A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

BRASIL COLÔNIA (1500 – 1822) SÉCULO DO OURO. BRASIL COLÔNIA (1500 – 1822) SÉCULO DO OURO 1.O CICLO DO OURO Século XVIII.Século XVIII. MG, MT, GOMG, MT,

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "BRASIL COLÔNIA (1500 – 1822) SÉCULO DO OURO. BRASIL COLÔNIA (1500 – 1822) SÉCULO DO OURO 1.O CICLO DO OURO Século XVIII.Século XVIII. MG, MT, GOMG, MT,"— Transcrição da apresentação:

1 BRASIL COLÔNIA (1500 – 1822) SÉCULO DO OURO

2 BRASIL COLÔNIA (1500 – 1822) SÉCULO DO OURO 1.O CICLO DO OURO Século XVIII.Século XVIII. MG, MT, GOMG, MT, GO Movimento bandeirante (séc XVII): Bandos armados que percorriam o interior do país em busca de riquezas. Origem: São Vicente (São Paulo).Movimento bandeirante (séc XVII): Bandos armados que percorriam o interior do país em busca de riquezas. Origem: São Vicente (São Paulo).

3 BRASIL COLÔNIA (1500 – 1822) SÉCULO DO OURO A expressão Entradas e bandeiras é utilizada para designar, genericamente, os diversos tipos de expedições empreendidas à época do Brasil Colônia, com fins tão diversos como os de simples exploração do território, busca de riquezas minerais, captura ou extermínio de escravos indígenas ou mesmo africanos.A expressão Entradas e bandeiras é utilizada para designar, genericamente, os diversos tipos de expedições empreendidas à época do Brasil Colônia, com fins tão diversos como os de simples exploração do território, busca de riquezas minerais, captura ou extermínio de escravos indígenas ou mesmo africanos.

4 BRASIL COLÔNIA (1500 – 1822) SÉCULO DO OURO De maneira geral, considera-se que: Entradas eram financiadas pelos cofres públicos e com o apoio do governo colonial em nome da Coroa de Portugal; respeitando o limite de Tordesilhas. Entradas eram financiadas pelos cofres públicos e com o apoio do governo colonial em nome da Coroa de Portugal; respeitando o limite de Tordesilhas. Bandeiras eram iniciativas de particulares, associados ou não, que com recursos próprios buscavam obtenção de lucros; que não respeitavam Tordesilhas. Bandeiras eram iniciativas de particulares, associados ou não, que com recursos próprios buscavam obtenção de lucros; que não respeitavam Tordesilhas.

5 BRASIL COLÔNIA (1500 – 1822) SÉCULO DO OURO Tipos de bandeiras Apresamento - caça ao índio (preação). Apresamento - caça ao índio (preação). Sertanismo de contrato - destruição de quilombos ou outros serviços no interior. Sertanismo de contrato - destruição de quilombos ou outros serviços no interior. Prospecção - busca de metais preciosos. Prospecção - busca de metais preciosos. Monções – Abastecimento. Monções – Abastecimento.

6 BRASIL COLÔNIA (1500 – 1822) SÉCULO DO OURO

7 BRASIL COLÔNIA (1500 – 1822) SÉCULO DO OURO Ciclo das Bandeiras em busca de Riquezas Minerais Fernão Dias Paes # D. Afonso VI # Esmeraldas X Turmalinas/Ouro # Conhecimento do Sertão 1693: Antônio Rodrigues Arzão: Ouro em Minas Gerais 1698: Antônio Dias de Oliveira: Ouro em Vila Rica (Ouro Preto) 1700: Borba Gato: Ouro em Sabará 1719: Pascoal Moreira Cabral: Ouro em Cuiabá 1722: Bartolomeu Bueno da Silva (Anhanguera): Ouro em Goiás

8 BRASIL COLÔNIA (1500 – 1822) SÉCULO DO OURO Conseqüências: alargamento informal das fronteiras, alargamento informal das fronteiras, Ataque e destruição de missões no sul, dando origem a reserva de gado, Ataque e destruição de missões no sul, dando origem a reserva de gado, Descoberta de ouro (nos atuais estados de MG, MT e GO) Descoberta de ouro (nos atuais estados de MG, MT e GO)

9 BRASIL COLÔNIA (1500 – 1822) SÉCULO DO OURO A administração aurífera Intendência das Minas (1702) – órgão criado por Portugal para administrar a região das minas. Intendência das Minas (1702) – órgão criado por Portugal para administrar a região das minas. Divisão das minas em lotes (Datas); Divisão das minas em lotes (Datas); Cobrança abusiva de impostos Cobrança abusiva de impostos Casas de Fundição (1720). Casas de Fundição (1720).

10 BRASIL COLÔNIA (1500 – 1822) SÉCULO DO OURO A Guerra dos Emboabas foi um conflito ocorrido na região das Minas Gerais, no Brasil, de 1707 a Emboaba era o nome dado aos portugueses e aos demais brasileiros que chegavam às Minas Gerais para catar ouro.A Guerra dos Emboabas foi um conflito ocorrido na região das Minas Gerais, no Brasil, de 1707 a Emboaba era o nome dado aos portugueses e aos demais brasileiros que chegavam às Minas Gerais para catar ouro.

11 BRASIL COLÔNIA (1500 – 1822) SÉCULO DO OURO Os paulistas, na qualidade de descobridores das minas, reivindicavam para si o direito exclusivo de exploração do ouro. Os que discordavam deste intento, em sua maioria portugueses e baianos, ficaram conhecidos como Emboabas (do tupi, aves pernaltas, referência ao hábito de os forasteiros usarem botas).Os paulistas, na qualidade de descobridores das minas, reivindicavam para si o direito exclusivo de exploração do ouro. Os que discordavam deste intento, em sua maioria portugueses e baianos, ficaram conhecidos como Emboabas (do tupi, aves pernaltas, referência ao hábito de os forasteiros usarem botas).

12 BRASIL COLÔNIA (1500 – 1822) SÉCULO DO OURO O confronto terminou por volta de 1709, graças à intervenção do governador do Rio de Janeiro, Antônio de Albuquerque Coelho de Carvalho. Sem os privilégios desejados e sem forças para guerrear, os paulistas retiraram-se da região. Muitos deles foram para o oeste, onde mais tarde descobriram novas jazidas de ouro, nos atuais estados do Mato Grosso e Goiás.O confronto terminou por volta de 1709, graças à intervenção do governador do Rio de Janeiro, Antônio de Albuquerque Coelho de Carvalho. Sem os privilégios desejados e sem forças para guerrear, os paulistas retiraram-se da região. Muitos deles foram para o oeste, onde mais tarde descobriram novas jazidas de ouro, nos atuais estados do Mato Grosso e Goiás.

13 BRASIL COLÔNIA (1500 – 1822) SÉCULO DO OURO Principais impostos Principais impostos O Quinto (20%)O Quinto (20%) CapitaçãoCapitação (1735 – imposto sobre escravos)

14 BRASIL COLÔNIA (1500 – 1822) SÉCULO DO OURO Santo do pau-oco Na região mineradora, o contrabando de ouro em pó era feito através de imagens de madeira que os santeiros escupiam deixando o interior oco para facilitar a ocultação do metal.Na região mineradora, o contrabando de ouro em pó era feito através de imagens de madeira que os santeiros escupiam deixando o interior oco para facilitar a ocultação do metal.

15 BRASIL COLÔNIA (1500 – 1822) SÉCULO DO OURO Curiosidade: Curiosidade: A expressão santo do pau oco, sobreviveu à passagem do tempo e é empregada agora para identificar os hipócritas, os falsos, os mentirosos e os enganadores.A expressão santo do pau oco, sobreviveu à passagem do tempo e é empregada agora para identificar os hipócritas, os falsos, os mentirosos e os enganadores.

16 BRASIL COLÔNIA (1500 – 1822) SÉCULO DO OURO O Tratado de Methuen foi um acordo comercial estabelecido no dia 27 de dezembro de 1703 entre Portugal e Inglaterra. Também é conhecido como Tratado de Panos e Vinhos.Os portugueses se comprometiam a consumir os tecidos da Inglaterra e os ingleses a consumir os vinhos de Portugal.O Tratado de Methuen foi um acordo comercial estabelecido no dia 27 de dezembro de 1703 entre Portugal e Inglaterra. Também é conhecido como Tratado de Panos e Vinhos.Os portugueses se comprometiam a consumir os tecidos da Inglaterra e os ingleses a consumir os vinhos de Portugal.

17 BRASIL COLÔNIA (1500 – 1822) SÉCULO DO OURO -100 arrobas anuais (1500kg/ano). -Derrama (cobrança de impostos atrasados). -Submissão de Portugal aos interesses ingleses. Cobranças

18 BRASIL COLÔNIA (1500 – 1822) SÉCULO DO OURO Mudanças do Brasil a partir da descoberta de ouro:Mudanças do Brasil a partir da descoberta de ouro: –Aumento populacional. –Aumento do mercado interno. –Integração econômica.

19 BRASIL COLÔNIA (1500 – 1822) SÉCULO DO OURO –Integração do sul (gado). –Deslocamento do eixo econômico (NE – SE). –Mudança da capital (RJ – 1763). –Interiorização.

20 BRASIL COLÔNIA (1500 – 1822) SÉCULO DO OURO –Urbanização (Vila Rica, Mariana, Sabará, Diamantina...). –Surgimento de classe média urbana. –Mobilidade social relativa. –Aumento do escravismo. Vila Rica – atual Ouro Preto

21 BRASIL COLÔNIA (1500 – 1822) SÉCULO DO OURO

22 BRASIL COLÔNIA (1500 – 1822) SÉCULO DO OURO O declínio da mineração O declínio da mineração. A partir da segunda metade do século XVIII, a atividade mineradora começou a declinar, com a interrupção das descobertas e o gradativo esgotamento das minas em operação. O predomínio do ouro de aluvião, de fácil extração, não requeria uma tecnologia sofisticada. Porém, à medida que esses depósitos aluvionais se esgotavam, era necessário passar para a exploração das rochas matrizes (quartzo itabirito) extremamente duras e que demandavam uma tecnologia com maiores aperfeiçoamentos. Chegando nesse ponto, a mineração entrou em acentuada decadência.

23 BRASIL COLÔNIA (1500 – 1822) SÉCULO DO OURO


Carregar ppt "BRASIL COLÔNIA (1500 – 1822) SÉCULO DO OURO. BRASIL COLÔNIA (1500 – 1822) SÉCULO DO OURO 1.O CICLO DO OURO Século XVIII.Século XVIII. MG, MT, GOMG, MT,"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google