A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

CURSO TÉCNICO DE SEGURANÇA DO TRABALHO MODALIDADE A DISTÂNCIA.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "CURSO TÉCNICO DE SEGURANÇA DO TRABALHO MODALIDADE A DISTÂNCIA."— Transcrição da apresentação:

1

2 CURSO TÉCNICO DE SEGURANÇA DO TRABALHO MODALIDADE A DISTÂNCIA

3 MANUAL DO ALUNO GESTÃO DIDÁTICO-PEDAGÓGICA

4 O curso técnico de segurança do trabalho na modalidade a distância, é ofertado conforme convênio celebrado com o Ministério da Educação, através da Escola Aberta do Brasil (Rede e-Tec Brasil). A gestão didático-pedagógica do curso é exercida pelo seu colegiado e pela Direção de Ensino do CEFET/RJ, aos quais compete proceder ao acompanhamento do curso e das disciplinas, em conjunto com a coordenação do curso.

5 O colegiado do curso técnico de segurança a distância tem a seguinte composição: Coordenador Geral, Coordenador Geral Adjunto, Coordenador de Curso, Coordenador de Tutoria, Professores Pesquisadores e Tutores a Distância.

6 ATIVIDADES À DISTÂNCIA

7 Será aplicada uma ou mais atividades à distância, através do AVA (Ambiente Virtual de Aprendizagem), em cada disciplina, sendo que: A execução das atividades é obrigatória. As atividades são enviadas para a plataforma na primeira semana do módulo em curso, com as respectivas datas de sua entrega. Na semana anterior à prova, executa-se um simulado, que é a única atividade nesse período.

8 As notas e as correções das atividades são postadas pelos tutores, na plataforma, na semana subseqüente à sua entrega. As atividades realizadas através da AVA são corrigidas pelos tutores à distância e supervisionadas pelos professores formadores. As atividades realizadas através da AVA valem 10 pontos. A presença na aula presencial e ao simulado, para aqueles que obtiverem grau igual ou superior a 6,0, vale 1,0 ponto.

9 CÁLCULO DAS MÉDIAS

10 O processo de avaliação adotado é de natureza formativa, contando com atividades à distância, através do AVA, e presenciais (provas e aulas). Os valores variam de 0 a 30 pontos, sendo: 10 pontos em Atividades à Distância (2x) 10 pontos da prova presencial. 1 ponto extra de participação na aula presencial, se obtiver grau igual ou superior a 6,0 (seis) no simulado. A média para aprovação mínima é de 6,0 (seis), e a máxima é de 10 (dez), obtidos pela média aritmética das notas da atividade no AVA, da prova presencial e dos pontos extras.

11 A apuração da nota final dar-se-á através da fórmula a seguir: NF = NOTA FINAL AP = ATIVIDADES NA PLATAFORMA (À DISTÂNCIA) (10 pontos) + PONTO EXTRA (1 ponto) Pp = PROVA PRESENCIAL NF = (AP+(2 x P P ))/3 6,0

12 Se não for atingido o valor mínimo de 6,0 pontos, o aluno deverá fazer uma Prova Final (PF), presencial, sendo previamente comunicada a matéria, o local, o horário e a data. Neste caso, a média final do aluno será computada através da seguinte fórmula: MF = MÉDIA FINAL NF = NOTA FINAL PF = PROVA FINAL A média final deverá ser igual ou superior a 6,0 para aprovação na disciplina. Não sendo atingida a nota 6,0, o aluno será considerado reprovado na referida disciplina. NF + PF MF = 6,0 2

13 Ao final dos módulos 3, 6, 9 e 12 os alunos reprovados em até 3 disciplinas farão exames complementares. Neste caso, para ser aprovado, o aluno deverá atingir um grau igual ou superior a 6,0 em cada disciplina.

14 O aluno terá direito a realizar prova final se não alcançar a média mínima. E não haverá segunda chamada para a prova final. Se não conseguir a média mínima depois da prova final, o aluno ainda terá a oportunidade de fazer um exame complementar.

15 TRANSFERÊNCIA

16 Ao aluno admitido no curso técnico na modalidade a distância, não é permitida transferência para a modalidade presencial. A mobilidade dos estudantes será limitada à transferência entre os polos. A efetivação da matrícula em outro polo dar-se-á mediante a apresentação de guia de transferência, expedida pelo polo de origem. Somente é aceita a transferência do aluno que: a- Tenha sido aprovado em todas as disciplinas cursadas, ou b- Apresente pendência em, no máximo, 01 (uma) disciplina nos módulos anteriores à efetivação da transferência.

17 DESLIGAMENTO

18 Será desligado do curso o aluno que: For reprovado em todas as disciplinas cursadas em um mesmo módulo. Não concluir o curso no prazo máximo de 5(cinco) anos, fixado para sua integralização. For reprovado pela segunda vez em uma mesma disciplina. Deixar de fazer as atividades do Ambiente Virtual de Aprendizagem por mais de 30 dias.

19 Ao término dos módulos 3, 6, 9 e 12, não obtiver o grau igual ou superior a 6 (seis) em mais de 3 (três) disciplinas. Em todos os exames complementares obtiver grau inferior a 6 (seis) em mais de 6 (seis) disciplinas.

20 ROTINA DOS ALUNOS EM CADA MÓDULO DO AVA E ENCONTROS PRESENCIAIS

21 Durante cada módulo, aluno deverá: Realizar uma ou mais atividades a distância, através do AVA, para cada disciplina. Acessar diariamente o AVA. Participar de uma aula presencial em cada módulo. Realizar um simulado. Realizar, no final de cada módulo, uma prova presencial para cada disciplina.

22 O aluno terá direito a solicitar, na forma e prazos estabelecidos e divulgados, segunda chamada para a prova presencial. Para tanto, ficam estabelecidos os critérios relacionados a seguir: Serão aceitos pedidos, devidamente comprovados, motivados por: I – Problema de saúde (atestado médico) ou impedimento de locomoção física que justifique a ausência. II – Doença de caráter infecto-contagiosa, impeditiva do comparecimento, comprovada por atestado médico reconhecido na forma da lei, constando o Código Internacional de Doenças (CID) (Decreto 1044/69). III – Manobras ou exercícios militares comprovados por documento da respectiva unidade militar.

23 IV – Luto, comprovado pelo respectivo atestado de óbito, por parentes em linha reta (pais, avós, filhos e netos), colaterais até o segundo grau (irmãos e tios), cônjuge ou companheiro(a). V – Convocação, coincidente em horário, para depoimento judicial ou policial, ou para eleições em entidades oficiais, devidamente comprovada por declaração da autoridade competente. VI – Impedimentos gerados por atividades previstas e autorizadas pela coordenação do respectivo curso a distância ou instância hierárquica superior.

24 VII – Direitos outorgados por lei. VIII – Coincidência de horário com concurso público, desde que haja a comprovação respectiva. Os casos omissos serão analisados pelo colegiado do curso.

25 AULA PRESENCIAL, SIMULADO, PROVA PRESENCIAL, SEGUNDA CHAMADA, PROVA FINAL E EXAME COMPLEMENTAR

26 AULAS PRESENCIAIS Será ministrada uma aula presencial em cada módulo, nos polos, pelos tutores à distância, na última semana antes das provas presenciais (a data da aula será enviada ao polo no início do módulo em curso). A participação na aula presencial é opcional. O aluno que participar dela e obtiver grau igual ou superior a 6,0 no simulado, receberá automaticamente 1,0 ponto.

27 SIMULADOS Será aplicado um simulado em cada módulo, que ocorrerá na semana anterior à aula presencial e provas presenciais (a data do simulado será enviada para o polo no início do módulo em curso).

28 PROVAS PRESENCIAIS Será aplicada uma prova presencial, que será digital (online) para cada disciplina. Caso ocorra algum problema com o AVA no dia da prova, a coordenação do polo marcará nova data para a sua execução. As notas das provas serão divulgadas ao seu término. Para a prova presencial, deverá ser apresentado documento oficial de identificação.

29 PROVAS DE 2ª CHAMADA Será aplicada uma prova de 2ª chamada, que será digital (on line), com 10 (dez) questões para cada disciplina, ou a critério da coordenação do curso, caso necessário. Caso ocorra algum problema com o AVA no dia da prova de 2ª chamada, a coordenação do polo marcará nova data para a sua execução. As notas das provas serão divulgadas ao seu término.

30 O aluno só poderá solicitar, na forma e prazos estabelecidos e divulgados, prova de 2ª chamada, se apresentar documentação no seu respectivo polo, que comprove o motivo de sua falta, e se o comprovante for aceito pela coordenação do polo. A prova de 2ª chamada será marcada para 01 (uma) semana após a prova presencial. Para a prova de 2ª chamada, deverá ser apresentado documento oficial de identificação.

31 EXAME COMPLEMENTAR O aluno que for reprovado em até 03 (três) disciplinas no final dos módulos 3, 6, 9 e 12, fará um exame complementar nessas disciplinas. O exame complementar será realizado nos meses de janeiro e julho, em data a ser marcada pela coordenação do curso. O aluno não poderá solicitar 2ª chamada do exame complementar. Para o exame complementar, deverá ser apresentado documento oficial de identificação. Para ser aprovado, o aluno deverá obter um grau igual ou superior a 6 (seis) em cada disciplina.

32 ESTÁGIO ACADÊMICO

33 Para fazer jus ao diploma de técnico, os estudantes, além de concluir todas as exigências do curso, deverão realizar estágio supervisionado com carga horária de 460 h, a partir do módulo 7, e apresentar relatório. É de responsabilidade do aluno encontrar uma empresa para estagiar, porém sua aprovação e controle são de competência da Coordenação de Emprego e Estágio – COEMP, do CEFET/RJ.

34 TRANCAMENTO E DESTRANCAMENTO DE MATRICULA

35 O aluno matriculado no curso terá direito ao trancamento de matricula. O trancamento poderá ser efetuado durante o transcorrer dos módulos 4, 7 e 10 do curso. O destrancamento deverá ocorrer antes do inicio das aulas em uma nova turma que se seguir à sua, se houver, no polo de origem. Caso o polo de origem não esteja oferecendo o curso, o destrancamento poderá ser efetivado em outro polo em que haja o oferecimento do curso. O destrancamento somente poderá ocorrer para o mesmo curso em que o aluno estava matriculado.

36 Por se tratar de um programa especial, poderá não haver oferta de uma nova turma. Neste caso, não haverá destrancamento de matricula, perdendo o aluno o direito à continuidade do curso. O trancamento e o destrancamento deverão ser formalizados à coordenação do polo, que notificará a coordenação do curso. O afastamento do curso poderá ocorrer desde que o aluno não esteja reprovado no curso pelos motivos previstos neste documento. Não há o regime de dependência.

37 DO APROVEITAMENTO DE DISCIPLINAS

38 O aproveitamento de disciplinas cursadas está condicionado à solicitação formal dirigida à coordenação do curso, devendo ser anexadas as ementas emitidas por entidade credenciada pelo MEC e com curso devidamente autorizado. O aproveitamento de disciplinas só será permitido no caso de transferência de outra Instituição de Ensino participante Da Rede e-Tec.

39 TUTORIAL: 03


Carregar ppt "CURSO TÉCNICO DE SEGURANÇA DO TRABALHO MODALIDADE A DISTÂNCIA."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google