A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

>Gestão quantitativa de sistemas aquíferos NAS: PIP 2009-2012: ESTUDOS Objetivos oAtualizar os conhecimentos no que diz respeito à gestão dos sistemas.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: ">Gestão quantitativa de sistemas aquíferos NAS: PIP 2009-2012: ESTUDOS Objetivos oAtualizar os conhecimentos no que diz respeito à gestão dos sistemas."— Transcrição da apresentação:

1 >Gestão quantitativa de sistemas aquíferos NAS: PIP : ESTUDOS Objetivos oAtualizar os conhecimentos no que diz respeito à gestão dos sistemas aquíferos respeitando a exploração sustentável quantitativa de águas subterrâneas… o… desse modo, dar resposta aos objetivos da Lei da Água no que diz respeito à proteção e reabilitação do meio hídrico e a obtenção ou manutenção do bom estado quantitativo. Tarefas Desenvolvimento de métodos (principalmente numéricos) para cálculo da recarga de aquíferos 2a. Quantificação de reservas utilizando métodos geofísicos e ensaios de laboratório 2b. Investigar a recarga artificial como processo de armazenamento de água subterrânea 3. Estudar a exploração sustentável dos recursos hídricos subterrâneos 4. Desenvolver a utilização da modelação numérica como ferramenta de gestão de recursos hídricos subterrâneos

2 >Gestão quantitativa de sistemas aquíferos NAS: PIP : ESTUDOS Estudo do processo de drenância de um aquífero suspenso do graben das Lajes para um aquífero intermédio Instalação de sondas de registo automático de nível piezométrico (Terceira – Açores). Proc. 0607/1/17171: Análise e parecer sobre a situação ambiental nas áreas de captação dos furos de abastecimento do concelho de Praia da Vitória – Açores, Lajes 1. Desenvolvimento de métodos (principalmente numéricos) para cálculo da recarga de aquíferos (continua) Verificação da adequabilidade da utilização de um modelo de balanço hídrico sequencial mensal para avaliação da recarga Portaria n.º 1115/2009 de 29 de Setembro – Aprova o Regulamento de Avaliação e Monitorização do Estado Quantitativo das Massas de Água Subterrâneas ANEXO. Artigo 5.º - Avaliação de recarga «2 – o valor da recarga média anual pode ser determinado através do método do balanço hídrico sequencial mensal, apoiado em séries hidrometeorológicas com um mínimo de 30 anos e, sempre que possível, em validações baseadas na análise piezométrica.»

3 NAS: PIP : ESTUDOS >Gestão quantitativa de sistemas aquíferos recarga indireta alóctone Cálculo da recarga indireta (ou alóctone) de um sistema aquífero (Projeto ProWaterMan). Sistema aquífero Querença-Silves - Modelo BalSeq_Mod - Modelo DecHidr_VB Escoamento direto anual médio (mm/ano) nas zonas exteriores ao sistema aquífero Querença-Silves (Modelo BALSEQ_MOD) Oliveira e Oliveira (em preparação) Comparação dos resultados dados pelos dois métodos, complementares, como forma de validação dos mesmos (Não aplicável no contexto do sistema aquífero Querença- Silves) Resultados da decomposição do hidrograma de escoamento superficial na estação hidrométrica 30I/05HA – Quinta da Passagem Oliveira e Oliveira (em preparação) 1. Desenvolvimento de métodos (principalmente numéricos) para cálculo da recarga de aquíferos (continuação)

4 NAS: PIP : ESTUDOS >Gestão quantitativa de sistemas aquíferos Projeto ProWaterMan - Água, ecossistemas aquáticos e actividade humana -Seleção dos locais mais apropriados para o armazenamento de água -Caracterização detalhada do sistema hidrogeológico (estudos hidrogeológicos) -Realização de ensaios de traçador (determinar direção e velocidade de escoamento subterrâneo) -Realização de prospeção geofísica (com colaboração do DG/NGEA) -Seleção das origens de água a utilizar na recarga artificial 2a. Quantificação de reservas utilizando métodos geofísicos e ensaios de laboratório Realização de ensaios de bombagem para determinar a porosidade eficaz em aquíferos livres ou o coeficiente de armazenamento em aquíferos confinados; determinação da geometria tri-dimensional dos sistemas aquíferos Ensaio de bombagem para deterrminação de parâmetros hidráulicos (Alcântara). REFER Representação tridimensional do aquífero Quaternário de Aveiro na área envolvente ao CQE (Martins et al, 2011) – ARH-Centro Origem de água para recarga artificial no sistema aquífero Querença-Silves. ProWaterMan 2b. Investigar a recarga artificial como processo de armazenamento de água subterrânea

5 NAS: PIP : ESTUDOS >Gestão quantitativa de sistemas aquíferos 3. Estudar a exploração sustentável dos recursos hídricos subterrâneos Gestão integrada de recursos hídricos: interligação águas superficiais/águas subterrâneas – disponibilidades hídricas subterrâneas numa bacia hidrográfica depende da recarga fora da bacia hidrográfica e do escoamento subterrâneo dentro e fora da bacia hidrográfica. No apoio à investigação por contrato, nomeadamente para o Proc. 0607/1/17628: Plano de Gestão da Região Hidrográfica do Tejo e Plano de Bacia Hidrográfica das Ribeiras do Oeste, desenvolveram-se vários programas de computador para integrar por sub- bacia hidrográfica os resultados de séries diárias com 30 anos de recarga, escoamento directo e evapotranspiração de referência obtidos pelo modelo de cálculo da recarga BALSEQ. Interligação com as águas superficiais: compatibilização dos resultados dos modelos de cálculo da recarga (balanço hídrico sequencial diário – BALSEQ_MOD) com modelos de precipitação-escoamento (Temez). Inter-relação águas subterrâneas / águas superficiais e balanço hídrico. Oliveira (2011) Geoanálises para a ARH-Centro: início de estabelecimento de critérios seria necessário ter uma continuação deste Projeto (proposta no último relatório realizado em abril de 2012)

6 NAS: PIP : ESTUDOS >Gestão quantitativa de sistemas aquíferos Modelo de escoamento: Leirosa-Monte Real (para a ARH-Centro) 4. Desenvolver a utilização da modelação numérica como ferramenta de gestão de recursos hídricos subterrâneos Fonte: Martins et al. (2011) Exploração atualDuplicação da exploração Divisão da área do modelo do aquífero para análise de sustentabilidade Corte W-E do aquífero Análise de cenários de recarga em ano seco e em ano húmido


Carregar ppt ">Gestão quantitativa de sistemas aquíferos NAS: PIP 2009-2012: ESTUDOS Objetivos oAtualizar os conhecimentos no que diz respeito à gestão dos sistemas."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google