A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

A Mineração no Brasil Período: séc. XVII – séc. XVIII Incidência: Minas Gerais, Góias e Mato Grosso Desenvolvimento: Descoberta: 1695 - 1750 Apogeu: 1750.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "A Mineração no Brasil Período: séc. XVII – séc. XVIII Incidência: Minas Gerais, Góias e Mato Grosso Desenvolvimento: Descoberta: 1695 - 1750 Apogeu: 1750."— Transcrição da apresentação:

1 A Mineração no Brasil Período: séc. XVII – séc. XVIII Incidência: Minas Gerais, Góias e Mato Grosso Desenvolvimento: Descoberta: Apogeu: Decadência:

2 Diferentes formas de extração do Ouro A Lavra: Grandes empresas mineradoras Extração em grandes jazidas Uso de mão de obra de escravos africanos Grande imapcto ambiental Foi o tipo de extração mais frequente durante a mineração

3 Faiscações Pequena extração aurífera Trabalho livre do próprio garimpeiro Poderia ou não utilizar escravos Esse tipo de garimpo permitiu que diversos escravos comprassem a sua liberdade. Minimo impacto ambiental

4 Atividade Mineradora na Colônia

5 Administração das Minas Gerais Intendência: órgão máximo da administração das Minas Casas de Fundição: Fundia e quintava o ouro, tornava crime a circulação de ouro em pó ou de barras não quintadas. Quinto: Imposto que correspondia a 20 % do ouro minerado. Capitação: Imposto cobrado sobre os escravos que trabalhavam nas minas 17g/ ano por escravo. Derrama: Ato praticado pela Coroa sempre que a quota de no ano não fosse atingida.

6 Consequências da Minerações Febre do ouro Fundação de Vilas e cidades (Vila Rica, Vila Boa, Ribeirão do Carmo) Sociedade urbana Maior difusão da riqueza e da cultura Criação de um mercado interno centrado no sudeste Transferência da capital para o Rio de Janeiro

7 O mercado interno e a vida urbana A atividade mineradora causou mudanças políticas, sociais e econômicas. Mudanças econômicas: Mudou o eixo econômico do litoral para o centro-sul. Incentivou o mercado interno, a produção de agricultura e pecuária. Surgimento de rotas comerciais, ligando a região das minas ao restante da Colônia.

8 Por estas rotas as tropas de mulas levavam mercadorias: escravo africano, transportado da decadente região açucareira. produtos manufaturados, devido ao grande aumento populacional. Mudanças sociais: Crescimento demográfico Cidade com caráter urbano: muitos artesãos, comerciantes, intelectuais, funcionários públicos Mobilidade social, distribuição de riquezas.

9 Mudanças políticas: Contato com ideias iluministas difundidas na Europa Mudanças culturais: Intensa atividade intelectual nas regiões das minas música, literatura (arcadismo), arquitetura e escultura (Aleijadinho)

10 A sociedade mineradora Proprietários de grandes Lavras, grupo pequeno, entrou em crise com a escassez do ouro. Contratadores, grupo formado por portugueses que possuíam beneficios da Coroa, como poder arrecadar os dízimos e as taxas de exportações, como também explorar a região.

11 A sociedade mineradora Altos funcionários dos governos das Minas, provinham de famílias nobres portuguesas. Grandes comerciantes, ao lado dos contratadores eram os mais ricos da região, abasteciam a região com produtos manufaturados e pecuária. faiscadores, alfaiates, sapateiros, profissionais libarais, artistas, escravos negros ( em 1742: de 174 mil 94 mil eram escravos negros)


Carregar ppt "A Mineração no Brasil Período: séc. XVII – séc. XVIII Incidência: Minas Gerais, Góias e Mato Grosso Desenvolvimento: Descoberta: 1695 - 1750 Apogeu: 1750."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google