A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

S ERES V IVOS E SEUS NÍVEIS DE ORGANIZAÇÃO Prof. Regis Romero.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "S ERES V IVOS E SEUS NÍVEIS DE ORGANIZAÇÃO Prof. Regis Romero."— Transcrição da apresentação:

1 S ERES V IVOS E SEUS NÍVEIS DE ORGANIZAÇÃO Prof. Regis Romero

2 Biologia Biologia é a ciência que estuda os seres vivos (do grego βιος - bios = vida e λογος - logos = estudo, ou seja o estudo da vida). O que é Vida? o Não existe uma definição universalmente aceita pelos biólogos do que seja VIDA, ainda assim não hesitamos em estudá-la: e até mesmo em procurá-la em outros cantos do universo. Mas como estudar algo que não se sabe o que é? o Pode parecer um tanto paradoxal o Estuda-se algo justamente para se descobrir o que o objeto estudado é. o Independentemente de uma definição precisa, sabemos desde criança que um cavalo é um ser vivo, mas um livro não, assim, podemos contornar, ao menos parcialmente, o problema. OBS: Antes de atirarmos pedras nos biólogos lembremo-nos de que eles não estão sozinhos nessa delicada situação de lidar com algo que não sabem bem o que é ou, se sabem, não sabem externá-la em palavras. Para embaraçar um físico basta perguntar-lhe o que é matéria, energia ou tempo – elementos básicos em seu estudo dos fenômenos naturais –, um matemático não se sai melhor em explicar o que é um número.

3 Vida e algo que metaboliza, isto é, usa os materiais de seu ambiente para construir, fabricando, alem disso, copias de si mesmos. François Jacob Penso que vida é um sistema capaz de evoluir, de gerar o que for necessário para lograr esse fim, fundamental para a diversidade e complexidade maiores. Mas hipoteticamente é possível imaginar sistemas de computadores evoluindo, ou outras coisas, alem de compostos de carbono. Joshua Lederberg A vida é um sistema informático que se reproduz e leva diversidade. È a reprodução suficientemente fiel das informação para memorizar o que se acumulou durante a evolução e a reprodução suficientemente infiel para que haja mudanças, aumentando a diversidade. Miroslav Radman Uma propriedade que define um sistema vivo é que ele se autoconstrói contra a tendência da natureza, na direção da desordem, ou entropia. Erwin Schrodinger

4 C ARACTERÍSTICAS DOS SERES VIVOS Oxigênio ,0% Carbono ,0% Hidrogênio ,0% Nitrogênio ,05% Cálcio (Ca) ,80% Fósforo (P) ,20% Potássio (K) ,35% Enxofre (S) ,25% Sódio (Na) ,15% Cloro (Cl) ,15% Magnésio (Mg) ,05% Flúor (F) ,007% Ferro (Fe) ,005% Outros(Zn,Br,Mn,Cu,I,Co) ,038% TOTAL ,00% Água % Proteínas % Lipídios % Carboidratos % Sais Minerais % Outros (Vitaminas) % TOTAL % Composição Química Elementar Média da Célula Principais elementos: Composição Química Elementar Média da Célula Principais Substancias: Composição química

5 C ARACTERÍSTICAS DOS SERES VIVOS Organização estrutural (Célula) o Número Unicelular (Bactérias, Protozoários, algumas Algas e alguns Fungos) Pluricelular (Algumas algas, alguns Fungos, Animais e Vegetais) o Estrutura Procariótica (Bactérias) Eucariótica (Protozoários, Algas, Fungos, Animais e Vegetais) o Vírus, viroides,virusoides e Príons?

6 C ARACTERÍSTICAS DOS SERES VIVOS Nutrição e metabolismo o Metabolismo Anabolismo (reações de síntese) Ex: fotossíntese / quimiossíntese Catabolismo (reações de degradação) Ex: fermentação / respiração Autótrofo (sintetizam suas próprias moléculas energéticas que utilizam como alimento) Heterótrofo ou organotróficos (não sintetizam suas próprias moléculas energéticas que utilizam como alimento, desta forma são forçados a ingerir outros seres) o Nutrição

7 C ARACTERÍSTICAS DOS SERES VIVOS Ciclo vital Os seres vivos nascem, crescem, reproduzem-se, envelhecem e morrem. Esse ciclo tem duração variável de um tipo de ser vivo para outro. Ex: Arara: 60 anos / Crocodilo: 80 anos / Cabra: 17 anos / Elefante: 100 anos / Chimpanzé: 20 anos / Leão: 20 anos / Coelho: 7 anos, etc. OBS(1):Crescimento – incorporação e produção de moléculas (intuscepção) OBS(2):Hiperplasia Hipertrofia OBS(3):Reprodução Assexuada (sem variabilidade genética) Sexuada (com variabilidade genética)

8 C ARACTERÍSTICAS DOS SERES VIVOS Interação com o ambiente o Todos os seres vivos respondem a estímulos que podem ser físicos ou químicos, como pôr exemplo, a mudança de temperatura, de luminosidade, de pressão ou de composição química do ambiente em que vivem. A capacidade de reagir a estímulos é classificada de acordo com a evolução dos organismos: Irritabilidade simplificada (Animais primitivos): Esta irritabilidade é a capacidade de reagir, de forma inata e mecânica, a um estímulo. Por exemplo, ao encostar num paramécio ela terá a reação de se afastar para o lado oposto. Irritabilidade complexa (Animais complexos), através da excitação de um sistema nervoso mais evoluído, que é uma resposta mais elaborada a um estímulo. Como exemplo de maior desenvolvimento, temos o homem, capaz de emitir respostas muito complexas ao meio. Dirigir um automóvel, por exemplo. Tropismos (crescimento do vegetal orientando-se a favor ou contra estímulos ambientais, como a força de gravidade), Tactismos (movimento de todo o organismo, por exemplo, quando as algas buscam a luminosidade, aproximando-se ou afastando-se da superfície da água de acordo com o horário do dia.), Nastismos (são movimentos que não são orientados em relação à fonte de estímulo) e Blastismos (reação a estímulos luminosos, como a semente ter fobia ou filia pela luz para germinação).

9 C ARACTERÍSTICAS DOS SERES VIVOS Capacidade de movimentação Quando nos referimos à capacidade de movimentação, estamos falando de uma ação voluntária, que um ser vivo faz por si próprio. Os animais se movimentam rápida e ativamente, nadando, correndo ou voando sendo, portanto, mais facilmente identificável. Movimentando-se os animais realizam, com mais facilidade, algumas tarefas básicas, como buscar alimentos, se defender e atacar. Nas plantas a constatação dos movimentos requer uma observação mais cuidadosa pois ocorre mais lentamente. Por exemplo, se girarmos o vaso de uma planta que fica perto da janela, suas folhas se moverão lentamente até ficarem voltadas em direção à fonte de luz. Essa movimentação, no entanto, demorará vários dias OBS: Movimentação Deslocamento

10 C ARACTERÍSTICAS DOS SERES VIVOS Mutação, seleção natural e adaptação o Adaptação significa a capacidade de um organismo desenvolver, ao longo de milhares de anos, características que permitem melhor ajustamento ao ambiente. Esse processo de mudanças que levam à adaptação recebe o nome de evolução biológica. Tal evolução é dada graças a mutações ocorrentes no material genético, que permite a aparição de novos caracteres que serão selecionados pelo ambiente ao longo do tempo. o OBS: Evolução biológica Homeostase

11 C ARACTERÍSTICAS DOS SERES VIVOS


Carregar ppt "S ERES V IVOS E SEUS NÍVEIS DE ORGANIZAÇÃO Prof. Regis Romero."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google