A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Curso de Pedagogia – disciplina: Interação do mundo natural: Ciências da natureza I - Profª Lucia Helena Amim Aula-19.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Curso de Pedagogia – disciplina: Interação do mundo natural: Ciências da natureza I - Profª Lucia Helena Amim Aula-19."— Transcrição da apresentação:

1 Curso de Pedagogia – disciplina: Interação do mundo natural: Ciências da natureza I - Profª Lucia Helena Amim Aula-19

2 Hidrosfera Cerca de 70% da superfície da Terra está coberta de água. Hidrosfera agrega todos os tipos de água (sólido, líquido e gasoso). Os oceanos ocupam 97,3% do total da hidrosfera. Ilustração comparando a distribuição de água no planeta com um galão de 20 L.

3 Oceanos Ocupam 71% da superfície do globo. Dividido em cinco oceanos: Pacífico, Atlântico, Índico,Antártico e Ártico. Os oceanos fornecem alimentos, combustível, meio de transporte, agem sobre clima.

4 Oceano Pacífico É o maior oceano da Terra, com área 2 vezes maior do que a do Atlântico. Possui maior profundidade média: 4049 metros. Na fossa das Marianas atinge metros. Banha os países da Ásia, Oceania e América, e ainda o Ártico e Antártica. A temperatura das águas varia de acordo com a localização.

5 Oceano Atlântico O segundo maior oceano do mundo, É o mais importante comercialmente, uma vez que grande parte do fluxo comercial circula por ele. Os grandes rios do mundo desembocam suas águas no Atlântico, dentre os quais podemos citar: Rio Amazonas, São Lourenço, Orinoco, Mississipi, Paraná, Congo, Níger e Loire.

6 Situa-se a leste da África, ao sul da Ásia, a oeste da Oceania e ao norte da Antártica. Está localizado numa zona de convergência entre as placas tectônicas da Antártica, Africana, Indiana, Euroasiática e das Filipinas, o que desencadeia fenômenos como tsunamis e atividades vulcânicas. Diferenças de temperatura desencadeiam as monções, que são responsáveis pela modificação das correntes oceânicas, podendo provocar inundações em algumas regiões e extensos períodos de seca em outras localidades. Oceano Índico

7 Oceanos Glacial Ártico e Antártico Antártico Banha o extremo meridional da América do Sul, ao sul dos oceanos Atlântico, Pacífico e Índico. Caracteriza-se pela presença de icebergs de grandes dimensões. Profundidade máxima: 4.500m.

8 Oceanos Glacial Ártico e Antártico Ártico Localizado ao redor do círculo polar ártico e rodeado pela Rússia, Alasca, Canadá, Groelândia, Islândia e península escandinava. Formado pelo Atlântico, liga-se ao Pacífico pelo estreito de Bering. Profundidade máxima: 5.502m.

9 Importância dos oceanos A água é considerada salgada quando tiver mais de 30 g de sais por litro. São responsáveis pela manutenção do clima terrestre, cujo equilíbrio é realizado principalmente por fitoplânctons, vegetais marinhos, que absorvem o dióxido de carbono e produzem cerca de 80% do oxigênio atmosférico e representam a base das cadeias alimentares dos ecossistemas marinhos.

10 Ciclo da água

11 Curso de Pedagogia – disciplina: Interação do mundo natural: Ciências da natureza I - Profª Lucia Helena Amim Aula-20

12 Atmosfera Camada gasosa que envolve a Terra. É composta por inúmeros gases e poeira. Nitrogênio (N 2 ) 78,08 %, Oxigênio (O 2 ) 20,94 % Argônio (Ar) 0,93 %; Dióxido de carbono (CO 2 ) 0,035 %; Hélio (He) 0,0018 %; Ozônio (O 3 ) 0,00006 %; Hidrogênio (H 2 ) 0,00005 %.

13 Não existe um limite definido entre o espaço exterior e a atmosfera, presume-se que esta tenha cerca de mil quilômetros de espessura. A temperatura da atmosfera da Terra varia entre camadas em altitudes diferentes. As camadas atmosféricas são distintas e separadas entre si por áreas fronteiriças de descontinuidade. Atmosfera

14 Camadas da atmosfera

15 Atividade Humana Com a Revolução Industrial, que se iniciou no século 18, passamos a utilizar com maior frequência os combustíveis fósseis, especialmente os derivados do petróleo.

16 Isso aumentou em excesso a emissão de gases poluentes na atmosfera. Na verdade, a própria noção de poluição ainda era desconhecida. Só a partir do século 20 os cientistas começaram a se aperceber dos problemas.

17 Por volta de 1970, os cientistas passaram a estudar os efeitos que as emissões de clorofluorcarbonos-CFC, estariam causando à atmosfera do planeta. Descobriu-se que o CFC destruía o ozônio da estratosfera.

18 A poluição do ar é uma das grandes preocupações no mundo inteiro, pois, reconhecidamente é um fator de risco para a saúde. Poluição do ar

19 Smog ou nevoeiro fotoquímico O smog fotoquímico causa na atmosfera, diminuição da visibilidade. Está geralmente associado à ocorrência de picos de ozônio nas grandes cidades, quando esta concentração ultrapassa em muito os padrões estabelecidos.

20 Inversão Térmica Nas grandes cidades, a poluição do ar, costuma se agravar nos períodos de inverno ou frio, onde a dispersão dos poluentes é desfavorável. Nestes períodos, costuma-se formar a inversão térmica. Nos outros períodos do ano o ar quente que é mais "leve", menos denso e costuma subir, levando os poluentes para cima, dispersando os poluentes. Isto é fácil de se notar em uma fogueira acesa, a fumaça sempre sobe.

21

22 No frio, o ar mais denso não sobe e os poluentes ficam próximos do solo, causando problemas respiratórios sérios. Muitas vezes o aumento na concentração de certos gases como o monóxido de carbono, produzido pelos escapamentos dos veículos atinge níveis sérios e o governo pode decretar estado de emergência e até mesmo proibir a circulação de veículos como no caso do rodízio na Cidade de São Paulo. Inversão Térmica

23 Cidades: as mais poluídas Atenas (Grécia), Bangcoc (Tailândia), Budapeste (Hungria), Buenos Aires (Argentina), Cairo (Egito), Calcutá (India), Cidade do México (México), Cracóvia (Polônia), Jacarta (Indonésia), Karachi (Paquistão), Londres (Reino Unido), Los Angeles (EUA), Manila (Filipinas), Moscou (Federação Russa), Mumbai (India), Nova Délhi (India), Nova York (EUA), Pequim (China), Rio de Janeiro (Brasil), Santiago (Chile), São Paulo (Brasil), Seul (Coréia do Sul), Tóquio (Japão), Xangai (China).

24 Dicas para driblar a fumaça Fuja de locais com muitos carros, pois eles emitem muita poeira. Os parques, por possuírem pequenas quantidades dessas partículas, são os lugares mais indicados. Evite praticar exercícios ao ar livre em dias muito quentes e secos. Nessas condições, o corpo ainda é mais exigido. Prefira malhar logo cedo. Academias são uma boa saída. Estudos mostram que a concentração de poluentes em um ambiente fechado é bem menor.

25 Atitudes para colaborar Não queime lixo em hipótese alguma, principalmente plásticos, borrachas, estopas e vasilhames de produtos químicos. Não fume se estiver grávida. Evite fumar perto das crianças. Não prejudique a saúde delas ao obrigá-las a serem fumantes passivas. Seu desenvolvimento físico poderá ser prejudicado.


Carregar ppt "Curso de Pedagogia – disciplina: Interação do mundo natural: Ciências da natureza I - Profª Lucia Helena Amim Aula-19."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google