A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Microeconomia Profª Karine R. de Souza AULA 3. Microeconomia Mercado do Produto e o mercado de fatores Em uma economia com dois setores os agentes econômicos.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Microeconomia Profª Karine R. de Souza AULA 3. Microeconomia Mercado do Produto e o mercado de fatores Em uma economia com dois setores os agentes econômicos."— Transcrição da apresentação:

1 Microeconomia Profª Karine R. de Souza AULA 3

2 Microeconomia Mercado do Produto e o mercado de fatores Em uma economia com dois setores os agentes econômicos podem interagir em dois mercados: Mercado do produto ou mercado de bens e serviços: é o mercado no qual as firmas vendem ou alugam(ofertam) os bens e serviços para as famílias. Mercado de fatores: é o mercado no qual as firmas compram ou alugam (demandam) os fatores de produção( recursos econômicos) das famílias.

3 Mercado de fatores: As famílias representam a oferta, pois são as famílias que vendem ou alugam (isto é, ofertam) os recursos econômicos (mão-de-obra), máquinas, equipamentos, recursos naturais, etc) para as firmas. As firmas representam a demanda, pois são elas que compram ou alugam os fatores de produção (recursos econômicos) de propriedade das famílias. No mercado do produto (mercado de bens e serviços): As famílias representam a procura (demanda), pois são as famílias que compram ou alugam (demandam) os bens e serviços produzidos pelas firmas. As firmas representam a oferta, pois são elas que vendem ou alugam os produtos (bens e serviços) para as famílias. Microeconomia

4 Bem é tudo o que serve para a satisfação direta ou indiretamente de uma necessidade humana. Classificação dos Bens: Bem econômico: é um bem escasso, e que portanto possui valor econômico. Modernamente é entendido como aquele bem sobre o qual pode definir precisamente os direitos de propriedade. São bens que são limitados face ás necessidades existentes e por não apresentarem as características necessárias á satisfação imediata de necessidades, necessitam de ser transformados. Bem livre: é um bem que existe em abundância. Os bens podem existir em quantidades ilimitadas não sendo necessário despender moeda para os obter. A este tipo de bens designamos por Livres.Neste caso, podemos referir o sol, a água, o ar que utilizamos num dia de férias. Bens Finais: São bens prontos, já acabados, que não sofrerão mais nenhuma transformação. Bens de consumo: são bens utilizados para satisfazer desejos individuais, tais como: alimentos, roupas, etc. Bens de capital ou Bens de produção: são bens utilizados para produzir outros bens e que não se consomem totalmente no processo de produção. Exemplos: máquinas, ferramentas, etc. Bens de transformação ou bens intermediários: são bens que ainda sofreraão alguma transformação, isto é, são bens que compõem outros bens, tais como: cimento, chapas de aço, toras de madeira, etc.

5 DEMANDA LEI DA DEMANDA (LEI DA PROCURA) Lei da Demanda (Lei da Procura): Preços e quantidades demandadas são inversamente proporcionais, ceterius paribus. Isto é: se o preço aumenta a quantidade demandada diminui e vice-versa, se o preço diminuir então a quantidade demandada aumentará. A demanda (a procura) reflete o comportamento, as intenções dos consumidores. O preço e a quantidade demandada são inversamente proporcionais porque se o preço estiver alto (caro) o consumidor desejará comprar pouco, porém se o preço estiver baixo (barato) o consumidor desejará comprar muito.

6 Lei da Demanda $ Q P0P0 P1P1 Q1Q1 Q0Q0 A B DEMANDA

7 Demanda Curva de Demanda Custo alternativo / Custo implícito A curva de demanda é decrescente (possui inclinação negativa) porque o preço (P) e a quantidade demandada (Qd) são inversamente proporcionais. Um aumento no preço do produto levará à redução na sua quantidade demandada, enquanto que uma queda no preço do bem causará um aumento na quantidade demandada, vice-versa. Isto ocorre por que à medida que as pessoas consomem mais de um bem, tendem a valorizar menos cada unidade adicional do produto (Princípio da Utilidade Marginal Decrescente). PQ

8 Demanda Mudança na Demanda: Deslocamento da curva como um todo determinado por mudança nos fatores deslocadores da demanda. P Q D0D0 D1D1 Q1Q1 Q0Q0 P* AB Exemplo: Aumento na renda do consumidor; Aumento no número de consumidores. AUMENTO DA DEMANDA

9 Demanda Mudança na Quant. Demandada: Deslocamento sobre a curva de demanda determinado por mudança no preço do próprio produto. P Q D0D0 Q1Q1 Q0Q0 P* A B Exemplo: Diminuição do preço de P* para P P

10 Demanda Mudanças na demanda: P Q D0D0 D1D1 Q1Q1 Q0Q0 P* AB Aumento na renda do consumidor: R 0 < R 1 Aumento da demanda deslocamento da curva de demanda para direita AUMENTO DA DEMANDA

11 Demanda P Q D0D0 D1D1 Q1Q1 Q0Q0 P* A B Mudanças na demanda: Diminuição no número de consumidores: N 0 > N 1 Diminuição da demanda deslocamento da curva de demanda para esquerda DIMINUIÇÃO DA DEMANDA

12 Análise da Demanda de Mercado Relação entre a quantidade demandada e preços de outros bens e serviços Bem substituto = o consumo de um bem substitui o consumo ou concorrente do outro. Dois bens para os quais, tudo o mais mantido constante (ceteris paribus), um aumento no preço de um deles aumenta a demanda pelo outro. Ex.: Manteiga e margarina. Se o preço da manteiga aumentar então a quantidade demandada de margarina também aumentará.

13 Análise da Demanda de Mercado Relação entre a quantidade demandada e preços de outros bens e serviços Bens complementares = são bens consumidos em conjunto. Bens para os quais o aumento no preço de um dos bens leva a uma redução na demanda pelo outro bem. Ex.: computador e software; sapato e meia, cigarro e fósforo. Ex: Se o preço do sapato diminui então a quantidade de meias aumenta.

14 Análise da Demanda de Mercado Relação entre a demanda de um bem e renda do consumidor (R) Em relação à renda dos consumidores, há três situações distintas: Bem Normal = tudo o mais constante, um aumento na renda provoca um aumento na quantidade demandada do bem.Ex: feijão, arroz.

15 Análise da Demanda de Mercado Relação entre a demanda de um bem e renda do consumidor (R) Bem Inferior = tudo o mais constante, um aumento na renda provoca uma diminuição na quantidade demandada do bem. Ex.: Passagem de ônibus, carne de segunda. Bem de consumo saciado = se aumentar a renda do consumidor, não aumentará a demanda do bem. Caso da demanda de alimentos básicos, como o açúcar, sal, arroz.


Carregar ppt "Microeconomia Profª Karine R. de Souza AULA 3. Microeconomia Mercado do Produto e o mercado de fatores Em uma economia com dois setores os agentes econômicos."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google