A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

CONQUISTA ESPANHOLA. HERNÁN CORTEZ Conquista os astecas astecas 500.000 soldados Cortez 400 homens 17 cavalos 10 canhões poucas armas.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "CONQUISTA ESPANHOLA. HERNÁN CORTEZ Conquista os astecas astecas 500.000 soldados Cortez 400 homens 17 cavalos 10 canhões poucas armas."— Transcrição da apresentação:

1 CONQUISTA ESPANHOLA

2 HERNÁN CORTEZ Conquista os astecas astecas soldados Cortez 400 homens 17 cavalos 10 canhões poucas armas

3 Conquista fácil superioridade tecnológica ajuda de aliados locais subjugados dos astecas doenças gripe, varíola, sarampo, etc fim do mundo fim do último sol chegada dos deuses conquista em 3 anos ( ) HERNÁN CORTEZ

4 Encontro Hernán Cortés Combate Conquista Montezuma Receber Quetzalcoatl Cavalo Animal dos deuses HERNÁN CORTEZ

5 (...) Entravam em vilas (...) e aldeias não poupando nem crianças nem homens velhos nem mulheres grávidas e parturientes e abriam-lhes o ventre e faziam-nas em pedaços. Bartolomeu de las Casas Os indígenas foram derrotados também pelo assombro. O imperador Montezuma recebeu, em seu palácio, as primeiras notícias: um grande monte andava mexendo-se pelo mar. Outros mensageiros chegaram depois:... Muito espanto lhe causou ao ouvir como disparava um canhão, como ressoava seu estrépido, como derrubava as pessoas e se atordoavam os ouvidos. E quando caía o tiro, uma bola de pedra saía de suas entranhas: chovia fogo...Os estrangeiros traziam veados nos quais montavam e ficavam da altura do tetos. Por todas as partes tinham o corpo envolto, somente as caras apareciam, brancas, como se fossem de cal. Tinham cabelo amarelo, embora alguns os tivessem pretos. Sua barba era grande...Montezuma acreditou que era o deus Quetzalcoatl que voltava. Oito presságios lhe tinham trazido uma ave que tinha na cabeça um diadema com a forma de um espelho, que refletia o céu e o sol em direção do poente. Nesse espelho Montezuma viu marchar sobre o México os esquadrões dos guerreiros. O deus Quetzalcoatl tinha vindo pelo leste e pelo leste tinha-se ido: era branco e barbudo. Também branco e barbudo era Viracocha, o deus bissexual dos incas. E o leste era o berço dos antepassados heróicos dos maias. GALEANO, Eduardo. As veias abertas da América Latina. Rio de Janeiro: Paz e Terra, (adaptado)

6 Conquista os incas incas soldados Pizarro 180 homens 27 cavalos canhões armas FRANCISCO PIZARRO

7

8 Contexto inca briga política Atahualpa e Huascar guerra civil morte destruição Atahualpa vence fragilidade FRANCISCO PIZARRO

9 Astúcia 1532 cilada de Pizarro jantar amizade? conhecimento? FRANCISCO PIZARRO

10 sequestro de Atahualpa incas morrem resgate 1 sala cheia de ouro 2 salas cheias de prata Tomada Cuzco Quito FRANCISCO PIZARRO

11 CONSEQUÊNCIAS Chegada de Cortez Mesoamérica de hab hab.

12 Chegada de Pizarro Andes hab hab. CONSEQUÊNCIAS

13 CRÍTICAS Jesuítas Michel de Montaigne filósofo ( ) (...) quantas cidades arrasadas, quantas nações exterminadas, quantos milhões de povos passados a fio de espada. Nunca a ambição humana chegou a promover coisas tão horríveis e miseráveis.

14 Bartolomeu de las Casas ( ) contra impostos extorsões escravidão trabalhos forçados protesta junto ao rei defende a evangelização mas também alguns costumes...o que basta para três casas de dez pessoas em um mês come um cristão e destrói em um dia. São muitas as forças, violências e vexações que lhes faziam (...) Tomavam as criaturas (bebês) das tetas das mães pelas pernas, batiam suas cabeças nas pedras (...) CRÍTICAS

15 Colombo descobriu a América, mas não os americanos Todorov O mundo dos selvagens era literalmente ininteligível para o pensamento europeu Pierre Clastres

16 EXTERMÍNIO Escravidão índio trabalha? índio não tem alma Cultural evangelização índio tem alma sim! novas práticas línguas sumiram Brasil tupi – Bíblia jesuítas

17 Consequências perca cultural línguas costumes povos demografia 50 anos depois 50% da população estupros EXTERMÍNIO

18 UNICAMP 2013 Quando os portugueses começaram a povoar a terra, havia muitos destes índios pela costa junto das Capitanias. Porque os índios se levantaram contra os portugueses, os governadores e capitães os destruíram pouco a pouco, e mataram muitos deles. Outros fugiram para o sertão, e assim ficou a costa despovoada de gentio ao longo das Capitanias. Junto delas ficaram alguns índios em aldeias que são de paz e amigos dos portugueses. (Pero de Magalhães Gandavo, Tratado da Terra do Brasil, em Acessado em 20/08/2012.) Conforme o relato de Pero de Gandavo, escrito por volta de 1570, naquela época, a) as aldeias de paz eram aquelas em que a catequese jesuítica permitia o sincretismo religioso como forma de solucionar os conflitos entre indígenas e portugueses. b) a violência contra os indígenas foi exercida com o intuito de desocupar o litoral e facilitar a circulação do ouro entre as minas e os portos. c) a fuga dos indígenas para o interior era uma reação às perseguições feitas pelos portugueses e ocasionou o esvaziamento da costa. d) houve resistência dos indígenas à presença portuguesa de forma semelhante às descritas por Pero Vaz de Caminha, em 1500.

19 FUVEST 2013 Quando Bernal Díaz avistou pela primeira vez a capital asteca, ficou sem palavras. Anos mais tarde, as palavras viriam: ele escreveu um alentado relato de suas experiências como membro da expedição espanhola liderada por Hernán Cortés rumo ao Império Asteca. Naquela tarde de novembro de 1519, porém, quando Díaz e seus companheiros de conquista emergiram do desfiladeiro e depararam-se pela primeira vez com o Vale do México lá embaixo, viram um cenário que, anos depois, assim descreveram: vislumbramos tamanhas maravilhas que não sabíamos o que dizer, nem se o que se nos apresentava diante dos olhos era real. Matthew Restall. Sete mitos da conquista espanhola.Rio de Janeiro: Civilização Brasileira,2006, p Adaptado. O texto mostra um aspecto importante da conquista da América pelos espanhóis, a saber, a) a superioridade cultural dos nativos americanos em relação aos europeus. b) o caráter amistoso do primeiro encontro e da posterior convivência entre conquistadores e conquistados. c) a surpresa dos conquistadores diante de manifestações culturais dos nativos americanos. d) o reconhecimento, pelos nativos, da importância dos contatos culturais e comerciais com os europeus. e) a rápida desaparição das culturas nativas da América Espanhola.

20 COLONIZAÇÃO Mercantilismo metalismo protecionismo colônias balança comercial favorável

21 Pacto Colonial Exclusivo comercial metropolitano Colônias matéria prima produtos tropicais gerar riquezas Metrópole manufaturados escravos COLONIZAÇÃO

22 Colônias de exploração ouro e prata – metalismo plantations escravos monocultura latifúndios produtos naturais COLONIZAÇÃO

23 ENEM 2013 Mas uma coisa ouso afirmar, porque há muitos testemunhos, e é que vi nesta terra de Veragua (Panamá) maiores indícios de ouro nos dois primeiros dias do que na Hispaniola em quatro anos, e que as terras da região não podem ser mais bonitas nem mais bem lavradas. Ali, se quiserem podem mandar extrair à vontade. (Carta de Colombo aos reis da Espanha, julho de Apud AMADO J.; FIGUEIREDO, L. C. Colombo e a América: quinhentos anos depois. São Paulo: Atual – 1991 – Adaptado.) O documento permite identificar um interesse econômico espanhol na colonização da América a partir do século XV. A implicação desse interesse na ocupação do espaço americano está indicada na a) expulsão dos indígenas para fortalecer o clero católico. b) promoção das guerras justas para conquistar o território. c) imposição da catequese para explorar o trabalho africano. d) opção pela policultura para garantir o povoamento ibérico. e) fundação de cidades para controlar a circulação de riquezas.

24 ADMINISTRAÇÃO Casa de contratação Sevilha Administração Monopólio comércio Conselho das Índias Colônias Cabildos prefeituras

25 ORGANIZAÇÃO POLÍTICA América Espanhola 4 vice-reinados vice-reis 4 capitanias gerais

26 SOCIEDADE Elites Pureza de sangue Chapetones (1%) espanhóis habitantes da América Criollos (13,5 %) controlam os cabildos filho de espanhol nascido na América

27 SOCIEDADE Povão Mestiços (27,5%) Índios e escravos (58%)

28 ECONOMIA Busca de ouro 40 anos conheceram todo continente saque pilhagem Mineração aluvião galerias Potosí México

29 Mineração cidades igrejas praças casarões imprensas Universidades ECONOMIA

30 Pecuária Agricultura tabaco cana-de-açúcar caribe concorrência portuguesa algodão anil cacau Manufaturas mercado interno ECONOMIA

31 Mão-de-obra escravidão africana indígena Trabalho compulsório mita encomienda ECONOMIA

32 Mita ou quatequitl imposto inca trabalho em obras públicas adaptação espanhola trabalho indígenas 4 meses minas abusos ECONOMIA

33 Encomienda permissão real encomendero explorar comunidades mão-de-obra plantações minas impostos ECONOMIA


Carregar ppt "CONQUISTA ESPANHOLA. HERNÁN CORTEZ Conquista os astecas astecas 500.000 soldados Cortez 400 homens 17 cavalos 10 canhões poucas armas."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google