A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Casos Clínicos Antibióticos Soraya Rezende DIP - UNIC.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Casos Clínicos Antibióticos Soraya Rezende DIP - UNIC."— Transcrição da apresentação:

1 Casos Clínicos Antibióticos Soraya Rezende DIP - UNIC

2 JRM, 22 anos, estudante. Há 7 dias com coriza aquosa, febre e mialgias. Há 3 dias a febre aumentou, com até 3 picos diários de 39ºC, surgindo tosse com expectoração mucopurulenta, dispnéia, dor torácica à inspiração profunda e ao tossir. Ao EF: febril (39ºC), FR:20, MV diminuído em base D, macicez à percussão e EC localizada em base D. a) Quais os principais patógenos que podem estar envolvidos? b) Quais opções para terapia antibiótica empírica?

3 Pneumonia Comunitária X Hospitalar Típica X Atípica Tratamento: Ambulatorial X Hospitalar Antibiótico

4 PAC - tratamento Início No mesmo local do diagnóstico No máximo em 4 horas Posologia Via oral na ambulatorial e parenteral na internação

5 TRATAMENTO Pacientes não internados: Etio = S.pneumoniae, M.pneumoniae, C.pneumoniae e H.influenzae. Antibiótico = Macrolídeo ( pacientes previamente sadios). Macrolídeo + betalactâmico ou fluoroquinolona (pacientes com dçs. Associadas = DPOC, DM, nefropatias, ICC...) Via de administração= Oral. Duração tratamento = 7 – 14 dias.

6 TRATAMENTO Pacientes internados em enfermaria: Antibiótico : macrolídeo + betalactâmico (ceftriaxona) OU fluoroquinolona respiratória isolada (gatifloxacina, levofloxacino ou moxifloxacina). Via de administração = endovenosa.

7 TRATAMENTO Pacientes internados em UTI: Critérios para internação em UTI (EWIG): Pelo menos 02 dos 03 critérios menores: – PaO 2 / FiO 2 < 250 – Envolvimento de mais 02 lobos pulmonares – PA sistólico < 90 mm/hg Pelo menos 01 dos 02 critérios maiores: – Necessidade de ventilação mecânica – Choque séptico

8 Pacientes que necessitam de internação UTI: Agentes: S. Pneumoniae, Legionella, bacilos aeróbios gram negativos, mycoplasma e vírus respiratório. Antibióticos: cefalosporina de 3ª geração + macrolídeos ou fluoroquinolonas. TRATAMENTO

9 Macrolídeos: - Ativo contra os principais germes, inclusive atípicos. - Fácil posologia e boa adesão e tolerabilidade. Amoxicilina: - Ativa contra S. pneumoniae em 90-95% dos casos quando usado na dose 3-4g/d. - Não tem ação contra germes atípicos e bactérias produtoras de beta-lactamase

10 TRATAMENTO Amoxicilina-Clavulanato: - Ativa contra S. pneumoniae, bactérias produtoras de beta-lactamase e anaeróbios. - Não são ativas contra atípicos. Fluorquinolonas: - Ativo > 98% S. pneumoniae. - Ativo H. influenza, atípicos. - Custo.

11 TRATAMENTO Ceftriaxona - Ativo contra pneumococo, H. influenza. - Estudos clínicos. - Resistência bacteriana.

12 Jovem de 19 anos com dor abdominal e febre há 3 dias, há 1 dia piora importante da dor, associado a náusea, prostração e persistência da febre. Ao exame físico sinais de irritação peritoneal. Feito a hipótese de peritonite secundária a apendicite supurada ou úlcera gástrica perfurada. Responda: a) Quais os principais patógenos que podem estar envolvidos? b)Quais opções para terapia antibiótica empírica?

13 Infecção Intra-abdominal Trato gastrointestinal Peritonite primária, secundária e terciária Infecção Sítio Cirúrgico Tratamento Antibiótico

14 Paciente feminina de 40 anos de idade sem nenhuma doença prévia, relata dor lombar a direita do tipo cólica há 3 dias associada com febre alta e calafrios. A dor está piorando e associado percebeu disúria com polaciúria. Ao exame físico a paciente apresentava-se com quadro de toxemia, com freqüência cardíaca de 128bpm e com pressão arterial de 60/30mmHg, presença do sinal de Giordano à direita. Nos exames laboratoriais havia creatinina de 3,2mg/dl (normal <1,2); leucócitos de cel/mm3 (normal ) com desvio à esquerda e leucocitúria em grande quantidade. Com base no caso acima, responda: a) Qual a sua principal hipótese diagnóstica? b) Qual a sua conduta para o caso? c) Quais opções para terapia antibiótica empírica?

15 Infecção Urinária ITU alta X baixa Comunitária X hospitalar Sonda vesical Complicações Tratamento Antibiótico

16 Tratamento Medidas gerais: hidratação, sintomáticos Antibióticos: via de administração, efeitos colaterais, efeitos sobre a flora intestinal e concentração urinária).

17 Ambulatorial Sulfametoxazol+ trimetoprim Norfloxacina Ciprofloxacina Amoxicilina Ampicilina Nitrofurantoína Cefalexina

18 Internado Ciprofloxacina Ceftriaxona Cefalotina Gentamicina Amicacina Comunitária X Hospitalar Gestante? Insuficiência renal ?

19 Adolescente, 16 anos, com dor, aumento do volume em joelho direito, eritema e flutuação patelar. Nega trauma.O exame do líquido sinovial mostrou 75% de PMN numerosos cocos Gram positivos. a) Qual sua hipótese diagnóstica? b) Quais os principais patógenos podem estar envolvidos? c) Quais opções para terapia antibiótica empírica?

20 Infecção de pele e partes moles Erisipela X celulite Artrite séptica Osteomielite aguda X crônica Tratamento Antibiótico

21 Evolução da Resistência


Carregar ppt "Casos Clínicos Antibióticos Soraya Rezende DIP - UNIC."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google