A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Batismo no Espírito em Atos SINAIS Cap. 2 Cap. 8 Cap. 10 Cap. 19 Som de vento X Línguas de fogo X Falar em línguas XXX Imposição de mãos XX Espírito recebido.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Batismo no Espírito em Atos SINAIS Cap. 2 Cap. 8 Cap. 10 Cap. 19 Som de vento X Línguas de fogo X Falar em línguas XXX Imposição de mãos XX Espírito recebido."— Transcrição da apresentação:

1

2 Batismo no Espírito em Atos SINAIS Cap. 2 Cap. 8 Cap. 10 Cap. 19 Som de vento X Línguas de fogo X Falar em línguas XXX Imposição de mãos XX Espírito recebido após a conversão XX Espírito recebido na conversão XX OraçãoXX

3 Vê-se que não há UM SINAL específico, único, que simbolize o batismo no Espírito Santo. O grande e verdadeiro SINAL é a vida transformada.

4 Há 9 relatos de pessoas CHEIAS do Espírito Santo, sem a menção de que falaram em línguas:

5 4:8 (Pedro perante o Sinédrio)4:8 (Pedro perante o Sinédrio) 4:31 (Igreja em oração pela libertação de Pedro)4:31 (Igreja em oração pela libertação de Pedro) 6:3(Escolha dos diáconos)6:3(Escolha dos diáconos) 6:5(Descrição de Estêvão)6:5(Descrição de Estêvão) 7:55 (Estêvão perante os líderes judaicos)7:55 (Estêvão perante os líderes judaicos) 9:17 (Imposição de mãos sobre Paulo)9:17 (Imposição de mãos sobre Paulo) 11:24 (Descrição de Barnabé)11:24 (Descrição de Barnabé) 13:9 (Paulo perante Elimas)13:9 (Paulo perante Elimas) 13:52 (Relato sobre os discípulos)13:52 (Relato sobre os discípulos)

6 No Novo Testamento, a evidência do recebimento do Espírito não reside no fenômeno de êxtase exterior, passível de enganosa imitação, mas na conversão do homem a Jesus Cristo, com seus respectivos frutos (Gál. 5:22-26).

7 Quando ocorreu o dom de línguas no NT ele era como um sinal dentre outros. Este dom não veio como conseqüência de uma busca determinada, mas como surpresa (Atos 10:45). O dom não era esperado, exigido nem procurado como fazem os pentecostais e carismáticos de nossos dias.

8 Nosso máximo exemplo – JESUS – em nenhum momento do Seu ministério falou em línguas estranhas para provar que era cheio do Espírito.

9 O verdadeiro DOM DE LÍNGUAS

10 Atos 2 Por ocasião do Pentecoste, Pedro estava em um momento especial para a disseminação do Evangelho.Por ocasião do Pentecoste, Pedro estava em um momento especial para a disseminação do Evangelho. Estavam em Jerusalém milhares de judeus vindos de diversas partes do mundo (v. 5), e seria a ocasião ideal para falar-lhes de Jesus.Estavam em Jerusalém milhares de judeus vindos de diversas partes do mundo (v. 5), e seria a ocasião ideal para falar-lhes de Jesus. Mas como isso ocorreria? Afinal, eles falavam diferentes idiomas (vv. 6-11).Mas como isso ocorreria? Afinal, eles falavam diferentes idiomas (vv. 6-11).

11 Deus, então, dotou o apóstolo da capacidade sobrenatural de pregar o evangelho de uma maneira que todos os diferentes grupos lingüísticos compreendessem e pudessem aceitar a mensagem. E foi o que aconteceu.

12 Pedro pregou e cada pessoa ali presente o ouviu falar em sua própria língua, ou seja, o dom concedido em Atos 2 não foi uma língua estranha ou língua dos anjos, incompreensível.Pedro pregou e cada pessoa ali presente o ouviu falar em sua própria língua, ou seja, o dom concedido em Atos 2 não foi uma língua estranha ou língua dos anjos, incompreensível. Mas foi, sim, a capacidade de falar no idioma da pessoa que estava necessitando da mensagem de salvação.Mas foi, sim, a capacidade de falar no idioma da pessoa que estava necessitando da mensagem de salvação. E qual foi o resultado? Veja no verso 41.E qual foi o resultado? Veja no verso 41.

13 Então, os que lhe aceitaram a palavra foram batizados, havendo um acréscimo naquele dia de quase três mil pessoas.

14 Atos 10 Deus já havia concedido a Pedro uma revelação sobre o preconceito religioso que ainda estava presente no coração dos judeus, inclusive no dele próprio (Atos 10:9- 16, 28).Deus já havia concedido a Pedro uma revelação sobre o preconceito religioso que ainda estava presente no coração dos judeus, inclusive no dele próprio (Atos 10:9- 16, 28).

15 Após receber a visita de pessoas enviadas por Cornélio, Pedro vai ter com ele, porém leva alguns irmãos, para servirem de testemunha da veracidade da conversão do militar gentio (vv. 23 e 45).Após receber a visita de pessoas enviadas por Cornélio, Pedro vai ter com ele, porém leva alguns irmãos, para servirem de testemunha da veracidade da conversão do militar gentio (vv. 23 e 45).

16 Ao chegarem lá, Pedro compreendeu o significado da visão sobre o lençol, pois ele percebeu que a mensagem do evangelho deveria alcançar todas as pessoas, de todas as nações, independentemente de raças (vv. 28 e 34).Ao chegarem lá, Pedro compreendeu o significado da visão sobre o lençol, pois ele percebeu que a mensagem do evangelho deveria alcançar todas as pessoas, de todas as nações, independentemente de raças (vv. 28 e 34).

17 Após Pedro pregar sobre Jesus e confirmar a conversão do centurião, o Espírito desce sobre os que ouviam o apóstolo, deixando os discípulos judeus admirados (vv ), pois viam Cornélio e outros falando em línguas, engrandecendo a Deus (v. 46). Imediatamente eles reconheceram que ali estavam pessoas féis a Deus, e concluíram a festa com o batismo de Cornélio nas águas.Após Pedro pregar sobre Jesus e confirmar a conversão do centurião, o Espírito desce sobre os que ouviam o apóstolo, deixando os discípulos judeus admirados (vv ), pois viam Cornélio e outros falando em línguas, engrandecendo a Deus (v. 46). Imediatamente eles reconheceram que ali estavam pessoas féis a Deus, e concluíram a festa com o batismo de Cornélio nas águas.

18 O dom de línguas aqui serviu para quebrar o preconceito que os judeus tinham sobre a aceitação de gentios no Reino de Deus. Tanto é assim, que a Igreja da Judéia ficou querendo mais informações sobre o ocorrido (Atos 11:1-18), e Pedro teve a oportunidade de testemunhar do que ele havia visto com seus próprios olhos.O dom de línguas aqui serviu para quebrar o preconceito que os judeus tinham sobre a aceitação de gentios no Reino de Deus. Tanto é assim, que a Igreja da Judéia ficou querendo mais informações sobre o ocorrido (Atos 11:1-18), e Pedro teve a oportunidade de testemunhar do que ele havia visto com seus próprios olhos.

19 Como militar romano, Cornélio também poderia usar o dom de falar em outros idiomas para difundir a mensagem do evangelho em suas viagens pelo Império.Como militar romano, Cornélio também poderia usar o dom de falar em outros idiomas para difundir a mensagem do evangelho em suas viagens pelo Império.

20 Atos 19 Paulo faz um breve questionamento aos discípulos que encontrou em Éfeso, e percebe que eles receberam um batismo pobre, pois não possuíam nenhum conhecimento sobre a pessoa do Espírito Santo (Atos 19:1-3).Paulo faz um breve questionamento aos discípulos que encontrou em Éfeso, e percebe que eles receberam um batismo pobre, pois não possuíam nenhum conhecimento sobre a pessoa do Espírito Santo (Atos 19:1-3).

21 Paulo os orienta, acrescentando o ensino verdadeiro sobre a salvação em Jesus Cristo, e eles recebem o batismo no Espírito Santo, com a manifestação do dom de falar em outras línguas (v. 6).Paulo os orienta, acrescentando o ensino verdadeiro sobre a salvação em Jesus Cristo, e eles recebem o batismo no Espírito Santo, com a manifestação do dom de falar em outras línguas (v. 6).

22 Assim como no caso de Cornélio, o dom serviu para ajudar aqueles discípulos a pregarem o evangelho em Éfeso, uma cidade conhecida pela importância do seu porto, e pela grande passagem de pessoas de todas as regiões, e de outras nações também.Assim como no caso de Cornélio, o dom serviu para ajudar aqueles discípulos a pregarem o evangelho em Éfeso, uma cidade conhecida pela importância do seu porto, e pela grande passagem de pessoas de todas as regiões, e de outras nações também.

23 Israel Jerusalém Corinto Éfeso

24

25 Foram então batizados em nome de Jesus; e impondo-lhes Paulo as mãos, receberam também o batismo no Espírito Santo que os capacitou a falar as línguas de outras nações, e a profetizarem. - Atos dos Apóstolos, p. 283.

26 1 CORÍNTIOS 14

27 Os dons SEMPRE são concedidos pelo Espírito com um fim proveitoso para a Igreja (1Co 12:7; 14:12, 19).Os dons SEMPRE são concedidos pelo Espírito com um fim proveitoso para a Igreja (1Co 12:7; 14:12, 19). Portanto, o objetivo principal da concessão do dom é EDIFICAR, INSTRUIR e ORIENTAR a Igreja de Deus (Efésios 4:11-13).Portanto, o objetivo principal da concessão do dom é EDIFICAR, INSTRUIR e ORIENTAR a Igreja de Deus (Efésios 4:11-13).

28 No caso do dom de línguas, a condição que Paulo dá para que ele seja útil é que possa ser COMPREENDIDO (1Co 14:6-11).No caso do dom de línguas, a condição que Paulo dá para que ele seja útil é que possa ser COMPREENDIDO (1Co 14:6-11). Para a evangelização e edificação é necessário que os sons sejam compreensíveis.Para a evangelização e edificação é necessário que os sons sejam compreensíveis.

29 Paulo faz uma comparação bem interessante entre os instrumentos musicais e o dom de línguas verdadeiro.Paulo faz uma comparação bem interessante entre os instrumentos musicais e o dom de línguas verdadeiro. Ambos devem ser compreendidos para poderem cumprir seu papel.Ambos devem ser compreendidos para poderem cumprir seu papel.

30 Como é dito que, embora o que fala em línguas não seja entendido por ninguém, mas é dito que o que fala em outra língua se edifica a si mesmo, e que só pode haver edificação se houver entendimento, conclui-se que o que fala em línguas, fala uma língua estrangeira, porque os que falam as línguas estranhas atuais dizem sempre que não sabem o que estão falando.Como é dito que, embora o que fala em línguas não seja entendido por ninguém, mas é dito que o que fala em outra língua se edifica a si mesmo, e que só pode haver edificação se houver entendimento, conclui-se que o que fala em línguas, fala uma língua estrangeira, porque os que falam as línguas estranhas atuais dizem sempre que não sabem o que estão falando.

31 Já que o que fala se edifica (1Co 14:1-4), e portanto entende o que fala, então ele certamente fala em um idioma estrangeiro.Já que o que fala se edifica (1Co 14:1-4), e portanto entende o que fala, então ele certamente fala em um idioma estrangeiro.

32 O que ocorre em 1Co 14 é o mesmo dom de Atos 2.O que ocorre em 1Co 14 é o mesmo dom de Atos 2. O que estava havendo de errado era a desordem com que acontecia o dom, e a irreverência que isto causava ao culto. Por isso Paulo orienta a organização do dom (vv , 39-40).O que estava havendo de errado era a desordem com que acontecia o dom, e a irreverência que isto causava ao culto. Por isso Paulo orienta a organização do dom (vv , 39-40).

33 Os pentecostais dizem que o dom de línguas é uma prova perante a igreja de que determinado irmão foi batizado com o Espírito Santo.Os pentecostais dizem que o dom de línguas é uma prova perante a igreja de que determinado irmão foi batizado com o Espírito Santo. Neste caso, o dom seria um sinal para os crentes, o que está totalmente em desarmonia com o que Paulo afirma no verso 22.Neste caso, o dom seria um sinal para os crentes, o que está totalmente em desarmonia com o que Paulo afirma no verso 22.

34 Paulo também estava interessado em desvincular o culto cristão com o culto à deusa Cibele, que era realizado em Corinto, e que era caracterizado por grandes demonstrações de êxtase e transes.Paulo também estava interessado em desvincular o culto cristão com o culto à deusa Cibele, que era realizado em Corinto, e que era caracterizado por grandes demonstrações de êxtase e transes.

35 Click to add title Click to add textClick to add text Acaia Corinto GRÉCIA Mar Egeu Atenas Mar Mediterrâneo

36 Breve estudo da palavra grega que foi traduzida por línguas em nosso idioma

37 O estudo de uma palavra no seu original bíblico pode nos ajudar a esclarecer algumas dúvidas.O estudo de uma palavra no seu original bíblico pode nos ajudar a esclarecer algumas dúvidas. A palavra grega traduzida para línguas é glossa ().A palavra grega traduzida para línguas é glossa (glossa). Em inúmeras passagens do Novo Testamento, esta palavra (ou suas variações) SEMPRE está vinculada ao idioma falado pelas pessoas e nações.Em inúmeras passagens do Novo Testamento, esta palavra (ou suas variações) SEMPRE está vinculada ao idioma falado pelas pessoas e nações.

38 Lucas 1:64 Atos 10:46 1Ped. 3:10 Atos 2:26 Atos 19:6 Apoc. 13:7 Rom. 14:11 Rom. 3:13 Apoc. 14:6; 16:10 Filip. 2:11 1Cor. 12:10, 28, 30 1Jo 3:18 Tiago 3:5-6 1Cor. 13:1 Marcos 7:33, 35 Atos 2:3-4 1Cor. 14:5-6 1Cor. 14:9 1Cor. 13:8 1Cor. 14:18, 23, 39 Apoc. 5:9 1Cor. 14:22 Apoc. 10:11 Apoc. 7:9; 11:9 Apoc. 17:15 Lucas 16:24 Atos 2:4, 11 Marcos 16:17 1Cor. 14:2, 4, 13-14, 19, Tiago 1:26; 3:8

39 Conclusão

40 Não restam dúvidas, CONFORME O TEXTO BÍBLICO, de que o dom de línguas é uma manifestação sobrenatural para o crente falar em OUTRO IDIOMA ESTRANGEIRO, diferente do seu, para o qual ele não teve qualquer treinamento, com o ÚNICO objetivo de fazer avançar a pregação do evangelho, levando a Igreja de Deus a ser edificada.

41 Portanto... O dom bíblico não tem NADA parecido com as manifestações emocionais e confusas que são observadas entre pentecostais e carismáticos de nossos dias.


Carregar ppt "Batismo no Espírito em Atos SINAIS Cap. 2 Cap. 8 Cap. 10 Cap. 19 Som de vento X Línguas de fogo X Falar em línguas XXX Imposição de mãos XX Espírito recebido."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google