (2002). Equilíbrio entre demanda e oferta Um aumento na demanda desloca a curva de demanda para a direita (de D1 para D2). O preço e quantidade de equilíbrio aumentam (novo equilíbrio). US$ 2,00 US$ 1,50 US$ 2, Equilíbrio inicial Preço do sorvete Quantidade de sorvete Oferta D1 D2 Novo Equilíbrio

16 Interação entre Oferta e Demanda Fonte: MANKIW (2002). Equilíbrio entre demanda e oferta Um fato que provoque uma redução na quantidade ofertada a qualquer preço dado desloca a curva de oferta para a esquerda (de S1 para S2). O preço de equilíbrio aumenta e a quantidade de equilíbrio cai. US$ 2,00 US$ 1,50 US$ 2, Equilíbrio inicial Preço do sorvete Quantidade de sorvete S1 Demanda Novo Equilíbrio S2

17 Interação entre Oferta e Demanda Fonte: MANKIW (2002). O que acontece ao preço e à quantidade quando a oferta ou a demanda se deslocam? Quadro resumo Nenhuma mudança na oferta Um aumento da oferta Uma redução da oferta Nenhuma mudança na demanda P igual Q igual P cai Q aumenta P aumenta Q cai Um aumento da demanda P aumenta Q aumenta P ambíguo Q aumenta P aumenta Q ambígua Uma redução da demanda P cai Q cai P cai Q ambígua P ambíguo Q cai Equilíbrio entre demanda e oferta

18 O preço dos ovos nos EUA caiu 59% entre 1970 e A oferta aumentou devido ao crescimento da mecanização na criação de aves e à redução no custo de produção. A demanda diminuiu em razão da crescente preocupação do consumidor com a saúde (colesterol, etc. ). Interação entre Oferta e Demanda Equilíbrio entre demanda e oferta: o caso dos preços dos ovos nos EUA

19 US$ 0,26 US$ 0, Equilíbrio inicial Preço por dúzia Quantidade (milhões de dúzias) S 1998 Novo Equilíbrio S 1970 Interação entre Oferta e Demanda Equilíbrio entre demanda e oferta: o caso dos preços dos ovos nos EUA D 1970 D 1998 Nesse caso, os preços caíram até um novo equilíbrio ser atingido ao preço de US$ 0,26 e uma quantidade de milhões de dúzias.

20 O preço do ensino universitário nos EUA aumentou 68% entre 1970 e A oferta diminuiu em razão de custos mais elevados com equipamentos e manutenção das salas de aula, laboratórios e bibliotecas, além de salários mais altos do corpo docente. A demanda aumentou em razão do maior número de estudantes que ingressam na universidade após concluir o ensino médio. Interação entre Oferta e Demanda Equilíbrio entre demanda e oferta: o caso do preço do ensino universitário nos EUA


Carregar ppt "Economia A Turma: ADM 2º semestre noturno PUC-Campinas 2011."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google