A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

ETAPAS DE UM PLANO DE AÇÃO Bel Santos Mayer. Critérios de promoção da igualdade racial na educação Critérios e indicadores adaptados dos Critérios de.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "ETAPAS DE UM PLANO DE AÇÃO Bel Santos Mayer. Critérios de promoção da igualdade racial na educação Critérios e indicadores adaptados dos Critérios de."— Transcrição da apresentação:

1 ETAPAS DE UM PLANO DE AÇÃO Bel Santos Mayer

2 Critérios de promoção da igualdade racial na educação Critérios e indicadores adaptados dos Critérios de Seleção do I Prêmio Educar para a Igualdade Racial do CEERT Abordagem do tema relações raciais Relevância e consistência pedagógica Precisão de objetivos Adequação da linguagem ao nível escolar Adequação e viabilidade metodológica Relação do tema com as áreas do conhecimento Relevância social Potencial crítico Potencial de reedição Criatividade e originalidade

3 Exemplos 1. ABORDAGEM DO TEMA RELAÇÕES RACIAIS * A atividades demonstra que a diversidade entre culturas são derivadas de razões históricas e ambientais e não de superioridade ou inferioridade entre pessoas, povos, populações? * As diferenças raciais/étnicas são apresentadas como diversidade e não como "defeito" ou problema? * Estimula os estudantes à auto-identificação e construção de uma justa imagem de si mesmos? * O tema relações raciais é apresentado como pertinente e importante para a sociedade brasileira, e não apenas como um problema de negros? * Desmistifica a "democracia racial"? * Contribui para o enfrentamento das situações de preconceito, discriminação e racismo em sala de aula e no ambiente escolar?

4 2. RELEVÂNCIA E CONSISTÊNCIA PEDAGÓGICA * O conteúdo desenvolvido é um saber significativo para a compreensão da realidade racial/étnica atual? * A proposta de nova aprendizagem favorece mudanças de comportamento com relação aos grupos discriminados? 3. PRECISÃO DE OBJETIVOS * Os objetivos a serem atingidos são descritos com precisão? * Os objetivos motivam a realização das atividades? *Exigem esforço e empenho para serem alcançados? 5. ADEQUAÇÃO E VIABILIDADE METODOLÓGICA * Apontam a necessidade de modificação das relações raciais, na família, na escola, no bairro e na sociedade como um todo?

5 9. RELEVÂNCIA SOCIAL * As atividades contribuem para que estudantes, educadores/as e comunidade tomem consciência da sua responsabilidade na transformação das relações de desigualdades e discriminação racial/étnica? * Reduzem o preconceito e a discriminação no plano individual e institucional? 10. POTENCIAL CRÍTICO * O trabalho ajuda a revelar o silêncio que existe no currículo escolar, nos meios de comunicação e na sociedade em geral sobre as questões raciais/étnicas no Brasil? * Desperta a consciência para a diversidade racial/étnica, como riqueza e não como um problema?

6 ETAPAS DE UM PLANO DE AÇÃO Nó-crítico (o problema que queremos e podemos enfrentar) Ações (o que queremos e podemos fazer) Resultado (o que queremos ver) Indicadores de resultado (o que indicará que nosso objetivo foi alcançado)

7 ETAPAS DE UM PLANO DE AÇÃO Objetivos Ação Atividades Recursos Necessários Prazo Responsáveis Gerenciamento/monitoramento do Plano de Ação (Avaliação)

8 ETAPAS DE UM PLANO DE AÇÃO Objetivo Geral: deve explicitar os resultados e/ou mudanças esperados Objetivos Específicos: referem-se às etapas intermediárias. É o momento de prever, com alguma segurança, onde se quer chegar Metodologia: conjunto de princípios que iluminam e orientam o jeito de fazer. São os pressupostos teóricos que darão coerência e consistência aos objetivos.

9 ETAPAS DE UM PLANO DE AÇÃO Atividades Principais/Ações - é o momento de dizer concretamente, o que vamos fazer, com quem e quando Cronograma - distribuição das atividades no tempo Avaliação - perceber se os objetivos estão sendo alcançados, se o cronograma está sendo cumprido, identificar os pontos fortes e frágeis Indicadores - medidas, sinais, sintomas que mostram o sucesso ou fracasso das ações do projeto

10 CRITÉRIOS E INDICADORES DE BOAS PRÁTICAS DE PROMOÇÃO DA IGUALDADE RACIAL/ÉTNICA NO AMBIENTE ESCOLAR Bel Santos Mayer

11 Indicadores: o que são São medidas, sinais, sintomas que mostram o sucesso ou fracasso das ações e do projeto Para cada objetivo são elaborados indicadores que apontam se eles foram total ou parcialmente atingidos Os indicadores podem ser quantitativos ou qualitativos (expressam resultados subjetivos, diferentes para cada indivíduo, mas mensuráveis, observáveis)

12 Sobre os indicadores Os indicadores são apresentados como substantivos, que evidenciam o que será diferente, indicam a mudança que queremos ver Percebe-se o nó crítico de cada objetivo específico e traduz-se em situações/condições observáveis Quanto mais impreciso o objetivo, mais difícil será construir indicadores

13 Sobre os indicadores O momento de elaborar os indicadores é uma boa oportunidade de olhar novamente para os objetivos e definir o que será o um marco zero, o ponto de partida, o parâmetro para analisar as mudanças Os indicadores precisam de meios de verificação


Carregar ppt "ETAPAS DE UM PLANO DE AÇÃO Bel Santos Mayer. Critérios de promoção da igualdade racial na educação Critérios e indicadores adaptados dos Critérios de."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google