A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Disciplina: Microbiologia e Imunologia Células e tecidos linfoides Professora: Ana Paula Costa Abril/2013.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Disciplina: Microbiologia e Imunologia Células e tecidos linfoides Professora: Ana Paula Costa Abril/2013."— Transcrição da apresentação:

1 Disciplina: Microbiologia e Imunologia Células e tecidos linfoides Professora: Ana Paula Costa Abril/2013

2 Desafios do sistema imunológico para gerar respostas protetoras eficazes contra patógenos infecciosos:  O sistema deve ser capaz de responder a diferentes microrganismos que podem ser introduzidos em diferentes áreas do corpo.  Poucos linfócitos inativos reconhecem e respondem a qualquer antígeno  Os mecanismos efetores do sistema imunológico (anticorpos e células efetoras) precisam se localizar e destruir microrganismos em diferentes locais distante do local da infecção inicial

3 Tecidos especializados – órgãos linfoides periféricos concentram os antígenos que são introduzidos por meio das portas de entrada comuns (pele e trato gastrointestinal e respiratório)  A captura dos antígenos e o seu transporte para os órgãos linfoides são o primeiro passo na resposta imunológica adquirida

4 Os linfócitos inativos (que ainda não entraram em contato com nenhum antígeno) migram através dos órgãos linfoides periféricos onde reconhecem os antígenos e iniciam as respostas imunológicas  Linfócitos efetores e de memória se desenvolvem a partir das células inativas após sua estimulação pelos antígenos

5 Linfócitos efetores e de memória circulam no sangue, se dirigem aos locais por onde os antígenos entram e são retidos nesses locais. Isso assegura o caráter sistêmico da imunidade – os mecanismos de proteção podem atuar em qualquer lugar do corpo.

6 Células do sistema imunológico Células envolvidas na resposta imunológica adquirida:  Linfócitos específicos para o antígeno  Células apresentadoras de antígenos (APCs) APCs  Células especializadas que apresentam os antígenos e ativam os linfócitos e as célula efetoras que eliminam os antígenos

7 Células do sistema imunológico  Linfócitos  São as únicas células do corpo capazes de reconhecer e distinguir de modo específico diversos determinantes antigênicos.  São responsáveis por duas características da resposta imunológica adquirida: Especificidade e memória

8 Células do sistema imunológico  Linfócitos  A imunidade aos microrganismos pode ser transferida de indivíduos imunizados para indivíduos sem imunidade somente por meio dos linfócitos ou dos produtos que eles secretam  Algumas imunodeficiências congênitas e adquiridas estão associadas a redução dos linfócitos na circulação periférica nos tecidos linfoides.

9 Células do sistema imunológico  Linfócitos  São as únicas células do corpo capazes de reconhecer e distinguir de modo específico diversos determinantes antigênicos.  São responsáveis por duas características da resposta imunológica adquirida: Especificidade e memória

10 Células do sistema imunológico  Linfócitos  Linfócitos inativos são as células que ainda não foram estimuladas por antígenos.  Linfócitos são divididos em duas populações distintas que diferem quanto às suas funções e a seus produtos proteicos mas que são indistintos morfologicamente.

11 ClasseFunções Linfócitos T auxiliaresEstímulos para o crescimento e diferenciação dos linfócitos B (imunidade humoral) Ativação de macrófagos pelas citocinas secretadas (imunidade celular) Linfócitos T citotóxicosDestruição de células infectadas por vírus, células tumorais. Rejeição de transplantes (Imunidade celular) Linfócitos BProdução de anticorpos (imunidade humoral) Células NK (Natural Killer) Destruição de células infectadas por vírus, células tumorais. Toxicidade celular dependente de anticorpos Classes de linfócitos

12 Células do sistema imunológico  Linfócitos B  Células que produzem anticorpos  Nos pássaros seu desenvolvimento ocorre em um órgao denominado bursa de Fabricius.  Nos mamíferos os estágios iniciais do desenvolvimento das células B ocorrem na medula óssea.

13 Células do sistema imunológico  Linfócitos T  Mediadores da imunidade celular  Seus precursores saem da medula óssea e migram para o timo, onde se desenvolvem.  Os linfócitos T são os que se desnvolvem no timo.

14 Maturação dos linfócitos  Os linfócitos se desenvolvem nos órgãos linfoides geradores (ou primários) a partir das células tronco da medula óssea e as respostas imunológicas a antígenos estranhos ocorrem nos tecidos linfoides periféricos (ou secundários).

15 Células do sistema imunológico  Tanto os linfócitos B quanto os T possuem receptores de antígenos distribuídos em clones.  Ou seja, existem muitas células com especificidades antigênicas diferentes e todos os membros de cada clone expressam receptores antigênicos com a mesma especificidade e que são diferentes dos receptores de outros clones.

16 Células do sistema imunológico  Células NK (Natural Killers)  Terceira população de linfócitos  Receptores são diferentes dos linfócitos B e T.  Desempenham papel na imunidade humoral

17 Ativação dos linfócitos  Na resposta imunológica adquirida os linfócitos inativos são ativados por antígenos e outros estímulos para se diferenciarem em células efetoras e de memória

18 Fases da ativação dos linfócitos

19 Diferenciação em células efetoras  Uma parte dos linfócitos estimulados se transforma em células efetoras, cuja função é eliminar os antígenos.  Linfócitos efetores:  Células T auxiliares, células T citotóxicas e células B secretoras de anticorpos.

20 Diferenciação em células efetoras  Células T auxiliares diferenciadas  Expressam proteínas em sua superfície que interagem com ligantes em outras células, como macrófagos e linfócitos B, além de secretam citocinas que ativam outras células  Células T citotóxicas (CTLs) diferenciadas  Desenvolvem grânulos contendo proteínas que destroem células infectadas por vírus e células tumorais.

21 Diferenciação em células efetoras  Células B  Se diferenciam em células que sintetizam anticorpos ativamente. Algumas células produtoras de anticorpos são identificadas como plasmócitos.

22 Diferenciação em células de memória  Uma parte dos linfócitos B e T estimulados por antígenos se diferenciam em células de memória.  Células de memória agem como intermediárias das respostas rápidas e acentuadas (resposta secundária ou de memória).  As células de memória podem sobreviver em um estado funcionalmente dormente ou ciclo lento por vários anos após a eliminação do antígeno

23 Células apresentadoras de antígenos (APCs)  Células especializadas em capturar microrganismos e outros antígenos, apresentá-los aos linfócitos e fornecer sinais que estimulam a proliferação e diferenciação dos linfócitos.  APC se refere a células que possuem antígenos para linfócitos T.  O principal tipo de APC envolvido no processo de iniciar as respostas das células T é a célula dendrítica.

24 Células apresentadoras de antígenos (APCs)  Célula dendrítica  Captura o antígeno e induz a resposta dos linfócitos às proteínas antigênicas.  Os macrófagos apresentam antígenos para as células T durante a resposta imunológica celular.  Célula dendrítica folicular  Apresenta antígenos para os linfócitos B durante as fases da resposta imunológica humoral

25 Células fagocitárias mononucleares  O sistema fagocitário mononuclear consiste em células que apresentam uma linhagem comum e cuja função primária é a fagocitose.  Essas células se originam na medula óssea, circulam pelo sangue, amadurecem e são ativadas nos diferentes tecidos. Figura 2.6

26

27 Anatomia e função dos tecidos linfoides  Para otimizar as interações celulares necessárias as fases de reconhecimento e ativação das respostas imunológicas específicas, os linfócitos e as células acessórias se concentram em tecidos os órgãos anatomicamente definidos, para os quais os antígenos estranhos são transportados e concentrados.

28 Anatomia e função dos tecidos linfoides  Os tecidos linfoides são classificados em:  Órgãos geradores ou primários  Onde linfócitos atingem a maturidade fenotípica e funcional.  Órgãos periféricos ou secundários  Onde as respostas dos linfócitos aos antígenos estranhos são iniciadas e desenvolvidas.

29 Anatomia e função dos tecidos linfóides  Os tecidos linfoides são classificados em:  Órgãos geradores ou primários  Medula óssea (dá origem a todos os linfócitos) e o timo (onde as células T se desenvolvem e atingem um estado de competência funcional.  Órgãos periféricos ou secundários  Linfonodos, baço, sistema imunológico cutâneo e o sistema imunológico associado às mucosas.

30

31 Anatomia e função dos tecidos linfoides  Medula óssea  São geradas todas as células sanguíneas circulantes do adulto, incluindo os linfócitos imaturos.  É o local onde as células B se desenvolvem.  Geração das células sanguíneas (hematopoese).  Localizada nos ossos chatos (esterno, vértebras, ilíacos e costelas).

32 Fiugura 2.8 Hematopoese

33 Anatomia e função dos tecidos linfoides  Timo  Local de desenvolvimento das células T.  É um órgãos de dois lobos, localizado no mediastino anterior.  Tem um suprimento de vasos linfpaticos que drenam para os linfonodos do mediastino.

34 Anatomia e função dos tecidos linfoides  Linfonodos e o sistema linfático  Linfonodos  São os órgãos nos quais as respostas imunológicas adquiridas são iniciadas.  Linfonodos são pequenos agregados celulares ricos em linfócitos localizados em toda a extensão de canais linfáticos ao longo do corpo.  Os antígenos são transportados para os linfonodos principalmente pelos vasos linfáticos.

35 Apresentação do antígeno e início da resposta da célula T Captura e transporte do antígeno O sistema linfático

36 Anatomia e função dos tecidos linfoides  Baço  É o principal local de respostas imunológicas a antígenos provenientes do sangue.  É um importante filtro sanguíneo. Os macrófagos de sua polpa vermelha retiram microrganismos e outras partículas do sangue.  É o principal local de fagocitose de microrganismos recobertos de anticorpos (opsonizados).

37 Anatomia e função dos tecidos linfoides  Sistema imunológico cutâneo  A pele contém um sistema imunológico especializado constituído de linfócitos e células apresentadoras de antígenos (APCs).  A pele é o maior órgão do corpo e uma importante barreira física entre o organismo e o ambiente externo.  A pele participa ativamente da defesa do hospedeiro, gerando e mantendo reações imunológicas e inflamatórias locais.

38 Anatomia e função dos tecidos linfoides  Sistema imunológico associado às mucosas  As superfícies mucosas dos tratos gastrointestinais e respiratório são colonizados por linfócitos e APCs que iniciam respostas imunológicas contra antígenos ingeridos e inalados.  O epitélio das mucosas forma uma barreira entre os ambiente interno e externo, sendo frequentemente um importante local de entrada de microrganismos.


Carregar ppt "Disciplina: Microbiologia e Imunologia Células e tecidos linfoides Professora: Ana Paula Costa Abril/2013."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google