A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Administração de Marketing I Profª. Drª. Louise Lage.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Administração de Marketing I Profª. Drª. Louise Lage."— Transcrição da apresentação:

1

2 Administração de Marketing I Profª. Drª. Louise Lage

3 Necessidades, desejos e demandas

4 Marketing Necessidades humanas: são estados de carência percebida. Não são criadas pelo marketing, são parte básica da constituição do homem. Desejos: são as necessidades humanas moldadas pela cultura e pelas características individuais. São objetos que satisfazem as necessidades. Evoluem com a sociedade. Demandas: quando os desejos podem ser comprados. É preciso existir uma compensação pelo serviço prestado ou pelo produto oferecido. O maior trabalho de MKT é gerar demandas.

5 Necessidades humanas

6 DEMANDA DE MERCADO Quantidade de bem ou serviço que os consumidores desejam adquirir em determinado período. DEPENDE: preço do bem, preço de outros bens, renda do consumidor, gosto ou preferência do indivíduo.DEPENDE: preço do bem, preço de outros bens, renda do consumidor, gosto ou preferência do indivíduo. Influência isolada: coeteris paribus. ( mantidas inalteradas todas as outras coisasInfluência isolada: coeteris paribus. ( mantidas inalteradas todas as outras coisas )

7 LEI GERAL DA DEMANDA Relação inversamente proporcional entre a quantidade demanda e o preço.Relação inversamente proporcional entre a quantidade demanda e o preço. Escala de procura, função de demanda ou curva de procura.Escala de procura, função de demanda ou curva de procura. Sob a curva de demanda, os consumidores maximizam sua utilidade.Sob a curva de demanda, os consumidores maximizam sua utilidade.

8 LEI GERAL DA DEMANDA A curva é negativamente inclinada. Porque?A curva é negativamente inclinada. Porque? Se o preço de um bem aumenta, ocorre:Se o preço de um bem aumenta, ocorre: Efeito substituição;Efeito substituição; Efeito renda.Efeito renda. Matematicamente:Matematicamente: Qd = f (P)Qd = f (P)

9 LEI GERAL DA DEMANDA OUTRAS VARIÁVEIS QUE AFETAM DEMANDA DE UM BEM:OUTRAS VARIÁVEIS QUE AFETAM DEMANDA DE UM BEM: Preço, renda, preços dos bens substitutos, preços dos bens complementares, hábitos e preferências.Preço, renda, preços dos bens substitutos, preços dos bens complementares, hábitos e preferências. TIPOS DE BENS:TIPOS DE BENS: Bem normal: renda aumenta, demanda aumenta.Bem normal: renda aumenta, demanda aumenta.

10 LEI GERAL DA DEMANDA BENS INFERIORES: aumenta renda, cai demanda. Ex: carne de segunda.BENS INFERIORES: aumenta renda, cai demanda. Ex: carne de segunda. BENS DE CONSUMO SACIADO: demanda não é influenciada pela renda. Ex: sal.BENS DE CONSUMO SACIADO: demanda não é influenciada pela renda. Ex: sal. A demanda também é influenciada: outros bens.A demanda também é influenciada: outros bens. BENS SUBSTITUTOS. Ex: carne de frango e de boi.BENS SUBSTITUTOS. Ex: carne de frango e de boi. BENS COMPLEMENTARES: automóveis e gasolina, camisas sociais e gravatas.BENS COMPLEMENTARES: automóveis e gasolina, camisas sociais e gravatas.

11 LEI GERAL DA DEMANDA Finalmente: influência de hábitos e preferências.Finalmente: influência de hábitos e preferências. A publicidade objetiva aumentar a procura de bens e serviços influenciando preferências e hábitos.A publicidade objetiva aumentar a procura de bens e serviços influenciando preferências e hábitos. Outras variáveis: efeitos sazonais, localização do consumidor, condições de crédito, perspectivas da economia, congelamentos ou tabelamentos de preços.Outras variáveis: efeitos sazonais, localização do consumidor, condições de crédito, perspectivas da economia, congelamentos ou tabelamentos de preços.

12 LEI GERAL DA DEMANDA Demanda = (preço do bem X, preços dos bens substitutos, preços dos bens complementares, renda dos Consumidores, preferências)

13 LEI GERAL DA DEMANDA DISTINÇÃO ENTRE DEMANDA E QUANTIDADE DEMANDADA:DISTINÇÃO ENTRE DEMANDA E QUANTIDADE DEMANDADA:

14 LEI GERAL DA DEMANDA Mudanças nos preços: alterações na Quantidade demanda. Variação renda e outras variáveis: Alterações na demanda.

15 OFERTA DE MERCADO Quantidades que produtores desejam oferecer ao mercado em determinado período.Quantidades que produtores desejam oferecer ao mercado em determinado período. Correlação direta entre oferta e preço.Correlação direta entre oferta e preço. Diretamente proporcionais.Diretamente proporcionais.

16 LEI GERAL DA OFERTA PreçoQuantidade 1, , , , , Matematicamente: Qo = f (P)

17 LEI GERAL DA OFERTA Porque a curva de oferta é negativamente inclinada?Porque a curva de oferta é negativamente inclinada? Um aumento de preços estimula o aumento de produção.Um aumento de preços estimula o aumento de produção.

18 LEI GERAL DA OFERTA Outras variáveis:Outras variáveis: Custos de produção (matérias-primas, salários, preço da terra) – inversamente proporcional;Custos de produção (matérias-primas, salários, preço da terra) – inversamente proporcional; Alterações tecnológicas – diretamente proporcional (produtividade);Alterações tecnológicas – diretamente proporcional (produtividade); Aumento do número de empresas no mercado – diretamente proporcional.Aumento do número de empresas no mercado – diretamente proporcional.

19 EQUILÍBRIO DE MERCADO LEI DA OFERTA E PROCURA: TENDÊNCIA AO EQUILÍBRIOLEI DA OFERTA E PROCURA: TENDÊNCIA AO EQUILÍBRIO Clássicos: hipótese da mão invisível.Clássicos: hipótese da mão invisível. O que é o ponto de equilíbrio?O que é o ponto de equilíbrio? Ponto em que as pessoas estão felizes!Ponto em que as pessoas estão felizes! Na economia, se dá na interação entre oferta e demanda.Na economia, se dá na interação entre oferta e demanda.

20 EQUILÍBRIO DE MERCADO Se não houver obstáculos a livre movimentação dos preços (sistema concorrência perfeita), é observada tendência natural ao equilíbrio.Se não houver obstáculos a livre movimentação dos preços (sistema concorrência perfeita), é observada tendência natural ao equilíbrio. Mercados monopolistas e oligopolistas.Mercados monopolistas e oligopolistas.

21 Estados de demanda Inexistente Latente Em declínio Irregular PlenaIndesejadaExcessiva Negativa

22 Estados de demanda Negativa: rejeição total ao produto e/ou serviço pelo cliente;Negativa: rejeição total ao produto e/ou serviço pelo cliente; Inexistente: desinteresse ou desconhecimento do cliente sobre o produto;Inexistente: desinteresse ou desconhecimento do cliente sobre o produto; Latente: forte necessidade que não pode ser satisfeita por nenhum produto existente no mercado;Latente: forte necessidade que não pode ser satisfeita por nenhum produto existente no mercado; Em declínio: compra efetuada com menor freqüência ou compra inexistente;Em declínio: compra efetuada com menor freqüência ou compra inexistente; Irregular: compras sazonais ou que variam de acordo com fatores externos;Irregular: compras sazonais ou que variam de acordo com fatores externos; Plena: compra adequada aos produtos colocados no mercado;Plena: compra adequada aos produtos colocados no mercado; Excessiva: mais consumo do que oferta do produto/serviço;Excessiva: mais consumo do que oferta do produto/serviço; Indesejada: consumidores se sentem atraídos por produtos que têm conseqüências sociais indesejadasIndesejada: consumidores se sentem atraídos por produtos que têm conseqüências sociais indesejadas

23 Coleta de informações e mensuração da demanda de mercado

24 Um s ss sistema de informações de marketing (SIM) é constituído de pessoas, equipamentos e procedimentos para coleta, classificação, análise, avaliação e distribuição de informações necessárias de maneira precisa e oportuna para os que tomam decisões de marketing. Um s ss sistema de inteligência de marketing é um conjunto de procedimentos e fontes usados por administradores para obter informações diárias sobre eventos no ambiente de marketing.

25 Definição dos Problemas e dos Objetivos da Pesquisa Pesquisa Exploratória Pesquisa Descritiva Pesquisa Causal Testa as relações de causa e efeito. Testa as hipóteses a respeito das relações de causa e efeito. Testa as relações de causa e efeito. Testa as hipóteses a respeito das relações de causa e efeito. Demonstra a natureza do problema - sugere soluções ou novas idéias. Demonstra a natureza do problema - sugere soluções ou novas idéias. Determina dimensões.

26 Abordagens de Pesquisa Dados comportamentais Grupo de foco Levantamentos Experimental Observação

27 Fontes Secundárias de Dados Fontes internas Publicações governamentais Livros e periódicos Informações comerciais On-line –Associações –Informações sobre negócios

28 O Processo de Pesquisa de Marketing Definição do problema e dos objetivos da pesquisa da pesquisa Definição do problema e dos objetivos da pesquisa da pesquisaDesenvolvimento do plano do plano de pesquisa Desenvolvimento do plano do plano de pesquisa Coleta de informações informações Análise das informações informações Apresentação das conclusões Apresentação

29 A Boa Pesquisa de Marketing: ¶É científica ·É criativa ¸Utiliza múltiplos métodos ¹Realiza a interdependência de modelos e dados ºPreocupa-se com o valor e o custo das informações »Mostra um saudável ceticismo ¼É ética

30 Noventa Tipos de Mensuração de Demanda (6 x 5 x 3) Vendas totais Vendas da empresa Vendas de linha de produto Vendas de forma de produto Vendas de itens de produtos Vendas setoriais Nível de produto Território Região País Cliente Mundo Nívelespacial Curto prazoMédio prazoLongo prazo Nível temporal

31 Demanda Demand a de mercado Demanda da empresa

32 Estimativa da Demanda Corrente Potencial total do mercado Potencial de mercado da área Vendas setoriais Participação de mercado

33 Estimativa da Demanda Futura Pesquisa das intenções dos compradores Composição de opiniões da força de vendas Opinião de especialistas Análise de vendas passadas Método de teste de mercado


Carregar ppt "Administração de Marketing I Profª. Drª. Louise Lage."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google