A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Parte I capítulo 4Gremaud, Vasconcellos e Toneto Jr.2 Parte I: Panorama Descritivo da Economia Brasileira e Conceito Básicos Capítulo 4: Desemprego e.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Parte I capítulo 4Gremaud, Vasconcellos e Toneto Jr.2 Parte I: Panorama Descritivo da Economia Brasileira e Conceito Básicos Capítulo 4: Desemprego e."— Transcrição da apresentação:

1

2 Parte I capítulo 4Gremaud, Vasconcellos e Toneto Jr.2 Parte I: Panorama Descritivo da Economia Brasileira e Conceito Básicos Capítulo 4: Desemprego e Mercado de Trabalho

3 Parte I capítulo 4Gremaud, Vasconcellos e Toneto Jr.3 Produto Potencial (1) Quando se diz que o crescimento de uma economia foi baixo, tem-se em mente o quanto esta economia deveria ou poderia crescer efetivamente, ou seja compara-se com um crescimento potencial è Produto potencial é aquele que poderia ser alcançado e sustentado no futuro usando eficiente e plenamente os fatores de produção ao longo do tempo

4 Parte I capítulo 4Gremaud, Vasconcellos e Toneto Jr.4 Produto Potencial (2) O problema com o produto potencial é que ele é um conceito teórico e sua medida não é plenamente objetiva O conceito de PIB potencial leva em consideração –aspectos populacionais, –a evolução da produtividade, –os ganhos tecnológicos –o crescimento do estoque de capital.

5 Parte I capítulo 4Gremaud, Vasconcellos e Toneto Jr.5

6 Parte I capítulo 4Gremaud, Vasconcellos e Toneto Jr.6 Hiato do Produto e desemprego A diferença entre o PIB potencial e o PIB real é o hiato do produto A existência do hiato do produto é indicativa que os fatores, pelo menos em parte, não estão sendo plenamente utilizados - há desemprego dos fatores de produção Outra explicação para o hiato do produto é uma combinação ineficiente de fatores ou uma produtividade abaixo da possível

7 Parte I capítulo 4Gremaud, Vasconcellos e Toneto Jr.7 Lei de Okum Lei de Okum - relação entre hiato do produto e taxa de desemprego: PIB potencial – PIB real = TD Onde: e são parâmetros que medem a sensibilidade entre o hiato do produto e a taxa de desemprego (TD)

8 Parte I capítulo 4Gremaud, Vasconcellos e Toneto Jr.8 Taxa de desemprego O desemprego do fator trabalho é o mais grave problema macroeconômico das economias mundiais no final do século XX. A taxa de desemprego é a relação entre a número de desempregados (D) e a população economicamente ativa (PEA) Taxa de desemprego (TD) = D/PEA

9 Parte I capítulo 4Gremaud, Vasconcellos e Toneto Jr.9 PIA x PEA População em Idade Ativa (PIA) – é a população com mais de 15 anos e esta dividida em: –População Economicamente Ativa (PEA) - inclui as pessoas da PIA que estão empregadas e as que estão procurando emprego. –População Ativa não integrada ao mercado de trabalho – inclui os incapacitados para o trabalho, os aposentados e pensionistas, os estudantes, os detentos, os trabalhadores dedicados aos afazeres domésticos e os inativos (que não buscam nem desejam trabalhar).

10 Parte I capítulo 4Gremaud, Vasconcellos e Toneto Jr.10 taxa de participação da força de trabalho A taxa de participação da força de trabalho é a relação entre a PEA e a PIA –no início da década de 80 esta taxa se situava próxima aos 53%; –em 1995 esta taxa era de quase 61%. –Houve um ingresso progressivo da mulher na força de trabalho, dos estudantes e reingresso de idosos.

11 Parte I capítulo 4Gremaud, Vasconcellos e Toneto Jr.11 População com menos de 10 anos Quadro 4.1 – População e desemprego

12 Parte I capítulo 4Gremaud, Vasconcellos e Toneto Jr.12 Desempregados População Ocupada - PEA menos os desempregados. Desempregados - aqueles que querem trabalhar, procuram emprego, mas não encontram

13 Parte I capítulo 4Gremaud, Vasconcellos e Toneto Jr.13

14 Parte I capítulo 4Gremaud, Vasconcellos e Toneto Jr.14 Diferenças entre os indicadores de desemprego Existem diferenças de medidas de desemprego: por exemplo entre as taxas calculadas pelo IBGE (PME) e pelo DIEESE/SEADE (PED). Pontos que explicam as diferenças entre os indicadores de desemprego aberto: A área geográfica da pesquisa. A separação entre PIA (população em idade ativa) e população total Principalmente - critério de separação entre inativos, ocupados e desempregado.

15 Parte I capítulo 4Gremaud, Vasconcellos e Toneto Jr.15 Desemprego aberto e oculto IBGE – refere-se ao desemprego aberto que inclui as pessoas que procuraram emprego de modo efetivo nos últimos 30 dias e que não exerceram nenhuma ocupação nos últimos sete dias. DIEESE/SEADE – leva em consideração também o desemprego oculto, estão incluídas as pessoas que procuraram trabalho nos últimos 12 meses e exercerem algum tipo de atividade considerada de caráter muito precário.

16 Parte I capítulo 4Gremaud, Vasconcellos e Toneto Jr.16

17 Parte I capítulo 4Gremaud, Vasconcellos e Toneto Jr.17 Tipos de desemprego Desemprego cíclico ou conjuntural – aquele devido às condições recessivas na economia. Desemprego friccional – aquele decorrente do tempo necessário para que o mercado de trabalho se ajuste. Desemprego estrutural – aquele decorrente de mudanças estruturais em certos setores da economia (como ganhos de produtividade do trabalho) que eliminam empregos, sem que haja ao mesmo tempo a criação de novos empregos em outros setores

18 Parte I capítulo 4Gremaud, Vasconcellos e Toneto Jr.18 Mais duas definições: Pleno emprego refere-se ao uso eficiente da totalidade dos recursos produtivos, descontada uma taxa natural de desemprego. A taxa natural de desemprego é aquela compatível com o pleno emprego, e ocorre devido ao desemprego friccional, não sendo devida ao ciclo de negócios.

19 Parte I capítulo 4Gremaud, Vasconcellos e Toneto Jr.19 Emprego informal e precarização das condições de trabalho Economia informal são as atividades que não respeitam as regras institucionais impostas na sociedade, especialmente as legislações fiscais e trabalhistas. No Brasil houve um grande crescimento da economia informal e piora nas condições de emprego na década de 90. Em 2000, menos da metade das ocupações eram com carteira assinada.

20 Parte I capítulo 4Gremaud, Vasconcellos e Toneto Jr.20


Carregar ppt "Parte I capítulo 4Gremaud, Vasconcellos e Toneto Jr.2 Parte I: Panorama Descritivo da Economia Brasileira e Conceito Básicos Capítulo 4: Desemprego e."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google