A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Juliana Rodrigues dos Santos Silva 1, Maurivan Vaz Ribeiro 2, Hugo Bonfim A. Pinto 3 1 Bolsista PROBIO II/RAN/ICMBio 2 Universidade.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Juliana Rodrigues dos Santos Silva 1, Maurivan Vaz Ribeiro 2, Hugo Bonfim A. Pinto 3 1 Bolsista PROBIO II/RAN/ICMBio 2 Universidade."— Transcrição da apresentação:

1 Juliana Rodrigues dos Santos Silva 1, Maurivan Vaz Ribeiro 2, Hugo Bonfim A. Pinto 3 1 Bolsista PROBIO II/RAN/ICMBio 2 Universidade Federal de Goiás – UFG 3 Analista Ambiental/RAN/ICMBio Monitoramentos de biodiversidade permitem avaliar as respostas de populações ou ecossistemas de interesse especial às práticas de manejo e conservação, bem como aos impactos de fatores como perda de habitat, alterações da paisagem, mudanças climáticas, fatores cinegéticos, entre outros. O presente estudo consiste no levantamento da herpetofauna conduzido no Parque Nacional Serra da Capivara (PARNA Serra da Capivara), estado do Piauí, como parte do Programa de Monitoramento da Biodiversidade da Caatinga, projeto do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade-ICMBio, que visa fornecer subsídios para determinar a efetividade das Unidades de Conservação Federais (UCs) na proteção das espécies. Os dados foram coletados em dois levantamentos de campo, sendo de 34 dias efetivos (de 28/10 a 10/11 de 2012 e 10/02 a 02/03 de 2013), durante a estação chuvosa. Foram utilizados três métodos de amostragem: armadilhas de queda (pitfall drift fences), funis (funnel trap) e busca ativa. Para isso 10 linhas de pitfall e 5 de funis foram instaladas. Cada linha de pitfall consistiu em dez baldes 30L enterrados a 10m de distância, interligados por uma cerca-guia de aproximadamente 50cm de altura. Cada linha de funis consistiu em 20 funis instalados ao longo da cerca-guia de 100m de extensão. A busca ativa foi realizada em algumas áreas selecionadas no interior do PARNA, durante o período diurno e noturno, sem padronização. A riqueza registrada torna o Parque Nacional da Serra da Capivara a localidade do bioma Caatinga com maior número de lagartos já registrados. É provável que a heterogeneidade ambiental, tanto com relação à estrutura da vegetação quanto em relação ao tipo de substrato, seja determinante para a alta diversidade regional de espécies registradas para a área. No entanto, somente com a realização do monitoramento em longo prazo será possível ter uma melhor caracterização da diversidade e da abundância da herpetofauna e determinar a efetividade da UC para a proteção das espécies. Levantamento da Herpetofauna no Parque Nacional Serra da Capivara, Estado do Piauí, Brasil. INTRODUÇÃO MATERIAL E MÉTODOS RESULTADOS E DISCUSSÃO CONSIDERAÇÕES FINAIS Foram registradas 45 espécies de répteis (sendo 27 lagartos, 10 serpentes, 3 anfisbênias e 4 de quelônios) e 16 espécies de anfíbios anuros, pertencentes a 25 famílias (Figura 1, Tabela 1). Considerando todas as armadilhas foram capturados um total de 742 indivíduos. A taxa de captura geral foi de 18,52 espécimes/recipiente/mês e 1,02 espécimes/funil/mês, respectivamente para pitfall e funis. Os lagartos Tropidurus hispidus (116 indivíduos capturados) e Procellosaurinus erythrocercus (103 indivíduos capturados) foram as espécies mais abundantes no estudo. Vale ressaltar o registro de Tropidurus helenae, Calyptommatus confusionibus e Procellosaurinus erythrocercus, espécies endêmicas do bioma. A riqueza local pode ser considerada alta se comparada à riqueza registrada em outras localidades da Caatinga (Vitt, 1995; Rodrigues, 2005), e torna a localidade do bioma com maior número de lagartos já registrados. Figura 3. Lygodactylus klugei Figura 4. Calyptommatus confusionibus Figura 7. Enyalius bibronii Figura 8. Ameivula venetacauda Figura 9. Stenocercus squarrosus Figura 5. Procellosaurinus erythrocercus Figura 6. Hoplocercus spinosus Figura 10. Tropidurus helenae Figura 12. Taeniophalus occipitalis Figura 13. Micrurus ibiboboca Figura 17. Corythomantis greeningi Figura 16. Phyllomedusa nordestina TABELA 1. Riqueza de espécies registradas no PARNA Serra da Capivara Figura 1. Famílias da herpetofauna registrada e representatividade de cada uma durante a amostragem Figura 2. Curva de acumulação de espécies de répteis Squamata Figura 18. Dermatonotus muelleri Figura 15. Trachycephalus atlasFigura 14. Bothrops erythromelas Figura 11. Corallus hortulanus A curva do coletor não mostrou tendência à estabilização e a riqueza observada ficou abaixo da riqueza local estimada (Figura 2), assim é provável que com um maior esforço amostral novas espécies serão registradas para a área do PARNA. FAMÍLIA/ESPÉCIE CLASSE REPTILIA ORDEM SQUAMATA Diploglossidae Diploglossus lessonae Gekkonidae Hemidactylus brasilianus Lygodactylus klugei Gymnophthalmidae Acratosaura mentalis Calyptommatus confusionibus Procellosaurinus erythrocercus Micrablepharus maximiliani Colobosaura modesta Vanzosaura rubricauda Hoplocercidae Hoplocercus spinosus Iguanidae Iguana iguana Leiosauridae Enyalius bibronii Phyllodactylidae Gymnodactylus geckoides Phyllopezus pollicaris Polychrotidae Polychrus acutirostris Mabuyidae Brasiliscincus heathi Copeoglossum nigropunctatum Psychosaura agmosticha Teiidae Ameiva ameiva Ameivula ocellifera Ameivula venetacauda Salvator merianae Tropiduridae Stenocercus squarrosus Tropidurus hispidus Tropidurus semitaeniatus Tropidurus helenae Amphisbaenidae Amphisbaena vermicularis Amphisbaena sp. Amphisbaena alba Boidae Boa constrictor Corallus hortulanus Colubridae Spilotes pullatus Tantilla melanocephala Dipsadidae Apostolepis cearensis Clelia sp. Oxyrhopus trigeminus Phyllodryas nattereri Taeniophalus occipitalis Xenodon cf. nattereri Elapidae Micrurus ibiboboca Viperidae Bothrops erythromelas Chelidae Mesoclemmys perplexa Phrynops geoffroanus Kinosternidae Kinosternon scorpioides Testudinidae Chelonoidis carbonaria CLASSE AMPHIBIA ORDEM ANURA Bufonidae Rhinella granulosa Rhinella jimi Hylidae Corythomantis greeningi Dendropsophus nanus Hypsiboas raniceps Phyllomedusa nordestina Scinax gr. ruber Trachycephalus atlas Leiuperidae Physalaemus cicada Physalaemus cuvieri Pleurodema diplolister Leptodactylidae Leptodactylus fuscus Leptodactylus syphax Leptodactylus troglodytes Leptodactylus vastus Microhylidae Dermatonotus muelleri


Carregar ppt "Juliana Rodrigues dos Santos Silva 1, Maurivan Vaz Ribeiro 2, Hugo Bonfim A. Pinto 3 1 Bolsista PROBIO II/RAN/ICMBio 2 Universidade."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google