A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Grupo: Gabriela Amaral-553 Juliana Monteiro- 539 Rafael Macedo- 503 Lucas Sousa- Vírgula.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Grupo: Gabriela Amaral-553 Juliana Monteiro- 539 Rafael Macedo- 503 Lucas Sousa- Vírgula."— Transcrição da apresentação:

1 Grupo: Gabriela Amaral-553 Juliana Monteiro- 539 Rafael Macedo- 503 Lucas Sousa- Vírgula

2 Uso da vírgula A vírgula assinala uma pausa breve no discurso, separando elementos de uma oração ou orações entre si dentro da mesma frase. A vírgula nunca deve ser usada entre os elementos principais da oração.

3 Para separar elementos semelhantes ou com função sintática idêntica, quando não estão ligados pelas conjugações e, nem, ou. Ex: João comprou laranjas, morangos, bananas e maçãs.

4 Quando estas conjugações ocorrem repetidas numa enumeração, usa-se a vírgula para separar os elementos coordenados: Ex: Nem eu, nem ele, nem ninguém deveria saber do assunto.

5 Isolar vocativo Ex: João, o filme foi ótimo. Ex:

6 Isolar o aposto Ex: O João, presidente da assembleia, começou a discursar.

7 Para separar elementos repetidos Ex: Isto é meu, meu e somente meu.

8 Na datação de um texto escrito, a vírgula é usada para separar o local de emissão data propriamente dita. Ex: Porto, 25 de abril de 1974.

9 Isolar expressões explicativas, uma vez representadas por: isto é, por exemplo, ou seja, aliás, dentre outras. Ex: A violência social é um fato grave, ou melhor, assustador. Ex: Pretendo despachar os documentos em breve, isto é, na próxima semana.

10 Separar um adjunto adverbial, antecipado ou intercalado entre o discurso. Ex: Naqueles tempos, havia uma maior interação entre as pessoas. Ex: Se ninguém esperasse, repentinamente, ela apareceu.

11 Separar o predicativo do sujeito Ex: Ansioso, ele aguardava a divulgação dos resultados. Ex:

12 Para indicar que uma palavra, geralmente verbo, foi suprimida. Ex: Eu fiz um curso de Gestão de Projetos, ele de Comunicação Escrita.

13 Antes da conjunção e Conjunção adversativa( quebra de expectativa). Ex: Comprei as passagens, e não viajei. Orações com sujeitos diferentes. Ex: Marcela comprou duas bolsas, e Ana comprou três. Polissíndeto( Repetição da mesma conjunção em frases ou constituintes seguidos) Ex: E acordou, e leu o jornal, e meditou, e foi trabalhar.

14 Antes das conjunções conclusivas Logo Portanto Pois Por conseguinte Ex: Eu estudei matemática, logo posso lhe ajudar a entender números.

15 Casos que não se usa a vírgula.

16 Sujeito e predicado Ex: Os alunos / estão todos eufóricos à espera dos resultados. Sujeito Predicado Entre o verbo e seus complementos (objeto direto e indireto) Ex: Entreguei / aos clientes / os pedidos. O. Indireto O. direto Entre o nome e o adjunto adnominal ou o complemento nominal. Ex: Seu relógio de pulso foi apreciado por todos. Adjunto adnominal. Ex: Você tem amor à profissão. Complemento nominal.

17 O poder da vírgula vírgula pode ser uma pausa... Ou não. Não, espere. Não espere. Ela pode sumir com o seu dinheiro. 23,4. 2,34. Pode criar heróis... Isso só, ele resolve. Isso só ele resolve. Ela pode ser a solução. Vamos perder, nada foi resolvido. Vamos perder nada, foi resolvido. A vírgula muda uma opinião. Não,queremos saber. Não queremos saber. A vírgula pode condenar ou salvar. Não, tenha clemência! Não tenha clemência!

18 Obrigado!


Carregar ppt "Grupo: Gabriela Amaral-553 Juliana Monteiro- 539 Rafael Macedo- 503 Lucas Sousa- Vírgula."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google