A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

1900: cerca de 56,6% da Ásia e 90,4% da África estavam sob controle do colonialismo europeu.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "1900: cerca de 56,6% da Ásia e 90,4% da África estavam sob controle do colonialismo europeu."— Transcrição da apresentação:

1

2 1900: cerca de 56,6% da Ásia e 90,4% da África estavam sob controle do colonialismo europeu

3 Causas: O declínio de potências européias: Primeira Guerra Mundial e Segunda Guerra Mundial A ascensão do nacionalismo asiático e africano Influência das Cartas do Atlântico (1941) e da ONU (1945) – direito a autodeterminação dos povos. Pan-Africanismo (Jomo Queniata-Quênia) Pan-Arabismo (Gamal Abdel Nasser-Egito). Socialismo Espiritualista (Julius Nyerere-Tanzânia) Guerra Fria – desejo dos EUA e URSS de ampliar sua influência.

4 Como: Guerras – adoção do socialismo. Acordos – concessão de independência com transferência do poder para elites locais e fortes vínculos com dependência capitalista. A Conferência de Bandung (1955): Indonésia – A. Sukarno 29 novas nações da África e Ásia. Bloco dos não alinhados (3º mundo). Ajuda mútua entre nações afro-asiáticas. Combate ao racismo e neocolonialismo. Debate de problemas econômicos entre os participantes.

5 A DESCOLONIZAÇÃO AFRICANA: 1956: três estados independentes (Libéria, Etiópia e África do Sul - minoria branca no poder) a 1962: 29 novos estados independentes Namíbia e Eritréia : últimos países independentes.

6 Casos destacados – ÁFRICA: A) ARGÉLIA: Colônia francesa Conflito violento (1 milhão de mortos). FLN (Frente de Libertação Nacional ) + massa de mulçumanos locais X FRA + colonos franceses (Pieds-noirs ou pés pretos) Batalha do Argel -1957: maior confronto Armistício de Evian: França reconhece a independência da Argélia sob o comando da FLN (Ben Bella – líder).

7 B) CONGO: Colônia belga. Rica em diamantes, ouro, cobre e outros minerais 1960: Bélgica concede a independência (pressões populares) Presidente: Joseph Kasavubu; Primeiro Ministro: Patrice Lumunba (Movimento Nacional Congolês).

8 Guerra civil: Katanga e Kasai movimento separatista. (províncias ricas em minerais financiados por belgas). 1961: É assassinado Patrice Lumunba. 1965: General Mobutu Sese Seko (Joseph Desiré Mobutu): pró- EUA torna-se ditador, e o país muda de nome para República do Zaire. 1997: Laurent Kabila depõe Mobuto e o país voltou a adotar o nome de República Democrática do Congo. MOBUTO

9 C) ÁFRICA PORTUGUESA 1974: Revolução dos Cravos (POR) – movimento militar que derrubou a ditadura salazarista e implantou a democracia em POR. Fim da ditadura desarticula império colonial.

10 Angola (1975): 1975: Independência (Tratado de Alvor) – 1992: Guerra civil: MPLA X UNITA X FNLA Socialista(URSS) Agostinho Neto Etnia: Kimbundo Ocupava Luanda (capital) Capitalista (USA e África do Sul) Jonas Savimbi Etnia: Ovimbundu Ocupava o sul do país Capitalista (Zaire) Holden Roberto Etnia: Bakongo Ocupava o norte do país

11 Agostinho Neto (MPLA) exerce a presidência do país entre 1975 e Em 1979, José Eduardo dos Santos assume a presidência de Angola. A luta contra as outras facções continuou, arrasando progressivamente a economia local. 1992: eleições pluripartidárias (retomada da guerra civil). 1996: tentativa de coalizão entre MPLA e UNITA (fracasso). 2002: acordo de cessar fogo (anistia e paz depois de 25 anos de guerra)

12 Moçambique (1975): 1975: Independência (Acordo de Lusaka) 1975 – 1992: Guerra civil FRELIMO (socialista) X RENAMO (capitalista) Samora Machel – líder da FRELIMO. Guerra civil devasta o país. Saída de mão de obra qualificada. Esgotamento da economia. Epidemias de fome, tifo e cólera. Símbolo da FRELIMO

13 E) ÁFRICA DO SUL – A exceção 1910 – União Sul Africana: ingleses + africânderes (descendentes de holandeses, alemães e franceses). Leis segregacionistas (hegemonia dos brancos) – oficialização do APARTHEID (separação) Daniel Malan.

14 Criação dos Bantustões (divisão tribal e confinamento dos negros em 13% do território). = bantustões

15 1942: CNA (Congresso Nacional Africano) – organização negra que liderou resistência ao Aparthaid (Nélson Mandela – líder) 1950 – desobediência civil – Massacre de Sharpeville (69 negros mortos e 180 feridos) – ilegalidade do CNA (Mandela é preso).

16 1980 – Campanhas internacionais condenam o Aparthaid (sanções) – Revoltas populares intensificam-se (ampla repressão) – início da transição: Frederik de Klerk 1990 – CNA recupera a legalidade e Mandela é solto – Revogação de leis racistas. Mandela é eleito presidente. Mandela Presidente

17 Casos destacados – ÁSIA: A) ÍNDIA: Ex-colônia inglesa. Década de 20: Mahatma GANDHI lidera mobilizações populares Desobediência civil – não-violência e resistência passiva – Inglaterra concede independência. Desgaste internacional + mercado.

18 Rivalidades religiosas: hindusXmuçulmanos. Formação de 2 países: União Indiana – hindu – J. Nehru Paquistão – muçulmano – Ali Jinnah Transferência de 12 milhões de refugiados de um Estado para outro, iniciando a luta entre hindus e mulçumanos (1 milhão de mortos). Ilha do Ceilão – budista – novo país em 1948 – atual Sri Lanka

19

20 1948: Gandhi é assassinado por extremista hindu. Início de conflitos entre Índia e Paquistão pela região da Caxemira. 1971: Paquistão Oriental (antiga Bengala) separa-se do Paquistão Ocidental (liderados pela Liga Auami) com apoio da Índia. Passa a chamar-se Bangladesh.

21 B) INDONÉSIA: Ex-colônia Holandesa. 1949: Independência após 4 anos de guerra contra HOL. Ahmed Sukarno – líder – Sede da Conferência de Bandung – 1998 – Ditadura do Gen. Suharto (pró-capitalismo) – Invasão do Timor Leste (independente em 1999). Maior população muçulmana do mundo.

22 C) INDOCHINA: Ex-colônia francesa. II Guerra Mundial – ocupada por japoneses – VIETMINH: Liga Revolucionária para a independência do Vietnã. Líder: Ho Chi Minh Orientação comunista. Luta contra os japoneses – 1954: Guerra da Indochina. FRAXVietminh 1954: Batalha de Dien Bien Phu – expulsão dos Franceses.

23 1954: Conferência de Genebra – Independência e divisão da Indochina. Laos. Camboja. Vietnã do Sul (capitalista). Vietnã do Norte (comunista). Vietnã dividido pelo paralelo 17. Vietnã do Sul

24 D) A GUERRA DO VIETNÃ: Conferência de Genebra: divisão do Vietnã era temporária. Reunificação ocorreria após a realização de plebiscito para unificar o país. Vietnã do Sul cancela plebiscito – medo do comunismo. Guerra inicia (1960 – 1975): VIETNÃ DO SUL Apoio dos EUA VIETNÃ DO NORTE Vietcongues (guerrilheiros comunistas do sul) X

25 Auge da participação dos EUA: 536 mil soldados (1968). 50 mil americanos mortos. 2,5 milhões de vietnamitas mortos. 1971: Aproximação dos EUA com a China e bombardeio aos países vizinhos – Laos e Camboja. Neutralizar a influência soviética no Vietnã do Norte. Isolar norte-vietnamitas.

26 Utilização de armas químicas de destruição de massa. Aldeia bombardeada com Napalm em Aviões americanos despejando o Agent Orange em plantações. Efeito do Agent Orange


Carregar ppt "1900: cerca de 56,6% da Ásia e 90,4% da África estavam sob controle do colonialismo europeu."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google